Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

O Fado é candidato a Património Cultural Imaterial da Humanidade e será já nos próximos dias 26 e 27 de Novembro que saberemos a deliberação oficial sobre esta candidatura.


Em jeito de homenagem a este género musical tão português, a marca de cafés Tofa, a EGEAC e Museu do Fado apresentaram, no dia 15 de Novembro, uma colecção de 12 pacotes de açúcar alusivos ao Fado.

 

O fim de tarde desta Terça-feira contou ainda com um concerto (ainda que relativamente curto) dos fadistas Ana Sofia Varela e Hélder Moutinho, para encanto dos muitos que se deslocaram até ao Museu do Fado.

 

Hélder Moutinho deu início a este apontamento musical com a canção “Vielas de Alfama”. 


Três temas depois, foi a vez de Ana Sofia Varela, que começou o seu mini-concerto com um tema sobre o mesmo bairro lisboeta, “Alfama”. No final, os dois fadistas juntaram-se para, acompanhados por Ângelo Freire, na guitarra portuguesa, e Diogo Clemente, na viola de fado, interpretarem “Fado Corrido”.

 

Após terminado o concerto, Ana Sofia disse, em conversa com o Hardmusica, que o reconhecimento do Fado pela UNESCO terá uma expressão importante junto dos portugueses. “O nosso povo passará a ter ainda mais orgulho nesta música”, afirmou, acrescentando que espera que tenhamos “orgulho no nosso Fado [porque] é a nossa canção”.


Hélder Moutinho também realçou a expressão que o Fado tem vindo a ter, não só internacionalmente, como dentro do nosso país: “as pessoas estão a aproximar-se mais do Fado e a vê-lo como algo que faz realmente parte da nossa cultura e da nossa história”.


A apresentação do lançamento da colecção de pacotes de açúcar esteve a cargo do responsável de negócio de cafés torrados da Nestlé Portugal, Dr. Victor Manuel Martins, e por Miguel Honrado, Presidente da EGEAC (empresa municipal responsável pela Gestão de Equipamentos e Animação Cultural).

 

Miguel Honrado disse esperar que “estes pacotes de açúcar venham adoçar a possível consagração do Fado como Património da Humanidade”


Esta colecção reúne várias imagens representativas do Fado, desde antigos discos de vinil, a cartazes de teatro, partituras e capas de discos, pertencentes ao espólio do museu e datadas de 1910 a 2008.

 

Foi um fim de tarde agradável ao som de fado com cheiro a café, numa homenagem a um estilo musical que é marca do nosso país e, em especial, da cidade lisboeta.

 

Via HardMusica

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email