Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

A cantar deixei a minha casa e larguei num navio pelo mar  
Um dia partimos de Lisboa na brisa do vento a assobiar  
Dissemos adeus a todos, dissemos adeus à vida  
Éramos muito poucos mas cheios de alegria  
E foi há tanto tempo e eu nunca esqueci  
 
À vista do Japão, cantamos a canção de amor ao sol nascente  
Ao sol que nasce ali e pelo céu inteiro regressa ao meu país  
A saudade de Portugal é sempre tão igual que faz o sol brilhante  
Nascer oriental e através do amor vir dormir a Portugal  
 
Quem souber como foram esperançados os momentos que ligaram dois mundos  
P’ra sempre os háde ter lembrado o nascente: o país dos namorados  
Namorados marinheiros, perdidos nos sete mares  
Que quiseram ser primeiros a aprender a navegar  
E foi há tanto tempo e eu nunca esqueci  
 
À vista do Japão, cantaram a canção de amor ao sol nascente  
Ao sol que nasce ali e pelo céu inteiro regressa ao meu país  
A saudade de Portugal é sempre tão igual que até o sol reinante  
Nasceu oriental e através do amor veio dormir a Portugal.

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.