Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Neste projecto de fado orquestrado, que nasceu no Algarve em finais de 2010, Raquel e Os Alma, que tocarão a 30 de Junhyo no Teatro das Figuras em Faro, fundem os poemas tradicionais nas orquestrações do compositor e produtor musical Carlos Amarelinho, enriquecendo assim o nosso património.


Raquel é a voz e a alma deste projecto, dando-lhe o nome e também uma interpretação delicada e melodiosa, que transmite ao público a história de um povo, numa entrega tão completa que envolve músicos e público num sonho único, simples e alegre, que contagia a vida.


Diz a nota de imprensa que o projecto tem sonoridades que vão desde o saxofone ao violino, passando pela viola clássica, baixo e trompete. 


Mais tarde e de uma forma extremamente enriquecedora juntam percussões como a marimba e o vibrafone que trouxe a este espetáculo sonoridade únicas de delicadeza e intensidade tão íntima como o Fado


Raquel Peters & os Alma são para além de Raquel na voz, Laurentiu Zapcirioiu no violino, Guitarra Rui Martins, na guitarra clássica, Carlos Amarelinho no saxofone, Ricardo Carvalho no trompete e Diogo Carvalho na percussão.

 

Retirdo de HardMúsica 

 

 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.