Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Letra
CAVALO NA COMIDA

Agora quando quero ver cavalos
já não vou à equitação
Vou à secção dos congelados
E compro um empadão

Agora o meu avô está muito triste
porque partiu a dentadura
Ele deu uma trinca num bife
E estava lá uma ferradura

Agora quando vai a um restaurante
É peixinho que ele pede [Pescado é saúde]
Está com medo de pedir xixinha
E comer o Mister Ed.

Agora... agora...
Agora... agora...
Eu tenho cavalo na comida!

Agora há ADN de cavalo
Noutras carnes e isso deu grande barraca
Alguem andou a fazer batota
Ou um cavalo fez conchinha com uma vaca.

Agora há almondegas equídeas
E há um outro aspecto que eu sublinho
se aquilo são bolinhas de cavalo
entao há uns que andam a relinchar fininho

Agora há que ter muito cuidado
Com lasanhas, hamburguers e canelones
Ontem fui ao talho do xôr Ribeiro
e ele picou-me um kg de My Little Pónes.

Agora... agora...
Agora... agora...
Eu tenho cavalo na comida!
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.