Domingo, 24 de Julho de 2016

 

Letra

 

Não  encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Ela tem aquele olhar que te faz enlouquecer
Não precisa de falar, pra te deixar a tremer
Ela está bem gostosa, diva, dona da favela, Beyoncé
Ela é como Shakira, quem me dera um dia ser o seu...

Ela é tipo flor do mal, não te deixas sequer respirar
Tem nas costas um sinal, ela sabe como provocar
Ela é tipo flor do mar, não te deixas sequer respirar
Tem na boca um sinal, que está aqui só pra te deixar

Dégé Dam Dam Béné Bam
A bater mal
A bater mal
Mal
Mal
A bater mal (2x)

J'ai le cœur qui m'harcèle comme Jean Nouvel
Elle est si douce comme la mélodie
Elle a la peau caramel et les cheveux qui pointent au ciel
Elle est joueuse pleine de comédie
Comme DSK au Sofitel je me suis brulé les ailes
Elle a prit mon tel et a fait le tri
Elle est belle ma brésilienne
Elle dit qu'elle est mienne
Jette un œil je suis atteint de jalousie

Ela é tipo flor do mal, não te deixas sequer respirar
Tem nas costas um sinal, ela sabe como provocar
Ela é tipo flor do mar, não te deixas sequer respirar
Tem na boca um sinal, que está aqui só pra te deixar

Dégé Dam Dam Béné Bam
A bater mal
A bater mal
Mal
Mal
A bater mal (2x)

Ton coeur bat y a le vent qui souffle sur le monde entier
L'impression que c'est tout le monde qui souffre quand t'es en danger
Hum. j'ai l'hospitalité de ton corps, ouvre la porte d'entrer
Embarrasser, je vais t'enlacer, te contempler
Desde que olhaste para mim encontrei a paz
Não consigo viver sem ti
Sem o que me faz
Parece que o meu mundo pára quando tu não está
Não sou capaz de te esquecer

Dégé Dam Dam Béné Bam
A bater mal
A bater mal
Mal
Mal
A bater mal (2x)

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 23 de Julho de 2016

pensão flor.jpg

 


CERTEZA é o 2º single de PENSÃO FLOR, retirado do álbum SUL
 

Uma mulher, um amor antigo. Ela acredita que é possível, não perde nunca a esperança, embora não tenha certezas de nada. Escolheu uma noite, escolheu as borboletas, escolheu não esperar mais. O medo de se magoar era muito e provável, mas o amor era tanto, tão maior... Vestiu o seu melhor vestido e o seu melhor sorriso e tentou, com as suas palavras, com o seu corpo, com os seus sentidos, fazer dessa noite um "sim".


E foi.

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Eu sempre pensei que
Tu eras alguém que eu podia mudar
Só depois notei
O quanto errei ao confiar

Já não sou o teu Chanel Boy
O teu Gucci Boy, o teu Prada Boy
Já não sou o teu brinquedo
O teu jogo favorito que quando queres destróis

Já não há cartão
Já não há boleia
Sim eu sei que dói
Pois eu já sei que és
Sim és uma Gold Digger

Uma Gold Digger (x4)

Eu sempre tentei ir
Mesmo que digas vem
Eu não vou voltar
Eu sempre quis o teu bem
Mas agora sei que não vais mudar

Já não sou o teu Chanel Boy
O teu Gucci Boy, o teu Prada Boy
Já não sou o teu brinquedo
O teu jogo favorito que quando queres destróis

Já não há cartão
Já não há boleia
Sim eu sei que dói
Pois eu já sei que és
Sim és uma Gold Digger

Uma Gold Digger (x4)

Já não vai acontecer
Até com fotos eu não quero saber
Estou com saudades de te ter
Sei que te custa entender
Tu bem ligas para perceber
Como é que eu descobri que tu és uma Gold Digger

Uma Gold Digger (x6)

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

anya karyn.jpg

 

ANYA KARIN APRESENTA AO VIVO NOVO EP

 

Anya Karin, nova voz da soul music, levará já este Sábado, dia 23 de Julho, as canções do seu EP de estreia ao Clube Lusitano, em Lisboa. O concerto tem início às 22h30 e os bilhetes têm o custo de 5€.

 

“Owner” foi lançado em novembro último com o selo da Music In My Soul. O registo composto por quatro temas apresenta-a enquanto uma das mais promissoras intérpretes da nova colheita da soul.

 

Uma das primeiras memórias musicais que tenho são os passeios de bicicleta a cantar e a assobiar com o meu pai. Não me recordo qual era a minha idade ao certo. Mas era pequena o suficiente para viajar no cesto da bicicleta.

 

Mais tarde, as brincadeiras com um teclado musical motivaram os meus pais a gravar as minhas invenções musicais enquanto fingia dar concertos no quarto usando a cama como um palco. Já na adolescência, entrei numa pequena escola de música para aprender guitarra clássica. A partir dessa altura, a paixão pela música tomou proporções mais sérias e tive a certeza que este seria o meu caminho.

 

Emigrei para o País de Gales, por força das circunstâncias, onde frequentei um curso de canto no Yale College. Nesta altura, o meu marido também me influenciou musicalmente a gravar e a compor para o meu primeiro projeto de originais, “Deep Dream”. Um projeto totalmente amador mas que me deu experiência de gravação.

 

Ao regressar às minhas origens decidi levar a minha carreira musical para os palcos e para o ensino, trabalhando como professora de canto na escola RockGP e participando em inúmeros projetos de covers de estilos variados. Durante anos tive a oportunidade de atuar em diversos bares, hotéis, casinos, festas privadas, etc, que me fez adquirir uma vasta experiência e fazendo me crescer como artista.

 

Contudo, foi com o meu projeto de covers pessoal, intitulado Anya Karin, que vi a minha carreira a atingir novos patamares de aceitação e sucesso. Tratava­se de um espetáculo de covers onde interpretava as minhas próprias versões de grandes temas Soul conhecidos de todos. Era natural que o projeto Anya Karin evoluísse para a gravação de música original. É assim com grande prazer que apresento ao mundo o meu primeiro EP.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Cai a noite pelos outeiros
vai-se a lua a levantar
Há quem acenda as fogueiras
Que nos hão-de alumiar

Há Duendes escondidos
entre carvalhos sagrados
O Druida deita as sortes
Com segredos defumados

Canta um Bardo
Contra os maus agoiros
corre o vinho p´ra nos ajudar
quem souber acreditar, é partir e chegar

São as bagas e as sementes
que o bosquêdo há-de dar
São as ervas e os licores
que nos hão-de aconchegar

Venham Fadas e Ondinas
que nos mostrem o saber
O Druida corta o visco
Que nos há-de proteger
Já se vê a côr da madrugada
E as fogueiras querem apagar
quem souber acreditar, é querer e voltar

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

cordis.jpg

 

 

No ano em que se realiza a 8º edição do conceituado Festival das Artes - Festival de Verão realizado no Anfiteatro Colina de Camões, nosJardins da Quinta das Lágrimas, em Coimbra -  o CORDIS tem o privilégio de actuar na ultima noite - 31 de Julho pelas 21:30 - garantindo um encerramento do Ciclo da Música com grandes emoções.

O piano de Paulo Figueiredo e a guitarra portuguesa de Bruno Costa serão acompanhados pelos instrumentos de cordas dos 4 músicos que compõem o Quarteto Arabesco bem como pelos instrumentos de sopro (saxofones e flauta transversal) de Edjam.

 
Mais informação sobre o espectáculo em anexo e nos seguintes links:
 
CORDIS website oficial
 
CORDIS facebook page
 
CORDIS@Festival das Artes Video


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

nelson freitas.jpg

 

Nelson Freitas estreia vídeo
"In My Feelings" 

"In My Feelings" conta com a colaboração de Mikkel Solnado

Depois de anunciar o concerto de 22 de Outubro em Lisboa, Nelson Freitas acaba de estrear o vídeo de “In My Feelings”, a canção que conta com a colaboração de Mikkel Solnado.

 

Este é mais um êxito a retirar do disco “Four”, sucedendo a “Break of Dawn”, com Richie Campbell (que já tem mais de 12 milhões de visualizações no YouTube) e a “Miúda Linda” (com mais de 24 milhões). Com um vídeo gravado na Ilha do Pessegueiro, “In My Feelings” traz o som ideal para esta temporada.

 

Nelson Freitas é um dos artistas mais populares da actualidade e traz uma sonoridade de assinatura, que vai buscar influências à pop, ao zouk, RnB, kizomba e soul. Este Verão passa pelos maiores palcos, como o Sumol Summer Fest ou o Sol da Caparica, para depois encerrar essa digressão no Campo Pequeno, em Lisboa, numa celebração especial cujos bilhetes já estão à venda.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 00:08 | link do post | comentar

Sexta-feira, 22 de Julho de 2016

zambujo.png

 

 

António Zambujo e Miguel Araújo atuam em Beja no Pax Julia nos dias 27 e 28 de outubro

 

Depois dos Coliseus de Lisboa e Porto, onde atingiu o histórico número de 28 espetáculos num só ano, Beja recebe no Pax Julia este grande espetáculo

 

António Zambujo e Miguel Araújo atuam nos dias 27 e 28 de outubro no auditório do Teatro Municipal Pax Julia, em Beja.

 

Os bilhetes estão à venda online e na bilheteira do Teatro Municipal Pax Julia, de 2ª a 6ª das 14h00 às 18h30 por 20€ na 1ª plateia, 15€ na 2ª plateia e 10€ no balcão.

 

Uma co-produção da Câmara Municipal de Beja, Sons em Trânsito, CerciBeja, Centro de Paralisia Cerebral de Beja, Bombeiros Voluntários de Beja e Rádio Voz da Planície.

 

Um momento histórico a não perder.

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

carlosdocarmo.png

 

Carlos do Carmo em Beja no dia 15 de outubro

 

O maior embaixador do Fado - Carlos do Carmo - sobe ao palco do Pax Julia - Teatro Municipal de Beja no sábado, dia 15 de outubro, pelas 21h30

 

O fadista português mais premiado de sempre apresenta-se para um concerto único no Pax Julia - Teatro Municipal de Beja, no dia 15 de Outubro.


Com 76 anos de idade, Carlos do Carmo sobe aos palcos com o objetivo  de agradecer e retribuir ao público português todo o carinho e afeto que sempre recebeu ao longo dos seus 52 anos de carreira e que o transformaram  num “Homem do Mundo“.

 

Os bilhetes estão à venda online e na bilheteira do Teatro Municipal Pax Julia, de 2ª a 6ª, das 14h00 às 18h30, 20€ na plateia, 15€ no balcão.

 

Um dos cantores mais importantes do seu tempo. Uma das vozes mais emblemáticas da música portuguesa. A não perder!

 

 
 
Para informações adicionais consultar
https://paxjulia.bol.pt/Comprar/Bilhetes/39914-carlos_do_carmo-pax_julia_t_municipal/


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

tambor.jpeg

 

31 de Julho de 2016

"A construção da Saudade" de tambor
Apresentação do novo álbum
 

O 6º disco de originais de tambor, distribuído mundialmente via plataformas digitais, alcançou o 1º lugar no Top iTunes no dia do seu lançamento.

 

“A construção da saudade”, masterizado nos Estúdios Abbey Road, é um disco conceptual a ser apresentado ao vivo na íntegra.

 

"A construção da saudade" é também o novo conceito de espectáculo com aquilo que esperamos ser uma verdadeira surpresa para o público. Serve como apontador para a nova estética de Tambor, orgânica e progressiva.

 

É a esta estética que poderemos assistir no próximo dia 31, pelas 19h00, nos Estúdios Atlântico Blue Estúdios (Paço de Arcos), à apresentação ao vivo num showcase. O acesso ao mesmo é limitado a convite e a alguns bilhetes que serão distribuídos em passatempos.

 

A apresentação será gravada em vídeo e audio, para posterior edição. 

 

Neste momento, toda a discografia de tambor encontra-se editada e distribuída digitalmente. A mais recente edição é  "Dobram os Sinos Mais Uma Vez", gravado ao vivo no espectáculo do CineTeatro D. João V. A gravação deste concerto estreará na Antena 1, com emissão no próximo dia 9 (meia-noite, de 9 para 10 de Agosto).



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Hoje o tempo vai estar assim
Boca em cravos e olhos de alecrim
Ondas cobrem o mar
Mas não conseguem calar
O quanto tento só para te descobrir

Desço as escadas em vão
Vejo as caras em contra-mão
Escrevi uma carta
Mas já não sei para quem
Passo pelos dias de cor
Durmo com o despertador
Encontro marcado
Mas não sei se vens

O sonho até os olhos podem ver
Corro até não ter
Nem mais um pé no chão
Para correr
Diz-me onde estás
Que eu sei do que sou capaz
Guardo tanto para dar e receber

Desço as escadas em vão
Vejo as caras em contra-mão
Escrevi uma carta
Mas já não sei para quem
Passo pelos dias de cor
Durmo com o despertador
Encontro marcado
Mas não sei se vens
Já não sei se vens
Já não sei se vens

Passo pelos dias de cor
Durmo com o despertador
Encontro marcado
Mas já não sei se vens
Encontro marcado
Mas não sei se vens

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

sara paço.jpg

 

 

Sara Paço convidada especial da Academia de Guitarra

 

No "Summer Music Lab" os alunos são incentivados a formar bandas, ensaiar, editar um CD, gravar um videoclip e vestir a pele de um verdadeiro artista.

A cantora Sara Paço vai ser a convidada especial do "Summer Music Lab" e vai tocar ao vivo com os alunos da Academia de Guitarra.

A iniciativa promovida por esta instituição visa trabalhar com alunos de várias idades (entre os 5 e os 15 anos) as diferentes áreas relacionadas com a música e nela os alunos são incentivados a formar bandas, ensaiar, editar um CD, gravar um videoclip e vestir a pele de um verdadeiro artista.

Enquanto artista convidada, Sara Paço vai disponibilizar uma das músicas de sua autoria para ser tocada ao vivo com os alunos na sexta, dia 22 de Julho pelas 17h.

Por se tratar de uma ideia inovadora, jovem e muito apelativa indo ao encontro da vossa linha editorial gostaríamos de vos convidar para acompanhar este evento muito especial.

Este evento decorrerá nas instalações da Academia de Guitarra sita na Av. da República nº33, 1º andar, 1495-110 Algés.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Decidi ligar para ti
para saber se ainda estás sozinha
podes ser atrevida
eu so penso em ti
desde que te conheci
Se pensa que estou aí,
e diz me se já estas despida
Se já, já tiraste a camisa
Eu só quero ouvir
Diz me que é só comigo
Diz me que é só comigo
Diz me que é só comigo
Diz-me que ele nunca diz tudo
O que digo de madrugada
Precisas ser amada
Que só pensas em mim
Quando ele está afim
Mas sabes que eu nunca te iludo
No fundo quero que sejas minha
Por vezes em baixo
Outras por cima
Eu só quero ouvir
Diz me que é só comigo
Diz me que é só comigo
Diz me que é só comigo
Diz me que é só comigo
Esse teu respirar
O teu corpo falar
Já não queres desligar
yeah
O telefone a vibrar
Mandas foto curva
Tu só queres é mostrar
yeah
Diz-me o que queres que te diga
baixo no teu ouvido
Porque se não for assim
Não faz sentido
Tudo o que faço e não mostro
é só contigo
É só comigo
Diz me que é só comigo
Diz me que é só comigo
Diz me que é só comigo
Diz me que é só comigo

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

magafest.jpg

 

Ver Cartaz

 

Depois do sucesso da primeira e segunda edição, o festival de celebração das MagaSessions regressa dia 10 de setembro, das 18h às 2h, no Palácio Sinel de Cordes. 


Os concertos vão encher o terraço do palácio, mas não só.
Projectos curiosos como a Abysmo Speed Date e os Tra$h Converters vão modelar o ambiente pelo interior do palácio. 


Vai ser um dia para celebrar as MagaSessions, sessões musicais que acontecem desde 2012 no Saldanha, com curadoria e na casa de Inês Magalhães. 

 

Fizeram parte do cartaz, em 2015, Norberto Lobo & Carlos Bica, Filho da Mãe, Lula Pena, Silence is a boy, Minta & The Brook Trout, Garcia da Selva, Simão e Jibóia.

 

Faltar é perder!



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Hoje eu já não estou
Ontem já demorou
Se for pra perder não vou

A chuva já me molhou
Mais tarde eu já saí
Sem procurar por ti

Hoje eu já não estou
Eu já nem sei quem sou
Se me perder, perdi
Eu não voltarei aqui
Perto de pra onde eu vou
Há um lugar pra mim

É a vida às voltas
É a vida às voltas

Porque amanhã
Já não sei se vou cá estar
Se vou cá estar pra ti
Eu tinha tanto pra te dar

Hoje eu já não estou
Ontem já demorou
Se for pra perder não vou
A chuva já me molhou
Mais tarde eu já saí
Sem procurar por ti

Hoje eu já não estou
Eu já nem sei quem sou
Se me perder, perdi
Eu não voltarei aqui
Perto de pra onde eu vou
Há um lugar pra mim

É a vida às voltas
É a vida às voltas

Porque amanhã
Já não sei se vou cá estar
Se vou cá estar pra ti
Eu tinha tanto pra te dar

A vida às voltas
Posso jurar

A vida às voltas
Posso jurar

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21 de Julho de 2016

deadcombo.jpg

 

Dead Combo conquistam Disco de Ouro com “A Bunch of Meninos”

O duo atingiu o Disco de Ouro pelas vendas superiores a 7.500 exemplares

 

Os Dead Combo acabam de conquistar o Disco de Ouro com o seu mais recente álbum de estúdio, "A Bunch of Meninos", por vendas superiores a 7.500 exemplares.

 

O grupo formado por Tó Trips e Pedro Gonçalves tem-se celebrizado como um dos projetos mais originais e influentes da música portuguesa, sendo a sua música aclamada não só em Portugal, como além-fronteiras, tendo já atuado nos Estados Unidos, México, Brasil, França, Rússia, Alemanha, entre outros países.

 

Recentemente deram um concerto muito aplaudido no NOS Alive, como Dead Combo e as Cordas da Má Fama.



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

ndo tu ligavas mordias o lábio
e acabavamos sozinhos no teu carro
Não dizias não
Eh

Quando querias subir
Chamavas-me o teu boy
E acabavas agarrada aos meus lençois
Não dizias não
Tu não dizias não

Há coisas que não posso fazer, porque
Diz-me porque que tu não deixas de dizer
Que não devo continuar a me prender
Não posso continuar a me prender

Mas quando eu queria ligar-te a meio da noite
Dizias que não
Dizias que não

Quando queria fazer de ti minha princesa
Dizias que não
Dizias que não

Puxar o teu cabelo, ser mal educado
Viajar com a minha boca em todo lado
Nao dizias nao
Tu nao dizias nao

Hà coisas que não posso fazer, porque
Diz-me porque que tu não deichas de dizer
Que não devo continuar a me prender
Não posso continuar a me prender

Mas quando eu queria ligar-te a meio da noite
Dizias que não
Dizias que não

Quando queria fazer de ti minha princesa
Dizias que não
Dizias que não

Hà sempre alguem que conhece alguem que te conhece a ti
Eu tanto procurei que descubri
Todas as vezes qu'eu te perguntei
Dizias que não
Não condiz com o que me dizeram baby
Só não contava que fosse desta maneira assim
Eu perguntar a alguem próximo de ti
Ela tem um amante
Ele disse eu vou ser cru
Ela tem um amante, o amante és tu
Mas quando eu queria ligar-te a meio da noite
Dizias que não
Dizias que não
Quando queria fazer de ti minha princesa
Dizias que não
Dizias que não

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

jazz.jpg

 

22 julho | sexta-feira
Pátio Dimas, 22h00


Ciclo de Jazz
Sara Serpa & André Matos


A viver em Nova Iorque há cerca de seis anos, a cantora e o guitarrista têm visto o seu trabalho bastante aplaudido pela crítica norte-americana. Além do ‘New York Times’, que descreveu o seu primeiro álbum “Primavera” como “uma pérola pela sua beleza e precisão”, também as revistas ‘The New Yorker’ e ‘Jazz Time’ elogiaram o lado “encantador” do disco e a “cumplicidade estonteante” dos dois músicos.


Organização: CMS

©José Sarmento Matos. André Matos e Sara Serpa. July 2015.



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

All the way that you can't undone
For all the things that you can't unbroke
(say it again x2 )
For all the things that I say
I won't strike on the rain
I won't strike on the river

For all the things that I say
I won't struggle on my head
I won't struggle on my head now

Oh Jah of Creation
Oh Jah of Creation
(And I say, and i say )

All the way that you can't unrope
All the things that you can't back up
(say it again x2 )
For all the things that I've made
I won't strike on my way
I won't strike on my life

For all the things that I say
I won't struggle on my head
I won't struggle on my head now

Contacto para concertos / Contact for concerts:
- soulbrothersempire@gmail.com
- 965752016

© Soul Brothers Empire 2015

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

josecid.jpg

 

José Cid ARENAS TOUR

28 de Julho | Póvoa de Varzim
4 de Agosto | Figueira da Foz
 

É já no próximo dia 28 de Julho que José Cid leva ARENAS TOUR  à Póvoa de Varzim e, dia  4 de Agosto à Figueira da Foz, numa digressão  em formato voz e piano, que o músico  apresenta pelas principais arenas de Portugal.

Do alinhamento do espetáculo, farão parte os grandes e inigualáveis êxitos, de uma carreira de mais de 50 anos, juntamente com as canções que integram “Menino Prodígio”, o último álbum editado em 2015 e, também, alguns dos temas de “Clube dos Corações Solitários”, o próximo disco de originais, com data de edição agendada para o inicio do próximo  ano.

Integrada na tournée de verão do compositor de renome, ARENAS TOUR passará pelas principais cidades dos pais, entre Junho e Setembro, num ambiente de festa, com convidados especiais e um DJ à medida.


DIGRESSÃO ARENAS TOUR (Em Atualização)
 
28 DE JULHO | Póvoa de Varzim | 22h00 - Praça de Touros
4  DE AGOSTO | Figueira da Foz | 22h00 - Praça de Touros 

 Bilhetes:
Arena - €7,50
Bancada - €12,50

À venda nos locais habituais!  


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Meu caminho tá iluminado
Eu não posso ser eliminado
Black Swag tipo iluminati
Não pisa o meu estúdio ele é minado

Agora chora tipo que és mimado
Na noite passada não dormi nada
Eu quero esse game a ser dominado
Para mim haters já não são novidade

Eu tou a subir não sinto a gravidade
Nesse game eu nunca fui menor de idade
Faço merdas sem pensar na gravidade
Esse é o motivo dela ter engravidado

Só digo a verdade
O meu people sabe
Mas mantenho a pustura tipo um soldado
Pai que abandonou agora tem saudades
Relação que era doce virou salgada

Minhas amigas dizem que eu tou distante
Essa é a mesma frase que a minha mãe diz tanto
Tou na mesma fase da loucura que antes
A bombar tipo que ando com iraquianos

Tou na Via á anos
Todos os dias ando
Nessa estrada que antes não havia manos
Minhas namoradas faço de amantes
Porque o puto brilha tipo diamantes

E eu faço com que o teu peolpe me sinta
Nenhum mothafucker me tira a pinta
Por causa das letras que um gajo pinta
Tou rodeado de vacas tou numa quinta

E tudo o que eu digo acredita que é real
Tenho essas cadelas minha casa é um canil
Beats pa dropar eu tenho cá mil
Bitch pra chupar eu tenho a Camila

Vivo o meu sonho tipo um dejavu
Dou saltos altos tipo um canguru
De palco em palco tipo que é um assalto mãos ao alto porque eu vim buscar Kumbo ( Dinheiro )
Eu sei lidar com haters como tu
Tipo um obeso brother eu como tudo
Vou trancar o ano junto com o meu grupo
E lutar pra deixar os rappers de luto

Eu podia tar atrás da cela
Por causa da luta Nelson Mandela
Mas eu tenho uma swanty que me safa quando eu vou para a esquadra ela vai lá com a mãe dela

Renato Melo esse é o meu fella
Tou ciente eu quero more wella
Minha ex , chupava bem , mas um gajo nunca amou ela

Na street a fazer paca às 5 da matina
Sogra pergunta quando é que o damo atina
Estão com raiva vou ter que vos dar vacinas
Agentes perguntam quando é que o mano assina

Objetivo é por o Grupo todo em cima
Nova escola podes querer que um gajo ensina
E acho que a cigana acertou naquilo que disse quando ela me teve a ler a sina

( Uuuuuuh )
Fora do block a pausar com mais velhas
Pero as bitches aqui não há bilhas
Bom mel nada a ver com abelhas
( Uuuuuuh )
Sem muitos papos aqui levas grelhas
Na hora aqui ninguém te aconselha
Tou no bairro a por carnes na grelha

E só por causa do meu work
Hoje as bitches fazem twerk
Vão no club , pagam shot's
Viram o nome da T shirt
Os meus blood's têm shot's

Sabes que não falo de bebida
Sem muita conversa só quero essa grana porque pussy a mim qualquer baby dá

Por isso é que eu prefiro tar com o meu wi
No meu canto pausado a fumar weed
Pa poder esquecer os problemas que eu tenho e também daqueles que eu já cometi

Mãe eu vou te dar o que eu te prometi
O Diabo me disse que eu vou ficar rico
Nunca mais vai faltar pitéu no cubico
Vou te dar motivos pra poderes sorrir

Porque essa estrada o meu grupo já dominou
A deixar rappers no chão tipo dominó
Sou da Caverna estúdio que me iluminou
E é por isso que ninguém nos eliminou

Nos concertos nigga um gajo arassa
Enquanto o nigga Zyzy diz abana a rasta
Pra mostrar a raça
Tou em cima do palco com o meu brother Kappa (Kroa) a matar a garrafa

Por isso my nigga evita contactos
Se tu não queres ver os niggas com tacos
A deixar o teu corpo marcado e sabes bem que isso não tem nada a ver com tattos
Olha para a minha back são tantos
Metemos os teus niggas todos num canto
Porque eu sou um Diabo com cara de santo e o pouco que eu tenho não é porque eu canto

Tremo os niggas essa merda é sismo
Damas loucas tipo um exorcismo
Pretas e brancas não há racismo
Se conheces melhor nigga então vá diz me

Filhos das ruas todos vadios
Sou da igreja dou love a deus
Avisa o teu nigga e avisa a tua bitch que eu não preciso do teu love adeus

Mano olha só para mim
Diz me só no que que eu mudei
Mesmo nigga até chegar ao fim
Os meus eu nunca deixei
Porque eu (3x)
Eu nunca esqueço de quem sempre esteve cá para mim

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 20 de Julho de 2016

poeiras.jpg

 

 

Em Setembro, Oeiras vai levantar POEIRAS.

 

POEIRAS - "Em Setembro Oeiras vai levantar POEIRAS" da língua portuguesa - dias 9, 10 e 11 de Setembro no Parque dos Poetas em Oeiras
 

O POEIRAS vai oferecer uma programação inteiramente pensada nas famílias, com uma enorme abrangência de faixa etária e condições logísticas capazes de receber até 30 mil visitantes que poderão passar todo o tempo do evento desfrutar  em conforto e segurança de de actividades lúdicas, poéticas e absolutamente divertidas.

 

O POEIRAS nasce da vontade conjunta entre a Câmara Municipal de Oeiras e a Companhia de Actores, de dinamizar a nova fase do Parque dos Poetas e de aproximar o público a este espaço, contando ainda com a parceria estratégica da Ampla Portugal.


No POEIRAS vai acontecer uma programação alargada, que passa pela Música, a decorrer em dois palcos: o Palco Poeiras, que no dia 9 apresenta um concerto de Sara Tavares e no dia 10 uma grande celebração musical onde se apresentarão os Couple Coffe, Cristiana Águas, Biru e Luiz Caracol, num concerto que tem por pano de fundo a palavra, a cargo do actor Pedro Giestas, e que será seguramente inesquecível. O Palco Alameda apresenta artistas como Miroca Paris, André e Bruno Santos, Silvia Nazário e Cláudio Kumar, João Luzio, Yami Aloelela, Miguel Menezes, Raquel Marques, Teresa Macedo e Múcio Sá, entre outros.

 

A Palavra estará representada em 3 grandes recitais de poesia a cargo dos actores Pedro Lamares, Natália Luiza e António Fonseca, presentes no auditório. A tradição oral estará ainda representada por contadores de contos tradicionais provenientes de vários países lusófonos e pelas performances poéticas de Pedro Giestas e seus convidados.

  

Ao longo do jardim do Parque dos Poetas e durante todo o evento o POEIRAS tem ainda a oferecer várias acções destinadas às famílias como um festival de pipas brasileiras (papagaios), jogos tradicionais, acções culturais relacionadas com livros, oficinas de ritmos e de olaria e tantos outros programas, para além da gastronomia tradicional e do artesanato cultural, uma área de descanso e outra para piqueniques, complementados por uma variada oferta de comida e bebida, garantido assim todo o conforto para quem quiser passar os 3 dias no evento.

 
Resumidamente, o POEIRAS pretende posicionar-se como o melhor programa de fecho de verão para todos os que quiserem experimentar o Parque dos Poetas, considerado um dos maiores museus de escultura ao ar livre da Europa.
 
Em Setembro, Oeiras vai levantar POEIRAS!



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

paulobrissos.jpg

 


"Sem pensar em nada “é o novo tema extraído do álbum “Depois do fim do mundo" editado em Março. Este vídeo foi gravado em Portugal (Lisboa/Vila Franca de Xira) e Inglaterra (Londres/Manchester).

Rita Do Vale Capela | Atriz
Filipe Henriques | Realizador
Bruno Marques |Diretor de Fotografia
Bruno Marques, Ken Barnes, Filipe Henriques e Darren Giles | Imagem
Michelle Faustino| Maquilhagem 
 
Paulo Brissos e os Conselheiros de Estrada é um projecto que pretende trazer de volta a sonoridade dos anos 70, envolta em influências actuais, o blues, o rock e o hip-hop dão as mãos à crítica social, à caricatura e à sátira, de forma dinâmica e divertida, num contexto conceptual que aborda os temas fraturantes da nossa sociedade e do País, totalmente interpretados em português.

Os BCE são: Paulo Brissos (voz e guitarra); Hugo Ganhão (baixo); Gonçalo Santuns (bateria); Pedro Soares (guitarra e voz) e Diogo santos (teclados) e apresentam-se ao vivo no dia 21 de Agosto nas Festas do Mar em Cascais com dois convidados muito especiais: Cherry e Raffa Noise.
 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não te vais arrepender
aconteça o que acontecer
Nao importa o que vier

Se tu fores onde tu quiseres assim
Vem agora sem demora a vida e pra sentir assim
Mas agr que incomoda a vida e pra curtir!!
oh oh oh oh oh oh
uhuhuhuhuh
oh oh oh oh oh oh
uhuhuhuhuh
oh oh oh oh oh oh
Pés no chão que o coraçao
nem sempre fala com a razao
Mas nao te deixes desmurecer
um bom sorriso leva ao que quer
Assim
Vem agr sem demora a vida e pra sentir
Assim
Mas agr que incomoda a vida e pra curtir!
oh oh oh oh oh oh oh
uhuhuhuhuh
oh oh oh oh oh oh oh

uhuhuhuhuh
oh oh oh oh oh oh oh
A vida e pra sentir
A vida e pra sentir
A vida e pra sentir sentir sentir
oh oh oh oh oh oh oh
uhuhuhuhuh
oh oh oh oh oh oh oh
uhuhuhuhuh

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

casuar.png

 

 

“GAME OVER”, O NOVO ÁLBUM DE CASUAR:

 

O músico português CASUAR:, antigo membro de bandas como Dazkarieh e Donna Maria, acaba de editar o seu primeiro álbum a solo, intitulado “Game Over”, com o selo da Music In My Soul.

 

O registo sucessor do EP homónimo de 2014 já se encontra disponível para escuta nas principais plataformas de streaming e tem como singles de avanço os temas “Fuga” e “Mero Passo”, perfeitos exemplares da indie pop singular e inventiva que nos apresenta neste projecto one man band.

 

                                             

Nascido a 30 de Março de 1989 em Castelo Branco, Rui Rodrigues é filho de mãe portuguesa e pai moçambicano. O primeiro contacto que teve com a música foi nos escuteiros, onde aprendeu a tocar guitarra. Mais tarde, ingressou numa escola de música onde aprendeu a tocar guitarra elétrica, bateria e piano, alimentando assim a sua vertente multi-instrumentística.

 

Na adolescência tocava frequentemente covers de bandas de rock, punk e metal com os amigos. E, uns anos mais tarde, descobriu o mundo da World Music onde aprendeu a tocar percussões africanas, didgeridoo, fujara, gaita-de-fole, entre outros instrumentos tradicionais.

Quando acabou a escola, entrou em Biologia na Universidade de Lisboa mas desistiu passados poucos meses para poder seguir a sua verdadeira paixão: a música. Aos 19 anos, deu aulas de música numa escola primária e começou um curso de Produção Musical, que acabaria no ano seguinte. Perto de atingir o final do curso, Rui Rodrigues foi convidado para tocar na sua banda portuguesa favorita, os Dazkarieh. Começava aqui a sua carreira como músico profissional. Para além de experiência musical, foi aqui que despertou para o mercado da música em Portugal ganhando experiência na área do marketing musical.

Com Dazkarieh gravou 3 discos e fez mais de 150 concertos em Portugal e na Europa, em países como Alemanha, Espanha, Áustria, Suiça e Lituânia. Fez parte da formação de bandas de variados estilos como Stereo Parks (Indie/Rock), Pás de Probléme (World Music), mas destaca-se a presença na banda Voodoo Marmalade (Banda de Ukuleles) onde fez cerca de 100 concertos e onde teve a primeira experiência como compositor/produtor musical, compondo, gravando, produzindo e misturando o primeiro disco da banda.

 

Entre 2014 e 2015 destacam-se as participações como músico nas bandas Donna Maria e D.A.M.A (onde ainda se encontra em funções). Em finais de 2014 os Dazkarieh acabam com o último disco e a última tour, e dá-se o mote para a criação de um novo projeto musical one man band chamado CASUAR:

 

O primeiro trabalho foi lançado em Outubro de 2014. Trata-se de um EP homónimo com 5 faixas completamente auto-produzidas desde as letras até à gravação, da mistura e masterização ao design da capa. O tema “Monotonia” fez parte da compilação Novos Talentos Fnac 2015, tendo rodado durante esse ano na playlist da Antena 3.

 

No espaço de um ano fez mais de 30 concertos destacando-se: Toca a Todos (na Praça do Comércio, em direto para a Antena 3), Final do EDP Live Bands'15, NOS Alive'15 e Final do Cambra Fest onde acabou por sair vencedor. Em Julho de 2016 é lançada a edição digital do seu primeiro longa-duração, “Game Over”.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

EU QUERO

(1verso)

Es tão linda
Que nem pareces real
Estar contigo baby
Não há nada igual
Essa luz que encontrei no teu olhar
Me faz cada vez mais akreditar

(Pre coro)

É de mais vou me viciar
Toca minha mao
E me faz voar
Eu quero ser teu

(Coro)

Eu quero baby
Eu quero baby
Eu quero baby ser teu
Eu quero baby
Eu quero baby
Eu quero baby ser teu

(2verso)

Tu nao tens noçao
o que fazes comigo
tu me fazes bem
como ninguém
o que eu vou fazer
pra nao te perder
eu so quero ser teu

(Pre coro)

É de mais vou me viciar
Toca minha mao
E me faz voar
Eu quero ser teu

(Coro)

Eu quero baby
Eu quero baby
Eu quero baby ser teu
Eu quero baby
Eu quero baby
Eu quero baby ser teu

(DJODJE )

Mi ka kré f’ka sem bo
I love you baby
Mi ka ka pode f’ka sem bo
I love you baby han han

Eu quero baby
Eu quero baby
Eu quero baby ser teu
Eu quero baby
Eu quero baby
Eu quero baby ser teu


Letra Mika Mendes&Djodje&Claudio ismaël

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

passa.png

 

"Passa a Outro e Não ao Mesmo"

Projecto solidário volta a ser o disco mais vendido em Portugal

Pela segunda semana, o projecto solidário “Passa a Outro e Não ao Mesmo” volta a ser o disco mais vendido em Portugal. Com 11 canções de 11 artistas nacionais, as receitas da compilação revertem a 100% para 11 associações de solidariedade.

Todos os temas do projecto (que está disponível em todas as lojas e plataformas digitais) foram gravados no auditório da Rádio Comercial, cada um num período de 24 horas e com um desafio: a última frase do tema anterior tinha de servir como ponto de partida. As câmaras da Rádio Comercial foram acompanhando todo o processo, que agora pode ser visto  aqui.

Os convidados  David Fonseca, Diogo Piçarra, The Black Mamba, ÁTOA, Dengaz, Márcia, João Só, Amor Electro, AGIR, HMB e D.A.M.A., escolheram cada um uma associação da plataforma de solidariedade  Eu Ajudo, criada pela Rádio Comercial, e é para elas que beneficiam 100% das receitas deste disco.

A lista das canções e associações é esta:

1. David Fonseca - "Encontro Marcado" (Aldeias SOS)
2. Diogo Piçarra - "Já Não Estou" (Acreditar)
3. Black Mamba - "Amanhã" (Cais)
4. ÁTOA - "Sei Lá" (União Zoofila)
5. Dengaz - "Tudo Muda" feat. Matay e Di Noise (APAV)
6. Márcia - "Do Que Eu Sou Capaz" (PAR)
7. João Só - "Sabes Que Sou Capaz (Ajuda de Berço)
8. Amor Electro - "Mas Isso Não Me Satisfaz" (Fundação do Gil)
9. AGIR - "Dizendo Que Sim" (Banco Alimentar)
10. HMB - "Não Te Vais Arrepender" (Re-food)
11. D.A.M.A. - "Sinto" (Just a change)



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds