Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2017

 

 

Letra

 


eu sei que as coisas nao 'tão faceis, mas
amor é estranho, não te poder ver nas
horas dificeis que passo, não és só tu magoada
no teu canto, também eu estou em baixo

É foda ver partir, alguém de quem se gosta
O céu ganhou uma estrela, olha pa cima e vê se notas
Tens quem olhe por ti, tens quem olhe por ti
É só pena olhar de cima e não estar aqui pra ti

mas ele brilha lá, tu tenta brilhar cá
em baixo com a força que ele te dá
é que ventos sopram forte nestes tempos
em que tu nao estas tão forte como pensas por momentos

custa ver-te a perder forças,
deixa-me reanimar-te unificando as nossas bocas
eu também não ando bem, não sei se tas a ver
tem vindo tudo ao mesmo tempo, sem me aperceber

só vejo isso agora, porque agora não te vejo
tás mal ok aceito, só não acho ser pretexto
pra fechares a 7 chaves, esse mal que em ti carregas
se tens a mim ao lado, pa te amparar as quedas

pões a capa sem mostrares, quais são os pontos fracos
não exibes o mal que tens, stresses preferes guardá-los
eu só queria que tu visses, conforto em mim
mas distantes um do outro talvez nao seja assim

disseste confia, eu confiei
o nosso amor foi uma prova, de haver química sem
nos falarmos, só olharmos e tocarmos
no intimo um do outro sem pensar no que passamos

agarraste-me a pensar que nunca mais irias ver-me
isso deixou-me contido, agora luta pa manter-me
contigo, é que as vezes eu só penso em deixar-te
mas longe eu só penso em abraçar-te

mas quando penso em deixar-te, penso deixar-te é deixar-me
foi difícil achar-te, foi assim que pude achar-me
a tua ausência, traz presença d'um clima mais dark
não reajo bem a isso não te quero a ausentar-te

eu não digo que és a tal, só tu podes saber isso
pensa se mereces tudo aquilo que eu sou contigo
eu não sei se te mereço, só tu podes saber isso
se não sou o que procuras, diz-me quem tu queres contigo

não sei quem tu tiveste, olha agora pra quem tens
eu podia dar-te as nuvens, quero só saber se vens
aperta-me o cinto, quero-me sentir seguro
e não ficar a espera do que traga o futuro

tenho saudades, daquelas noites em que dizias
que adoravas o que ouvias, enquanto não falavas
apenas olhavas, e sorrias
com ar apaixonado, era assim que cativavas

sinto falta de cantar contigo os sons que dão na rádio
sinto falta de deixar-te e dizer que passou rápido
sinto falta de buscar-te e dizer amor finalmente
sinto falta de chamar-te amor, sinceramente

eu já nem sei o que é que somos, nem a nossa sombra vejo
sinto falta do teu toque, do teu cheiro, dos teus beijos
sinto falta dos sorrisos diferentes que tens
dizem "por ai há muitas", mas igual a ti ninguém

eu só penso em despir-te e sentir o teu fogo
e falo em despir-te o peito, não as roupas do teu corpo
nao te conheço desde sempre mas por mim era pa sempre
ser o teu ombro, teu alento até o corpo ficar dormente

baloiça neste parque, vamos voltar a ser putos
brincar como crianças mas amarmos como adultos
nao sei se te volto a ter, se amor é fogo sem se ver
volta de novo para morrermos arder

como é que nós ficamos
como é que nós ficamos
como é que nós ficamos
amor tu diz-me (2x)

 

Escrito por: Raz
Misturado e Masterizado em: Big Boss Records
Back Vocals por: Ana Leça

Páginas Oficiais:
https://www.facebook.com/razsmf


 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

jose afonso.jpg

 

 

Sábado | 4 de Fevereiro | Casa da Cultura de Setúbal

 

Apresentação pública da Revista AJA 30 ANOS - Galeria de Exposições, 17h00

 

Exposição fotográfica 8 FOTOS 8 VERSOS de Maria Poeiras

 

Participação musical da Tuna Barbosa du Bocage

 

Concerto com Francisco Fanhais e Pedro Fragoso – Sala José Afonso, 22h00



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

(Yasmine)

Foi de repente
Foi sem sentido
Veio do nada
Fiquei abandonada

Foram tantos anos
Nessa caminhada
mas não pensaste em mim

Preferiste que fosse assim
Deixaste um beijo te levar

Fizeste
Tudo sem noção
Quiseste
E preferiste a traição

Te dei tudo
Te prometi um futuro
Mas quiseste curtição
Foi tudo em vão


Refrão:

Esse perfume não é meu
Conta-me o que é que aconteceu
Depois de tudo o que eu fiz por ti
Como é que me deixas assim

Esse perfume não é teu
Eu tentei mas aconteceu
O problema não está em ti não, não
Está em mim baby

Esse perfume não é meu

(Badoxa)

Sinceramente
Não sei onde é que andava
Com a cabeça
Só peço o teu perdão

Estou triste comigo
Estou arrependido
Não fez sentido

Mas se eu não te amasse
Eu não cantava esta canção

Apesar de tudo o que eu fiz
Sempre te quis fazer feliz
Baby sabes bem quem eu sou
O sentimento não mudou

Sei que a minha atitude te magoou
A dor no teu peito não passou
Por isso é que eu peço o teu perdão


Refrão:


Esse perfume não é meu
Conta-me o que é que aconteceu
Depois de tudo o que eu fiz por ti
Como é que me deixas assim

Esse perfume não é teu
Eu tentei mas aconteceu
O problema não está em ti não não
Está em mim baby

Esse perfume não é meu

(Badoxa)
Hum hum hum

(Yasmine)
Esse perfume não é meu

(Badoxa)
Esse perfume não é teu

(Yasmine)
Esse perfume não é meu

(Badoxa)
Hum hum hum

(Yasmine)
Não é meu

(Badoxa)
Esse perfume não é teuuu...
na na ra na nao hum..

(Yasmine)
Não é meu, não não

(Badoxa)
Esse perfume não é teu

(Yasmine)
Tu magoaste

(Badoxa)
Eu juro que não foi a minha intenção

(Yasmine)
Tu não pensaste em mim

(Badoxa)
Eu juro que eu pensei

(Yasmine)
Não..

(Badoxa)
Eu juro que te amo
Eu juro que te amo
Dá-me só mais uma chance

Hum hum hum hum

(Yasmine)
Esse perfume não é meu..

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar | ver comentários (6)

União capa net.jpg

 

 
Novo disco I Novo single
 
 
 
Dia 3 de Fevereiro "Amanhã", o novo disco da União das Tribos, chega às lojas. A banda apresenta o novo vocalista, Mauro Carmo e participações com Tim, Miguel Angelo, Anjos, Mafalda Arnauth, António Manuel Ribeiro e Carlão.
 
 
A canção que dá nome ao disco é o single de avanço e já pode ser escutada em todas as plataformas digitais:
 
 
 

 

Ao vivo I 11 Fevereiro I Almada, Auditório Fernando Lopes Graça
 
 
Dia 11 de Fevereiro a banda apresenta-se ao vivo na companhia de Tim, Anjos e António Manuel Ribeiro, no Auditório Fernando Lopes Graça em Almada, pelas 21h30 para o concerto de apresentação do álbum.
 
Os bilhetes podem ser adquiridos ou reservados no auditório, através do email auditório@cma.m-almada.pt ou do nº de telefone
 
212 724 922
 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2017

capitão fausto.jpg

 

CAPITÃO FAUSTO TÊM OS DIAS CONTADOS
Concerto

 

Local:  Auditório 1
Data/Hora:  Sex. 10 fevereiro às 21:45h



Depois do Coliseu e da participação na maior parte dos festivais de 2016, a digressão nacional da banda pelas grandes salas tem a ACERT como itinerário

 

Os espetáculos no Rock in Rio, Super Bock Super Rock, Festival de Paredes de Coura, Festival Sol da Caparica, confirmam que os Capitão Fausto são, finalmente, uma aposta segura. Uma aposta no bom gosto musical e na sensibilidade apurada.

 

“Somos uma banda rock de Lisboa” A simplicidade com que os Capitão Fausto se descrevem desarma qualquer um. Porque é assim que se sentem e é assim que vivem. A história de Tomás, Salvador, Francisco, Manuel e Domingos tem o seu primeiro capítulo em 2011, com Gazela – o Álbum de estreia. Ali encontramos a urgência das canções juvenis, dos hinos pop que se cantam e sabem sempre a pouco. Em 2014 Pesar o Sol chega aos escaparates. E é neste segundo Álbum (muitas vezes o tudo ou nada de tantos Artistas) que se impõem como uma das mais originais e criativas propostas do nosso país. Defendem-no ao vivo, com espetáculos memoráveis nos grandes e pequenos festivais, nos clubes, nos Teatros, um pouco por todo o Portugal que os recebe e obriga a crescer. Como cresce exponencialmente a sua base de fãs, agora transformada em legião.

Em 2016 são as canções de Capitão Fausto Têm os Dias Contados que os levam a superar todas as expectativas. Pouco mais de 30 minutos de música e palavras, em modo pop recheado de primor e requinte, que contam as estórias de vida de cada um dos Capitão Fausto, mas que são muito mais que isso, porque crescer é para todos. Não se poupam os elogios e os aplausos, que chegam em catadupa. Os Capitão Fausto “afirmam-se como a voz de uma geração”, diz quem sabe. E esta geração quer elevar a clássicos imediatos as oito canções que lhe são oferecidas. A promessa é agora certeza e o primeiro lugar do Top nacional de vendas é uma das consequências. Incontornáveis, chegam ao primeiro lugar do Top Cision (que avalia a visibilidade mediática dos Artistas nacionais). Num ápice esgotam (em menos de uma semana) os dois espetáculos de apresentação no Lux, em Lisboa. Passam pelo Rock in Rio, Super Bock Super Rock, Festival de Paredes de Coura, Festival Sol da Caparica.

2016 confirma que os Capitão Fausto são, finalmente, uma aposta segura. Uma aposta no bom gosto musical e na sensibilidade apurada. Uma aposta na criatividade e no fulgor de uma banda que parece imparável. “Amanhã Tou Melhor” será seguramente um dos refrões mais cantados de 2016. De Outubro de 2016 a Março de 2017 os Capitão Fausto apresentam o novo álbum nas salas mais nobres do nosso país: os Teatros. E serão estes Teatros a mostrar a banda que soube como crescer ao lado dos fãs. A mostrar a banda que renasce a cada disco, que se renova com o cuidado de quem quer construir uma carreira sólida, de uma forma aparentemente galopante mas sem o torpor do deslumbramento. Para os Capitão Fausto “Os Dias Estão Contados”. Porque crescer é inevitável. E sabendo isso, vão continuar a fazê-lo nesta Digressão de Teatros.

 

Preços: 10€ / Associados – 7,50€ / Associados Montepio – 8,50€

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Tu já sabias que eu ia vencer
Só não sabias quando é que ia ser

[João Pequeno]
O impossível, torna-se possível
Quando tu partes tu sobes esse nível
O invisível, torna-se visível
Quando tu acalças esse nível

[Mundo Segundo]
Nada se faz sem paz, amor, suor ou dedicação
Comecei lá atrás, alias sem sistema de som
Com as costas largas devido ao peso da historia que carrego
Dei trabalho a muitos nestas frases profundas que emprego
Sou transparente miscível como agua nas Maldivas
Não tou cego, não cultivo o ego que me divas
Aqui barras estão em cima, sessões de hipertrofia
Interiormente somos diferentes faz radiografia
Deixo sempre boa impressão como serigrafia
Uso a verdade como taboo como pornografia
Máxima do dia, respeita para seres respeitado
Queres que respeite o presente sem respeitares o passado
Tu, deves estar passado devias ser internado
Choras sobre o leite derramado
Depois do caldo tar entornado
Querias me ver reformado é melhor esperares sentado
Eu amo tanto o que faço que é impossível não seres tocado

Tu já sabias que eu ia vencer
Só não sabias quando é que ia ser

[João Pequeno]
Não subestimes o puto que ta na plateia
Pra o resto que um dia destes ele cresce
E o seu RAP aparece
Lá fora há muitas razões para comprar um ingresso
E aquilo que os outros se interessam
É aquilo que eu não me interesso
E do que eu tenho a dizer
É que procuro ser honesto
E por isso que o meu RAP soa diferente do resto
E aquilo que tens a dizer soa-te a miss universo
Por isso é que o teu RAP ta no sentido inverso
Dá uma olhada em geral
O RAP é tipo [?]
E todos olham para a frente e o que interessa ta no verso
O que interessa ta no verso não nas teorias do Cap, do Swag
Do Rap Fat, do Underground e do resto
RAP sempre deu muitas voltas
Por falar em Mestre nem todos dicam agora
Até ouvirem o resto, todos dizem adoro até que dizem detesto

Tu já sabias que eu ia vencer
Só não sabias quando é que ia ser

 

MÚSICA:
Instrumental: João Pequeno
Letra: João Pequeno e Mundo Segundo

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

royal fado.jpg

 

 

"Royal Fado" de Yolanda Soares ajuda refugiados Sírios Universitários

 
A Universidade de Coimbra, na celebração dos 727 anos, juntamente com a By The Music Produções,  promovem concerto solidario  Royal Fado de Yolanda Soares para apoiar os refugiados sírios que frequentam a Universidade.
 
Este espectáculo terá lugar no dia 3 de Março de 2017 no Teatro Gil Vicente em Coímbra  às 21h30 e conta com convidados especiais.

São Fados Amalianos acompanhados por um instrumento inesperado e surpreendente no fado,  a harpa, num diálogo com a guitarra portuguesa a acompanhar a voz única e bela de Yolanda Soares  num requinte e qualidade inigualáveis em alguns dos temas mais românticos da vida de Amália como "Com que voz", " Amêndoa Amarga" " , " Soledad" , " Lianor" etc. É uma homenagem a Amália e ao romantismo da sua época mais inovadora e virtuosa, onde os fados quase faziam lembrar óperas aos ouvidos dos guitarristas dessa época que acompanhavam Amália e que diziam ironicamente "Lá vai ela para as óperas".Fados que foram apelidados mais tarde como sendo as "óperas"  de Amália .

A doçura e brilhantismo da voz de Yolanda assegura toda a sonoridade que nos transporta para uma espécie de banda sonora "Vintage” e para o romantismo das óperas de Puccini.

Tal como nos tem habituado nos seus projectos , Yolanda Soares une mais uma vez a música mais erudita, o canto  lírico e a ópera, ao Fado .


Um "Fado" inovador, misterioso, emotivo e elegante que contagia e envolve pela diferente abordagem musical que inclui também as percussões místicas orientais, o cajon ,o violino e convidados especiais.

 

3 de Março  - Teatro Académico Gil Vicente (Coimbra) às 21h30
 

Bilhetes à Venda: bilheteira@tagv.uc.pt 
 Contacto : 239 855 636  (Segunda a Sábado das 17h00 às 22h00)



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

xerife.jpg

 

 

Depois de promoverem o single “Histórias” do EP com o mesmo nome, os Xerife regressam agora com um novo videoclip. “Ter e Não Ter” foi o tema escolhido e será lançado no próximo dia 11 de fevereiro, em Salvaterra de Magos, pelas 17h.

No dia 17 do mesmo mês será a vez da discoteca Main, em Lisboa, receber esta banda promissora de rock em português. O showcase de lançamento do novo videoclip está agendado para as 23h30.

“Ter e Não Ter” fala-nos da forma como muitas vezes encaramos a vida, deixando-a passar sem nada fazermos contra esta inércia.  Uma dança de antagonias e ironias, que nos prende numa teia difícil de romper.

 

Quem são os Xerife?

 

Os Xerife apresentam-nos toda a sua multiplicidade musical num espetáculo ao bom estilo do rock’n’roll: simples e sem grandes artifícios. O funk, os blues, a soul, e até o fado pincelam as músicas de quando em vez, alimentadas por letras exclusivamente em português. Os Xerife falam-nos de pessoas, de sentimentos, daquilo que somos enquanto seres sociais. Um espetáculo que pretende despertar pensamentos e mudar atitudes. Até pode ser um objectivo demasiado pretensioso, mas, de que vale querer sem tentar?

Os Xerife não pretendem ser a voz da razão, mas pretendem ser uma entidade sensata, que (re)une pessoas ao invés de voltá-las para elas próprias.

 

Biografia

Os Xerife nasceram em abril de 2014 e editaram o primeiro EP (homónimo) a 29 de setembro do mesmo ano. Esta banda do ribatejo tem vindo a afirmar-se no panorama musical português, tendo já passado por alguns espaços conceituados como o Cine-Incrível ou a discoteca Tokyo. Integraram também a primeira edição do Trampolim Gerador, encabeçaram o cartaz de Marvila dos Sabores de 2015 e, a 18 de agosto do mesmo ano, pisaram o palco das Festas de Coruche, ao lado de nomes como José Cid e Tiago Bettencourt.

 

Podem ouvir os Xerife no Spotify e em várias outras plataformas digitais (iTunes; Amazon; Deezer; Google Play; Shazam; Xbox Music, Kkbox e Tradiio).

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

[Rui Orlando]
Eu nunca me entreguei
Foi só olhar para ti
Me apaixonei
Contigo eu vou ser jovem pra sempre
Sinto que contigo eu vou ser jovem pra sempre
Jovem pra sempre
Eu nunca me entreguei
Foi só olhar para ti
Me apaixonei
Contigo eu vou ser jovem pra sempre
Sinto que contigo eu vou ser jovem pra sempre
Jovem pra sempre

[Fabious]
Já namorei muito
Beijei muito
Paquerei mulheres por toda parte do mundo
Rei dos tagarelas, contigo fiquei mudo
Prendeste o coração com um golpe de vale tudo
Canuca teu toque é so sweet
Adoro a tua celulite
Não quero remédios
És a cura para a minha sinusite

[Ru Orlando]
Melhor coisa
És a melhor coisa que me aconteceu
Que me aconteceu
Eu juro que serei pra sempre teu
Eu juro que serei pra sempre teu

[Obie]
E ela faz de mim mais novo
Sem eu sequer saber
Me vira do avesso
Me vira do avesso
O elixir que me faz fazer dela mulher
Me vira do avesso
Me vira do avesso

[ABD]
E eu, rejuvenesço do teu lado
Todos dias
Eternos namorados
Parece que pintas
O meu cabelo enquanto eu durmo
Ser feliz contigo é o meu sonho
De consumo. E é bom saber que o
Pouco que temos é tudo
Muito amor
Alguma massa e a saúde dos miúdos
Tas comigo sempre a ultrapassar barreiras
Para ti sou medalha de ouro ainda que eu não vença

[GM]
E o cupido testou
Flechas nucleares em mim
Flechas nucleares em mim
E daqui não saio
Ninguém me tira
Ao lado dessa gata
7 vidas
Ela é a medida certa
Encaixa em mim que nem luva
Não vou dizer que é moça direita
Por quê?
Por causa das curvas

[Scratch dj Bruno Ag]
Jovem jovem
Jovem para sempre
Pra pra
Pra sempre
Aie
Pra pra
Pra sempre
Se se se se sem sempre
Jovem jovem jovem pra sempre
Jo jovem pra pra sempre
U u u u uver
Jovem pra
Pra pra
Pra pra pra sempre

[Rui Orlando]
Eu nunca me entreguei
Foi só olhar para ti
Me apaixonei
Contigo eu vou ser jovem pra sempre
Contigo eu vou ser jovem pra sempre
Jovem para sempre!

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

few fingers.jpg

 

FEW FINGERS
Café Concerto

 

Local:  Bar ACERT
Data/Hora:  Sáb. 4 fev'17 às 23:30

 



Canções simples e despretensiosas, embaladas pela lap steel guitar, que assumem um legado folk e uma escola indie.

A edição do Cd Burning Hands, acaba por ser o resultado de uma cumplicidade musical previsível.

Nuno Rancho é músico dos Dapunksport e dos Bússola, colaborou com os Indignu, liderou os Team Maria e, a solo, já lançou três discos e foi novo talento Fnac.

André Pereira formou-se no Guitar Institute em Londres e tem acompanhado formações como Ultraleve, Team Maria ou Quem é o Bob?.

Rancho é músico dos Dapunksportif e dos Bússola, colaborou com os Indignu, liderou os Team Maria e, a solo, já lançou três discos e foi Novo Talento Fnac.

Neste concerto terão como convidados, Paulo Mouta Pereira, Tiago Domingues e Luís Jerónimo.

"Com uma sonoridade a balançar entre o indie e o folk, a dupla apresenta-se como tendo na simplicidade o seu maior argumento. E ganham a discussão. Só isso é suficiente para colocar Burning Hands à frente de tantos outros discos mais acompanhados por doses maiores de pretensão e mediatismo", escreve o Diário de Notícias sobre este trabalho.

 Entrada Gratuita




Ficha Técnica


Nuno Rancho - voz e guitarra
André Pereira - guitarra



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Se eu tiver no 27 então tá tudo bem
se eu tiver na tv tambem tá tudo bem
e olha só onde é que eu já cheguei

enquanto eu for o mesmo diz-me o que é que tem, o que é que tem

Eles não me ouvem mas sabem o que eu digo
com 31 não vim fazer amigos
o hitman no hitmaker
quando não havia cash, só com (??)
sei que são brothers quando eu curto vê-los
vir e vencer sem dor nos cotovelos
os meus hits tão na rádio, os brothers tão no pátio e as minhas letras tão no corpo deles
o que é que tem se eu tiver no spot, ouve a dama a escrever com jimmy e com jizza
o que é que tem se eu tiver no que dize-lo com um rap num palco onde pouca gente pisa
o que é que tem se eu nunca mudei ou liguei independentemente por onde andei yeah
o que é que tem se eu tiver a mudar vidas e ainda mais a ganhar guita pa ter férias com (??)
o que é que tem se eu vou po chão tchillar no bim, se eu tou a viver a vida e fazer guita po meu nigga
e o que é que tem se eu fodo o boss do meu business e se eu posso ser assim valores não mudam por ninguem, o que é que tem?

Se eu tiver no 27 então tá tudo bem
se eu tiver na tv tambem tá tudo bem
e olha só onde é que eu já cheguei
enquanto eu for o mesmo diz-me o que é que tem, o que é que tem

Tive uns quantos contras e uns contra tempos mas olha onde é que eu cheguei
às vezes paro e penso oro e agradeço, graças a deus eu tou bem
durmo pouco tempo porque o tempo é pouco e nem te passa o que eu já gastei
um brinde para os que partiram, glória e saude pa quem lá vem
mas tudo com o Dengaz eu tou bem, fora do 2 7 tambem
dentro do bairro, dentro do palco dia de amanhã eu não sei
que é que tem se eu tou com um ou cem, antes louco do que refem
transformando um euro em cem, sem pedir o troco a ninguem
se alguem disser que eu não mereço brotha deixa-os falar, a minha alma não tem preço e tu não podes pagar
passei por muito e não me esqueço a quem eu devo lembrar
humildade e a familia em primeiro lugar
diz-me o que é que tem se eu não me arrepender do que eu fiz
se eu viver pelo o que eu amo então eu morro feliz
orgulho da minha filha e ela sabe que sim
agora diz-me o que é que tem se ainda duvidas de mim yeah

Se eu tiver no 27 então tá tudo bem
se eu tiver na tv tambem tá tudo bem
e olha só onde é que eu já cheguei
enquanto eu for o mesmo diz-me o que é que tem, o que é que tem

yeaahhh o que é que tem?

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

concurso.jpg

 

XIII Concurso de música de Setúbal

 



publicado por olhar para o mundo às 01:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 00:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 1 de Fevereiro de 2017

terras sem sombra.jpg

 

Cante alentejano e Flamenco em Sevilha

Feita a apresentação, em Serpa, do programa do festival para 2017, será a vez de Espanha – o país convidado deste ano – receber, em Sevilha, de 2 a 4 de Fevereiro, uma “Embaixada Cultural” do Alentejo no Consulado-Geral de Portugal na capital andaluza.

Num concerto único, o Terras sem Sombra une, a tradição alentejana e alguns dos principais vultos do cante jondo. Puro flamenco, de que a sevilhana Esperanza Fernández, o granadino Miguel Ángel Cortés ou Arcángel, filho de Huelva, mas intrinsecamente ligado à capital andaluza, são expoentes máximos. Sevilhano é também Fahmi Alqhai, filho de pai sírio e mãe palestiniana, um grande senhor da música antiga que ama as virtualidades expressivas do cante jondo. Do Baixo Alentejo irão o Rancho dos Cantadores de Aldeia Nova de S. Bento, acompanhados por Pedro Mestre, e os Cantadores do Desassossego. Um acto de geminação entre o cante e o flamenco, duas manifestações artísticas distinguidas pela UNESCO, com o reconhecimento de Património Imaterial da Humanidade.
 
O Terras sem Sombra é, assumidamente, o festival do território do Baixo Alentejo, e tem vindo a afirmar-se, a nível internacional, como um rosto e uma porta aberta para o conhecimento desta região. Música, património e biodiversidade dão o mote para divulgar a cultura, a paisagem, a gastronomia, a economia e o empreendedorismo locais. Em 2017, a programação artística valoriza a espiritualidade na arte, propondo uma viagem espácio-temporal pela música dos séculos XVI a XXI, guiada por grandes intérpretes espanhóis e portugueses, mas também norte-americanos, húngaros e franceses.

Uma característica que este projecto conseguiu ao longo dos anos prende-se com a articulação das forças vivas da região para levar a cabo tanto um festival de referência internacional como esta “embaixada”, a qual reúne, a uma só voz, os municípios de Almodôvar, Sines, Santiago do Cacém, Ferreira do Alentejo, Odemira, Serpa, Castro Verde e Beja.

Com o intuito de aprofundar os laços já criados, esta “embaixada” contempla ainda, sob a égide do Consulado-Geral de Portugal, um encontro entre autarcas e agentes culturais e económicos de ambos os lados da raia.

Programa completo da Embaixada do Alentejo a Sevilha
Local: Consulado Geral de Portugal em Sevilha
2 de Fevereiro
12:00 - Conferência de imprensa de apresentação da 13.ª edição do Festival Terras sem Sombra
3 de Fevereiro
10:00 - Reuniões entre os representantes autárquicos e o Alcalde de Sevilha.
4 de Fevereiro
20:00h - Concerto “ Imenso Sul “
Programa 2017 (descarregar)


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

cartaz-paraemail.png

 

 

GEO | CONCERTO “MUNDOS”

NO ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA - 11 FEVEREIRO - 22.00H

 

No dia 11 de Fevereiro, pelas 22.00H, o projecto geo irá apresentar no Espaço Espelho d’Água, junto ao Padrão dos Descobrimentos, um concerto inspirado nas músicas do mundo e nas emoções.

 

O concerto  enaltece o espírito da musica popular portuguesa, ao encontro do mundo e do outro, misturando-se sem perder a sua identidade...

É um momento que se encontra na nostalgia do fado, na alegria do corridinho, na saudade, no espírito

aventureiro de quem parte. Os nossos sons fundem-se num encontro de culturas entre Portugal e o mundo...

 

As sonoridades do projecto geo apresentam-se com uma multiplicidade de influências musicais e de instrumentos oriundos dos quatro cantos do mundo, é um momento de viajem por mundos conhecidos e desconhecidos, por emoções que nos fazem querer dançar e sorrir ou apenas parar e sentir.

 

O projecto geo existe desde 2010 e tem vindo a apresentar-se de Norte a Sul do país, em auditórios, festivais e espaços do património nacional, tendo um enorme sucesso junto do público.

 

O Espaço Espelho d'Água é um espaço único onde a gastronomia, arte e design, música, audiovisuais e a interculturalidade estão presentes. Este espaço pretende ser um ambiente artístico e cultural que reflita sobre a relação dos portugueses com o mundo e do mundo com os portugueses.

 

MAIS INFORMAÇÕES: 

www.projecto-geo.com

http://www.espacoespelhodeagua.com

 

CONCERTO: 5 EUROS

JANTAR E CONCERTO:  25 EUROS

Reservas: info@espacoespelhodeagua.com

 

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Ana Moura)
Olha só,
Parece que a vida passou,
Passou por nós
Deixando um manto de água na minha voz
E agora canto, para ela nunca secar, para ela nunca secar
Olha só…

(Agir)
Olha só para nós,
Eu andava atrás do sonho
Que não ouvi a tua voz,
A chamar por mim
E a dizer que se começa também pode ter um fim
Podes dizer que eu não vi
Mas agora sei que o sonho não é sonho sem ti

E de que serve uma lição
Se não passar de hoje
De que serve uma canção
Se ninguém sequer a ouve
Então tu…

(Ana Moura)
Olha só,
Parece que a vida passou,
Passou por nós
Deixando um manto de água na minha voz
E agora canto, para ela nunca secar, para ela nunca secar
Olha só…


(Agir)
Qual será a razão
Para eu nem sequer ligar à minha fonte de inspiração, que és tu
E eu tive uma visão
Que por este andar só me vai trazer 100 anos de solidão

E de que serve uma lição
Se não passar de hoje
De que serve uma canção
Se ninguém sequer a ouve
Olha só…

(Ana Moura e Agir)

Olha só,
Parece que a vida passou,
Passou por nós
Deixando um manto de água na minha voz
E agora canto, para ela nunca secar, para ela nunca secar

E eu dei o nó
Para que a vida nunca leve o melhor de nós
Espero que o manto de água encontre a foz
E agora canto para ela nunca secar, para ela nunca secar

(Agir)
Então olha só
Eu sei que dói
Mas só se eu deixar
O que não mata, mói
E também destrói mas vai acabar por passar

Sim eu juro que vai
Tu mereces mais
Mas também tu só aprendes quando cais
E como o sonho não é um só...

(Ana Moura)

Olha só,
Parece que a vida passou,
Passou por nós
Deixando um manto de água na minha voz
E agora canto, para ela nunca secar, para ela nunca secar

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar | ver comentários (1)

megassessions.jpg

 

 
Magasessions estão de volta!
Tiago Sousa • Marco Franco • Bruno Pernadas • Joana Gama e Ricardo Jacinto


As MagaSessions voltam em Fevereiro dando início a um ciclo de Piano que continuará até Maio.

O primeiro concerto depois do Festival MAGAFEST '16 será já em Fevereiro, com Tiago Sousa e os músicos que fazem parte do seu novo projecto - Apontamentos sobre a existência. No mês de Março será a vez de Marco Franco nos mostrar o seu novo projecto, agora ao piano(!!). No mês seguinte, em AbrilBruno Pernadas virá a solo com música improvisada que simultaneamente cria e explora as mais diversas paisagens sonoras. Terminamos o ciclo emMaio com Joana Gama e Ricardo Jacinto que nos supreenderão com um concerto - decerto inesquecível - para as Magasessions.

Tiago Sousa, 26 de Fevereiro
Marco Franco, 12 de Março 
Bruno Pernadas, 2 Abril
Joana Gama e Ricardo Jacinto, 21 de Maio


A entrada livre nos quatro concertos


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

Letra: Rafael Pereira
Música: Pedro Maia Lopes

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

click.png

 

 
"Click" é uma banda oriunda de Figueira de Castelo Rodrigo e  acaba de produzir o seu primeiro LP chamado  "À Moda Antiga".
 
MARIONETAS (AO VENTO) é o single de apresentação
 

 

 
O disco encontra-se à disposição do público, para download e streaming, nas principais plataformas digitais online.
 
Poderá também ser encomendado, no formato físico (CD) através dos seguintes emails:
 
clickoficialbanda@gmail.com
click4playoficial@gmail.com


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Tu tás de cara trancada
e eu já sei porquê
Tu mudaste desde que soubeste
quem é o meu ex
Mas eu sempre deixei
bem claro que és o meu amor
E tu andas muito estranho
nem queres conversar
Mas não justifica essa tua atitude
Ages como se eu tivesse outro alguém
Já disse que estou firme contigo onde estou
Chega de ciúmes e foca-te em nós
Assum tu vais me perder
Está na hora de perceber

Todo o mundo tem um passado
Diz-me só qual foi o pecado
Não te fica bem agires assim
Todo o mundo tem um passado
Deixa de apontar o culpado
Só tu não vês o quanto eu gosto de ti

Tens que ser mais homem
Fala comigo vem cá, não me esconde
Tu queres encontrar um erro meu
Até já tiraste o nosso anel
Não te fica bem
Não te fica bem
O teu ciúme
é de costume
Isso não me faz bem
E o que dá mais raiva
é saber
que eu não errei
até mudei por ti

Todo o mundo tem um passado
Diz-me só qual foi o pecado
Não te fica bem agires assim
Todo o mundo tem um passado
Deixa de apontar o culpado
Só tu não vês o quanto eu gosto de ti
(2x)

 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds