Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Segundo álbum de Rodrigo Costa Félix

 

«Fados de Amor», de Rodrigo Costa Félix, é o segundo álbum do fadista e tem edição marcada para 21 de maio. O músico salienta que todos os temas do disco «giram em torno da mesma temática: naturalmente, o amor! Todos, sem excepção, foram escolhidos, escritos ou compostos nesse pressuposto. E ao escolher o amor como tema central do disco, presto também uma homenagem à mulher. Às mulheres da minha vida e a todas as outras, verdadeiras embaixadoras do amor no mundo… Este é um disco de partilhas, de encontros, de amizades, de cumplicidades e de emoções. É um disco à minha imagem e por isso me sinto imensamente feliz por ter realizado este projecto, de que me orgulho muito».

 

Composto por 15 fados, «Fados de Amor» tem como single de apresentação o tema «Amigo Aprendiz», com música de Tiago Bettencourt sobre um poema de Fernando Pessoa. Além de temas originais do fadista e de Tiago Torres da Silva, destaca-se igualmente a poesia de Fernando Pessoa, Guerra Junqueiro («Morena») ou Pedro Homem de Melo («Fonte»), entre outros, tal como novas interpretações dos clássicos«Rosinha dos Limões» de Max, de «Como te Quis e te Quero» de Manuel de Almeida, ou «O Teu Olhar» de Carlos Ramos.

 

O álbum conta igualmente com dois duetos, um deles com Katia Guerreiro no tema «Morena». Guerreiro confessa que «os motivos que me levaram a aceitar participar neste CD com o Rodrigo são vários, se bem que na amizade não são os motivos que nos movem, mas sim o prazer de estar e querer estar. Mas o maior foi a confiança que tenho no bom gosto que impera na escolha do seu repertório. O tema, que ouvi depois de aceitar, cativou-me de imediato. Foi o poema de Guerra Junqueiro, a música de Pedro Pinhal, e a forma como nos entendemos tão bem a interpretar. Gosto muito do que fizemos, estou feliz!».

 

O segundo dueto é «Fado Contido», com Aline Frazão, no qual a artista angolana empresta a sua voz doce e cativante. Sobre o convite para dueto, Aline diz: «Fado Contido. Só este conceito já me chamou à atenção. Depois veio cada verso da Ana e a melodia, caminhando delicadamente entre simplicidade e o intenso que o fado sempre tem. Claro que aceitei. Este dueto com o Rodrigo foi o meu reencontro com o Fado depois de muitos anos e chegou em forma de presente. Ali em estúdio, depois do silêncio, cantou-se o fado assim: de olhos fechados, sentindo um xaile antigo aos ombros, num novo balanço, num novo tempo, palavra por palavra, assim – contido».

 

«Fados de Amor» assume-se como o primeiro CD da história do fado em que a guitarra portuguesa é integralmente gravada por uma mulher, Marta Pereira da Costa, que refere que «como fã privilegiada do Rodrigo, da sua voz, das suas interpretações, da maneira como sente e nos faz sentir os poemas e o fado, da maneira como cativa o público com o seu charme, sensibilidade e bom humor, que me conquistaram desde o primeiro dia, é uma alegria imensa poder partilhar este projecto com ele, acompanhar a escolha dos poemas, dos fados, dos ensaios, das gravações e especialmente poder dar-lhe algo meu, a minha sensibilidade, a minha guitarra, que com muita entrega, dedicação e amor a ele, ao fado e a este projeto, fui descobrindo de uma forma apaixonante».

 

Retirado de Sapo Música

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

1 comentário

Comentar post