Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

«ao norte unplugged» traz os UHF de volta ao formato acústico

No ano em que celebram 34 anos de carreira, chega hoje às lojas a coletânea que reúne o melhor dos dois concertos realizados pelos UHF em Fafe no final de 2011.


O álbum «ao norte unplugged» é segundo a banda, «um disco acústico, o melhor de dois concertos, um disco para fãs, canções e versões como nunca sonharam ouvir.»

 

A ideia do disco nasceu do sucesso dos concertos de Inverno que o grupo vinha realizando desde há cerca de dois anos. A pedra de toque, o clique que aciona a combustão da obra, aconteceu em Paris, no dia em que a seleção portuguesa goleou a da Coreia do Norte, em junho de 2010.

 

Nessa tarde, os UHF encheram o auditório da Gulbenkian como nunca antes ali acontecera. Entre canções acústicas e a declamação de poetas lusos a apoteose dos grandes momentos. No final, na sessão de autógrafos, vários espectadores perguntaram se o espectáculo estava à venda em disco.

 

Em novembro do mesmo ano, os UHF chegaram pela primeira vez ao Teatro Cinema de Fafe. Os fãs esgotaram os bilhetes com quatro dias de antecedência e a sala veio abaixo ao longo das duas horas e meia de atuação.

 

Outros auditórios se sucederam com igual sucesso por todo o país – salas antecipadamente esgotadas, entusiasmo geral e prazer desfrutado pelos músicos que descobriam novos caminhos para velhas canções – o formato unplugged.

 

Um ano depois, em novembro de 2011, o grupo regressou a Fafe para registarem um concerto acústico para edição discográfica. Só que desta feita a sala esgotou com duas semanas de antecedência pelo que novo concerto foi marcado para o dia seguinte e os dois acabaram por entrar no registo digital.

 

Este disco ao vivo, o quarto na vida dos UHF, é uma celebração ao norte e a todos os fãs anónimos que entraram para a grande família que o tempo e as canções ofereceram ao grupo.

 

Depois de concertos gravados em Almada, Lisboa e Porto, os UHF celebram as emoções e o coro que as gentes do norte emprestam em cada concerto do grupo.

 

O álbum «ao norte unplugged» reúne o melhor dos UHF no formato unplugged. Reúne o melhor desses dois concertos e revela uma formação madura, capaz de se reinventar como acontece nas versões de «Cavalos de Corrida», o primeiro single a chegar às rádios, «Matas-me Com o Teu Olhar», «Quando (dentro de ti)» ou «Na Tua Cama».

 

Depois de já ter passado por Almada e Braga durante o mês de abril, a banda vai continuar a percorrer o país. As próximas datas já reveladas são:

 

30 de abril - Barcelos - Festa das Cruzes - 22h00

05 de maio - Sesimbra, Cine Teatro João Mota - 21h30

07 de junho - Caramulo - 21h30

16 de junho - Braga, Pq. Estádio 1º de Maio - 23h00

01 de julho - Festas da Rebordosa / Paredes - 22h30

05 de julho - Costa da Caparica - 21h30

06 de julho - Semana Cultural de Velas / Ilha de S. Jorge – Açores - 22h00

14 de julho - Festas de Forjães / Esposende - 22h30

 

Recordem aqui um dos temas do último álbum, «Porquê (Português)»

 

Retirado de Sapo Música

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.