Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Vem comigo amor
Que o futuro não presta.
Sou o que te resta,
Batemos juntos no fundo.
Os gordos comeram tudo.

 

Vem comigo amor
Distrair-te na dança.
Que o mundo avança
Mas nós ficámos pendentes.

 

Nós somos indiferentes,
Nem frios nem quentes.
Nós somos estrangeiros,
Pouco verdadeiros.
Temo-nos um ao outro,
Mas não me sabe a pouco.

 

Ahahah

 

Vem comigo amor
Nós somos engenheiros,
Artistas, pedreiros,
No fundo apaixonados...
É o que nos tem sustentado.

 

Vem comigo amor
Melhores dias virão.
Dentro de um pão
Algo vai sobrar p'ra a gente.

 

Nós somos indiferentes,
Nem frios nem quentes.
Nós somos estrangeiros
Ou pouco verdadeiros.
Temo-nos um ao outro,
Mas não me sabe a pouco.

 

Vem comigo amor,
Vem morar numa ilha.
Trás uma ervilha,
Vivemos dela para sempre...

 

Nós somos indiferentes,
Nem frios nem quentes.
Nós somos estrangeiros,
Pouco verdadeiros.


Temo-nos um ao outro,
Mas não me sabe a pouco.

Nós somos indiferentes,
Nem frios nem quentes.


Nós somos estrangeiros
Ou pouco verdadeiros.
Temo-nos um ao outro,
Mas não me sabe a pouco...
Mas não me sabe pouco...

Ahahahahahaaah

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email