Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Quatro noites com música de vários estilos em Ponta Delgada

O festival «Música no Colégio 2012», que começa sexta-feira, 13 de julho, no Largo do Colégio, em Ponta Delgada, nos Açores, vai apresentar espetáculos de vários géneros musicais, anunciou Rogério Massa, da Associação Musical Coral de S. José.


«Vão ser quatro noites com música de vários estilos, do tradicional à música lírica, e uma moldura cénica muito interessante no Largo do Colégio», afirmou Rogério Massa, salientando que os concertos decorrem entre sexta e segunda-feira, a partir das 21:30, em dois palcos montados no adro da igreja ali existente, um dos quais será coberto.

 

O festival abre com a «Noite Açoriana», que incluirá a atuação da orquestra de percussão Bora Lá Tocar e dos músicos Jorge Dutra, Raquel Dutra e Adílio Soares, à que se seguirá um momento de teatro popular, culminando com um espetáculo de Zeca Medeiros.

 

No sábado realiza-se a «Noite Filarmonia», que levará ao palco a Banda Militar dos Açores (na foto), decorrendo no domingo a «Noite de Gala», com destaque para o concerto do pianista Nuno Margarido Lopes, do Teatro Nacional de S. Carlos, que será acompanhado pela Orquestra de Ponta Delgada e pelo Coral de S. José.

 

O «Música no Colégio 2012» encerra na segunda-feira, 16 de julho, com a «Noite Lírica», num concerto com a soprano Sandra Medeiros, a mezzo-soprano Maria Luísa Freitas e o tenor Mário Alves, acompanhados pelo pianista Nuno Margarido Lopes e pelo Coro Sinfónico do Coral de S. José.

Rogério Massa salientou que este festival, inspirado numa iniciativa idêntica que se realiza nas imediações do Teatro de S. Carlos, em Lisboa, é um risco especial nos Açores devido às condições meteorológicas.

 

«É um grande desafio para nós porque são quatro dias e, numa terra como a nossa, temos que acreditar que não choverá neste período», frisou o responsável pela organização do festival.

 

Noticia do Sapo Música

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email