Terça-feira, 28 de Março de 2017

 

Letra

 

Qual de Nós Valerá Mais?

Décimas de autoria de Paulo Boga, da Vidigueira, com musica de José Manuel David e Pedro Mestre.
Cantámos no CCB, com a participação de vários convidados:
Rancho de Cantadores de Aldeia Nova de S. Bento; Janita Salomé; Fábia Rebordão; Jorge Fernando; Henrique Leitão; Vasco Sousa; José David; Pedro Calado; José Bento; David Pereira; Pedro Mestre.

Mote
Eu sou Cravo e tu és Rosa
Qual de nós valerá mais
Eu sou Cravo de Janela
Tu és Rosa de quintais.

I
Ái mas que linda conversa
Que tu tens p’ra me dizer
Tão fiada e tão dispersa
O que é que se ade fazer
É que não tem nada a ver
Porque embora mais airosa
Eu sou muito mais cheirosa
Só porque está a meu lado
Diz em vez de estar calado
Eu sou Cravo e tu és Rosa.

II
Ái que vontade de rir
Vossemecê me deu agora
Pois terá que admitir
Ou colhem-na e vão embora
Ou fica sempre aí fora
São estas coisas que tais
Que diferem os vegetais
É que uns querem e não podem
Veja lá seguindo a ordem
Qual de nós valerá mais.

III
No que respeita ao valor
E com menos presunção
Colhe-se uma Rosa, uma flor
Põe-se junto ao coração
Que bonita é esta ação
A Natureza é tão bela
Pra te safares à lapela
Não precisas de exclamar
Ou quase já a gritar
Eu sou cravo de janela.

IV
Não te querendo ofender
Pois também gosto de ti
Mas terás de entender
Já não sei bem onde li
Ou onde foi que eu ouvi
Estava em todos os jornais
Em espingardas e Murais
Dentro de qualquer cidade
Sou Cravo, sou Liberdade
Tu és Rosa de quintais.

Paulo Boga

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

Música e Letras por Trêsporcento.

 



publicado por olhar para o mundo às 00:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 27 de Março de 2017

átoa.png

 

ÁTOA estreiam novo single e anunciam concertos em Lisboa e no Porto

“Queria Ser”, single estreia hoje e faz parte do muito aguardado segundo álbum de estúdio da banda

Os ÁTOA são definitivamente uma das maiores revelações da música nacional dos últimos anos e estreiam hoje o single que assinala o seu aguardado regresso. “Queria Ser”, é o primeiro single do segundo álbum de estúdio, que será lançado a 29 de setembro, um disco que nos apresentará uns novos ÁTOA, mais maduros musicalmente e mais enérgicos.

Queria Ser”, escrito pelos ÁTOA e composto em parceria com os produtores Bruno Mota e Stego da Maraki Music, é lançado hoje nas rádios e em todas as plataformas digitais, o vídeo já pode ser visto no YouTube.

 

Com este regresso, os ÁTOA preparam-se para iniciar uma nova jornada no seu percurso já muito bem-sucedido. Além do novo single e do segundo álbum, a banda anuncia concertos de apresentação do disco no Porto e em Lisboa:  Hard Club, a 6 de outubro, e Estúdio Time Out, no dia 7 de outubro. Os bilhetes já estão à venda aqui.

Estes concertos sucedem-se aos mais de 150 espetáculos  da Tour #viverÁTOA

A carreira da banda de Évora tem sido um constante sucesso: nomeações para os Globos de Ouro (nas categorias de Revelação do Ano e Melhor Grupo) e para os prémios Melhores do Ano da Rádio Nova Era (categoria Revelação Nacional), hits como “Distância”, “Falar a Dois” e “Pouco de Sol” (que fizeram parte do álbum de estreia, “Idade dos Inquietos”), uma canção inédita, “A Cada Passo”, que faz parte  da banda sonora das telenovelas “Rainha das Flores”, da SIC, e “Ouro Verde”, da TVI, entre outros projetos entusiasmantes. Mais recentemente, o grupo foi convidado pela Disney a dar voz ao tema principal do filme “Vaiana”, “De Nada”.

Com 8 milhões de visualizações dos seus vídeos no YouTube, os ÁTOA são um dos maiores fenómenos de popularidade da atualidade e preparam-se para viver um 2017 repleto de novos sucessos. Agora estão de volta aos lançamentos com “Queria Ser”.



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Pensei que havia mais por fazer
Algo mais que estar assim.
Sem saber se o vento leva por fim
Ou se um dia vai esquecer.

Foi sem querer que me perdi
E eu não consigo
Ver o chão em que caminho
Sem ti…

Desviei da bala e danço de prazer
Por não ter visto o fim
Imaginação é a fonte do teu ser
Mas que um dia vai secar.

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

joana rios.jpg

 

 

Joana Rios iniciou no mês de Janeiro a digressão nacional em que tem estado a apresentar os temas do seu álbum "Fado de Cada Um", disco de estreia como fadista e que marcou uma fase de mudança na carreira da artista.

No palco é acompanhada pelos músicos Bruno Mira na Guitarra Portuguesa e Pedro Pinhal na Viola de Fado.

"Fado de Cada Um" à venda nas lojas habituais e disponível nas plataformas digitais.

 

28 de Janeiro | Armazém 8 - Évora - 22h

04 de Fevereiro | Cine-Teatro - Torres Vedras - 21.30h
 
03 Abril | Gala Rádio Amália | Casino de Lisboa | 21:30h

20 Abril | Ciclo "Há Fado no Cais" Museu do Fado - Lisboa - 21h
 
06 Maio | Centro Cultural das Caldas da Rainha | 21:30h

19 Maio | Cine-Teatro Garrett - Póvoa de Varzim | 21:30h

27 Maio | Casa da Música - Porto - 21.30h
 
03 a 05 Junho | Dinamarca | TBA
 
 


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

Letra e Vozes: Em Contraste (João Figueiredo/Mauro Carvalho)
Música : Em Contraste e Pedro Cardoso
Mixing and Mastering: Pedro Cardoso

https://www.facebook.com/EmContraste

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

papillon.jpg

 

 

MUSIC FOR ALL SESSIONS \\ TOCA – PAPILLON AO VIVO EM BRAGA


As Music For All Sessions \\ TOCA continuam a levar a Braga o melhor da música nacional e internacional! Depois de um concerto memorável do quarteto escocês Ded Rabbit é a vez dos portuenses Papillon subirem ao palco do TOCA!

 

Com um EP, homónimo, e dois singles de sucesso, “Engraçado (Já Não Há Pai P’ra Mim)” e o recente “Conceição”, chegou finalmente a vez de se fazerem à estrada e apresentarem ao vivo as suas novas criações! Com uma sonoridade entre o jazz, o funk e o pop e letras profundas e trabalhadas como imagem de marca, esta é a banda do laçarote. Estes são os Papillon!

 

Papillon é um laço. Ponto um. Ponto dois: também é um grupo de gente que faz música sem juízo. Os Papillon são feitos de gente e gostam de laços, porque os laços são coisas que ligam. Além disso os laços lembram qualquer coisa fora do tempo e os Papillon gostam disso: de não haver tempo, nem etiquetas, nem juízos. Nem juízo. Os Papillon são gente de laços.

Com música de perder o juízo. Compostos por Joana Manarte (voz), Pedro Silva (baixo), João Mascarenhas (teclas), Rui Ferreira (bateria), Raul Manarte (guitarra), Tiago Ferreira (trombone), Luís Macedo (trompete) e Pedro Gomes (saxofone), estrearam-se ao vivo em 2014, no Porto.

Resultado de múltiplas influências estéticas, os Papillon proporcionam um espetáculo cheio de energia, significado e vitalidade, sendo comum o concerto acabar com o público a dançar. Os elementos da banda juntam-se trazendo a experiência de outros projetos, desde a música clássica ao jazz, dos blues ao funk, do pop ao rock, entre outros estilos, em trabalhos de composição, interpretação e performance.

Entre a sua estreia em palco no Plano B (Porto) e, mais recentemente, a passagem pela final do EDP Live Bands, têm tido concertos no Porto e em Guimarães, com destaque para o Hard Club, uma das principais casas de música ao vivo da Invicta. Também foram convidados para integrar o Porto Swing Jam por dois anos consecutivos, onde tiveram a oportunidade de participar num evento de Lindy Hop (novamente no Hard Club), em concertos pensados para dançar. A destacar também as atuações televisivas no Porto Canal, no palco do programa “Portugal 3.0” da RTP2, no Festival Croka’s Rock em Castelo de Paiva e no MEO Marés Vivas, já em 2016. Em 2017 voltaram ao espaço que inicialmente os acolheu, o Plano B, para apresentar as canções do seu EP de estreia.

As letras são um dos pontos fortes do projeto, chamando a atenção até do ouvido mais desatento e as reações dos ouvintes têm sido de surpresa e identificação com os textos e as músicas. No palco vê-se uma banda que transparece uma relação cúmplice entre os elementos e um compromisso comum: criar uma atmosfera positiva, contagiante e envolvente com o público e com a música.

O EP de estreia, homónimo, já se encontra no mercado digital sob o selo da Music For All.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

"Calado sofro, e assim vou vivendo
Mesmo sem sopro o balão vai enchendo
Sendo ou não sendo, aquele que tu pensas
Eu não me vendo a quem me paga despesas
Emoções foram muito mais de 1001
Desilusões agradeço por cada uma
Por mais estranho que pareça, é aquilo que eu sinto
Minha cabeça está presa num labirinto
Eu não minto quando digo que me dói a alma
Mas por vezes brinco com aquilo que me tira a calma
E acabo num lugar onde não devia estar
Com mau estar, a pensar naquilo que não devia pensar

Isto é só um pequeno pedaço de mim
Aquilo que tu podes saber..
Seu contasse tudo sobre mim
Nunca irias entender !

Quando tu vires que aquilo que não te pode compensar
Tenta ver a perspectiva que mais tarde te vai dar
Algo que não deram, também não dás, eu também não dei
Às vezes é triste eu sei..

E aquilo que eu sei é que..
Afinal dar para quê?
Sinto que já dei mais aos outros do que a mim mesmo
E tudo isso para que?
Se entretanto só posso contar comigo mesmo
Nunca dei nada em espera de algo em volta
Mas me toca quando penso na situação
Hoje estou na shit e cria uma revolta
Sempre que lembro do tempo que já foi em vão
Amizade é como relação
Tem convulsão, e só a verdadeira resiste a pressão
E a questão é, se alguma vez foi ou não..
Cabeça de pé e cadeado no coração!
Amigos de infância ficaram em França
Hoje, não passam de lembrança
Mas hoje, não estou sozinho tenho uns poucos como eu
Na batalha constante porque ele não cai do céu
Eu, também já fugi para o meio das silvas..
Mas não me orgulho desses dias
Ritmos & Poesia sem contos nem cantigas
Em 2 pedaços podia-te contar mil histórias sem mentiras!

Quando tu vires que aquilo que não te pode compensar
Tenta ver a perspectiva que mais tarde te vai dar
Algo que não deram, também não dás, eu também não dei
Às vezes é triste eu sei..

E aquilo que eu sei é que..
Aquilo que eu vejo é que..
Aquilo que eu sinto é que..
Mais vale guardar para mim !

Isto é só um pequeno pedaço de mim
Aquilo que tu podes saber..
Seu contasse tudo sobre mim
Nunca irias entender!"

-----------------------------------------

Antes tarde que nunca, 2014 em 2017

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

peace of cake.jpg

 

Piece of Cake

 

Aproxima-se uma data muito importante. Um ano de Fears on Fire, um ano cheio de musica e de boa energia.  

Dia 5 de Abril às 23h vamos voltar as nossas raizes e festejar no Templários Bar

Bora? Vai ser Piece of Cake... 

 
-----------------------------


Morada: 

Templários Bar
Rua Flores do Lima, n º 8-A 1700-196 Lisboa (junto ao antigo cinema Quarteto)
Telefone:21 797 01 77 | Email:templarios@netcabo.pt
http://www.templarios.pt 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

Letra e Vozes: Em Contraste (João Figueiredo/Mauro Carvalho)
Música : Em Contraste e Pedro Cardoso
Mixing and Mastering: Pedro Cardoso

https://www.facebook.com/EmContraste

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 26 de Março de 2017

omiri.jpg

 

 

OMIRI, de Vasco Ribeiro Casais, está de regresso aos discos com "Baile Electrónico". 

Depois de 7 anos sem editar, em “Baile Electrónico”, OMIRI apresenta-nos um projecto maturado, consolidado num percurso que se tem feito em espectáculos ao vivo dotados de uma forte componente audiovisual.

"Baile Electrónico" será editado no dia 21 de Abril e nesse mesmo dia, Vasco Ribeiro Casais fará o concerto de apresentação no Teatro da Luz às 22h. 

O disco conta com as participações de duas convidadas: "País Colmeia" (ver video abaixo), primeiro single de "Baile Electrónico", conta com a rapper Capicua, que através da sua letra interventiva e de critíca social nos remete para a questão do País adiado sobretudo por questões de ordem económica. E conta também com a Celina da Piedade que nos brinda participando no tema "Campos em Flor". 

 

Para além dos instrumentos utilizados anteriormente como a Nyckelharpa, as Gaitas de Fole Portuguesas ou o Bouzouki, neste trabalho Vasco Ribeiro Casais alargou o leque de instrumentos tradicionais portugueses adicionando o Cavaquinho e a Viola Braguesa.

Toda a componente electrónica é feita através da manipulação de recolhas realizadas na sua maioria por Tiago Pereira o que confere a todo disco uma sonoridade mais viva e orgânica. Para além da utilização de pequenos “samples” transformados em loops rítmicos, também são usadas frases melódicas inteiras de ícones da tradição oral portuguesa (Adélia Garcia, Tia Adorinha, Margarida Fidalgo Magalhães, entre muitos outros).

Vasco Ribeiro Casais é mentor dos grupos Seiva, Sopro, Dazkarieh e Omiri. Já trabalhou como músico, produtor e compositor com Uxu Kalhus, Né Ladeiras, Carlos Mendes, Celina da Piedade, Filipa Pais, Kepa Junkera, O Báu, Velha Gaiteira, Tiago Torres da Silva, Nação Vira Lata, Toc'andar, Rui Junior, Voodoo Marmelade, Fado Morse, Orquestra de Foles, A Mariposa, Fogo do Ar, Alma Menor, João da Ilha, Xoto.


Mais recentemente gravou, misturou e masterizou o tema “Primavera” de Celina Piedade (3o lugar do Festival da Canção de 2017)

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

amac.jpg

 

AMAC | Espetáculos

 

Palavra Cantada, Luíz Caracol, Rita Redshoes e João Pedro Pais

 

O Auditório Municipal Augusto Cabrita recebe, em junho, outubro e novembro, os seguintes concertos:

 

3 junho | sábado | 16h00 – AMAC Júnior

Palavra Cantada

Até aos 8 anos

Ingresso: 5,00 €

Chegou a hora…a versão Portuguesa do projecto Brasileiro “Palavra Cantada” sobe aos palcos nacionais para encantar todas as famílias.

Com mais de 20 anos de sucesso no Brasil, as canções de Sandra Peres e Paulo Tatti são agora recriadas e apresentadas ao público nacional.

Todas as canções do CD/DVD que ocupou os primeiros lugares do top de vendas nacional nos últimos meses e presença regular no Canal Panda, serão agora apresentadas ao vivo num teatro musical imperdível!

Muita música e aventuras num espetáculo divertido, conduzido pelas personagens Sandrinha e Paulinho onde não faltarão temas como “Coloridos”, “Lavar as mãos” ou “ O Caranguejo, Cravo e a Rosa”.

Venham cantar connosco, a Palavra Cantada chegou!

 

 

10 junho | sábado | 22h00

Concerto com Luíz Caracol – apresentação do álbum “Metade e Meia

M/6 anos

Ingressos: 10,00 €

Com novo álbum Metade e Meia, editado em março de 2017, confirma-se a excelência deste artista singular cuja música apresenta uma mestiçagem muito própria, entre sonoridades de Portugal, Brasil e África. Tocou, entre outros, com Sara Tavares, Tito Paris, Jorge Drexler e Fernanda Abreu. Depois do sucesso do primeiro álbum Devagar, que apresentou nos EUA e em show case oficial na EXIB Música Iberoamericana, tem vindo a tocar em Portugal, Espanha e Brasil. Este ano está em nova tour em Portugal, passando por várias cidades do País onde se destaca a passagem pelo Porto (Casa da Música) por Lisboa (Cinema S. Jorge) e, naturalmente, pelo Barreiro, no Auditório Municipal Augusto Cabrita no dia 10 de Junho, dia de Portugal, Camões e das Comunidades.

 

14 outubro | sábado | 22h00

Rita Redshoes

M/4 anos

Duração: 75 minutos (s/ intervalo)

Ingressos: 12,50 €

Rita Redshoes iniciou o seu percurso como baterista num grupo de teatro de escola, passou por inúmeros projectos musicais como autora e intérprete, onde tocou muitos instrumentos e gravou vários discos (Atomic Bees, Photographs, Rebel Red Dog, David Fonseca, The Legendary Tigerman, Noiserv). Tem também colaborado em inúmeras bandas sonoras premiadas para teatro e cinema, tendo, inclusivamente, discos editados nesta área.

Recentemente tocou no lendário Joe’s Pub, em Nova Iorque e apresentou também em Nova Iorque, no MoMA, e posteriormente em Berlim, a banda sonora original do documentário “Portugueses no Soho”, de Ana Ventura Miranda.

Em 2016, depois de "Golden Era" (2008), "Lights & Darks" (2010) e de “Life is a Second of Love” (2014), Rita Redshoes rumou em Junho a Berlim, onde gravou o seu quarto álbum de estúdio.

O novo registo discográfico, “Her”, contou com a produção de Victor Van Vugt, produtor do seminal disco de Nick Cave, "Murder Ballads" e do disco de Beth Orton, "Trailer Park”, vencedor do prestigiado Mercury Prize. O produtor australiano já trabalhou também com artistas tão diversos como P.J.Harvey, Depeche Mode, The Fall, Billy Bragg ou Einsturzende Neubauten, entre outros.

Para além de ser o álbum em que a artista mais instrumentos tocou (piano, omnichord, teclados e guitarra acústica) é também o trabalho em que Rita Redshoes escreve e interpreta, pela primeira vez a solo, três temas em português, um dos quais em co-autoria com Pedro da Silva Martins.

 

11 novembro | sábado | 22h00

João Pedro Pais

M/6 anos

Ingressos: 12,50 €

Em 2015 João Pedro Pais volta às grandes canções, “Identidade” foi o sétimo álbum de originais de João Pedro Pais, gravado entre Londres e Lisboa.

Sobre o 1º single “Passo a Passo" extraído deste álbum, o Cantautor disse:

“Cada momento meu e de tudo o que aprendi e vi, está aqui nesta canção. É isto que eu sou e que muitos de vocês também são, momentos e acontecimentos. Vivemos um dia de cada vez, “Passo a Passo”. Construímos e desconstruímos relações, até nos encontrarmos nas mesmas. A nossa identidade!”

No dia 11 de novembro, João Pedro Pais visita o Barreiro com o seu espectáculo “Improviso”.

Um espectáculo intimista, de “olhos nos olhos” e onde as suas canções (as novas e os grandes êxitos) são abordadas de uma forma simples e mais próximas da sua essência.

 

Ficha artística:

João Pedro Pais

Rui Almeida – Piano

Fernando Tavares – Percussão

Sérgio Mendes – Guitarras

Donovan Bettencourt -  Baixo

 

VENDA DE INGRESSOS: AMAC (212 068 230) e Posto de Turismo do Barreiro (212 068 287).

OUTROS LOCAIS DE VENDA: www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, El Corte Inglés, C. C. Dolce Vita, Casino Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Ag. Abreu, A.B.E.P., MMM Ticket e C.C. Mundicenter, Fórum Aveiro, U-Ticketline, CCB, Time Out Mercado da Ribeira, Shopping Cidade do Porto, Lojas NOTE, SuperCor – Supermercados e ASK ME Lisboa.

 

CMB 2017-03-24



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

LETRA


Eu só quero que me fales
De cantigas e de vinho
Deixa lá e não te rales
Deus perdoa o descaminho
Deixa essa gente vã
Com conversas e intrigas
Elas não interessam nada
Pois o meu maior afã
É beber minha golada
De vinho na tarde vã
Ao som de belas cantigas

 

Música: Afã [Música de Paulo Ribeiro e Pedro Frazão
Letra: versão de Adalberto Alves sobre poema de Al Mu'Tamid]

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

diogo piçarra.png

 

Diogo Piçarra

Começa hoje em Faro a digressão de “do=s”

Mais de 370 mil visualizações em 4 dias do single “Já Não Falamos”

Tem hoje início a nova digressão de Diogo Piçarra. Num Teatro das Figuras completamente esgotado, os fãs vão ter a oportunidade de ouvir, pela primeira vez, as canções de “do=s”, o novo disco de Diogo Piçarra, que será editado no próximo dia 31 de março.

“Dialeto” e “História” já são conhecidos do público, tendo em conjunto mais de 12 milhões de visualizações no canal de Diogo Piçarra no Vevo. O mais recente single,  “Já Não Falamos” ficou disponível na segunda-feira e, em apenas 4 dias, tem mais de 370 mil visualizações.

 

“do=s” tem edição física e digital no próximo dia 31 de março e está em pré-venda aqui. Na noite de 30 março, na Fnac do Colombo, às 22h, Diogo Piçarra fará um showcase com as algumas das músicas novas seguido de uma sessão de autógrafos. Quem fizer a pré-compra do disco na Fnac recebe um tema inédito, não incluído em nenhum dos formatos do novo disco.

Nesta fase de lançamento do disco, Diogo Piçarra estará também presente nas lojas Worten para sessões de autógrafos : dia 3 d abril, na Worten Marshopping, no Porto; dia 4 de abril, na Worten Estádio, em Coimbra; e no dia 5 de abril, na Worten Amoreiras Plaza, em Lisboa.

O acesso às sessões de autógrafos é exclusivo a quem tenha produto oficial para ser autografado.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

E todo este tempo nunca não foi em vão
Sentiste-te levado pela emoção
Mãe eu consegui tantos anos após
Só depende de mim e do poder da minha voz
Levado ao colo, só mesmo pelos meus avós
Eu e este micro chegamos aqui a sós
Esta garganta já deu nós, no sufoco em silencio
O que não tinha em dinheiro é com amor que compenso
Gerações são iludidas pelo culto da imagem
Na escala mais 10 de aspecto menos 20 de mensagem
Coragem, é o que penso quando me olho ao espelho
Um espírito mais forte, só o físico mais velho
Nunca deixei que tendências apagassem referencias
No fundo, só quero distancia de más influencias
Se pensas que sabes tudo, tas enganado
Acabaste de aprender algo que não te tinham ensinado
O teu envio para o espaço, amigo espaço devolve
A solução dos problemas que só o tempo resolve

E todo este tempo nunca foi em vão
Cada queda que dei tirei uma lição
Sentiste-te levado pela emoção
Quando te abri as portas do meu coração (x2)

Pai eu consegui tantos anos após
Só depende de mim e do poder da minha voz
Graças a ti eu vi que o tempo era escasso e veloz
E desde então cruzo a voz como um albatross
Atrás de barras eu sou livre somos faraós
Sofri quedas em sequências como dominos
Vê-mo no frio como lobo a puxar trenós
Reduzi a distancia localizada entre nós
Eu tenho amor para dar, outros tem para vender
Tu viste me a ganhar, só eu me vi a perder
Vamos fazer um brinde a essa cede de vencer
Que nos mantém focados em ser não no ter
Porque a sorte procura-se sucesso no trabalho
Muitos no fundo não revelam no aquilo que valho
A forma como tratas quem não te pode servir
A maior prova de carácter que podes possuir

E todo este tempo nunca foi em vão
Cada queda que dei tirei uma lição
Sentiste-te levado pela emoção
Quando te abri as portas do meu coração (x5)

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

o mundo de sara.jpg

 

“O Mundo da Sara” estreia-se nos Coliseus de Lisboa e do Porto e vai a Guimarães

A 17 e 24 de setembro “O Mundo da Sara” chega aos Coliseus de Lisboa e do Porto, respetivamente, e a 22 de outubro ao Multiusos de Guimarães

Depois de ter esgotado rapidamente as primeiras datas anunciadas: Leiria, São Miguel, Portimão e Caldas da Rainha, são agora anunciados os primeiros espetáculos de “O Mundo da Sara” nos Coliseus de Lisboa e do Porto, nos dias 17 e 24 de setembro, bem como no Multiusos de Guimarães.

No espetáculo “O Mundo da Sara” haverá muita música e diversão. Sara e os seus amigos vão viver aventuras fantásticas e inesquecíveis. Esta é, assim, uma oportunidade única para os mais pequenos conhecerem de perto o mundo fascinante de “O Mundo da Sara”.

Os vídeos de “O Mundo da Sara”, para além do grande sucesso que têm feito no Canal Panda, já somam mais de 16 milhões de visualizações no YouTube: “Um Mundo Perfeito” já soma mais de 4 milhões de visualizações e “Pirata” ultrapassou os 3 milhões de visualizações, enquanto “Alô Alô” soma mais de 1 milhão de visualizações. “Cowboy” e “Rockstar” são os mais recentes lançamentos e também já conquistaram milhares de visualizações no YouTube.

Estes e outros vídeos podem ser encontrados no DVD e CD “O Mundo da Sara” que lidera o top de DVDs desde o seu lançamento, tendo atingido a marca de Disco de Platina.

Antes de Lisboa, Porto e Guimarães, “O Mundo da Sara” vai ainda passar por São Miguel, Portimão e Caldas da Rainha. As datas já anunciadas são:

26 de março – Açores – São Miguel – Coliseu Micaelense

2 de abril – Portimão – Centro de Congressos do Arade

23 de abril – Seixal

21 de maio – Caldas da Rainha – Centro Cultural Caldas da Rainha

1 de junho – Covilhã – Complexo Desportivo

17 de setembro – Lisboa – Coliseu dos Recreios 

24 de setembro – Porto – Coliseu do Porto 

22 de outubro – Guimarães – Multiusos

 


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

MATA TUDO FT DJODJE
PROD BY LBEATZ
LETRA BY LOONY JOHNSON & DJODJE

INTRO
LBEATZ
LOONY JOHNSON YO!
UH!
DJODJE

ÉH! ÓH! ÉH! ÓH! OÉH!
ÉH! ÓH! ÉH! ÓH! OÉH!x2
NÁH! NÁH! NÁH!
NÁH! NÁH! NÁH!

LOONY JOHNSON
1º VERSO

BEM FLAM MODI KI BU TA TXIGA
SEM PERMIÇÃO YEAH!
E BU TA PARA LUGAR
SIMA KI BO É DONA DI MUNDO
FLAM LI KEM KI DABU AUTORIZAÇÃO
PÓ DESCONTROLA
NHA CABEÇA
ASSIM
BU SABI MÉ BO KI SA TA MANDA
BU BELEZA DJA DISTAKA
BU TXIGA TUDO PARA
OH! OH!

COROS:
JÁ KATA DA PA AGUENTA,
AGUENTA, AGUENTA
MI UN BLOQKIA KUAND BO ENTRA,
BO ENTRA, BO ENTRA,
KA MESTE NEM COMPARA,
COMPARA, COMPARA
PORQUE TUD GENT JÁ REPARA
MA BO TITA MATA TUDO
MA BO TITA MATA TUDO

DJODJE
2ºVERSO

BU TEM ALGUM KUZA KI TA FAZEM PERDE NUÇÃO YEAH!
BU KA PODIA BEM ASSIM
BO KRE MATAM DE CORAÇÃO BU T'MA TUD NHA ATENÇÃO (BÓ) BO MEXE KE NHA EMOÇÃO (BÓ)
JAM PERDE BO GANHA

PRE-COROS

NEM KEL PEDRA MAS PRECIOSO
KATEM BO BRILHO

KATEM BO BRILHO
UH! YEAH!

COROS:
JÁ KATA DA PA AGUENTA,
AGUENTA, AGUENTA
MI UN BLOQKIA KUAND BO ENTRA,
BO ENTRA, BO ENTRA,
KA MESTE NEM COMPARA,
COMPARA, COMPARA
PORQUE TUD GENT JÁ REPARA
MA BO TITA MATA TUDO
MA BO TITA MATA TUDO

PONTE:
MATA TUDO, MATA TUDO,
MA BO TITA MATA TUDO
MATA TUDO, MATA TUDO,
MA BO TITA MATA TUDO


MATA TUDO, MATA TUDO,
MA BO TITA MATA TUDO MA BO TITA MATA TUDO


BREAK
BO TITA MATA TUDO
BO TITA MATA TUDO
YEAH

COROS:
JÁ KATA DA PA AGUENTA,
AGUENTA, AGUENTA
MI UN BLOQKIA KUAND BO ENTRA,
BO ENTRA, BO ENTRA,
KA MESTE NEM COMPARA,
COMPARA, COMPARA
PORQUE TUD GENT JÁ REPARA MA BO TITA MATA TUDO X2
(MA BO TITA MATA TUDO)


OUTRO
YEAH! EH EH YEAH! EH! EH! EH!
YEAH! EH EH YEAH! EH! EH! EH! X2

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 25 de Março de 2017

luiz caracol.jpg

 

 

Luiz Caracol  "Metade e Meia" ao vivo  no Conservatório de Música em Coimbra.

 

Preços

Geral -10.0€
Desconto - 9.0€
Grupo - 9.0€
Estudantes, sócios da A2C2 - 8.0€

 
Clique no vídeo e conheça uma parte de "Metade e Meia"
Próximas datas
Concertos:

30 Mar | Coimbra | Conservatório de Música
07 Abr | Leiria | Teatro Miguel Franco
08 Abr | Silves | Teatro Mascarenhas Gregório
17 Mai | Santa Maria da Feira | Teatro António Lamoso
25 Mai | Porto | Casa da Música
26 Mai | Lisboa |Cinema S. Jorge
 
Showcase FNACs

31 Mar | 18h30 | FNAC Stª Catarina
31 Mar | 22h00 | FNAC MarShopping
01 Abr | 17h00 | FNAC Gaia Shopping
01 Abr | 22h00 | FNAC Norte Shopping


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

Música: Mayanglambam Mangangsana | Hélder Gonçalves
Letra: Mayanglambam Mangangsana | Carlos Tê | Hélder Gonçalves | Manuela Azevedo

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

marta hugon.jpg

 

 
MARTA HUGON
 
 
Lisbon Living Room Sessions - 26 de Março
 
 
 Lisbon Living Room Sessions é um conceito criado por Joana Hecker e Ricardo Lopes, que desde Janeiro de 2015 organizam concertos em casas particulares. Em cada último Domingo do mês ocorre um destes concertos. Intimistas, estas sessões são inspiradas na tertúlia, para pessoas que gostam de fazer música e para pessoas que gostam de a ouvir. Tendo por base o jazz, o improviso é ilimitado, passando pelo flamenco, fado, folk, blues ou música clássica. Música de todo o mundo.
 
Sara Tavares, JP Simões, Carlos Barretto, Salvador Sobral ou Júlio Resende são alguns dos nomes nacionais, entre muitos, também internacionais, que já passaram pelas Lisbon Living Room Sessions.
 
No dia 26 de Março cabe a Marta Hugon apresentar-se ao vivo, numa sala de estar, em Lisboa, cujo espaço é limitado, e o acesso é aberto a quem se inscreva pelo endereço de mail lisbonlivingroomsessions@gmail.com. Entre as 17h00 e as 20h00, Marta Hugon irá estar acompanhada por  Oscar Graça no piano, Mário Delgado na guitarra, Nelson Cascais no contrabaixo e André Sousa Machado na bateria, e irá interpretar temas, não só, do seu último trabalho "Bittersweet" (2016), mas também dos anteriores "A Different Time" (2011), "Story Teller" (2008) e "Tender Trap" (2005), onde, certamente, não faltará uma boa dose de improviso.
 
Sobre Lisbon Living Room Sessions em
 
Sobre Marta Hugon em


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

LETRA : LOONY JOHNSON & LANDRICK

LOONY JOHNSON
1ºVERSO
OH NHA AMOR
OH NHA AMOR EH!
BO É TUDO NA NHA VIDA
DEZ KUANDO NO KONCHE
UM OIA LOG MÉ BO KI MI UN KRÉ

OH NHA AMOR
OH NHA AMOR
UN TA DA NHA VIDA PA BO
BO É DONA DI NHA CORÇÃO
BU TA POM DOENTI D'AMOR

OUAHH
SÓ DI TOKA NA BU BODY, BODY
HOJI UN KRÉ BEM DOB AMOR

COROS:

TONIGHT
SE BO FCA MA MI
UN TA PROMETEB
TONIGHT
UN TA FAZEB NHA RAINHA BABY
TONIGHT
SE BO FCA MA MI
UN TA DOB NHA AMOR
TONIGHT
UN TA SER BO REI
TONIGHT
E BO NHA RAINHA
TONIGHT

HOOK:
OUAHH
TXAM SER DI BO
OUAHH
DI BO EH!

LANDRICK
2º VERSO
CONTIGO É DIFERENTE
POR NINGUÉM TE TROCO
SENTIA NA CARNE
AGORA SINTO NO USO
OH! BABY
VOÇE TOCA LÁ
UH! BABY
VOÇE CHEGA LÁ
COMO NINGUÉM

OUAHH!
SÓ DE TOCAR NO TEU CORPO, CORPO ÉH
BABY VOU TE FAZER FELIZ

COROS:

TONIGHT
SE FICARES COMIGO
EU PROMETO
TONIGHT
VOU TE FAZER
MINHA RAINHA
TONIGHT
SE FICARES COMIGO
EU PROMETO UÉH
TONIGHT
EU VOU SER O TEU REI
TONIGHT
E TU MINHA
RAINHA
TONIGHT

HOOK:

OUAHH!
VOU SER SÓ TEU
OUAHH!
SÓ TEU UÉHH

PONTE:
LOONY JOHNSON

VEM FICAR COMIGO UÉH
TU ÉS A MULHER QUE HOJE VAI ME ENLOUQUECER
VAI ME ENLOUQUECER x2

HOOK:
LANDRICK

OUAHH!
VOU SER SÓ TEU
OUAHH!
SÓ TEU UÉHH

COROS:

TONIGHT
SE BO FCA MA MI U N TA PROMETEB LOONY JOHNSON
TONIGHT
VOU TE FAZER MINHA RAINHA LANDRICK
TONIGHT
SE FICARES COMIGO EU PROMETO UÉH LOONY & LANDRICK
TONIGHT
EU VOU SER TEU REI LANDRICK
TONIGHT E BO NHA RAINHA LOONYJOHNSON
TONIGHT

HOOK
LOONY JOHNSON & LANDRICK

OUAHH
TXAM SER DI BO
OUAHH
VOU SER SÓ TEU UÉH
OUAHH
TXAM SER DI BO
OUAHH
VOU SER SÓ TEU

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

municipios.png

 

 

CAMINHOS é um projeto de programação em rede que coloca a região do Médio Tejo na rota do turismo cultural. A filosofia do projeto assenta em três grandes momentos de programação anual que procuram divulgar e afirmar um Médio Tejo rico em património e acessível por diversas vias, que se entrecruzam e se desmultiplicam em inúmeras possibilidades de percurso e de experiências.

Assim, foram criados três roteiros que permitem conhecer os treze municípios associados, Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

Esta é uma iniciativa idealizada com a consciência de que os Caminhos são feitos por quem os percorre, seja numa base quotidiana seja pontualmente, cruzando-se com as paisagens, os monumentos, os espaços culturais, as casas, as praças e as ruas. E serão estes os espaços que acolhem os concertos, os espectáculos, os projetos de criação comunitária e os projetos criadores de percursos dos três roteiros.

O primeiro roteiro realiza-se de 11 a 16 de Abril com o Caminho do Ferro, onde estão em destaque municípios com estações ferroviárias (Abrantes, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Tomar, Vila Nova da Barquinha).

O ritmo da região vai ser marcado por atividades destinadas a todos os públicos, programadas de forma a que se caminhe por estas cinco cidades e se consiga, de forma gratuita, usufruir dos vários espectáculos multidisciplinares que o Caminhos oferece.

 
 
Programa Espetáculos
Quinta 13
12h00 Sopa Nuvem (Mação — Auditório Elvino Pereira)
15h00 Circo à Mostra, de Erva Daninha (Abrantes - Centro Histórico)
19h00 Xaral’s Dixie (Entroncamento - Est. Caminhos de Ferro)
21h30 Human Brush, de Vincent Glowinski    (Entroncamento - Museu Nac. Ferroviário)
23h00 Galandum Galundaina (Abrantes - Praça José Raimundo Soares)
Sexta 14
18h30 Andar, de Aldara Bizarro  (Tomar - Café Paraíso)
21h00 Baile dos Candeeiros, de Radar 360o (VN Barquinha – Castelo de Almourol)
Sábado 15
12h00 Sopa Nuvem (Mação - Auditório Elvino Pereira)
15h00 Circo à Mostra, de Erva Daninha (Tomar - Centro Histórico)
16h00 Olo, de Teatro de Ferro (VN Barquinha - Centro Cultural)
17h30 O cão que corre atrás de mim (e o avô Elísio à janela),  de Filipe Caldeira (Entroncamento - Centro Cultural)
18h30 Andar, de Aldara Bizarro (VN Barquinha - Parque Ribeirinho)
21h00 Baile dos Candeeiros, de Radar 360o (Mação - Centro Histórico)
21h30 Human Brush, de Vincent Glowinski   (Entroncamento - Museu Nac. Ferroviário)
Domingo 16
15h00 Circo à Mostra, de Erva Daninha (VN Barquinha - Parque Ribeirinho)
16h00 Olo, de Teatro de Ferro (VN Barquinha - Centro Cultural)
17h30 O cão que corre atrás de mim (e o avô Elísio à janela), de Filipe Caldeira (Entroncamento - Centro Cultural)
18h30 Andar, de Aldara Bizarro (Mação - Centro Histórico)
21h30 Ricardo Ribeiro (Tomar - Praça da República)

Num projeto concebido para o turistas e visitantes da região, mas também para os seus habitantes, os projetos comunitários de criação assumem particular relevância. Neste âmbito, cada roteiro valoriza uma área artística e, ao Caminho do Ferro, corresponde o momento da Dança. A Música e o Teatro surgem, respetivamente associados aos Caminhos da Água (Julho) e da Pedra (Outubro).
O espetáculo “Andar”, da coreógrafa Aldara Bizarro, será a marca da comunidade em Abril. É um grande projeto de criação que envolve 50 bailarinos amadores dos cinco municípios; juntos, vão criar um espectáculo que reúne a poesia de Ana Hatherly e o movimento de andar pelas ruas.

A dança é ainda reforçada pela presença de Vincent Glowinski, artista que ficou internacionalmente conhecido quando preencheu as paredes de Bruxelas com os seus desenhos gigantes. Apresenta no Museu Nacional Ferroviário "Human Brush", a sua primeira incursão em palco, que articula desenho, coreografia e tecnologia digital.

Também o "Baile dos Candeeiros" se propõe na área da dança. Um espetáculo mágico em que o corpo dos bailarinos dá vida à luz de belíssimos candeeiros de época e que envolve o público num baile espontâneo.

Os concertos realizam-se nas praças de Abrantes e Tomar com o grupo de música tradicional portuguesaGalandum Galundaina e o fadista Ricardo Ribeiro, respectivamente. E na estação do Entroncamento, poderá encontrar a Dixie Band dos Xaral´s Dixie.

Especialmente para pais e filhos, "Sopa Nuvem" e o "O cão que corre...", aliam em palco várias áreas, do cinema e música ao vivo, ao teatro físico e de objetos, propondo viagens emocionantes e poéticas pelas memórias de infância e interpelando-nos para as relações preciosas entre pais e filhos, avós e netos.

Paralelamente aos espetáculos, diversos criadores estão a realizar residências artísticas nestas cidades de modo a criarem percursos pedestres únicos que podem ser vivenciados nestes dias e posteriormente se tornarão um ativo para o turismo da região. São os "projetos criadores de percursos", através dos quais Marina Palácio, Paulo Carmona, o Teatro de Ferro, Violant e Yola Pinto proporcionam a habitantes e visitantes novos modos de caminhar pelo Médio Tejo.

Médio Tejo – Uma região a caminho



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

A letra está no vídeo

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

 

godinho.jpg

 

 

SÉRGIO GODINHO

PRÉMIO SOPHIA 2017

“SOBE O CALOR” RECEBE GALARDÃO DE “MELHOR CANÇÃO ORIGINAL” 

Em cerimónia ocorrida ontem no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém, “Sobe o Calor” foi galardoada com o Prémio Sophia 2017 para “Melhor Canção Original”. O tema, interpretado por Sérgio Godinho, que contou com letra do próprio e música de Filipe Raposo, integrou a banda sonora do filme “Refrigerantes e Canções de Amor” realizado por Luis Galvão Teles para um argumento de Nuno Markl.

 

“Sobe o Calor” concorria com o original de Miguel Araújo “Será Amor” interpretado por Cesar Mourão para o filme “A Canção de Lisboa”; e, também do filme “Refrigerantes e Canções de Amor” - “Balada para uma dinaussaura” de João Tempera, interpretada por Ivo Canelas; e, algo inusitado, o tema “Sobe o Calor” mas na interpretação dos actores Lúcia Moniz e João Tempera.

A ligação de Sérgio Godinho à 7ª Arte é antiga e diversificada já que se traduziu nas variadas facetas da sua personalidade artística – como realizador, na série de três curtas “Ultimactos”; como co-argumentista em “Kilas, o mau da fita” de José Fonseca e Costa; ou até mesmo acumulando a contribuição para a banda-sonora e a participação como actor, nos filmes “Os Demónios de Alcácer-Quibir” de José Fonseca e Costa, “Nós por cá todos bem” de Fernando Lopes e ainda nas criações de Luis Galvão Teles “A Confederação” e neste último “Refrigerantes e Canções de Amor” em que interpretava o papel de “Navalhas”, um assassino a soldo. 

Entretanto, a par da preparação de um novo disco de originais com edição previsto para depois do Verão deste ano e da realização de concertos em Portugal e no estrageiro, Sérgio Godinho publicou muito recentemente o seu primeiro romance - “Coração Mais Que Perfeito” – que tem merecido por parte da media destaque de relevância. 

AGENDA CONCERTOS ABRIL:

01 ABR / AUDITÓRIO MUNICIPAL AUGUSTO CABRITA / BARREIRO
07 ABR / CONVENTO DE SÃO FRANCISCO / SANTARÉM
21 ABR / GONDOMAR
22 ABR / TEATRO MUNICIPAL / VILA DO CONDE
24 ABR / MOITA (“JUNTOS” com Jorge Palma)
25 ABR / MORA
29 ABR / “DIAS DA MÚSICA” / CENTRO CULTURAL DE BELÉM / LISBOA (com Filipe Raposo)

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24 de Março de 2017

rodrigo serrao.jpg

 

 
Rodrigo Serrão apresentar-se-há dia 15 de Abril a solo neste espaço singular, carregado de simbolismo desde a sua construção em 1639, dedicado à prática eremítica dos Carmelitas Descalços.

O convento, situado no coração de um dos espaços de maior beleza natural em Portugal, a Mata Nacional do Buçaco, desde sempre reconhecido pelo convite à meditação e contemplação, é por isso o local ideal para um concerto intimista em que Rodrigo Serrão convidará o público a percorrer consigo os recantos emocionais mais profundos da alma, abordando temas como “Hei-de Amar-te a Vida Inteira”, “A minha Gente” ou “Regresso a Casa”.

O concerto terá início às 22h e as entradas poderão ser adquiridas no local, à chegada.
 
Preço – 5€


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Diz-me o que queres, onde queres
Como e quando quiseres
Eu dou oh oh oh
Baby é só dizer

Sei bem o que queres
Ao fazeres
O sinal que é de nós dois
Baby é só dizer

Ya Ya Ya

Ao olhares para mim
No meio da multidão
Danças só p'ra mim e sabes que eu sei
Pode parecer que não mas estamos sozinhos
E quando acontecer ninguém vai perceber
Baby é só dizer

Ya Ya Ya

Ya Ya Ya

Baby é só dizer

Ya Ya Ya
Baby é só dizer
Ya Ya Ya

Sebastián Yatra

 

ty tienes mas 

de eso que you buscaba

yo voy a hablar

si te queda callada

tengo tantos besos para darte

pero tu no quieres ni mirarme

y al final voy a enamorarte

pero dejame hablarte

he intentado alejarme y no puedo

por estar en tus brazos me muero

tu me gustas tanto que no me aguanto

y estar sin ti no quiero

por amor me perdi tu mirada

con tus besos no hace falta nada

tu me gustas tanto que no me aguanto

y por siempre te buscaba

 

Ya Ya Ya

Baby é só dizer
Ya Ya Ya (Ya Ya Ya)

 

Ya Ya Ya

Baby é só dizer
Ya Ya Ya (Ya Ya Ya)

 

em qualquer lugar

basta tu dizeres o que queres fazer

em qualquer lugar

e quando acontecer ninguém vai perceber

baby é só dizer

 

Ya Ya Ya

Baby é só dizer
Ya Ya Ya (Ya Ya Ya)

 

Ya Ya Ya

Baby é só dizer
Ya Ya Ya (Ya Ya Ya)



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

north.jpg

 

 

North Music Festival, o primeiro grande festival do ano, anuncia cartaz nacional de luxo. 

É já no início de Junho que a cidade de Guimarães, mais precisamente o estádio D. Afonso Henriques, recebe o primeiro grande evento do calendário de festivais deste ano: o North Music Festival

Vocacionado para um público transversal, tem como objectivo proporcionar-lhes o melhor entretenimento possível num só local, nunca descurando o bem-estar e a segurança dos visitantes.

Estendendo-se por dois dias, terá mais de 20 atrações musicais, entre bandas e Djs, nacionais e internacionais, que subirão ao maior palco do norte. Dia 2 de Junho, o primeiro dia do festival, será mais vocacionado para o rock e o seguinte cheio das sonoridades mais pop, que habitualmente nos chegam pela rádio. 

Num claro manifesto de apoio ao que de melhor se faz na música nacional, o North Music Festival optou por anunciar em primeiro lugar os principais projectos portugueses a participar no evento.

Mas há muito mais surpresas para partilhar, por isso, o melhor mesmo é ficar atento a este que será, com toda a certeza, um dos maiores eventos de música do ano. 





publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Maria do Monte
Nascida e criada na encruzilhada
Que fica defronte da fonte sagrada
A lenda é antiga, mas há quem a conte
Que descia o monte, uma rapariga
Para beber na fonte

E àquela hora, por ela marcada de noite ou de dia
O Chico da Nora, na encruzilhada esperava a Maria
Seguiam depois, bem juntos os dois ao longo da estrada
Matar de desejos a sede com beijos, na fonte sagrada

Mas um certo dia
Como era esperada, na encruzilhada
Não veio a Maria à hora marcada
Seus olhos divinos, para sempre fechou
A aldeia rezou, tocaram os sinos
E a fonte secou

E àquela hora, por ela marcada de noite ou de dia
O Chico da Nora, na encruzilhada esperava a Maria
Mas oh Santo Deus, escureceram os céus, finou-se a beldade
E diz-se no monte, que a velhinha fonte secou de saudade

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
E é "Não dizem duas quando estão ao pé de ti"...
com o soquete p'lo artelho, um soquete é uma meia.
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds