Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

A noite passada acordei com o teu beijo 
Descias o Douro e eu fui esperar-te ao Tejo 
Vinhas numa barca que não vi passar 
Corri pela margem até à beira do mar 
Até que te vi num castelo de areia 
Cantavas "sou gaivota e fui sereia" 
Rime de ti "Então porque não voas?" 
E então tu olhaste, depois sorriste 
Abriste a janela e voaste

A noite passada fui passear no mar 
A viola irmã cuidou de me arrastar 
Chegado ao mar alto abriu-se em dois o mundo 
Olhei para baixo, ias lá no fundo 
Faltou-me o pé, senti que me afundava 
Por entre as algas teu cabelo bailava 
A lua cheia escureceu nas águas 
E então falámos e então dissemos 
"Aqui vivemos muitos anos"

A noite passada o paredão ruiu 
Pela fresta aberta o meu peito fugiu 
Estava do outro lado a tricotar janelas 
Vias-me em segredo ao debruçar-te nelas 
Cheguei-me a ti, disse baixinho "Olá" 
Toqueite no ombro e a marca ficou lá 
O sol inteiro caiu entre os montes 
E então tu olhaste, depois sorriste 
Disseste "'Inda bem que voltaste"

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email