Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Dead Combo vão lançar livro para crianças depois do verão


Os músicos Tó Trips e Pedro Gonçalves, dos Dead Combo, vão lançar, no final deste ano, o livro infantil "A Cidade da Tristeza Profunda", que "é uma metáfora de como a música pode transformar a vida das pessoas".


Escrito por Pedro Gonçalves, com capa assinada por Tó Trips, a história é baseada nas duas personagens - um "gangster" e um cangalheiro -, que têm personificado a música instrumental dos Dead Combo, nos últimos dez anos.

 

"São duas personagens que andam de lado para lado a tocar. E depois chegam a uma cidade, que é a cidade da tristeza profunda, porque é uma cidade que está muito triste, e começam a tocar e as pessoas começam a ficar alegres", explicou o autor da história, Pedro Gonçalves.

 

Admitindo que o público infantil "não é expressivo" entre fãs dos Dead Combo, os autores de "A Cidade da Tristeza Profunda" explicaram que a ideia do livro surgiu na sequência de "um convite, feito há uns valentes anos", para participarem numa coletânea de histórias infantis, com outros autores e personalidades, cujas vendas reverteram a favor de uma causa de solidariedade.

 

"Com o passar dos anos, a história foi crescendo e criou-se a ideia de fazer o livro para crianças", acrescentou Pedro Gonçalves.

 

O livro será editado no terceiro trimestre deste ano, depois de, em abril, iniciarem as comemorações dos 10 anos de carreira, em dois momentos, com o lançamento da banda desenhada autobiográfica, editada pela Chiado Editora, e o concerto "Celebração de 10 anos de Vadiagem", marcado para dia 16, para o Teatro São Luiz, em Lisboa.

 

Depois do verão, será ainda lançado um livro sobre a história da banda, que incluirá fotografias, “posters” e textos. "Não pensámos muito nisso ainda, mas [queremos] que tenha um pouco a história dos Dead Combo, desde fotografias, a ‘posters' e textos", adiantou Tó Trips.

 

"É [uma forma de] passar também o lado a que as pessoas não têm acesso", complementou Pedro Gonçalves.

 

Os Dead Combo atuam hoje em Macau, pela primeira vez, num concerto integrado no festival literário Rota das Letras, que também conta com a participação de Camané.

 

Retirado do Sapo Música

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email