Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Donde la vida va?
Cuando te quiera
Cuando tú te vas?
Cuando te quiera
Sé que tú no va
Por el camino
Sé que tú te va
Por tu camino

Vamos!

(Boom, boom, boom)

Para donde tú te va?
Por tú camino
Sigas a bailar
Por tú camino
Donde la vida va?
Cuand te quiera
Cuand tú te va?
Cuand te quiera

Vamos!

(Boom, boom, boom)

Tú no, tú no va
Por el camino
Siga sin saber
Siempre contigo
A donde tu te va?
Por tu camino
Llega de mal
Llega de guerra

Vamos!

Amor, libertad
Vamos, vamos
Que baile, que baile
Que vive, que vive
Que baile
Vamos, vamos bailare


(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)

Let's get it out, out, out
How to make this work?
The life has been told, told, told
Make it have a boom
You already saw, so smoke, smoke, smoke
Let's get it out
And let's all make them run, run, run
Like a criminal
We got to let it go!

Let's get it out, out, out
How to make this work?
The life has been told, told, told
Make it have a boom
You already saw, so smoke, smoke, smoke
Let's get it out
And let's all make them run, run, run
Like a criminal
We got to let it go!

(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)

Quero a faca, eu quero o queijo
Quero aquilo que não passa
Quero aquilo que não vejo
Quero aquilo que não posso
Quero acordar sem tristeza
Num mundo cheio de beleza
Não quero ser mais omitido
Nesse mundo sem sentido
Não quero estar escravizado
Não quero ser encurralado
A todos esses que oprimem
Digo "não, muito obrigado"

Quero a faca, eu quero o queijo
Quero aquilo que não passa
Quero aquilo que não vejo
Quero aquilo que não posso

(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)

Eu quero a faca, eu quero o queijo
Quero aquilo que não passa
Quero aquilo que não vejo
Quero aquilo que não posso
Quero acordar sem tristeza
Num mundo cheio de beleza
Não quero ser mais omitido
Nesse mundo sem sentido
Não quero estar escravizado
Não quero ser encurralado
A todos esses que oprimem
Digo "não, muito obrigado"

Quero a faca, eu quero o queijo
Quero aquilo que não passa
Quero aquilo que não vejo
Quero aquilo que não posso

(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)
(Boom, boom, boom)


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email