Segunda-feira, 4 de Abril de 2016

 

DUETOS DA SÉ - Restaurante Café Bar

Alfama | Lisboa

 

"Onde a arte e a gastronomia se encontram"

 

4º ANIVERSÁRIO DO DUETOS DA SÉ
 




AGENDA DE CONCERTOS DE ABRIL 2016

 

Domingo & Segunda-feira - CONCERTOS "IN FADO" – 21h30

 

Terça-feira - CONCERTOS "ALFAMA JAZZ" - 21h30

 

Quinta-feira - CONCERTOS - 21h30

 

Sexta-feira & Sábado - CONCERTOS - 22h00

 

 

 

PROGRAMAÇÃO DE CONCERTOS

DO DUETOS DA SÉ

ABRIL 2016 – 4º ANIVERSÁRIO

 

SEMANA 1

 

SEXTA-FEIRA 1 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

BOSSA E OUTRAS NOVAS

Sílvia Nazário (voz) & Cláudio Kumar (guitarra)

 

SÁBADO 2 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

"With Jazz in Mind and an Open Heart"

Beatriz Portugal (voz) & Nuno Ferreira (guitarra)

 

DOMINGO 3 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS IN FADO

FADO ENREDO

Daniela Mendes (voz) & André Marques da Silva (guitarra)

 

SEMANA 2

 

SEGUNDA-FEIRA 4 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS IN FADO

FADO INVERSO

Ana Roque (voz) & João David Almeida (guitarra)

 

TERÇA-FEIRA 5 DE ABRIL - 21h00

CONCERTOS ALFAMA JAZZ

Eduardo Cardinho (vibrafone) & André Rosinha (contrabaixo)

CONCERTO: - 22h00

Sylvie Lewis (voz, guitarra e piano)

 

QUINTA-FEIRA 7 DE ABRIL - 21h30

CONCERTO:

"A PALAVRA-PASSE"

André Gago (voz) & Carlos Barretto (contrabaixo)

 

SEXTA-FEIRA 8 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

TRIO MARCANGALHA + INÊS SOUSA

Bruno Santos (guitarra), Romeu Tristão (contrabaixo), André Sousa Machado (bateria) & Inês Sousa (voz)

 

SÁBADO 9 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

THIERRY RIOUX - "UNE MAISON FRANÇAISE"

Thierry Rioux (voz e guitarra), Gabriel Godoi (violão 7 cordas) & Máximo Ciuro (baixo acústico)

 

DOMINGO 10 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS IN FADO

QUASE UM FADO

Nadine Brás (voz), Artur Mendes (saxofone) & Diogo Martins (piano)

 

SEMANA 3

 

SEGUNDA-FEIRA 11 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS IN FADO

TERTÚLIA

Joana Amendoeira (voz) & Bruno Fonseca (guitarra)

 

TERÇA-FEIRA 12 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS ALFAMA JAZZ

"CINEMA & DINTORNI"

Massimo Cavalli (baixo eléctrico e contrabaixo), Ricardo Pinheiro (guitarra e efeitos) & Jorge Moniz (bateria)

 

QUINTA-FEIRA 14 DE ABRIL - 21h30

CONCERTO:

FAUKSA QUARTET

Hamza Toure (saxofones), Samuel Lercher (piano), Freddy Blondeau (contrabaixo) & Christophe Marguet (Bateria)

 

SEXTA-FEIRA 15 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

ISABEL RATO TRIO

Isabel Rato (voz e piano), Bruno Margalho (saxofone) & André Rosinha (contrabaixo)

 

 

SÁBADO 16 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

UNDERCOVER AGENTS FOR THE BLUES

Andreia Nunes (voz) & João Diogo Roque (guitarra e percussões)

 

DOMINGO 17 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS IN FADO

FADO PONTUAL

Fernanda Paulo (voz) & Múcio Sá (guitarra)

 

SEMANA 4

 

SEGUNDA-FEIRA 18 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS IN FADO

Cristina Andrade (voz) & Jon Luz (voz e guitarra)

 

TERÇA-FEIRA 19 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS ALFAMA JAZZ

TRIO PAULO BANDEIRA

João Paulo Esteves da Silva (piano), Bernardo Moreira (contrabaixo) & Paulo Bandeira (bateria)

 

QUINTA-FEIRA 21 DE ABRIL - 21h30

CONCERTO:

MIGUEL MARTINS & SAMUEL LERCHER "In Due"

Miguel Martins (guitarra) & Samuel Lercher (piano)

 

SEXTA-FEIRA 22 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

Beatriz Pessoa (voz) & Cláudio Alves (guitarra)

 

SÁBADO 23 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

Ana Rita Inácio (voz) & Nuno Tavares (piano)

 

DOMINGO 24 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS IN FADO

Sofia Ramos (voz) & Nuno Ramos (guitarra)

 

SEMANA 5

 

SEGUNDA-FEIRA 25 DE ABRIL - 21h30

CONCERTOS IN FADO

TIZZANA

Zana (voz) & Domingos Silva (piano)

 

TERÇA-FEIRA 26 DE ABRIL - 21h30

4º ANIVERSÁRIO DO DUETOS DA SÉ

CONCERTOS, JAM SESSION & CONVIDADOS

 

QUINTA-FEIRA 28 DE ABRIL - 21h30

CONCERTO:

Rita Marrafa de Carvalho (voz) & Miguel Teixeira (guitarra e piano)

 

SEXTA-FEIRA 29 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

DAMN NATION BLUES

Bárbara Lagido (voz), Flávio Neves (guitarra, bombo e voz) & João Pedro Luz (guitarra slide e harmónica)

 

SÁBADO 30 DE ABRIL - 22h00

CONCERTO:

PARTE DE MIM

Rui Drumond (voz) & Aleixo Franco (piano)

 

CONCERTOS:  5 €  (5 Euro)

 

Duetos da Sé - Restaurante Café Bar

 

Travessa do Almargem nº 1 B/C

ALFAMA, Santa Maria Maior

1100-019 LISBOA

 

**Encerrado à QUARTA-FEIRA / Closed on WEDNESDAYS

** (Excepto para reservas de grupos e eventos / Except for group bookings and events)

 

RESERVAS JANTAR / DINNER RESERVATIONS: 218 850 041

geral@duetosdase.com

 

 

Música instrumental, Fados, Jazz, Blues, Soul, Gospel, Música Erudita, Músicas do Mundo e um forte empenho na divulgação dos Músicos e da Música Portuguesa.

 

Venha conhecer um espaço inovador, um restaurante, um café, um bar, intimista, dinâmico e multi-funcional no coração de Lisboa, Alfama.

  

Duetos da Sé, Alfama, Santa Maria Maior, Lisboa



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Já fiz de tudo
Para te conquistar
Juntei o melhor em mim para te dar

Queria um tempinho
Um pouco de atenção
Pra'que o meu coração pudesse falar

Que tenho andado louco só para te ver
E essa tua indiferença só me faz querer
É que tu nem sonhas o que estás a perder
Eu não tenho joias para te oferecer
Nem carros de luxo pra te surpreender
Mas quero que saibas que não vou-me render

Digo lutar
Porque eu te amo
E tudo vou fazer para te provar

Digo lutar
Porque eu te amo
E o impossível vou fazer pra te amar

Eu tenho calma
Eu sei esperar
Estarei aqui quando esse dia chegar
Eu não vou insistir
Mas não vou desistir
Esse amor por ti faz-me acreditar

Que um dia tu vais-me querer tocar
E que nunca mais tu vais querer parar
Ainda não sabes mas sei que vais gostar

O tempo vai deixar e tu vais descobrir
Que nós fomos feitos para amar assim
E aí vais entender que não vou desistir.

Digo lutar
Porque eu te amo
E tudo vou fazer para te provar

Digo lutar
Porque eu te amo
E o impossível vou fazer pra te amar

Posso falar contigo?
Tens um...
Tens um tempinho para me ouvir?

Eu sei que sofreste mas...

Han
Sei que sofreste no passado que tens muito medo
Tás magoada que não queres ter ninguém tão cedo
Esquece o passado a nossa historia vai ser diferente
Estar juntos é destino não é nenhum acidente
Sei que eu vou ser o teu presente e não quem tu recordas
Não quero ser com quem tu dormes mas com quem acordas
De todas as mulheres do mundo és quem eu escolhi
Como o ar que eu respiro eu não sei viver sem ti
Quero tirar-te os sapatos massajar-te os pés
Dizer baixinho no ouvido a Deusa que és
Deitar-me na cama ao teu lado e enroscar-me em ti
E de manhã quando acordarmos cozinhar pra ti

Digo lutar
Porque eu te amo
E tudo vou fazer para te provar

Digo lutar
Porque eu te amo
E o impossível vou fazer pra te amar

Digo lutar
Digo lutar

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

pensão flor.jpg

 

FNAC Abril -  Chiado (Lisboa) dia 9 de Abril às 17h00
FNACs Maio ( Porto) dia 7 de Maio

  • Santa Catarina -17:00

  • NorteShopping - 22:00

 

Mais novidades brevemente !

Pensão Flor são:

Vânia Couto | voz

Tiago Curado de Almeida | guitarra , voz

Luis Pedro Madeira | piano, acordeão

Hugo Gamboias | guitarra portuguesa

Ni Ferreirinha | baixo acustico 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 3 de Abril de 2016
 
terrassemsombra.jpg
 
A interacção entre o património edificado, a música sacra e a conservação da natureza são os traços que distinguem o Terras sem Sombra que conjuga uma acção sistemática de salvaguarda da biodiversidade com os concertos programados, educando, sensibilizando e actuando em prol da natureza.

A igreja matriz de Santiago Maior, uma obra-prima do Gótico quatrocentista, estreitamente vinculada ao Caminho de Santiago, será palco da Petite Messe Solennelle, de Gioachino Rossini, dirigida por Alberto Zedda, antigo director musical do Teatro alla Scala, de Milão, e uma das grandes figuras da música internacional dos nossos dias.
Prevê-se que esta Missa seja um espectáculo tocado pela magia e ofereça o ponto de partida para o passeio de biodiversidade que se realiza no dia seguinte ao concerto, no domingo pela manhã: De Santiago do Cacém a Santiago de Compostela - Conhecer, Salvaguardar e Valorizar o Caminho Português no Sudoeste.

Esta iniciativa percorre um troço histórico do Caminho de Santiago, nos arredores de Santiago do Cacém, ligando esta cidade ao antigo convento de Nossa Senhora do Loreto, outrora um importante apoio aos peregrinos vindos do Cabo de São Vicente.
O caminho é o grande protagonista da iniciativa – pelo que significa em si mesmo, pois caminhar na natureza é também uma forma essencial de alertar para o reconhecimento e a salvaguarda da biodiversidade, e pela ligação à antiga via de peregrinação a Compostela, o “Caminho de Santiago”, primeiro Itinerário Cultural da Europa.
A partir destas duas premissas, a acção propõe uma leitura atenta da paisagem e dos seus valores culturais e naturais, com realce para o montado, habitat através do qual discorre, e, muito especialmente, do sobreiro, referência primordial deste ecossistema, que hoje enfrenta um severo problema de declínio.
O montado, o sobreiro, a cortiça e tudo o que gira ao redor destes elementos constituem eixos privilegiados das acções do Terras sem Sombra. É de salientar que estamos numa zona que constitui uma retaguarda fundamental da plataforma industrial e portuária de Sines e de uma triangulação de três cidades: Santiago do Cacém – Vila Nova de Santo André – Sines.
O convento do Loreto, há longos anos em ruína, é circundado por uma extensa mata de sobro plantada pelos frades franciscanos no século XVI, uma operação florestal documentada. Urge recuperar os vestígios desta casa religiosa e do património a ela associado, tornando o local um ponto privilegiado de contacto com a natureza.

Recentemente o Ministro da Cultura manifestou o seu compromisso “entusiasta” para tudo o que significa o Caminho de Santiago e estão a ser feitos esforços de valorização do Caminho Português de Santiago, que pretende ver classificado pela UNESCO até 2021. O FTSS chama assim a atenção para o Caminho Português de Santiago no Sudoeste, alertando para o facto de que este não pode continuar a privilegiar-se, em exclusivo, os seus segmentos no Norte do País, sob pena de se amputar uma parte considerável da história das peregrinações na Península Ibérica. O Caminho de Santiago é um fenómeno redivivo no Alentejo e no Algarve e são cada vez mais os peregrinos que redescobrem a beleza e o alcance patrimonial e religioso das vias que se dirigem para Compostela.
 
De entrada livre, o Festival é organizado pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja e prolonga-se até  2 de Julho. De Santiago do Cacém segue para Ferreira do Alentejo, Odemira, Serpa, Castro Verde e Beja, sob o título Torna-Viagem: o Brasil, a África e a Europa (Da Idade Média ao Século XX). Um hino ao Baixo Alentejo: à beleza dos seus espaços naturais e ao prazer da descoberta cultural.
 

Programa Santiago do Cacém

2 de Abril de 2016 [21H30]
Santiago do Cacém Igreja Matriz de Santiago Maior
Petite Messe Solennelle, de Gioachino Rossini

Soprano Isabella Gaudí
Meio-soprano Cecilia Molinari
Tenor Sunnyboy Dladla
Barítono Pablo Ruiz
Coro de Cámara de El Molino
Direcção coral Eugenia Durán
Piano-harmónio Ruben Sánchez-Vieco, Josu Okiñena
Direcção musical Alberto Zedda
 
3 de Abril [10:00]
De Santiago do Cacém a Santiago de Compostela: Conhecer, Salvaguardar e Valorizar o Caminho Português no Sudoeste


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

ocf.jpg

Auditório Municipal Eunice Muñoz
Dias 8, 9 e 10 de Abril
dois concertos por noite.

Preço dos bilhetes:
plateia: 15€  
balcão: 10€

Passes: 3 dias
plateia:35€
balcão: 25€
 

À venda nos  locais habituais
 
OCF
site oficial





publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

tapadinhas.jpg

 

 

DANIEL TAPADINHAS
Concerto Nu Palco


Preço: 5 / 7,5  €

Um músico que tem com a ACERT uma relação fraterna, apresenta-se (NU) palco que é também a sua casa.

Daniel Tapadinhas tem vindo a namorar ternamente com a ACERT desde que a conheceu. Sedutor pela alegria que transmite àquilo a que se entrega, é tripulante musical de muitas embarcações, sempre  com uma generosidade e solidariedade ímpares. O palco vai pertencer-lhe como morada partilhada com uma ACERT que, tal como “a” sua trompete - “o” seu trompete, é também hermafrodita: “o” ACERT – “a” ACERT. Coincidências de género para dois instrumentos onde Daniel Tapadinhas deixa marcas de identidade subtis.


PREÇO: 7,50€ / Associado: 5€ / Descontos: 6€ / Desempregado: 2,50€ /Bilhete família disponível


Ficha Técnica


Um fura-bolos engenhoso que reparte a sua atividade em múltiplos projetos. É professor de trompete no Conservatório de Música de Coimbra, onde começou os estudos, seguindo depois para a ESMAE, onde concluiu a Licenciatura em Trompete. Tudo começou em Taveiro, onde nasceu. Aos 9 anos era executante na Filarmónica União Taveirense onde deu os primeiros passos na música.

Estendeu a sua ação como fundador e diretor artístico da Big Band e Banda Juvenil da F.U.T. e da Banda Sinfónica Juvenil do Centro.
Foi um dos membros fundadores do Ensemble Sinfónico de Metais Português e executante do Grupo de Instrumentos de Sopro e Orquestra de Camara de Coimbra, Big Band de Jorge Costa Pinto, Sinfonieta e, mais recentemente no Alma de Coimbra, entre muitas outras colaborações.


Colaborador em arranjos musicais para peças de teatro e, de forma mais aconchegada com a ACERT, como maestro da Orquestra Aeminium, músico doJudas, Viagem do Elefante, Terra Da Fraternidade (Tom de Festa) e como músico convidado de A Cor da Língua ACERT em vários espetáculos.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Foi num momento
Em que menos esperava
Quando a onda do mar do amor bateu em mim
Fui levada
Pelo forte corrente
Sem me aperceber perdi controlo e ceguei
Houve quem nos chamasse precipitados
Que se apaixona assim
Não pode ser real
Ouve bem pois tu nem se quer o conheces
Ainda bem que não ouvi
Hoje só tou feliz

Refrão
Hoje sou feliz
Não nego que hoje sou feliz
Ao pé de ti eu sou feliz
Não nego que hoje sou feliz
Sou tao feliz

Foi curioso
Encontrar o meu sonho
No momento em que eu parei de procurar
Confesso
Que naquele instante
Foi-me um pouco difícil de acreditar
Que para amar não temos que viver com medo
De partir o coração
Ou de sofrer em vão
Hoje olho pra trás e não me arrependo
Eu faria tudo igual
Só para ser feliz ao pé de ti

Refrão
Hoje sou feliz
Não nego que hoje sou feliz
Ao pé de ti eu sou feliz
Não nego que hoje sou feliz
Sou tao feliz

Sou feliz

Houve quem nos chamasse precipitados
Que se apaixona assim
Não pode ser real
Ouve bem pois tu nem se quer o conheces
Ainda bem que não ouvi
Hoje sou tao feliz

Refrão
Hoje sou feliz
Não nego que hoje sou feliz
Ao pé de ti eu sou feliz
Não nego que hoje sou feliz
Sou tao feliz
Hoje sou feliz
Não nego que hoje sou feliz
Ao pé de ti eu sou feliz
Não nego que hoje sou feliz
Sou tao feliz

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 2 de Abril de 2016

gula.jpg

 

 

GULA
Café-concerto



Uma banda de fusões e experimentações, onde o rock e a música ambiental assumem papel de destaque.

Formação criada em 2011, o seu trabalho de composição musical partiu de improvisos que acabaram por levar à fusão do rock com sons ambientais. Assim começou a surgir a identidade dos Gula.


Este será um concerto recheado de uma panóplia de sabores que vão do acre ao delicodoce, servido com uma consciência geracional e social que encontra na música uma ferramenta ígnea e loquaz a ser empenhada numa vocação interventiva.


Os membros de Gula, que vêm de outras bandas e projetos, trazem consigo um universo musical diferente que veio enriquecer a sonoridade do coletivo.

Gravaram o EP de estreia O Ano da Fome nos Malware Studios, com David Jerónimo (FF, Concealment), onde selecionaram cinco músicas intensas.

Em 2013, "Portugal em Chamas" foi o single de estreia, cujo vídeo esteve em destaque no Myspace Portugal e no Palco Principal.

 

Local:  Bar ACERT
Data/Hora:  Sáb, 9 abr'16 às 23:30

Entrada gratuita

Ficha Técnica


Guitarra, voz: João Campos
Guitarra: Jorge Albuquerque
Bateria: Vitor Calado
Baixo: Luís Santos
Teclado e Synth: Teclas



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:Z7MQKuzuo3MJ:lyricstranslate.com/es/nsoki-vai-te-embora-lyrics.html+&cd=1&hl=en&ct=clnk&gl=pt#ixzz44KVU1yg4

Sempre que nós temos um problema tu me fazes voltar
E acreditar que tudo vai mudar
E mesmo eu sabendo que tu nunca irás mudar
a tua forma de falar, me fazes recuar
Já é um padrão eu tentar justificar os teus erros
Mas já não consigo
Dás-me sempre jajão, tu te estás a aproveitar
Porque sabes que eu não te resisto

Não quero me magoar (não quero, não)
Não quero mais tentar
Não quero mais chorar (não quero, não)
Já não vou me humilhar

De te perder eu tenho medo
Odeio o que tu fazes comigo
Mas adoro o teu jeito
Teu jeito de me seduzir
Depois eu me arrependo baby de recuar
Pois eu não entendo como é que tu me fazes voltar
Eu não sei porque que tu continuas aqui
Só quando te apetece é que voltas pra mim
Baby eu não sei quanto tempo mais eu vou ter de suportar

Não te quero, mas não te quero perder
Estou confusa, já não sei o que fazer
Me tratas tão mal, mas sabe tão bem
Quando me enganas, que eu sou tua e tu és meu

Humilhas o meu coração e tu só me fazes sofrer
Tu não és homem pra mim, mas não te quero perder
Vai-te embora e me deixa ser feliz
Eu sei que vou sofrer, mas eu vou conseguir
Vai-te embora e não me fazes recuar
E não me peças pra voltar, não não

Já é um padrão eu tentar justificar os teus erros
Mas já não consigo
Dás-me sempre jajão, tu te estás a aproveitar
Porque sabes que eu não resisto

Não te quero, mas não te quero perder
Estou confusa, já não sei o que fazer
Me tratas tão mal, mas sabe tão bem
Quando me enganas, que eu sou tua e tu és meu

 

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

rfmsomnii.jpg

 

 

O RFM SOMNII tem o enorme prazer de anunciar: HARDWELL!

 

A Praia do Relógio, na Figueira da Foz, prepara-se para receber aquele que foi o mais recente DJ a figurar no número 1 do top dos maiores DJ’s do mundo, por 2 anos consecutivos, e atual detentor de 6 galardões nos IDMA (Anual International Dance Music Awards), entre eles o de melhor DJ Global 2016.

 

Conhecido pela espetacularidade e profissionalismo das suas produções e espetáculos, bem como pelo envolvimento especial que gera com o público, um pouco por todo o globo, fruto de uma personalidade simples e amistosa, Hardwell traz ao RFM SOMNII não só a sua simpatia, mas um espetáculo absolutamente demolidor e com muitas surpresas.

 

Depois de ter tocado no Ultra Music Festival, este mês de março, em Miami, com um envolvimento cibernético de 14 milhões de fãs, espalhados por 152 países, depois dos mais prestigiados prémios, de fazer parte dos lugares cimeiros de praticamente todos os rankings de EDM, e do prestígio que a sua editora, a Revealing Records, tem na indústria e entre os seus pares, Hardwell não tem mais nada a provar. Tê-lo ao vivo é um privilégio para qualquer evento.

 

É por isso com um enorme orgulho que o RFM SOMNII anuncia, como um dos cabeças do seu cartaz de luxo, Hardwell – um dos mais respeitados DJ’s do mundo, pronto para um espetáculo que vai ficar para a história do RFM SOMNII e da Figueira da Foz.

 

O cartaz está praticamente fechado e a organização espera que atraia à Praia do Relógio cerca de 100 mil pessoas nos dias 08, 09 e 10 de Julho. Por isso amanhã, sexta-feira, arranca também a segunda fase de venda de bilhetes em toda a Rede Blueticket e no Casino Figueira*.

 

Está definitivamente elevado o nível desta edição do RFM SOMNII que este ano terá como televisões oficiais a SIC e a SIC Radical, garantindo a amplificação do evento.

 

RFM SOMNII – O Maior Sunset de Sempre! para o melhor verão de sempre.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 1 de Abril de 2016
Os  SWEET NICO apresentam o seu album "R Evival"  O álbum foi edição de autor e está a ser distribuido a nivel mundial  e disponível para audição apartir de hoje em todas as plataformas digitais tais como: Spotify, Itunes, Amazon, Bandcamp.
 
Para ouvirem o disco podem clicar neste link:
https://sweetnico.bandcamp.com

É também acompanhado por um vídeo filmado em NYC pela produtora Moopie em estilo curta metragem que nos faz viajar pelo disco todo percebendo melhor o conceito do mesmo.


SWEET NICO é um projecto de Lisboa que surge no final de Setembro de 2015.  É uma sonoridade doce indie dream pop que nos remete para um universo cinematográfico de um filme do Andy Warhol dos anos 60,  podiam muito bem ser uma banda da editora de Andy "The Factory" , estão obviamente a fazer uma homenagem à Nico dos Velvet Underground, algumas influências do passado tais como Beach Boys, Doors,Ritchie Valens, Paul Anka, Roy Orbison, Beatles,Everly Brothers,Santo & Johnny, Elvis Presley, algumas influências  entre os anos 80 como os MazzyStar e os Jesus And Mary Chain e mais actuais tais como Beach House Grizzly Bear,Animal Colective,Vampire Weekend .

É uma viagem intensa de calor e aconchego quando se ouve um tema dos SWEET NICO, o primeiro single de avanço do álbum " R Evival"  chama-se “Panda Heart” e já passa na Antena 3.

https://www.youtube.com/watch?v=8Y6_BITysi0

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Pediste um tempo pra' que?
Se o tempo passa e eu percebo que não quero estar sem ti
Pediste um tempo pra' que?
Agora jura que me mentes no momento em que disseres que estas melhor assim
que estas melhor assim
Assim longe de mim
Que estas melhor assim

Terte aqui comigo
eu ja te disse vamos dar volta
sei que eu já fui o teu vicio
vem vem
Não é preciso sensatez
Entao vive agora como se fosse a primeira vez
não
Quando pensas te que te tinha falhado
não deu
tu criticas te por não estar ao teu lado
mas eu
sei que não é a coisa certa
confessa
sei que com o tempo vais fazer a escolha certa

Só penso em cada toque
cada abraço não me esqueço
teres partido e virado o meu mundo do avesso
sim eu sei tu não fizeste por mal
havia uma folha em branco sem um ponto final
Mas arriscaste e riscaste tudo aquilo que temos
sem negares que sou eu que sabe os teus segredos
Sem olhares nos meus olhos pra' não te perderes
e se estas melhor assim nao ligues tantas vezes

Pediste tempo pra' que?
Se o tempo passa e eu percebo que quero estar sem ti
Pediste um tempo pra' que?
Agora jura que me mentes
no momento em que disseres
que estas melhor assim
que estas melhor assim
assim longe de mim
que estas melhor assim

Se eu te disse se tudo aquilo que eu sinto
tudo aquilo que eu finjo
tudo aquilo que eu tento

Mas queres espaço
não precisas de mim
só precisas de ti
só precisas de tempo

Tu és o meu ponto forte
eu sou o teu ponto fraco
Eu pus os pontos nos i's
puseste os pontos de parte

Não te estou a pressionar
sei que nada é para sempre
mas desculpa ter pensado que contigo era diferente

Agora fica a indiferença e fica só na consciência que foi nas linhas do teu corpo que eu escrevi a minha essência
Vais me procurar nos outros
sei que tens essa tendência
e tu insiste neste tempo e pra' eu ter paciência

e eu espero e desespero sem que nada aconteça
a escrever e a apagar poemas sem que mereças
e lá estas tu
as voltas na minha cabeça porque a algo em mim que diz que não queres que eu te esqueça

Pediste um tempo pra' que?
Se o tempo passa e eu percebo que não quero estar sem ti
Pediste um tempo pra' que?
Agora jura que mentes no momento em que disseres
que estas melhor assim
que estas melhor assim
assim longe de mim
que estas melhor assim

Criei musica ao teu ouvido
sou o homem por traz da pauta
sussurando assim baixinho a melodia que faz a falta
Parece um frio num corpo quente
Ela já não faz falta
Levei te a lua porque pensei que nada bate astronauta

Pediste espaço e tempo
eu dei te tempo e espaço
em vez de espaço no tempo
perdeste tempo no espaço
Não prometes que te comprometes
o clima arrefece aqui dentro
e mesmo quando o sol brilha
os dias premanecen cinzentos
nunca pensei que tu me amares era uma misão impossivel
Não me peças desculpas por tu seres tão previsivel

Se mentir e feio então
querida tu tas horrível
essas lágrimas que escorrem
sao negras da cor do rimel
eu ja nem te sinto ao longe fico sempre sem medos
não quero saber a verdade
toda a gente tem segredos
eu sinto os teus cinco dedos em tudo que abala em mim
todas as musicas que oiço parece que falam de ti
umas dizem para agir outras dizem par' deixar
umas dizem pra' sorrir outras dizem pra' chorar
mas é facil de me iludir por isso deixam me a pensar que é mais facil fazer te ir do que fazer te voltar

Pediste tempro pra' que?
Se o tempo passa e eu percebo que quero estar sem ti
Pediste um tempo pra' que?
Agora jura que me mentes no momento em que disseseres
que estas melhor assim
que estas melhor assim
assim longe de mim
que estas melhor assim

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Workshop de Orquestra de Jazz.jpg

 

 

ATIVIDADE TERÁ LUGAR NO CENTRO CULTURAL DA BRANCA
WORKSHOP DE ORQUESTRA DE JAZZ 2016


O CMJ está a organizar um Workshop de Orquestra de Jazz, no Centro Cultural da Branca, no dia 9 de abril, orientado pelo Professor e Formador Paulo Perfeito.

O Conservatório de Música da Jobra (CMJ) está a organizar um Workshop de Orquestra de Jazz, orientado pelo Professor Paulo Perfeito, que se vai realizar no dia 9 de abril, das 09h00 às 14h00, no Centro Cultural da Branca. Esta atividade destina-se a jovens entre os 13 e os 20 anos de idade, com ou sem experiência na prática de instrumento ou voz.


No Workshop de Orquestra de Jazz os participantes poderão experimentar os seguintes instrumentos: saxofone, trompete, trombone, piano, vibrafone, guitarra, contrabaixo, baixo elétrico, bateria e voz.


As inscrições podem ser feitas no nosso site ou diretamente nos serviços administrativos do CMJ.

 

Para mais informações contacte-nos através do email secretaria@jobra.pt ou do telefone 234 541 300



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Olhas pra mim, mas não te sinto cá
já não sorris, o que tens sei lá
se voltasses atrás no tempo, tentavas mudar,
hmm
íamos para outro lugar
sei que não sou fácil, não importa
mas mesmo assim tu sabes dar a volta
tinhamos tudo pra dar
mas olha pra nós e vejo que é tarde
tinhamos tudo pra dar
o que é que faltou para ser de verdade
e agora, estou perdida porque foste embora
fiquei sem chão e a contar as horas
pra saber se também estás assim
ohh
tinhamos pra dar
e agora, o que queres não sei,
fico á nora e sem saber quem
se voltasse atrás no tempo, tentava mudar
hmm
leváva-te para outro lugar
sei que não é fácil, não importa
mas mesmo assim, tu sabes dar a volta
tinhamos tudo pra dar,
mas olha pra nós e vejo que é tarde
tinhamos tudo pra dar,
o que é que faltou para ser de verdade
e agora, estou perdido porque foste embora
fiquei sem chão e a contar as horas,
pra saber se também estás assim
tinhamos tudo sem ter nada
tinhamos um mundo sem fadas
e eu já não sei quem és
ohhh eihh
tinhamos tudo sem ter nada
tinhamos um mundo sem fadas
e eu já não sei quem és
tinhamos tudo pra dar,
mas olha pra nós e vejo que é tarde
tinhamos tudo pra dar,
o que é que faltou para ser de verdade
e agora, estou perdido porque foste embora
fiquei sem chão e a contar as horas
pra saber se também estás assim
tinhamos tudo pra dar

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar | ver comentários (1)

 

 

Letra

 

Ela é dama do business, ei Ela manda, e desmanda, ela é boss, ela faz porque pode

Ela é dama do business, ei Ela manda, e desmanda, ela é boss, ela faz porque pode
Essa dama não tem coração, mas ela vai-te dar esperanças
O sorriso dela vale um milhão, mas ela não dá confiança

O amor dela é uma prisão, e ela cobra-te a fiança
Ela não tem competição, deixa as outras damas à distância
Óculos da Versace, Yves Saint Laurent
Cinto dela é da Moschino, só do Louis Vuitton

Tem metade do teu salário em marcas de batom
Ela pensa, ela diz, ela faz

Ela é dama do business, ei Ela manda, e desmanda, ela é boss, ela faz porque pode
Ela é dama do business, ei Ela manda, e desmanda, ela é boss, ela faz porque pode
Ela desmonta a tua carteira, tu comigo e tu nem notas
Se o assunto é guita ela desmonta as tuas notas
Dama do business por isoo toma nota
Quando fui detido pela vi a foto dela na PJ

Crise financeira para ela é anedota
Dinheiro fala alto e ela é poliglota
Conhece bué hotéis à pala dos cotas
Mas ela nunca mete os cotas com ela na foto
Compras em Miami, escala em London

Férias no Rio de Janeiro sem gastar l'argent
Teve um tempo fora mas já está de volta

Porque o ex marido dela já bateu as botas
Fazer guito agora é tudo que lhe importa
Ela é dama do bussiness, ei Ela manda, e desmanda, ela é boss, ela faz porque pode
Ela é dama do bussiness, ei Ela manda, e desmanda, ela é boss, ela faz porque pode

E ela diz que ela me ama mas no fundo eu sei que não
Está sempre em telenovelas, fora da televisão
Porque ela é dama de negócios e esquemas
Está sempre envolvida em problemas
Está sempre envolvida em problemas
Não me enganas nem vale a pena
Ela é dama do bussiness, ei Ela manda, e desmanda, ela é boss, ela faz porque pode
Ela é dama do bussiness, ei Ela manda, e desmanda, ela é boss, ela faz porque pode



publicado por olhar para o mundo às 01:13 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds