Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Terras sem Sombra: Marc Mauillon na Igreja Matriz de Grândola


Terras sem Sombra: Marc Mauillon na Igreja Matriz de Grândola

A vila de Grândola recebe na sua Igreja Matriz a nona edição do Festival Terras sem Sombra, no próximo dia 04 de maio pelas 21:30.

 

A obra deste notável compositor e poeta constitui o fio condutor para uma estreia prometedora, com Marc Mauillon, um dos mais famosos barítonos da actualidade, acompanhado por músicos de excepção, como a violetista Vivabiancaluna Biffi, o alaudista Michaël Grébil e o flautista Pierre Hamon.

 

Ouvir-se-á, pela primeira vez em Portugal, um repertório de incomparável beleza.

 

Em “Mon chant vous envoy” (Envio-vos o meu canto), numa vertente poética, está o Amor como sentimento causador de sofrimentos e de queixas que domina o protagonista, por não ser correspondido pela sua amada.

 

Esta obra revela uma inclinação, ainda desconhecida, da obra de Machaut, que os músicos frequentemente consideravam como intelectual e de difícil acesso. Foi, muito certamente, o primeiro compositor a redigir peças com um virtuosismo e uma ambição intelectual comparáveis apenas à Arte da Fuga de J. S. Bach.

 

Guillaume de Machaut, que viveu entre 1300 e 1377, foi o grande responsável pela definição das bases rítmicas da composição polifónica e o primeiro compositor a adquirir verdadeira consciência da importância do livro para a transmissão e a difusão do seu trabalho.

 

Em Grândola, o Festival apresenta, com membros de Le Poème Harmonique, um concerto dedicado às suas canções trovadorescas, que misturam o Sagrado e o Profano, um fenómeno característico da Ars Nova, tirando partido da poesia musicada.

 

Regressa-se, assim, entre cavaleiros e damas, ao ambiente das cortes dos finais da Idade Média, um tema muito adequado a Grândola.

 

Esta localidade, famosa pelos recursos cinegéticos, foi escolhida por D. Jorge, duque de Coimbra e mestre das Ordens de Santiago e Avis, para instalar, ao redor de 1500, um dos seus paços, ponto de apoio para a caça grossa, actividade tradicional no quotidiano da nobreza.

 

Essa mansão senhorial tornar-se-ia, aliás, um foco fundamental para o desenvolvimento de Grândola, que veio a ser elevada a vila e sede de concelho, em 1544, por iniciativa de D. Jorge. 

 

Desaparecido o palácio do mestre de Santiago, permanece outro monumento por ele mandado reconstruir, a igreja matriz, uma referência do património local, que tem vindo a ser alvo de recuperação por parte da paróquia.

 

À semelhança dos outros espaços visitados pelo Terras sem Sombra, possui brilhantes condições acústicas para a interacção dos instrumentos medievais com a voz humana. 


Isto faz dela uma atmosfera ideal quando se trata da execução de peças da tradição trovadoresca, realçando a aura da luzida corte que acompanhava o duque-mestre.

 

Compositor, multi-instrumentista e cantor, Michaël Grébil dança sobre um estreito fio entre diferentes universos sonoros e poéticos. Há longos anos que colabora com agrupamentos de renome internacional, mormente Hesperion XXI.

 

Tem igualmente realizado recitais a solo em que dá a conhecer as suas pesquisas sobre a prática instrumental medieval e como ela pode ser entendida, hoje em dia, com grande modernidade. 


Foi esta modernidade, aliás, que o conduziu a terrenos ainda mais escarpados, explorando timbres estratos e dinâmicas através da música electroacústica.

 

Após ter participado com Les Arts Florissants e o ensemble Gilles Binchois no renascimento na música antiga, tornou-se um colaborador privilegiado e fiel de Jordi Savall, tocando e gravando ao seu lado em diferentes partes do mundo.

 

Co-dirigiu, com Brigitte Lesne, o ensemble Alla Franscesca. A partir de 2007, consagrou-se, com Marc Mauillon e Vivabiancaluna Biffi, a projectos em torno do músico-poeta Machaut, alvo de concertos e gravações que mereceram o aplauso da crítica internacional.

 

Retirado do HardMúsica

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email