Quinta-feira, 2 de Novembro de 2017

panaceia.gif

 

 

O novo disco "Imaterial" é editado a 11 de Dezembro de 2017.

Pré-compra da edição digital:
http://smarturl.it/imaterial

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

'm on the road again.... 
Going to the show.... 
I know I sell my soul 
For the god of rock n roll.... 

Living like a rolling stone... 
I got nothing to loose... 
This highway is my home... 
This is the life I chose.... 

Sometimes I'm sad 
On this way so long 
On this endless trip 
I became so strong 

I'm an outlaw living on the run 
I'm a rebel son of a loaded gun 

Let's go baby do your dance 
Are you ready for a dangerous romance??? 
C'mon girl shake your hair.... 
You can be my highway affair.... 

Night after night 
I hit the stage 
I'm gonna bring you baby 
To my burning cage..... 

The blood on my skin 
The breath on your neck 
The fuel on my denim 
The sweat on your leather

 

Music and Lyrics by Tony "Rattlesnake" Misfortune

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

sumira.jpg

 

SUMRRÁ 
Concerto
O jazz do país vizinho a juntar Tondela a um périplo longo e aplaudido pelo mundo

Local:  Auditório 1
Data/Hora:  Sáb. 4 novembro de 2017 às 21:45 



Com 17 anos de percurso e 5 discos editados, Sumrrá são uma das referências do jazz contemporâneo, levando aos limites a composição do formato trio de piano. Desde 2000, Sumrrá tem participado em numerosos festivais nacionais e internacionais, da África do Sul à Bulgária, passando por Paris, Bolívia, Marrocos, Nicarágua, México, Honduras, El Salvador, Guatemala, Coreia ou China. De acordo com a crítica, as composições dos Sumrrá caracterizam-se pela originalidade e pelo risco assumido de inovar. 


Em 2016, Sumrrá lançaram o seu quinto disco, intitulado Sumrrá V Journeys, na editora discográfica nova-iorquina Clermont Music. Um novo e esperado disco, inspirado em algumas das cidades por onde a banda tem passado nas suas digressões internacionais (Paris, Braga, Johannesburgo, La Paz, Sofía…) Sumrrá é um dos grupos mais importantes do panorama do jazz contemporâneo, com um percurso dos mais sólidos na cena jazzística nacional. 

O trío máis innovador 
da escena española 

Candido Querol

Una de las propuestas más interesantes de la escena jazzística, un proyecto asombroso... 
Santiago Tadeo

PREÇO: 7,50€ / Associado: 5€ / Descontos: 6€ / Desempregado: 2,50€ / Bilhete família disponível


Ficha TécnicaPiano: Manuel Gutierrez 
Baixo: Xacobe Martinez Antelo 
Bateria: LAR Legido



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

O fado chama por mim

eu não posso ir embora

porque quem me chama assim

bate por dentro e por fora

 

o coração não tem porta

se tivesse janela

o fado de tantas voltas

entrava inteiro por ela

 

o fado não tem mãe

o fado não tem pai

o fado não tem dono

nem morada

 

é filho de quem sente

e mora em toda a gente

que pede do seu canto a madrugada

 

O fado chama por mim

nem sei bem porque razão

digo ao fado sempre sim

não fosse o fado a paixão

 

o amor não se explica

o coração é que sabe

a mágoa que nos fica

se vai virar saudade

 

o fado não tem mãe

o fado não tem pai

o fado não tem dono nem morada

 

é filho de quem sente

e mora em toda a gente

que pede do seu canto a madrugada

 

o fado não tem mãe

o fado não tem pai

o fado não tem dono nem morada

 

é filho de quem sente

e mora em toda a gente

que pede do seu canto a madrugada

 

O fado chama por mim

 

Letra - Paulo Abreu Lima



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

oeste.jpg

 

Segunda edição do Oeste Underground Fest 

realiza-se já no próximo sábado, dia 4 de Novembro, na Malveira

  

Malveira, 31 de outubro de 2017 - Realiza-se no próximo dia 4 de novembro, no Pavilhão Multiusos da Malveira (concelho de Mafra, distrito de Lisboa), a segunda edição do festival de Metal e Hardcore Oeste Underground Fest.

 

De cariz solidário, dado que visa auxiliar os bombeiros locais, o evento será constituído por nada menos do que 14 bandas portuguesas e estrangeiras, praticantes da melhor música pesada que atualmente se faz na Europa. Numa decisão arrojada, o festival abre-se pela primeira vez à inclusão de grupos estrangeiros.

 

O alinhamento já se encontra fechado, tendo como cabeças-de-cartaz os alemães Acranius. Antes, ainda, tocam os suíços Enzephalitis (cujo vocalista é Ricardo Proença, ex-frontman dos portugueses Analepsy), os ucranianos sediados em Portugal Yar, os espanhóis Heid e os portugueses Raw Decimating Brutality (RDB), Bleeding Display, Sacred Sin, Revolution WithinDead MeatKonadHumanart, F.P.M., Ravensire e Trepid Elucidation, num pacote de luxo que, sem dúvida, irá satisfazer os fãs de Metal e Hardcore.


Abertura de portas: 15:00 | Início: 15H30 | Preço: 10 Chamas (Inclui 1 bebida) - Coordenadas GPS: 38.936564,-9.260772 

 

Por favor partilhem esta informação e não faltem! A festa vai ser inesquecível e está aí à porta!



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Hiding behind a big time smile 
Trying to live my life in style 
Living life in second hand 
Insane walk in no man’s land 

Looks like i’m going crazy 
Seems like i’ve lost my mind 
People would say i’m lazy 
They push me all the time 

Constitution burns my eyes 
I don’t want no compromise – oh no 
Once you got me on the loose 
I have lost my right to choose – yeah yeah 

Looks like i’m going crazy 
Seems like i’ve lost my mind 
Bossman says i’m lazy 
Keep screwing me all the time 

All messed 
I’m all messed up 
Gimme some space, get off my face 
All messed 
I’m all messed up !!! 

Sick of gamblers in neckties 
Dealing bad cards to ruin my life… all the time 
It makes my senses go blind 
Makes me numb for a little while… oh my… 

Looks like i’m going crazy 
Seems like i’ve lost my mind 
Pushers got me playing 
They hit me all the time

 

Music by Herr Matthïas, Lyrics by D.D. Mike.

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 1 de Novembro de 2017

viseu.jpg

 

“Viseu Abraça” acontece em Novembro para apoiar vítimas dos incêndios na região

Concerto solidário tem data marcada para dia 12, com bilhetes já à venda 

Viseu Abraça” as vítimas dos incêndios na região com a realização de várias iniciativas solidárias neste mês de Novembro, em Viseu.

Para além do espetáculo do humorista Ricardo Araújo Pereira a 15 de Novembro (com bilheteira já esgotada), a 12 de Novembro, domingo, o Multiusos de Viseu abre as suas portas a um grande concerto solidário com mais de uma dezena de artistas e bandas portuguesas, que se reúnem em palco a convite dos músicos da região Moullinex e Samuel Úria.

Ana BacalhauBest YouthCarlãoDa ChickLegendary TigermanMárcia e Selma Uamussesão alguns dos nomes confirmados até ao momento, aos quais se juntarão outros artistas, a anunciar brevemente.

O concerto será realizado a partir das 16 horas e tem ingressos já em venda na rede Blueticket (site e lojas aderentes), com preço de 10 euros.

Resposta a diversas propostas e sugestões de artistas e personalidades com afinidades a Viseu, o “Viseu Abraça” é promovido pelo Município e Viseu Marca com o objetivo de angariar receitas em favor de pessoas ou famílias afetadas nos concelhos de Vouzela, Oliveira de Frades e Tondela. Os fundos recolhidos serão entregues a instituições de proximidade que possam cumprir eficientemente esse papel.

“Eu e o Samuel Úria, ambos nascidos na região de Viseu, tão afetada pelos incêndios, convidámos artistas amigos para se juntarem a nós neste concerto solidário, em favor dos concelhos mais afetados por esta tragédia”, sublinha Moullinex, um dos “embaixadores” de Viseu.

O apelo chega também por parte de Samuel Úria. “Não podemos ignorar e esquecer o que se sucedeu. Não agora, quando o país e a região são manchas cinzentas de tudo ardido e pessoas sem nada”, destaca o músico, natural de Tondela. “Este espetáculo é um pequeno contributo, mas que queremos que aconteça em Viseu. Convidamos todos a juntarem-se a nós, no Multiusos”, conclui.

Nesse mesmo domingo, da parte da manhã, tem lugar uma Corrida e Caminhada Solidárias, com a organização da GlobalSport, cujos detalhes serão anunciados brevemente. A apresentadora de televisão e blogger Isabel Silva marcará presença na iniciativa e, ao longo de 5 quilómetros, guiará todos os participantes por um percurso pela cidade.

“Este ano foi muito duro. Estive próxima de pessoas que perderam tudo e isso sensibilizou-me ainda mais para as consequências dos incêndios. Por isso mesmo, vou fazer o que está ao meu alcance para tentar ajudar as vítimas desta catástrofe”, revela Isabel Silva. “É uma honra enorme associar-me a esta corrida solidária. Juntos somos mais fortes e correr por uma causa como esta deixa-me muito feliz”, conclui a apresentadora.

Para o concerto e para o espetáculo de Ricardo Araújo Pereira, para além dos ingressos, foi também criado um “Bilhete Donativo” para que todos os que, não tendo possibilidade de comparecer nos eventos, possam contribuir para esta causa se assim o desejarem. Este bilhete está também à venda na rede Blueticket.

A iniciativa “Viseu Abraça” reúne o apoio de várias empresas como a Notable, a Blueticket, a MBway, a PRE - Prorentevents e a Globalsport, que disponibilizaram os seus serviços sem qualquer custo associado, tendo a MBway avançado com a oferta de 2 euros por cada bilhete vendido.

Mais informações em www.viseuabraca.org



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Hello darkness, my old friend
I've come to talk with you again
Because a vision softly creeping
Left its seeds while I was sleeping
And the vision that was planted in my brain
Still remains
Within the sound of silence

In restless dreams I walked alone
Narrow streets of cobblestone
'Neath the halo of a street lamp
I turned my collar to the cold and damp
When my eyes were stabbed by the flash of a neon light
That split the night
And touched the sound of silence

And in the naked light I saw
Ten thousand people, maybe more
People talking without speaking
People hearing without listening
People writing songs that voices never share
And no one dared
Disturb the sound of silence

Fools, said I, you do not know
Silence like a cancer grows
Hear my words that I might teach you
Take my arms that I might reach you
But my words, like silent raindrops fell
And echoed in the wells of silence

And the people bowed and prayed
To the neon god they made
And the sign flashed out its warning
In the words that it was forming
And the sign said, the words of the prophets are written on the subway walls
And tenement halls
And whispered in the sounds of silence

 

Autores: Paul Simon | Art Garfunkel | Nat Simon | G. Jenkins

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

gonçalo tavares.jpg

 

 

GONÇALO TAVARES | AO PIANO | CD + DVD "LIVE @ CURIA"
Edição 03 Novembro@Edição ACid Records
Duetos com José Cid, Luis Represas, André Sardet, Maria Carlota e Sofia Afonso. 

 

A resposta literalmente apaixonada das plateias que o vêm e ouvem cantar não engana: Gonçalo vai directo ao coração, sem lamechices ou concessões. E parece conhecer os recantos desse labirinto que são as paixões, parece conhecer os segredos femininos, parece saber mais do que nós sabemos. Isso só se consegue com devoção e verdade. Agora que Gonçalo Tavares grava um novo disco percebe-se bem o talento, devagar mas convicto. Há mais emoções perto de serem acordadas pelas suas canções que sabem do eterno balanço amoroso entre a felicidade da conquista e a tristeza da perda pelo meio, a sedução, sim. E já se sabe, há algures um piano vertical na sua casa de infância a quem bem podemos agradecer

 


Porque é de sentimentos do que falamos quando falamos de Gonçalo Tavares, de emoções, de lugares insondáveis do coração mas que todos conseguimos reconhecer. "Gosto de falar sobre relações entre homens e mulheres, os vários aspectos dessas relações é isso que me interessa". Consegue sem esforço, aliás, com a sua voz, o fraseado que evoca grandes cantores românticos e crooners de respeito e um extraordinário instinto para as baladas poderosíssimas, Gonçalo Tavares é uma espécie de despertador de emoções alguém que com a sua arte acorda pequenas mas necessárias revoluções do coração com elegância e saber.


Eis Gonçalo Tavares de corpo e voz inteiros, a espalhar cada vez mais a sua visão musical, serena e melódica, às vezes mais dançantes outras mais intimistas - mas sempre, sempre a sua verdade. "Ponho todo o coração na voz e no que escrevo, quando se canta desta forma damos muito de nós e talvez seja por isso que me sinto um cantor ao vivo, preciso de dar e receber de sentir e dar a sentir".


Passagem rápida para este instante.  Para o agora mesmo. Uma altura em que, graças a um tema que foi incluído na banda sonora da novela Jardins proibidos (TVI) a belíssima balada "só me lembro de ti" Gonçalo Tavares ganha uma visibilidade e um aplauso que há muitos estavam à sua espera. "Acredito muito em acreditar" garante.


Gonçalo trabalha cada canção com a atenção que ela exige e merece.


Gonçalo Tavares, compõe ao piano as canções que escreve e canta. Ele é o protagonista, o estratega e o produtor de toda a sua obra.

 Nuno Miguel Guedes

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Homem-fato onde vais?
Arrasta só um dia mais
Tens o chão por companhia
Acre cheiro a comida
Corda Bamba não caias
Corda Bamba não
Corda Bamba que rui

Homem magro onde vais?
Escorre o tempo em vitrais
Condenação consentida
A mão nua e estendida
Corda Bamba não caias
Corda Bamba não
Corda Bamba que rui

E dão-te a fome crua 
que te prende na rua
E não pareces tão alto
e válido e calmo
nem és senhor de alguém 
O rei de sem
Ficas no teu lugar
A fumar
É o vento que te leva 
E para onde?...

Homem-rato onde vais?
A chiar nos estendais
A metade do que foste
Enche a cova do teu rosto
Corda Bamba não caias
Corda Bamba não
Corda Bamba que rui

E dão-te a fome crua 
que te prende na rua
E não pareces tão alto
e válido e calmo
nem és senhor de alguém 
O rei de sem
Ficas no teu lugar a fumar
Ficas no teu lugar a pensar 
Se és tu a sonhar
Ou o Mundo a mudar

 

Não ecnonteri os créditos desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

egberto.jpeg

 

Sobre a digressão de Maria João & Egberto Gismonti :
 
"Não tenho palavras para explicar o que aconteceu nestes últimos dois meses. Foi tudo incrivelmente intenso e repleto de música música música! Com o Egberto comecei uma parceria com que sonhava há muito tempo. Como ele diz: "Este é o principio do caminho, temos muito chão para caminhar."
  
Maria João
 
 
02 NOV | Budda Power Blues & Maria João |T heatro Circo de Braga - Nova Arcada Braga Blues
 
03 NOV |   Maria João e João Farinha | Cineteatro Alba- Albergaria-a-Velha

09  NOV | Maria João e João Farinha @ Video Lucem, filmes mudos musicados na igreja de S. Francisco | Faro

11 NOV - Budda Power Blues & Maria João  | Casa das Artes | Arcos de Valdevez
 
25 NOV - Budda Power Blues & Maria João | Casa da Criatividade | São João da Madeira

28 NOV - Budda Power Blues | Casa da Música | Porto 


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Piruka MC, boy
Madorna, boy


[Verso 1]
Yo, meu Khapote, querem dar capote
Aqui no mothafucka do Pirukinha
Tentam a sorte e levam o corte
A minha turma caminha sozinha

Falam do meu bote, falam do meu toque
Sou passatempo de quem não tem vida
Se esta merda berra, eu fico no bairro
Charro na boca, a tasca é a esquina

Ando a ser criticado porque falo da minha filha
Fuck it
Isso não tem nexo
Há muito que fala, e pouco que imagina
Eu tou na via não volto p'ó anexo

Eu sei que quem chora pelo meu sucesso
É aquele sorri na minha desgraça
Olha-te ao espelho, vês o meu reflexo
Cuspo-te a cara e abano a carcaça

Agora tu sente, a minha vida mudou de repente
A tua recaída começou no pente


Mantenho a cabeça erguida como tive sempre
Continuo com a família na linha da frente
Como disse, a minha vida hoje é um passatempo
Para quem não tem vida e só passa o tempo
A ver tudo que os outros fazem
Não escapa um momento
Eu sou essa parlapiê, não 'tou num Parlamento
Portanto tu pula, tu pula, tu pula, tu pula
Em mim só vês gana
Longe da cana, sempre na rua
Eles falam do meu nome
Que é para ver se ganham nome
E eu pergunto como?
Não se passa nada
Eu quero é muito fumo, ya quero é muito fumo
Deixei de espremer o sumo
E bebi a limonada

Uh não faz isso (x2)

[Verso 2]
Ai Pirukinha, tu não podes fazer isso
Eu fiz de tuga a América
E não posso fazer isso?
50 milhões sem pagar um centavo
Não papo, não papo
O meu prato tem um crucifixo
Hoje em dia é tudo falso
E eu passo por cima disso
Falam do que eu faço
Não falem, façam melhor
Anda tudo a rezar
Para chegar ao meu deslize
O que me vês gastar, sai tudo do meu suor
A vida que me vês levar é tudo mérito
Eu 'tou a viver a sério
Sempre com a mesma conduta
Sempre o mesmo Piruka
Para tudo filho da shhh
Sou filho do Arménio
Antes ia de carro
Hoje o transporte é aéreo
Faz metade do que eu faço
E dá-te um piri-pac
Não 'tou a brincar
Não quero voltar ao prédio
Antes dos 25 sento o cu num Cadillac
Dizem que o meu rap é crack
Porque eu sou um craque, bruto
E que ando a matar o game
Mas sou um bocado puto
Com o nome no hall of fame
Pus o mercado curto
Tu não matas, não te metas no meu barco, burro
Dread, tu és uma nódoa
Não fiques nervoso
Tu só papas as sobras
Que a vida no papel
Para os ratos, eu viro cobra
Eu fui até à cova a pé, e vi-te a pôr o pé na cova
Ca Bu Fla Ma Nau
Tenho a caneta com pólvora
(Fácil)
Sem muita mistura
Diz lá que queres um som que não bata na rocha
(Fácil)
Fala do Piruka
Porque hoje em dia é o que todos fazem
Falam do meu nome
Que é para subir de surra
Eu já tenho fé na cara
Ofereço-te a coroa para seres rei em casa
Já que não és na rua


Com 24 nas costas, já fiz muito e tu não vês
Não vais abanar a estrutura
A imitar um francês

Oh Charlie, corta isso
Já estou a dar muito nome a esses bonecos
Corta isso, corta isso

 

Música e Letra: Piruka

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Gisela João - O novo disco chama-se Nua!
 
SÁB 04 NOV 21H30

MÚSICA

GISELA JOÃO

HÁ FADOS E FADOS
 
 

AUDITÓRIO| 12,5€ | 10€ (CARTÃO AMIGO, CARTÃO SÉNIOR E JOVEM MUNICIPAL)
FADO|75 MIN| M/6


Três anos depois do álbum de estreia, Gisela João edita agora o seu muito aguardado segundo disco. Chama-se “Nua” e são fados, tal como ela os sente e gosta de cantar. Uma das vozes arrebatadoras do panorama do fado, Gisela João é já uma figura central e uma das mais importantes intérpretes da música portuguesa da atualidade, tendo já sido laureada com inúmeros prémios, com destaque para os prémios Blitz, Time Out, Expresso e o Globo de Ouro para Melhor Intérprete Nacional. Miguel Esteves Cardoso disse: “Amália Rodrigues foi a grande fadista do século XX. (…) Sei e sinto, com a mesma força, que Gisela João é a grande fadista do século XXI.” E quem somos nós para o negar?

 



Gisela João voz, Nelson Aleixo guitarra clássica, Ricardo Parreiraguitarra portuguesa, Francisco Gaspar baixo


[Espetáculo promovido pelo Cine -Teatro de Estarreja]



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Um charro, fita verde
Ela anda atrás de quem lhe diz ter medo
Come o mel e ri, guitarra no jardim
Fuma e voa

A lua, noz comida
Descalça não perdida
Oh tanto faz se sou um rapaz
Ela traz água nos olhos e no bolso ananás

Ela não sabe que deu canção...
Diz que sim e logo diz que não

ANA LU

Vive de noite, tattoo
com 1 e 8, já nus,
repito o nome que dá nome à canção
E tem na mão a sina,
para lá caminha
Morre o tempo e caímos no chão

A lua, noz comida,
Descalça não perdida,
Oh tanto faz se sou um rapaz,
sou eu novo e mudado
e o velho aqui jaz

ANA LU

Poucos são loucos só pouco
louco é ser-se alguém

Poucos são loucos só pouco
louco é ser-se alguém

Poucos são loucos só pouco (Vivi)
louco é ser-se alguém. (Sem ti, sem ti)

 

Não enconteri os créditos desta música 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
E é "Não dizem duas quando estão ao pé de ti"...
com o soquete p'lo artelho, um soquete é uma meia.
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds