Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Diz quem já me ouviu cantar

Que, quando soa o meu canto

A terra inteira estremece

E os rios perdem o mar

E as pedras rolam de espanto

E até o mal se enternece

 

Diz quem meu Fado conhece

Que ele enfeitiça, e encanta

E comove, e tira o sono.

É a paixão que entretece 

Os fios de quem o canta

Porque o meu Fado tem dono.

 

Eu canto para procurar

Aquele que já foi meu 

E a morte me arrebatou.

Não desisto de cantar,

Chamando o nome de Orfeu

Em todo o lado aonde vou.

 

Mesmo que o saiba fechado

No Inferno mais profundo

E não me aguarde outra sorte

Levo comigo o meu Fado- 

Vou até ao fim do mundo

Para morrer da sua morte

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.