Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Bom rock, em português, booster, conceitoBom rock, em português

Os portugueses Booster presenteiam-nos com um álbum de celebração do rock, deambulando descontraidamente, mas com o pé bem fundo no acelerador, por 12 faixas onde as influências são muitas, talvez mesmo demasiadas, para um disco só.

 

É com uma barulhenta “Linha Vermelha” que “Conceito”, novo trabalho da banda portuguesa, arranca. O punk-rock dos Tara Perdida é a primeira influência que nos salta à cabeça, pelos riffs agressivos e as letras contagiantes a fazerem o convite ao ouvinte para ocupar o lugar do pendura no Cadillac dos Booster.

 

“Erguer a Voz” surge como uma espécie de recta inicial, dando espaço ao conceito original de se ir desenvolvendo por mais uns minutos, com o ronco das mensagens contestatárias a serem o centro das atenções.

 

Quando chegamos a “Se a Sorte der 1 Mão”, damos a primeira guinada, entrando numa rua onde o rock é mais arranjadinho e o canto mais enjeitado, ao bom estilo de uns Judas Priest, mas, aqui e ali, havendo tempo para um piscar de olho a Avenged Sevenfold.

 

Com sons de saxofone a surgirem bem no fundo, “Quando Menos te Espero” relega-nos para um cenário onde Xutos & Pontapés reinou. O disco entra numa toada bem mais calma, como que a ver as vistas onde é o clássico rock português que vai delimitando a paisagem.

 

O melhor momento do álbum vem com “Por 1 Minuto de Fama”, uma canção onde a banda consegue desprender-se de quaisquer rótulos e apresentar um rock bem-disposto, simplesmente bem tocado e de refrão cativante.

 

Daí para a frente, o disco vai-se repetindo um pouco, mantendo-se, mesmo assim, num registo digno de ser ouvido. A falha maior do disco é mesmo não haver um fio condutor, tornando-se por vezes difícil olhar para o conjunto das músicas como partes do mesmo bolo. 

 

Os Booster são, por isso, capazes de oferecer um rock refrescante, ainda para mais cantado em português, mas que deverá resultar melhor ao vivo do que em estúdio.

 

Retirado de HardMúsica

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email