Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Andam lá sem descansar, 
Nas montanhas a lutar
Iluminam todo o mar 
De Timor

Nas montanhas sem dormir 
Uma luz a resistir
Arde sem se apagar 
Em Timor

Andorinha de asa negra 
Se o teu voo lá passar
Faz chegar um grande abraço, 
Dá saudades a Timor

Eles não podem escrever, 
Porque vão a combater
Vão de manhã defender 
A Timor

As crianças a chorar, 
Não as posso consolar
Que eu nunca cheguei a ver 
A Timor

Andorinha de asa negra 
Vem ouvir o meu cantar
Ai que dor rasga o meu peito 
Sem noticias de Timor

Nunca mais hei-de voltar 
Já não posso lá voltar
À idade de lembrar 
A Timor

Estam lá a descansar 
Nas montanhas a lutar
Iluminam todo o mar 
De Timor

Andorinha de asa negra 
Vem ouvir o meu cantar
Ai que dor rasga o meu peito 
Sem noticias de Timor

Andorinha de asa negra 
Se o teu voo lá passar
Faz chegar um grande abraço, 
Dá saudades a Timor

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email