Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Ana Moura apresenta novo álbum nos Coliseus em janeiro

Ana Moura apresenta o seu novo álbum, “Desfado”, nos Coliseus em janeiro próximo.

 

A fadista sobe ao palco do Coliseu dos Recreios, em Lisboa, no dia 25 de janeiro, atuando, no dia seguinte, no Coliseu do Porto.

Os bilhetes para os dois espetáculos estão à venda nos locais habituais.

Entretanto, a cantora apresenta-se em Leiria no próximo dia 16 de novembro, em Portimão a 23, em Faro a 24 e em Torres Vedras a 25. Em dezembro, Ana Moura ainda atua em Tróia (7 de dezembro), Torres Novas (8 de dezembro) e Fafe (14 de dezembro).

 

Já hoje estreia nos canais oficiais de Ana Moura o videoclip oficial de Até ao Verão, o primeiro single retirado do novo disco, cuja edição está prevista para o próximo dia 12 de novembro. O vídeo foi realizado pelo coletivo CAN, composto por Júlio Alves (realizador), Paulo Furtado (The Legendary Tiger Man) e José Ricardo Monteiro (redator publicitário) e produzido pela Chocolate Filmes.

 

Gravado nos Henson Recording Studios, em Los Angeles, e produzido por Larry Klein (o multi-galardoado produtor norte-americano que no seu currículo tem trabalhos com Joni Mitchell, Herbie Hancock, Madeleine Peyroux, Melody Gardot, Tracy Chapman, entre muitos outros), o 5.º álbum originais de Ana Moura representa um momento de viragem na sua carreira.

 

Para este trabalho, a fadista  apostou em compositores improváveis, como Márcia, Manuel Cruz, Pedro da Silva Martins (Deolinda), Nuno Figueiredo e Jorge Benvinda (Virgem Suta), Miguel Araújo (Azeitonas), Luisa Sobral e António Zambujo, em nomes consagrados da música portuguesa, como Pedro Abrunhosa ou Aldina Duarte, e ainda em alguns colaboradores de discos anteriores, como Manuela de Freitas, Nuno Miguel Guedes, Mário Rainho e Tózé Brito. Outra das grandes surpresas deste álbum é a participação de Herbie Hancock .

 

No novo disco, Ana Moura reuniu em estúdio as participações de David Piltch (contrabaixo) -com créditos em discos de John Legend, Bob Dylan, India Arie ou K.D. Lang; Dean Parks (guitarras) – músico que já trabalhou com Marvin Gaye, Stevie Wonder, Michael Jackson, Roy Orbison ou Madonna; Jay Bellerose (bateria e percussões)  -  com créditos em trabalhos de Aimee Mann, Suzanne Vega, Ani DiFranco; Patrick Warren (piano e teclados) -  músico que já trabalhou com nomes como Chris Isaak, Tracy Chapman, Fiona Apple ou Bruce Springsteen;  Freddy Koella (violino) -  com créditos em discos de Bob Dylan, Lhasa de Sela, Carla Bruni; e Tim Ries (saxofone) – já cúmplice de Ana Moura no "The Rolling Stones Project".  A este leque de luxo juntaram-se os músicos portugueses Ângelo Freire (guitarra portuguesa) e Pedro Soares (viola de fado).

 

Sara Novais

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.