Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Durante um ano gigs podes contar activa
Com 50000 limpos numa conta activa
Boy tu conta à diva que eu sou uma lenda viva
Ou queres que eu viva no pensamento numa tenda sirva
My nigga yo get up
Vocês só m'enchem os ouvidos com cera
É assim que eu estou vestido
E o cash que eu tenho está todo bem investido

Já, já tinha dito que eu não tou oh renas boy
Por isso tu não venhas com essas merdas boy
O.J. O homem das cavernas
Mas estica-te e vais ver como um bago nas pernas doi

Eu assino cheques, tenho datas à minha espera
Qualquer espetaculo é só grandes chapas com a minha gera
Pois à porta do banco a dar uns tapas na pantera
A pensar oh meu Deus quando puser as patas num panamera

Queres ser igual ao que a Maria Alice tem no base
Compara-te a ter o capital que o houdini tem no save
Não é ratisse eu sei, põe as mãos no cake
Nós ficamos todos gordos como disse o Ace

(?)

Base base do arame
À base do arame
Boy estou me a cagar
senão for a base do arame
Base base do arame
À base do arame

Nem vale a pena ligares
senão for à base do arame
Base base do arame
À base do arame

Eu falo com os meus compadres
só à base do arame
Base base do arame
À base do arame

Sem arame criámos impérios
Discos sem iscos, com riscos sérios
E agora não há arame não há palhaço
Eu passo, senão passa lá no meu espaço
Eu faço um desconto se pagares a pronto
Pico o ponto, até já tenho mais pronto
Fala sério Fred, vê um red nesse led
O imposto exede, rouba um gajo e nem sequer pede
Desculpa mas a gente diz no recibo
Contas em chibo, cash e tass peh bro
As platinas na parede já não pagam contas
É preciso liquidez para se cuidar as pontas

Paga-me o que deves, ou pode ser que leves
Com 90 Kilos, Carlos Nobre Neves
Comida na mesa não falta à minha filha
Nem que eu tenha de assaltar um banco mais a minha pandilha (2x)

Base base do arame
À base do arame
Boy estou me a cagar
senão for a base do arame
Base base do arame
À base do arame

Nem vale a pena ligares
senão for à base do arame
Base base do arame
À base do arame

Eu falo com os meus compadres
só à base do arame
Base base do arame

À base do arame

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email