Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Rubi (terça-feira) 

Os Azeitonas

 

Olá Rubi, foi numa terça-feira que eu te vi
Sentada e só num banco de jardim
Contemplando um folhetim
De umas aulas de ballet

Olá Rubi, foi desta forma que eu decidi
Depois de tantas vezes indagar
Formas de te abordar
Frente a frente eu te comtemplo

Amanhã cai a noite
E cais nos braços de outro alguém
Sem saberes que sofro em solidão
Como posso resistir
se eu te amo noutra dança
Quando me levas até ao Bolchoi,
À Opera, ao Scala de Milão...
Em sonhos

Olá Rubi, nem sei se eu devia estar aqui
Em busca de algo mais do que um affair
Um amor de aluguer
Para alguém cobarde e só

Olá Rubi, logo da primeira vez me apercebi
Gravuras e cartazes de bailados
Nas paredes do teu quarto retratados
Se que te vias assim

Amanhã cai a noite
E cais nos braços de outro alguém
Sem saberes que sofro em solidão
Como posso resistir
se eu te amo noutra dança
Quando me levas até ao Bolchoi,
À Opera, ao Scala de Milão...
Em sonhos

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email