Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Mais uma vez prometeste

levar-me de braço dado

por Alfama a passear.


Eu esperei tu não vieste,

ficou velho e desbotado

o vestido por estrear;


Vezes sem conta juraste

dançar comigo no baile

às portas da Mouraria

eu fui mas nunca chegaste,

sabem as pontas do xaile

o que chorei nesse dia

Vezes sem fim sugeriste

ouvirmos fados juntinhos

 num beco do Bairro Alto

de todas elas mentiste

eu gastei por maus caminhos

os meus sapatos de salto

Hoje vens para me propor

casarmos na Madragoa

como eu sempre te pedi

não pode ser meu amor

já sabe meia Lisboa

que eu não acredito em ti.

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email