Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

 

Letra

 

Abri a janela, vozes a gritar
Quero acordar alguém
Ter a memória a correr atrás de mim
O mundo ainda não parou

Olhar para trás, sem medo de morrer
Não perder o que quero lembrar
Deixar cair para onde vais
Coisas simples e reais

 

Não encontrei os créditos desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Podes não saber cantar
Nem sequer assobiar
Com certeza que não vais desafinar
Em play-back, em play-back, em play-back
 
Só precisas de acertar
Não tem nada que enganar
E assim mesmo, sem cantar vais encantar
Em play-back, em play-back, em play-back
 
Põe o microfone à frente
Muito disfarçadamente
Vai sorrindo, que é pra gente
Lá presente
Não notar!
 
Em play-back tu és alguém
Mesmo afónico cantas bem
Em play-back
A fazer play-back
E viva o play-back
Hás-de sempre cantar
Em play-back, respirar pra quê?
Quem não sabe também não vê
Em play-back
A fazer play-back
E viva o play-back
 
Dá pra toda uma soirée
Podes não saber cantar
Nem sequer assobiar
Com certeza que não vais desafinar
Em play-back, em play back, em play-back
 
Só precisas de acertar
Não tem nada que enganar
E assim mesmo, sem cantar vais encantar
Em play-back, em play back, em play-back
 
Abre a boca, fecha a boca
Não te enganes, não te esganes
Vais ter uma apoteose
Põe-te em pose
Pra agradar
Em play-back é que tu és bom
A cantar sem fugir do tom
Em play-back
A fazer play-back
E viva o play-back
Hás-de sempre cantar

Com play-back até pedem bis
Mas de certo, dirás feliz
Em play-back
A fazer play-back
E viva o play-back

Agradeces e sorris
Podes não saber cantar
Nem sequer assobiar
Com certeza que não vais desafinar
Em play-back, em play back, em play-back
 
Só precisas de acertar
Não tem nada que enganar,

E assim mesmo, sem cantar vais encantar
Em play-back, em play back, em play-back
Em play-back, em play back, em play-back
Em play-back, em play back, em play-back
 
Compositores: Carlos Paiao

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

 

Ana Moura

Barbican Centre esgotado marca regresso aos palcos europeus

“Tens Os Olhos de Deus” ultrapassa 1 milhão de visualizações

Cinco meses após esgotar o Cadogan Hall, em Londres, Ana Moura volta hoje à capital internacional da música para actuar no Barbican Centre, que se encontra igualmente lotado. Este concerto, que marca o regresso de Ana Moura aos palcos europeus, é mais um dos momentos altos da tour de “Moura" - o 6º álbum de originais, editado no final de Novembro do ano passado, e que em apenas duas semanas alcançou a marca de platina, tendo atingido, em Agosto, a dupla platina. Uma digressão que já soma mais de meia centena de concertos desde o seu início, em Fevereiro, no Olympia, em Paris. Desde então, Ana Moura e os seus músicos de excepção já percorreram as principais salas de espectáculos de Portugal - entre as quais a estreia no maior recinto fechado do país, a Meo Arena - e regressaram a consagrados palcos internacionais, como o Carnegie Hall em Nova Iorque. 

 

Finda a temporada de festivais e festas ao ar livre que marcaram o Verão em território nacional, o regresso de Ana Moura à Europa faz-se numa sala com perto de 2 mil lugares, o Barbican Centre que, com a sua programação transversal, representa um dos mais notáveis pólos culturais do Reino Unido.

 

Em paralelo à intensa agenda de espectáculos, a maior artista portuguesa da actualidade acaba de atingir um feito assinalável: a permanência por 200 semanas consecutivas de “Desfado”, o anterior álbum de originais, no top de vendas nacional. Desde a edição de “Moura”, os dois álbuns têm coabitado nos lugares cimeiros da tabela. 

 

Depois do sucesso de “Dia de Folga”, Ana Moura lançou "Tens Os Olhos de Deus", o segundo single de "Moura, com letra e música de Pedro Abrunhosa, que contabiliza já 1 milhão de visualizações. 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

rogeriocharraz.jpg

 

 

Rogério Charraz está de volta com o terceiro álbum de originais. Não Tenhas Medo do Escuro é o nome do seu novo trabalho, composto por 11 canções da autoria do próprio, uma delas composta em parceria com o pianista Júlio Resende.

O autor volta assim a rodear-se de convidados de peso, depois de nos trabalhos anteriores já ter gravado com nomes como Rui Veloso, José Mário Branco, Fernando Tordo ou Rui Pregal da Cunha. Rogério Charraz gravou também no mais recente trabalho de Fausto e assina um dos temas no disco de estreia de Marta Pereira da Costa, gravado em parceria com Richard Bona, conceituado baixista de jazz nascido nos Camarões.

Ao Cineteatro D. João V, Rogério Charraz traz as canções do mais recente disco e revisita os dois primeiros álbuns - A Chave e Espelho, numa versão trio com Paulo Loureiro (teclas e clarinetes) e Carlos Lopes (acordeão, cavaquinho e percussão).

 

MÚSICA
22 OUT | 21:30H
10€

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Que saudades eu já tinha
da minha alegre casinha
tão modesta como eu.
Como é bom, meu Deus, morar
assim num primeiro andar
a contar vindo do céu

O meu quarto lembra um ninho
e o seu tecto é tão baixinho
que eu, ao ir para me deitar,
abro a porta em tom discreto,
digo sempre: «Senhor tecto,
por favor deixe-me entrar.»

Tudo podem ter os nobres
ou os ricos de algum dia,
mas quase sempre o lar dos pobres
tem mais alegria.

De manhã salto da cama
e ao som dos pregões de Alfama
trato de me levantar,
porque o sol, meu namorado,
rompe as frestas no telhado
e a sorrir vem-me acordar.

Corro então toda ladina
na casa pequenina,
bem dizendo, eu sou cristão,
“deitar cedo e cedo erguer
dá saude e faz crescer”
diz o povo e tem razão.

Tudo podem ter os nobres
ou os ricos de algum dia,
mas quase sempre o lar dos pobres
tem mais alegria.

 

Letra de João Silva Tavares



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

rodrigoleao.jpg

Rodrigo Leão & Scott Matthew lançam álbum,

"Life is Long", a 30 de setembro

A 25 de setembro será disponibilizada uma nova canção aos que já fizeram a pré-compra do disco no iTunes, intitulada “Death Defying”

“Life Is Long”, o muito aguardado disco de parceria entre Rodrigo Leão e Scott Matthew está quase a chegar. O lançamento está marcado já para o próximo dia 30 de setembro. ´

Desde o primeiro encontro, em 2011, que a dupla tem sossegadamente vindo a trocar ideias, emoções, canções, pelo meio de carreiras que os têm levado aos quatro cantos do mundo. Dois percursos que se cruzam quando tem de ser: aconteceu primeiro com “Terrible Dawn” em A Montanha Mágica, depois com “Incomplete” em Songs, e agora dá origem a um álbum inteiro assinado em parceria.

Aqueles que já os viram juntos em palco sabem o quão ricos estes encontros podem ser, de como a voz doce e profunda de Scott e a as melodias e orquestrações encantadoras de Rodrigo Leão se unem na perfeição. Este álbum é mais um passo nesta parceria tão frutuosa.

Entretanto, “Life Is Long” ainda está disponível em regime de pré-venda no iTunes, sendo que no dia 25 de setembro será disponibilizada uma nova canção deste disco,“Death Defying”, que se sucede a “Unnatural Disaster”, “The Fallen”, “Enemies” e “That’s Life”, o primeiro single. Esta é uma oportunidade única de ouvir antes do álbum chegar às lojas algumas das canções que fazem deste encontro entre Rodrigo Leão e Scott Matthew tão especial e único.

Life Is Long” é a história de um encontro improvável que provou ser inevitável, entre um compositor conhecido pelas suas melodias enlevadas e uma voz que as leva ao patamar superior de magia. “That's Life” é a primeira amostra do que podemos ouvir em “Life Is Long”: um disco de uma beleza discreta mas arrebatadora, como só Rodrigo Leão e Scott Matthew poderiam fazer juntos.

Essa magia será vivida novamente em palco, tendo os dois músicos já um concerto marcado para o Coliseu do Porto, a 4 de novembro, no âmbito do Misty Fest .

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Divino_Sospiro_lowres.jpg

 

 

 

De 1 a 29 de outubro no Palácio Nacional de Queluz

 

Ciclo “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie” abre com estreia mundial moderna da serenata “L’Endimione”

 

- 3ª edição das “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie” decorre de 1 a 29 de outubro

- Ciclo conta com a participação de muitos dos mais conceituados intérpretes europeus especializados em música setecentista

- Honras de abertura para a estreia mundial moderna da serenata “L’Endimione”

 

Sintra, 26 de setembro de 2016 – O ciclo “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie” está de volta ao Palácio Nacional de Queluz para a terceira edição. De 1 a 29 de outubro, ao longo de nove concertos, as “Noites de Queluz” propõem uma viagem pela música erudita que se ouviu na Europa entre o Barroco e o Romantismo.

 

Organizado em parceria com o Divino Sospiro - Centro de Estudos Musicais Setecentistas de Portugal, o ciclo tem a direção artística de Massimo Mazzeo e conta com a participação de muitos dos mais conceituados intérpretes europeus especializados na música desta época.

 

“Este ciclo de música, na terceira edição, é uma pequena contribuição, uma luz aparentemente escondida que atravessa a cortina, onde a interpretação de grandes obras da cultura ocidental é complementada com a apresentação moderna de mais uma obra recuperada do património musical associado ao Palácio de Queluz: a serenata “L’Endimione” de N. Jommelli”, sublinha Massimo Mazzeo.

 

O concerto de abertura, “Uma serenata redesperta para a vida”, tem lugar a 1 de outubro, às 21h30, na Sala do Trono, e celebra o Dia Internacional da Música precisamente com a estreia moderna mundial da serenata “L’Endimione”, de Niccolò Jommelli, sobre libreto de Pietro Metastasio. A obra, ouvida em Queluz em 1780, regressa agora ao Palácio com Lucia Napoli (mezzosoprano), Milena Georgieva (soprano), Bárbara Barradas (soprano), Margarida Pinheiro (soprano) e o Divino Sospiro, sob a direção musical de Massimo Mazzeo.

 

Já no dia 8 de outubro, Vittorio Ghielmi, um dos maiores intérpretes atuais de viola da gamba, e Florian Birsak (pianoforte) apresentam o concerto “O crepúsculo da viola da gamba”, às 21h30, na Sala da Música, com a interpretação de obras de Carl Friedrich Abel, Johann Christian Bach, Andreas Lidl, Muzio Clementi e Carl Philipp Emanuel Bach.

 

No dia 14 de outubro, às 21h30, na Sala da Música, tem lugar o concerto “Dois grandes e um pequeno mestre”, pelo agrupamento alemão Compagnia di Puntoque interpreta obras de Antonio Rosetti, Franz Joseph Haydn e Wolfgang Amadeus Mozart.

 

Rogério Rodrigues, um jovem português radicado na Holanda, especialista em pianos históricos, apresenta a 15 de outubro, às 21h30, na Sala da Música, o recital “Dois virtuoses do pianoforte e um lusitano em Paris”, com obras de Mozart, Muzio Clementi e João Domingos Bomtempo.

 

O italiano Giuliano Carmignola, um dos grandes violinistas da atualidade, é o protagonista do fim de semana que se inicia a 20 de outubro, pelas 21h30, na Sala do Trono. Com a Accademia dell’Annunciata (orquestra) e Riccardo Doni (cravo e direção musical), Carmignola apresenta o concerto “Um virtuose italiano na Inglaterra georgiana”, com obras de Johann Christian Bach, Carl Philipp Emanuel Bach, Felice Giardini e Carl Friedrich Abel.

 

No dia 22, o violinista regressa à Sala do Trono, às 21h30, para “Um serão com Beethoven”, acompanhado pela Accademia dell’Annunciata e pelo Divino Sospiro e sob a direção musical de Massimo Mazzeo. Como o nome do concerto sugere, o programa é preenchido com obras de Beethoven.

 

A 21 de outubro, às 21h30, na Sala do Trono, Gabriela Canavilhas (piano) e o Concerto Moderno (orquestra), com direção de César Viana, apresentam o concerto-palestra extraordinário “Um compositor português no tempo de Napoleão”, dedicado a João Domingos Bomtempo.

 

“Um passeio pelo Classicismo europeu” é a proposta para o concerto da noite de 28 de outubro, na Sala da Música, pelas 21h30. O Helianthus Ensemble – composto por Laura Pontecorvo (flauta), Iskrena Yordanova (violino), Marco Ceccato (violoncelo) e Guido Morini (cravo) - interpretará obras de Tommaso Giordani, Giovanni Battista Costanzi, Joseph Haydn, Franz Danzi e Mozart.

 

O concerto de encerramento do ciclo de Queluz, “Três trios da trindade vienense”, tem lugar a 29 de outubro, às 21h30, na Sala da Música. Federica Valli (pianoforte), Stefano Barneschi (violino) e Paolo Beschi (violoncelo) formam o trio La Gaia Scienza, que apresenta obras de Joseph Haydn, Mozart e Beethoven.

 

Informações úteis

Bilhetes à venda nas bilheteiras da Parques de Sintra, online, e na FNAC, Worten, El Corte Inglés, MEO Arena, Media Markt, Turismo do Aeroporto, ABEP (Agência de bilhetes para espetáculos) e Turismo de Sintra.

 

O projeto “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie” conta com o apoio da Direção Geral das Artes e da Antena 2 como media partner.

 

 


“Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie” – Palácio Nacional de Queluz

 

Uma serenata redesperta para a vida

Sábado, 1 de outubro, 21h30, Sala do Trono

Lucia Napoli (mezzosoprano), Milena Georgieva (soprano), Bárbara Barradas (soprano), Margarida Pinheiro (soprano), Divino Sospiro (orquestra), Massimo Mazzeo (direção musical)

Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

 

O crepúsculo da viola da gamba
Sábado, 8 de outubro, 21h30, Sala da Música

Vittorio Ghielmi (viola da gamba), Florian Birsak (pianoforte)

Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

 

Dois grandes e um pequeno mestre

Sexta-feira, 14 de outubro, 21h30, Sala da Música

Compagnia di Punto/ Christian Binde (trompa e direção)

Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

 

Dois virtuoses do pianoforte e um lusitano em Paris

Sábado, 15 de outubro, 21h30, Sala da Música

Rogério Rodrigues (pianoforte)

Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

 

Um virtuose italiano na Inglaterra georgiana

Quinta-feira, 20 de outubro, 21h30, Sala do Trono

Giuliano Carmignola (violino), Accademia dell’Annunciata (orquestra), Riccardo Doni (cravo e direção musical)

Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

 

Um compositor português no tempo de Napoleão

Sexta-feira, 21 de outubro, 21h30, Sala do Trono

Gabriela Canavilhas (piano), Concerto Moderno (ensemble de cordas), César Viana (direção)

Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

 

Um serão com Beethoven

Sábado, 22 de outubro, 21h30, Sala do Trono

Giuliano Carmignola (violino), Accademia dell’Annunciata + Divino Sospiro (orquestra), solista), Massimo Mazzeo (direção musical)

Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

 

Um passeio pelo Classicismo europeu

Sexta-feira, 28 de outubro, 21h30, Sala da Música

Helianthus Ensemble/ Guido Morini (cravo e direção)

Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

 

Três trios da trindade vienense

Sábado, 29 de outubro, 21h30, Sala da Música

La Gaia Scienza (trio com piano)

Bilhetes à venda nos locais habituais ou online

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

BILHETES:

10 Euros por concerto

À venda nas bilheteiras da Parques de Sintra, online, e na FNAC, Worten, El Corte Inglés, MEO Arena, Media Markt, Turismo do Aeroporto, ABEP (Agência de bilhetes para espetáculos) e Turismo de Sintra.

M/6 anos

 

INFORMAÇÕES (PÚBLICO):

Email: info@parquesdesintra.pt

Website: www.parquesdesintra.pt

Facebook: www.facebook.com/parquesdesintra

Telefone: +351 21 923 73 00

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

I found a place to go
Where the songs cry
From bleeding hearts
Reaching far off and wide
Linking other longing souls

Into what
One should expect to be Grand
Coming day
When all the wrong will be mend
Into rightness claiming hope

So bring me a sign
I shall not be broke
Come side by side
We will start the Rise
Sing on with me
The unspoken rage...

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 25 de Setembro de 2016

joanaalegre.jpg

 

A 8 de outubro, Joana Alegre apresenta, na Lourinhã, alguns dos temas do seu álbum de estreia Joan & the White Harts, que tem edição prevista já para este inverno. O concerto decorre a partir das 22h00, no Auditório da Associação Musical e Artística Lourinhanense, e está integrado na programação do Mês da Música, que se estende ao longo dos fins de semana de outubro.

   Esta é uma oportunidade única de ficar a conhecer em primeira mão os originais desta cantautora promissora, que lançou recentemente os singles "Vast" e "Generation". As histórias contadas em inglês e português "cantam o universo de Joana e a realidade em que vive, proporcionando um novo look à música de intervenção nacional".

   Com formação em jazz e música contemporânea, Joana Alegre tem vindo a assinar parcerias com diversos músicos de renome, destacando-se a sua colaboração com Mikkel Solnado no tema de sucesso "E agora?", que faz parte do alinhamento deste concerto. No álbum de Joana, Mikkel retribui a parceria, juntando-se assim a outros cantores e coletivos como Mimicat, Gospel Collective e ao artista brasileiro Jota Erre.

   Bilheteira

Os bilhetes, no valor 6 euros, ficam à venda no Posto de Turismo da Lourinhã nas duas semanas anteriores ao espetáculo e no local, na hora que antecede o concerto. Para portadores do cartão Lourinhã Jovem e para crianças entre os 4 e os 12 anos, os bilhetes têm desconto, ficando, respetivamente, a 5 e 3 euros.

   Joana Alegre

   Joana Alegre estudou guitarra na Academia Duarte Costa, mais tarde voz, guitarra e piano complementar no Hot Club de Portugal, seguindo-se o curso de verão da New School For Jazz and Contemporary Music - Nova Iorque. Em Fevereiro de 2008 ficaria em 4º lugar no concurso Billboard World Songwriting Contest, com a canção "Tribute to M" da produtora Joana Melo, e em 2010 integrou o melhor combo premiado na competição nacional "Festa do Jazz" no Teatro S. Luiz.

   Viveu uma temporada em Nova Iorque, continuando os seus estudos jazz com músicos como Theo Bleckmann, Steve Coleman e Aaron Goldberg, e também na área da multiperformance através da House Foundation de Meredith Monk.

   No regresso a Portugal, com o apoio da Rádio Marginal lançou o álbum The Pulse (2011) enquanto lead singer e autora das letras, integrando em simultâneo o Coro Gospel Collective como solista. Inicia assim uma série de parcerias e colaborações com músicos de renome na área do Jazz e da Pop (Miguel Ângelo, The Poppers, Marta Hugon, Selma Uamusse, Mimicat, entre outros). Mais recentemente juntou-se ao colectivo de música autoral Escuta Lisboa, fonte de inspiração para assumir a sua música em território nacional, e mantém uma ativa parceria com Mikkel Solnado após sucesso do single "E Agora" do último álbum Daisy Chains 2014.



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei  a letra desta música

Lyrics by Joana Alegre, song by Mikkel Solnado & Bernardo Fesch

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

zambujoexicobuarque.jpg

 

António Zambujo lança disco de tributo a Chico Buarque, “Até Pensei Que Fosse Minha”

O álbum sai a 21 de outubro e conta com a participação do próprio músico brasileiro

António Zambujo está de volta aos discos, com o lançamento de um álbum composto somente por canções de Chico Buarque. “Até Pensei Que Fosse Minha” é o título deste disco muito especial do cantor português e será editado no dia 21 de outubro.

Do álbum fazem parte algumas das canções mais emblemáticas do percurso de Chico Buarque, como “Cálice”, “Valsinha”, “João e Maria”, “Tanto Mar” ou “Geni e o Zepelim”. Além de homenageado, o próprio Chico Buarque colabora com António Zambujo na sua versão da canção “Joana Francesa”. Participam ainda neste “Até Pensei Que Fosse Minha” a cantora brasileira Roberta Sá, que tem uma participação especial em “Sem Fantasia”, e a fadista Carminho, que canta com Zambujo o tema “O Meu Amor”.

Recentemente, António Zambujo levantou um pouco do véu deste projeto dedicado a Chico Buarque num concerto no 40.º Festival d’Ile-de-France, muito elogiado pelo jornal francês “Le Monde”. O jornal salientou “o requinte, a elegante sensualidade e a grande classe” com que António Zambujo homenageou Chico.

“Até Pensei Que Fosse Minha” foi produzido por Ricardo Cruz e Marcello Gonçalves, sendo que este último é ainda responsável pela direção musical e arranjos. A direção de produção ficou a cargo de João Mário Linhares. A capa do disco é da autoria da artista plástica, Adriana Varejão. 

Além de colaboradores de longa data como Ricardo Cruz (no contrabaixo) e de Bernardo Couto (na guitarra portuguesa), este novo álbum conta ainda com a participação de músicos como o Trio Madeira Brasil, o próprio Marcello Gonçalves no violão de sete cordas, Sérgio Valdeos e Zé Paulo Becker no violão, Ronaldo do Bandolim no bandolim, João Moreira no trompete, Anat Cohen no clarinete, Paulino Dias na percussão ou Marcelo Cadi no acordeão, entre outros.

O disco foi gravado entre estúdios em Portugal (Atlântico Blue, em Oeiras) e no Brasil, mais precisamente no Rio de Janeiro (nos estúdios Visom e Nas Nuvens



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 24 de Setembro de 2016

mês da musica para divulgação.jpg

 

 

Mês da Música 2016 | A Cidade e a Música em outubro, no Barreiro

 

Em outubro, o Barreiro volta a ser o palco de vários espetáculos musicais, oficinas e aulas abertas, com uma oferta diversificada que abrange diferentes faixas etárias.

Com a parceria das Uniões/Junta de Freguesia e a forte participação das entidades culturais do Barreiro, a Câmara Municipal do Barreiro promove o Mês da Música 2016 | A Cidade e a Música. 

Desde o clássico ao experimental, passando pelo lírico, jazz e fado, entre outros géneros musicais, este ciclo levará às Freguesias do Concelho do Barreiro, às Igrejas e ao património industrial a alegria, a originalidade e a emoção da Música.

Convidamos a assistir e a apreciar o Mês da Música 2016!

 

CONCERTOS

 

01 outubro - Dia Mundial da Música | sábado| 21h30 | Apertus Quartet(Polónia) | Igreja de Nossa Senhora do Rosário do Barreiro

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

 

 

02 outubro | domingo | 16h00 | Coro da Casa do Pessoal das Infraestruturas de Portugal - Coro da Sociedade Imparcial 1898 de Alcochete - Coral TAB | Centro Sócio Cultural do Bairro da Liberdade

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

Organização: Junta de Freguesia de Santo António da Charneca

 

 

04 outubro | terça feira | 21h30 | Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública | Auditório Municipal Augusto Cabrita

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre mediante levantamento de ingresso e sujeito à lotação da sala

 

 

OUT.FEST - Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro (13ª edição)

6 a 9 de outubro | Programa completo e informações em www.outfest.pt

 

Programação e Produção: OUT.RA - ASSOCIAÇÃO CULTURAL

 

08 outubro | sábado | 1º Encontro de Bandas Filarmónicas da União das Freguesias do Barreiro e Lavradio

 

Banda da Sociedade Filarmónica Olhalvense - Banda da Sociedade União Alcaçovense - Banda Municipal do Barreiro

15h00 - Concentração e desfile das bandas no Largo do Mercado 1º de Maio

16h30 - Concerto pelas bandas participantes na SIRB “Os Penicheiros”

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

Organização: União das Freguesias do Barreiro e Lavradio | Banda Municipal do Barreiro

 

 

09 outubro | domingo | 21h30 | Concerto de Canto e Órgão em Honra de Nossa Senhora do Rosário do Barreiro | Igreja de Nossa Senhora do Rosário

 

Tenor: Carlos Guilherme

Organista: António Duarte

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

Organização: Fábrica da Igreja de Nossa Senhora do Rosário do Barreiro

 

 

 

 

13 outubro | quinta feira | 21h30 | Apresentação do Cd de Samuel - “Sempre um fim, sempre um começo” | Teatro Municipal do Barreiro

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

 

 

14 de outubro | sexta feira | 22h30 | Fauska Quartet | VELVET - Be Jazz Club

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

 

 

15 de outubro | sábado | 16h00 | Atuação da Escola de Música do Grupo Recreativo União Penalvense | Grupo Recreativo União Penalvense

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

Organização: Junta de Freguesia de Santo António da Charneca

 

 

15 outubro | sábado | 22h00 | Raquel Tavares | Auditório Municipal Augusto Cabrita

 

Faixa Etária – M/6 anos

Ingresso: 10 €

 

 

16 de outubro | domingo | 16h00 | CORUTIB - Coro da Universidade da Terceira Idade do Barreiro | Capela do Convento da Madre de Deus da Verderena

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

 

 

22 outubro | sábado | 22h30 | Quinteto da Escola de Jazz do Barreiro | VELVET - Be Jazz Club

 

Ana Mendes (voz) - Joana Alexandre (piano) - João Pereira (guitarra) - Pedro Nobre (bateria) -Telmo Gonçalves (baixo)

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

Organização: Escola de Jazz do Barreiro

 

 

23 outubro | domingo | 16h00 | Recital com Raquel Alão (soprano) e Nuno Lopes (piano) | Igreja de Palhais

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

 

 

28 outubro | sexta feira | 21h30 | Concerto de Órgão do Mês da Música | Igreja de Nossa Senhora do Rosário do Barreiro

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

Organização: Fábrica da Igreja de Nossa Senhora do Rosário do Barreiro

 

 

29 outubro | sábado | 22h00 | Señoritas | Auditório Municipal Augusto Cabrita

 

Faixa Etária – M/6 anos

Ingresso: 10 €

 

 

30 outubro | domingo | 16h00 | Camerata Musical do Barreiro | Oficinas da EMEF - Entrada pelo portão da Av. da República

 

Faixa Etária – M/6 anos | Entrada livre

 

 

MÚSICA – AULAS E ENSAIOS ABERTOS

 

15 de outubro | sábado | 10h00 às 12h00 | Escola de Música da Banda Municipal do Barreiro | Instalações da Banda Municipal do Barreiro, na Av. Almirante Reis, 28

 

22 de outubro | sábado | 09h00 às 13h00 | Escola de Jazz do Barreiro | Instalações da Escola de Jazz do Barreiro, na R: Dr Eusébio Leão, 11

 

A partir de 18 de outubro | 3ªs e 5ªs feiras | 21h30 às 22h30 | Biblioteca Municipal do Barreiro

Formação Coro/Vocal | Coral TAB e Bvoice

 

Com início a 18 de outubro e a decorrer durante o próximo ano letivo, o local da realização destas ações de formação, será comunicado, mediante marcação prévia através do contacto 960 000 143 ou cultura@cm-barreiro.pt.

No dia 27 de outubro, pelas 18h30, poderá assistir ao Ensaio público Coro TAB e Bvoice na Biblioteca Municipal do Barreiro

 

Open Day Estúdio King / Programa Jovens Músicos

 

01 outubro - Dia Mundial da Música | sábado | das 10h00 às 18h00 | Estúdio King: Rua da CUF nº 8, Barreiro

 

DOCUMENTÁRIO

 

20 de outubro | quinta feira |21h30| “Dança Camarra” - Apresentação do 1º episódio | Espaço Memória (Rua 17, nº 10, Parque Empresarial do Barreiro)

 

Organização e produção: Hey Pachuco! – Associação Cultural

 

EXPOSIÇÕES

 

30 setembro a 31 outubro | MOSTRA DE BRINQUEDOS DE INSTRUMENTOS MUSICAIS “SINFONIA NOS BRINQUEDOS - UM OLHAR DOS ANOS 40 A 70”, pelo expositor Max Martins | Biblioteca Prof. José Esteves e Espaço Entregerações no Convento da Madre de Deus da Verderena

 

 

LANÇAMENTO DA 3ª EDIÇÃO DO MÊS DA FOTOGRAFIA 2016

 

15 outubro a 31 dezembro | “A voz do Silêncio”, fotografias de Pedro Lopes | Auditório Municipal Augusto Cabrita | EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA | Piso 0 - Galeria Vermelha

 

A Inauguração da exposição está marcada para 15 de outubro, às 17h00.

 

Mais informações: 212 068 230 ou cultura@cm-barreiro.pt

 

 

ATELIERS

 

1, 8, 15, 21 e 29 de outubro | sábado | das 10h00 às 13h00 | Expressões Artísticas Dedicado à Música | Escola Conde Ferreira - Centro de Produção e Participação Artística, entrada pela Rua Conselheiro Joaquim António de Aguiar

 

Formadora: Sara Santos

Entrada livre sujeita a inscrição

Inscrições e informações:  Cumplicidades.e6g@gmail.com ou 963 707 222

Organização e produção: Centro de Produção e Participação Artística

 

29 de outubro | sábado | 11h00 | Oficina Musical “O Corpo também Canta” | Biblioteca Municipal do Barreiro -  Sala de Estudo

 

Formador: Hugo Botelho

Duração:  aprox. 40 m

Faixa Etária: Crianças a partir dos 5 anos (não há limite de idade). Esta é uma atividade que pode e deve envolver os pais das crianças | Entrada livre sujeita à lotação da sala

 

ENCONTROS

 

1, 8, 15, 21 e 29 de outubro | sábado | das 15h00 às 18h00 | Escola Aberta - Encontros sobre música | Escola Conde Ferreira - Centro de Produção e Participação Artística, entrada pela Rua Conselheiro Joaquim António de Aguiar

 

Entrada livre sujeita a inscrição

Inscrições e informações:  Cumplicidades.e6g@gmail.com ou 963 707 222

 

Organização e produção: Centro de Produção e Participação Artística

 

 

 

 

SERVIÇO EDUCATIVO para a Comunidade Educativa

 

Orquestra "Sem Fonia"

 

Formador - Manuel Gonçalves

 

Festa de comemoração do 15º aniversário da Banda "The Act-Ups"

 

 

14 outubro | sexta feira | 22h00 | 15 e 16 outubro | sábado e domingo | a partir das 16h00 | Pouca Terra bar (Grupo Desportivo "Os Ferroviários do Barreiro" - Av. Batalhão de Sapadores dos Caminhos de Ferro)

 

Consulte mais informação sobre o programa em www.cm-barreiro.pt

 

 

CMB 2016-09-23



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

You've got a hold of me
Don't even know your power
I stand a hundred feet
But I fall when I'm around you

Show me an open door
Then you go and slam it on me
I can't take anymore
I'm saying baby

Please have mercy on me
Take it easy on my heart
Even though you don't mean to hurt me
You keep tearing me apart
Would you please have mercy, mercy on my heart
Would you please have mercy, mercy on my heart

I'd drive through the night
Just to be near you, baby
Heart old and testified
Tell me that I'm not crazy

I'm not asking for a lot
Just that you're honest with me
My pride is all I got
I'm saying baby

Please have mercy on me
Take it easy on my heart
Even though you don't mean to hurt me
You keep tearing me apart
Would you please have mercy on me
I'm a puppet on your string
And even though you got good intentions
I need you to set me free
Would you please have mercy, mercy on my heart
Would you please have mercy, mercy on my heart

Consuming all the air inside my lungs
Ripping all the skin from off my bones
I'm prepared to sacrifice my life
I would gladly do it twice
Consuming all the air inside my lungs
Ripping all the skin from off my bones
I'm prepared to sacrifice my life
I would gladly do it twice

Please have mercy on me
Take it easy on my heart
Even though you don't mean to hurt me
You keep tearing me apart
Would you please have mercy on me
I'm a puppet on your string
And even though you got good intentions
I need you to set me free

I'm begging you for mercy, mercy
Begging you, begging you, please, baby
I'm begging you for mercy, mercy
Ooh, I'm begging you, I'm begging you

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

shawn_mendes_album_is_titled_illuminate.jpg

 

Novo álbum de Shawn Mendes, “Illuminate”, chega hoje às lojas

Músico lusodescendente volta a Portugal a 10 de maio para um concerto na MEO Arena, em Lisboa

“Illuminate” é certamente um dos discos mais aguardados do momento e finalmente os milhares de fãs de Shawn Mendes já podem ouvir as novas canções que tem vindo a compor ao longo do último ano. O álbum já alcançou o 1.º lugar do top do iTunes em mais de 60 países, dos EUA ao Reino Unido, passando pelo Canadá, México, Alemanha, Austrália ou Brasil. 

 

O disco chega hoje às lojas, depois de várias das suas canções terem sido reveladas em primeira mão pelo próprio Shawn Mendes no Madison Square Garden, em Nova Iorque, concerto que esgotou rapidamente.

 

A revista Billboard escreveu sobre o recente concerto em Nova Iorque: “Mendes dominou o palco do Madison Square Garden apenas com a sua voz e uma guitarra”.

 

Já a Rolling Stone aponta que em breve Shawn Mendes tornar-se-á uma  estrela pop tão grande quanto os artistas que há alguns anos o jovem interpretava nos vídeos que colocava na Internet.

 

De “Illuminate” faz parte o single “Treat You Better”, uma canção tocante sobre violência nas relações e que chegou ao 8.º lugar do top Billboard Hot 100. “Ruin”, “Three Empty Words” e “Mercy” são outras canções que foram previamente desvendadas deste tão esperado disco.

 

O músico regressa a Portugal no próximo ano, para um concerto na MEO Arena, em Lisboa, no dia 10 de maio, sendo que os bilhetes já estão à venda.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

nelson freitas.jpg

 

Nelson Freitas alcança ouro com “Break of Dawn” e “Miúda Linda”

Cantor atua a 22 de outubro no Campo Pequeno, em Lisboa, com convidados especiais

“Four”, o mais recente álbum de estúdio de Nelson Freitas continua a ser um dos seus maiores sucessos, sendo que recentemente dois dos singles retirados deste disco, “Break of Dawn” e “Miúda Linda”, alcançaram a marca de ouro no mercado nacional.

 

Esta notícia surge precisamente a um mês do músico encerrar a sua muito bem-sucedida digressão “Ride or Die” no Campo Pequeno, em Lisboa. Para este concerto muito especial, que se realizará a 22 de outubro, Nelson Feitas convidou Mikkel Solnado e Loony Johnson, que já tinham colaborado consigo em “Four”, um dos maiores sucessos do seu percurso, tendo na altura entrado diretamente para o topo da tabela de vendas nacional e atingido o primeiro lugar no iTunes Portugal.

 

Os bilhetes para o concerto no Campo Pequeno  já estão à venda nos locais habituais.

 

22 de outubro é assim a data escolhida para finalizar este ciclo tão rico na carreira de Nelson Freitas, numa festa única e especial de celebração de uma das maiores vozes da atualidade.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

“For My Country”
Composed and written by Joana Alegre

 

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

rayos.png

 

RAYOS AO VIVO NO LUSITANO CLUBE

 

Os Rayos, projecto natural de Arraiolos que recolhe influências da música celta, medieval e tradicional portuguesa, sobe ao palco do Lusitano Clube, em Lisboa, no próximo dia 1 de Outubro pelas 22h. Os bilhetes custam 5€.

 

O concerto servirá para apresentar ao público as canções de “Terras de Rayos”, o primeiro EP do grupo, já disponível em formato digital e para escuta nas habituais plataformas de streaming.

 

O projeto Rayos resulta de uma fusão entre música Celta, Medieval e Tradicional Portuguesa! Com esta união, o grupo tenta criar um ambiente único ao vivo, levando o espetador por uma viagem sem fronteiras, onde se pode mergulhar em mágicos momentos instrumentais, suaves melodias de flauta e momentos únicos de profunda reflexão.

 

Andreia Carmo é a voz dos Rayos. Iniciou o seu percurso musical aos 15 anos, a estudar canto na Escola de Música do Munícipio do Arraiolos. Já integrou projetos de música tradicional, pop/rock e bossa nova. O fado fez parte da sua vida desde pequena e continua a estar presente em projetos como “Notas ao Vento” e “Zanguizarra”. Na vertente medieval e celta integra “Trovadores de Arraiolo” e “Rayos”.

António Luís Valente iniciou os estudos musicais aos 8 anos de idade com o acordeão. Entre os 9 e os 11 dedicou-se também ao piano e aos 11 anos descobriu a sua paixão pela bateria. Em 1998, dedicou-se ao ensino musical, carreira que desenvolve até aos dias de hoje. Nos “Rayos” é o dono do piano, dos sintetizadores e da percussão.

David Espingardeiro é o guitarrista de serviço nos Rayos. Desde os 12 anos que estuda guitarra clássica e guitarra elétrica. Juntou ao seu percurso estudos em guitarra portuguesa e guitarra jazz, o que lhe permite participar em vários projetos dos mais variados estilos musicais.

Ângela Fortes começou o seu caminho musical aos 7 anos de idade, quando entrou na “Academia de Música de Évora” para estudos musicais. Toca em vários grupos de música com as mais diferentes sonoridades desde a música clássica, passando pela música celta e medieval. Terminou a Licenciatura em Estudos Teatrais na Universidade de Évora e atualmente é professora na Escola Secundária Eça de Queirós e encenadora no grupo de teatro amador de Arraiolos - “Dupla Identidade”.

Paulo Travelas é um músico autodidata, que descobriu a sua vocação aos 4 anos quando lhe oferecem uma pianola e, mais tarde, um acordeão. Na adolescência a guitarra assume um papel principal na sua carreira musical. Atualmente, participa em alguns projetos musicais no Alentejo nas minhas diferentes sonoridades: música tradicional, medieval, celta, anglo-saxónica e latino americana.

Augusto Graça é o instrumentista deste grupo, que traz consigo uma influência jazz em fusão com música tradicional. Tó Zé Caeiro é o baterista e percussionista, que iniciou o seu trajeto musical aos 13 anos à semelhança de vários elementos deste grupo alentejano.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2016

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

hmb.png

 

 

É uma das bandas sensação do momento. Os HMB iniciaram o seu percurso em 2007, tendo por base as músicas compostas por Héber Marques, o vocalista. Por isso, os “Héber Marques Band” (HMB) não poderiam ter outro nome. Na música dos HMB nota-se a tendência Soul, hip hop e R&B, alicerçado na energia Gospel já com um som mais maduro, que pretende um novo despertar de consciência para as tendências mais dançáveis.

 

Com dois álbuns já lançados, os HMB apresentam-se no palco da RuralBeja, na sexta-feira, dia 7 de Outubro.

 

Além dos HMB, os britânicos The Stranglers são também presença confirmada do concerto de abertura da RuralBeja, na quinta-feira, dia 6 de outubro. O concerto desta banda mítica dos anos 70, que tem a particularidade de nunca ter parado, apesar de alterações à formação inicial, está integrado na programação deste certame que terá lugar em Beja, de 6 a 9 de outubro, no Parque de Feiras e Exposições.


Temas como “Golden Brown”, “La Folie”, “Strange Littlen Girl” ou “Always the Sun”, serão presenças obrigatórias no alinhamento do seu concerto incluído na Black & White Tour 2016 recentemente confirmado na página oficial da banda.

 

Sobre a RuralBeja:

 

De 6 a 9 de outubro, o Município de Beja organiza mais uma edição da Ruralbeja, evento que pretende promover o desenvolvimento sustentável e integrado da região. Neste segundo fim-de-semana de outubro, estão de volta o Salão do Cavalo, a Vinipax, a Natureza à Mesa, do Sequeiro ao Regadio, a Festa Brava, a Avibeja, a Canibeja, o Artesanato, os Restaurantes/Tasquinhas, o Turismo e muita animação.

 

Estratégico na afirmação das potencialidades e recurso naturais do território, este certame alia a tradição e a inovação, a produção com a transformação, a criatividade com a competitividade, num espaço igualmente rico em manifestações culturais e etnográficas.

 

O Salão do Cavalo regressa depois do sucesso das últimas edições com um espaço dedicado ao cavalo lusitano, representante da nacionalidade, cultura, arte, desporto e produto de excelência do mundo rural. Os melhores vinhos, de algumas das mais emblemáticas regiões vitivinícolas portuguesas e não só, poderão ser apreciados na Vinipax. A gastronomia regional privilegiando a utilização dos recursos do montado na mostra Natureza à Mesa, a Festa Brava com diversas atividades de demonstração de toureio a cavalo e pegas e a valorização e promoção de produtos diferenciadores alicerçados na autenticidade e identidade dos recursos locais através do Artesanato, são presenças garantidas neste grande evento do território. Também a agricultura, setor onde se tem registado forte desenvolvimento nestes últimos anos, se apresenta em Do Sequeiro ao Regadio, e, o Turismo, a novidade desta edição, marca presença mostrando cenários do mundo rural que motivam uma estadia mais prolongada.

 

O Cante alentejano, uma das grandes manifestações culturais identitárias de Portugal, classificado como património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, constituirá um dos pilares da animação da Ruralbeja e ecoará neste espaço privilegiado para negócios, trocas de experiências mas também para bons momentos de convívio.



publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

liliana martins.jpg

 

 

"Meu Tempo” é o nome do novo álbum da fadista Liliana Martins, onde a artista faz uma viagem no tempo, e que será editado brevemente. A produção ficou novamente a cargo de Valter Rolo.

“Toma Conta de Mim” é o single de avanço do álbum, um tema original composto por Valter Rolo e Manuel Graça Pereira. A escrita esteve a cargo de Cátia Oliveira e Fernando Gomes dos Santos.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Era uma noite chuvosa enquanto eu lia
Estava aconchegado no meu quarto e disse
Por quê não ligar-te?
Por quê não deitar pra fora
aquilo que esta dentro de mim?
Na escola eu não era confiante
O pensamento estava mas muito distante
Eu não estava mais ao abrigo

Mas com o passar do tempo eu fui aprendendo
A ultrapassar as coisas que me faziam mal
Meus medos, meus complexos, minhas incertezas
Me impediam de continuar a acreditar
Naquilo que eu queria mais na minha vida
Naquilo que realmente sou, sou

O que eu tava a espera finalmente chegou
Pra perto de mim, pra ficar
O que eu tava a espera finalmente chegou
O que eu tava a espera finalmente chegou
Pra perto de mim, pra ficar
O que eu tava a espera era me apaixonar
Por alguém, por alguém, por alguém
Eii

Contigo eu aprendi a dar valor a coisas simples
mas que fazem a diferença
Um toque aqui, um toque ali
Como quem diz "sou teu"
Uma mensagem ao acordar e outra antes de dormir
Dizendo que contigo cada dia é um dia a mais
Kidalê um mêcê bô
Turu dia ni boro mbê, êêêii

O que eu tava a espera finalmente chegou
Pra perto de mim, pra ficar
O que eu tava a espera finalmente chegou
O que eu tava a espera finalmente chegou
Pra perto de mim, pra ficar
O que eu tava a espera era me apaixonar
Por alguém, por alguém, por alguém
Eii

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

fado lele.jpg

 

"Uma Casa Portuguesa"

"Uma Casa Portuguesa" é o 2º single de Fado Lelé e estreia-se agora na Banda Sonora Original de Amor Maior (a nova telenovela da SIC). A telenovela é inspirada na vivência lusitana e, como se vê na inspiração dos azulejos do logotipo, nas Casas Portuguesas.


Este novo single tem data de edição digital agendada para o próximo dia 1 de Outubro, Dia Mundial da Música. A partir desta data, para além do pequeno ecrã em horário nobre, estará também disponível em todas as plataformas legais em mais de 200 territórios.

 

FADO LELÉ
Uma banda de Música Popular Urbana com fortes raizes lusófonas, concerteza. As suas melodias são inspiradas no fado dito castiço e vestidas a seu próprio gosto com as sonoridades peculiares do ukulele e bandolim. Gostam de muitos ritmos do mundo, de preferência os mais dançantes, e como tal o jazz manouche, o afro, o reggae, o samba e até mesmo o rockabilly ou o deltablues são convidados de honra nos arranjos musicais e concertos.

FADO LELÉ é oriundo de Lisboa e formou-se em 2011.
 Após várias mudanças na sua formação e alguns concertos realizados gravou em 2014 a demo A Tendinha (versão renovada de um clássico de Hermínia Silva) que tocou em várias radios e cujo videoclip caseiro chegou a primeiro lugar no Top de videos da plataforma Ethnocloud.


Os FADO LELÉ são: 
Ana Castelo - voz
Miguel Castro - ukulele baritono
Filipe Silva - bandolim
Zeca Neves - baixo

 

Próximo concerto:

1 de outubro - 21h30 - Festival do Feijão, São Pedro do Sul, Praça do Município



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 22 de Setembro de 2016

menage.jpg

 

 

À conquista da China

Ménage

 

Os luso-canadianos Ménage no inicio de Setembro partiram à conquista da China. Foram 12 concertos e alguns em espaços incríveis como o MTA Festival, Dream Sonic Festival ou o Tenglong Cave. A tour começou no dia 1 de Setembro e terminou no dia 19 de Setembro e foi incrível. A vocalista, bELA Ferreira, afirma mesmo que: "esta foi uma das aventuras mais memoráveis dos Ménage até ao momento".


Recorde-se que  o último álbum dos Ménage, "The Great American Lie", teve um sucesso estrondoso na Ásia, conquistando imediatamente o título de "Artist of the Week" na China

 

Where is My Mind? não podia continuar por gravar. É uma música que adoramos tocar ao vivo e perfeita para edição surpresa este verão”, afirma a banda.


Este single foi uma surpresa apresentada pelos Ménage e seguiu-se ao álbum  "The Great American Lie".

 

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Existes
Egoistamente
Para ser usufruído.
Como se não
te pertencesses
E o mundo tivesse
propriedade sobre ti.

E falo pelos demais
Se te peço que sejas
Só peço que apenas sejas.

Não me canso
de viver no conforto
de um suspiro teu.

A poesia tudo permite:
Ressuscitar através de um beijo.

Não ouses partir antes de mim.
Baste-me existir
p'ra poder ser tua.

O meu amor por ti
vem de longe
E morre quando
a morte morrer.

 

Letra: Noa
Música: Noa / Emanuel Bettencourt

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds