Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Letra

 

Sinceramente, tu podes abrir-te comigo
Honestamente, eu só te quero dizer
Acertei no dia em que eu te encontrei
Acertei

E eu sei a palavra que tu desejas escutar
Tu és o segredo que eu vou desvendar
Acertaste, no dia em que me encontraste
Acertaste, no dia em que me encontraste

Então o nosso mundo girou
Ficaste tu e a noite veio
Trazer a escuridão
E aí então
Abri o coração
Por que nada é em vão

E eu sei a palavra que tu desejas escutar
Tu és o segredo que eu vou desvendar
Acertaste, no dia em que me encontraste
Acertaste, no dia em que me encontraste

Então o nosso mundo girou
Ficaste tu e a noite veio
Trazer a escuridão
E aí então
Abri o coração
Por que nada é em vão

Gostei do charme e do teu groove
Gosto de tudo quando estou contigo
Da conversa e do seu perfume
Gosto de tudo quando estou contigo

Sinceramente, tu podes abrir-te comigo
Honestamente, eu só te quero dizer
Acertei no dia em que eu te encontrei
Acertei no dia em que eu te encontrei

Então o nosso mundo girou
Ficaste tu e a noite veio
Trazer a escuridão
E aí então
Abri o coração
Por que nada é em vão

Ficaste tu e a noite veio
Trazer a escuridão
E aí então
Abri o coração
Por que nada é em vão

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email