Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

"ZÍNGARO" | SCHROEDER | REBELO | MITZLAFF -4tet
 
 
 
l i v e   in   c o n c e r t
 

zingaro.png

 

Carlos “Zíngaro” – violino
Franziska Schroeder – saxofones
Pedro Rebelo – piano
Ulrich Mitzlaff  violoncelo
 
 
 
Miso Music Portugal
 
O'culto da Ajuda  • art music centre • because sound matters • 02 de Dezembro • 21h30

 

"ZÍNGARO" | SCHROEDER | REBELO | MITZLAFF - 4tet

Como se pode ler “entre linhas” é fácil pensar que também seja possível “ouvir entre sons” – levar o que normalmente não se está a ouvir ao nível de ser ouvido. Neste encontro cada músico parte da sua própria imaginação sonora, como base do discurso musical que tenta encontrar o seu reflexo nas fantasias dos ouvintes em termos de percepções de som.

O quarteto formado por Carlos “Zíngaro” – violino, Franziska Schroeder – saxofones, Pedro Rebelo – piano e Ulrich Mitzlaff – violoncelo cria musica que não se conforma com o “status quo” e os costumes de tocar e ouvir. As composições espontâneas baseiam-se nos “backgrounds” dos músicos que incluem a música contemporânea erudita, o free jazz e a livre improvisação.

O que vai ser apresentado neste concerto é uma música construída, por um lado a partir de texturas sonoras e linguagens que vivem da interacção instantânea, do uso de técnicas estendidas e eventos não idiomáticos, e por outro duma fragmentação de afirmações idiomáticas e de dinâmicas expressivas que contracenam com silêncios como um elemento compositor.

A música deste quarteto que joga com esses antípodas (opostos) e ambivalências vai surpreender o público, ultrapassando limites sonoros que permitem um outro entendimento das ideias musicais.

Carlos “Zíngaro” – violino

Franziska Schroeder – saxofones

Pedro Rebelo – piano

Ulrich Mitzlaff – violoncelo

 

29 Nov, 2016

Vatsun - Surdina

 

Letra

 

Aquilo que eu quero que tu digas
Ainda está guardado nessa língua
Filho de uma regra bem esquecida
Quero que nos livre desta sina

É à vontade
Mas em surdina
Gozamos sempre muito
Ficamos sem assunto
Sei o teu nome assim
Como se pudesse inventar

Idealizar encanto para a vida
Guiado pelo nada em melodia
Acaba numa peça ensaiada sem saber
troca a tua fala com a minha

à vontade
Mas em surdina
Gozamos sempre muito
Ficamos sem assunto
Sei o teu nome assim
Como se pudesse inventar

O teu nome
inventar.

 

muay.jpg

 

 

Depois de assente a poeira, os MUAY estendem quatro temas sobre o azul e o nada, numa viagem para acordar o verdadeiro sentido do ser. 


CE LES TI AL é uma senda iluminada por tons de outros lugares, memorizada em algures, entre o verde lá de fora e o vazio estelar. 

 

Mais informação aqui (em Inglês) e no bandcamp da banda: https://muayband.bandcamp.com/album/celestial

 

Vídeo de DA

 

 

29 Nov, 2016

NBC - Acorda

 

Letra

Não deixes passar uma vida toda
Para teres certezas daquilo que te incomoda
Então acorda já!
Então acorda já! (x2)

 

Mandaram-me para a escola para escolher uma profissão
Eu não era um mau aluno mas só queria diversão
Não sabia se algum dia ia ter algum patrão
Mas, dentro da opção, eu escolhi gestão

Os meus pais diziam: tu escolhe um emprego estável
Que te pague tudo aquilo que nós dizemos não
Eu fiz parte do padrão, acreditei no cifrão
Foi aí que eu aprendi a ver um homem na prisão

Não deixes passar uma vida toda
Para teres certezas daquilo que te incomoda
Então acorda já!
Então acorda já! (x2)

(Eu) Fiz o sacrifício, e desde o início
Tive que arranjar formas para alimentar o vício
Como é que eu faço agora? Tantas vezes eu disse-o
Estava mais perto de acabar a vida no hospício

Mudei a minha vida pelas rimas e batidas
Discussões são debatidas para saber se estou ‘sé’
Sei que estou mais ‘pé’, mais perto de mim
Sinto-me mais ‘pé’, mais longe do fim

Não deixes passar uma vida toda
Para teres certezas daquilo que te incomoda
Então acorda já!
Então acorda já! (x2)

Então acorda, então acorda já, já! (x4)

Não deixes passar uma vida toda
Para teres certezas daquilo que te incomoda
Então acorda já!
Então acorda já! (x2)

 

MÚSICA
Música: DMipe Beatz
Letra: NBC (Timóteo Tiny)

 

rancho.png

 

Rancho dos Cantadores de Aldeia Nova de São Bento

Álbum de um dos mais antigos Ranchos alentejanos disponível hoje

Já disponível o álbum que junta um dos mais antigos Ranchos alentejanos a Luísa Sobral, António Zambujo, Miguel Araújo, Jorge Benvinda e Pedro Mestre numa edição comemorativa do Cante a Património Mundial e Imaterial da Humanidade pela UNESCO

Dois anos desde que o Cante foi considerado pela UNESCO Património Mundial e Imaterial da Humanidade, é hoje editado o álbum, em todas as plataformas digitais e na Fnac, de um dos mais tradicionais e antigos ranchos de cante alentejano: o Rancho dos Cantadores de Aldeia Nova de São Bento

Criado há 30 anos, o Rancho dos Cantadores de Aldeia Nova de São Bento, é herdeiro de uma longa tradição da arte de bem cantar as belas modas do cancioneiro alentejano. Orgulhosos por seguirem dois princípios orientadores, que apesar de opostos se complementam: o da tradição e o da inovação.

António Zambujo, Jorge Benvinda, Miguel Araújo, Luísa Sobral e Pedro Mestre são os convidados do disco, sendo o primeiro, em conjunto com Ricardo Cruz, o produtor do disco.

29 Nov, 2016

Vatsun - Rainha

 

Letra

 

Eu não te queria sem saída
O teu corpo pisa gelo sem estalar
Eu não te queria desiludida
Obriga ao mundo ao que tu vais querer mostrar
Tal é a defesa que queres usar
Que o mundo teima em ter orgulho de aceitar
Tal é a defesa que queres usar
No fim de contas só te querem humilhar
Tu por eles és

Manipulada bem
para cumprir função
Tu para mim és aquilo que eu sei
Aceita esta canção
Se apostar em alguém
a Rainha mata mais que o Rei
Tens toda a permissão
Podes mandar foder

Realizada a previsão
Da janela em que eu te der a mão
Esgotada a compreensão
Veremos o mundo em ebulição
Venha a ti a comparação
Desta raça que te quer esquecer
Venha a ti a comparação
Tua queda, nossa devastação
Tua queda, nossa devastação
Tua queda, nossa devastação
Tua queda, nossa devastação

Manipulada bem
para cumprir função
Tu para mim és aquilo que eu sei
Aceita esta canção
Se apostar alguém
a Rainha mata mais que o Rei
Tens toda a permissão
Podes mandar foder

Quem tu quiseres

 

ana moura.png

Ana Moura 

Reedição de “Moura” chega hoje às lojas

Estão disponíveis, a partir de hoje, duas novas edições de “Moura”, o mais recente álbum de Ana Moura.

 

A edição Super Deluxe (2CDs 2DVDs) inclui, para além do álbum original, um CD e um DVD com a gravação do concerto deste ano no Coliseu do Porto, captado por André Tentúgal. Contém ainda um segundo DVD com o documentário produzido pelo Observador, captado durante a TOUR MOURA, com imagens inéditas de bastidores e entrevistas a todos os intervenientes daquela que foi a maior tour de Ana Moura pelo país.

 

Em simultâneo, física e digitalmente, estará também disponível um duplo CD, que ao álbum “Moura” junta o CD ao vivo no Coliseu do Porto.

 

 

cordis.jpg

 

 

Depois de diversos concertos em conjunto, CORDIS gravou a peça “Verdes são os campos” no último CD da fadista Cuca Roseta - Riû - tema que marcará, certamente, presença no Casino da Figueira na próxima quarta-feira dia 30.11.2016.

 
O concerto com inicio às 21:30 nesta emblemática sala da zona centro do País trará ao palco não só a emoção da voz de Cuca mas também o piano de Paulo Figueiredo e a guitarra portuguesa de Bruno Costa acompanhados pelos instrumentos de cordas dos 4 músicos que compõem o Quarteto Arabesco.
 
Mais informação sobre o espectáculo em anexo e nos seguintes links:
 
 
 
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email