Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Anarchicks apresentam álbum de estreia no Musicbox

 

As munições já estão carregadas e prontas a fazer jus ao chavão que as apresenta: Se a música é uma arma elas são o gatilho! Em fase de lançamento do álbum de estreia "Really?!", as Anarchicks vêm ao Musicbox prestar contas e mostrar que o rock deixou, há muito, de ser exclusivamente masculino.

 

Quem já ouviu falar delas sabe bem do que falamos, estas quatro miúdas são o melhor do punk nacional. 


Depois de lançarem o EP "Look What You Made Me Do" por si próprias, lançarão em Janeiro de 2013 o seu primeiro LP intitulado "Really?!" pela Chifre, que apresentaram na noite de 25 de Janeiro.

 

Abriram com uma intro de riffs de guitarra e a bateria barulhenta para entrarem com todo o folego com “Sunset Graveyard”. 


A sala estava cheia, com o público a saltar e a guitar durante as musicas “New Rave”, “Bored” e “Kinda Do”.

 

Mas mesmo sendo um concerto que pretendia apresentar o seu álbum, as meninas guardaram algumas surpresas e aproveitaram para tocar uma canção totalmente nova: “And It Feels Good Too” que poderá eventualmente constar na lista de um próximo álbum “se houver um” como afirmaram.

 

Seguiram com a potente “Endless Love” e puseram toda a gente a dançar com a ajuda de uma convidada bastante especial, outra das surpresas da noite. Dachick juntou-se às miúdas mais cheias de punk em Portugal para o tema “Dance”.

 

Depois de “Forever” e “Son of a Beat” tocaram o esperado primeiro single “Restraining Order” que foi, naturalmente, o momento de maior loucura entre o público. 


Despediram-se com “Off The Box” e pareceu mesmo que não tinham um encore preparado, o público gritou por mais e elas tiveram mesmo de voltar e tocaram um tema que “está ainda numa fase embrionária” mas que deixou os fãs satisfeitos o que as levou a tocar mais uma vez o seu single.

 

O Hardmusica deixa ainda um último parágrafo para a banda que abriu o concerto das Anarchicks. 

Já tínhamos falado dos TwinChargers na altura do festival Vodafone Mexefest e esta foi a banda que provou mais uma vez que tem todo o potencial para se tornar uma das maiores no rock alternativo português. 


Com apenas um baixo e uma bateria fazem melhor o que às vezes uma banda de mais elementos consegue.

 

Retirado do HardMúsica

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.