Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

summerjammin.jpg

 

 

SUMMER JAMMIN @ Santa Cruz

 

O Fenómeno da Música Portuguesa.

 

A TRANSFORMA, organização sediada em Torres Vedras, apresenta o regresso do SUMMER JAMMIN - ciclo de concertos que apresenta algumas das propostas musicais mais relevantes no panorama nacional.

 

30.07 Capitães da Areia + Trêsporcento

06.08 Márcia

20.08 A Jigsaw

27.08 B Fachada

 

O SUMMER JAMMIN nasce no âmbito do Jammin, concertos com periodicidade mensal que contribuem para a revitalização do centro urbano de Torres Vedras. Após o sucesso dos vários espetáculos (Linda Martini, Filho da Mãe, NBC, Rita Redshoes, Capitão Fausto, Noiserv, Samuel Úria, entre outros), e numa altura em que uma grande percentagem da comunidade torriense se desloca para a costa, a Transforma leva o JAMMIN para Santa Cruz, com uma programação ainda mais forte.

 

Esta atividade está incluída no programa “Onda de Verão” de Santa Cruz. Os concertos ocorrerão na TRANSFORMA.NAVE, uma sala de espetáculos efémera, irreverente e inovadora, no centro de Santa Cruz e com vista para o mar.

Junta a família e amigos: depois da praia, começa a festa!

 

HORAS: 22h

PREÇO: 5€ dia | bilhetes disponíveis nos postos de turismo em Santa Cruz e Torres Vedras e na Transforma.CAIXA (Praça do Município)

LOCAL: Miradouro Praia Santa Helena, Santa Cruz, Torres Vedras

 

Apoios:

Torres ao Centro

Mais Centro

QREN

União Europeia

Câmara Municipal de Torres Vedras

SASLBM (advogados)

IEFP

Águas do Vimeiro

Slingshot

KontraProduções

 

Media Partners:

Antena 3

Música em DX

 

MAIS INFORMAÇÕES:

www.transforma.org.pt

info@transforma.org.pt

 

Letra

 

Não tenho horas pra deitar
Nem tenho quem adormecer
Não tenho motivos pra acordar
Sinto o meu corpo a doer

Meus olhos no infinito
Com o futuro que eu lhes dei
Na esperança eu me vou indo
Correndo atrás
Do meu sonho lindo

Tinha uma voz que sossega
E a cada noite de entrega
Trazia paz ao coração
Pode um amor tão incerto
Fazer florir o deserto?
Quer viver na solidão

Não tenho horas pra deitar
Nem a quem dar satisfação
Tenho rio e tenho mar
Tenho o consolo da canção

Meus olhos no infinito
Hão de ver sol dourar que eu sei
Na esperança eu me vou indo
Correndo atrás do meu sonho lindo

Eu tinha voz que sossega
O dom da verdade entrega
Mas durava apenas um serão
Pode um amor tão incerto
Fazer florir o deserto?
Quer viver na solidão

Tinha uma voz que sossega
O dom da verdade entrega
Mas durava apenas um serão
Como uma linha de ferro
E a cada terra te enterro
Pra salvar o meu coração

 

mopho.jpg

 

MOPHO com novo single

Novo single dos Mopho é “Fácil” de ouvir

Os Mopho têm um novo single, "Fácil" que estreou no passado dia 13 de maio.


Este tema é o segundo retirado do EP homónimo da banda algarvia, editado no final de novembro de 2014 pela Music In My Soul, e sucede ao single de apresentação, “Quadro”.


Entretanto decorrem já as primeiras sessões de pré-produção do primeiro longa duração que se espera esteja disponível no início do próximo ano, até lá disfrutem deste novo tema.

 

 

penfidélico.jpg

 

 

1.º Festival de Jazz no Coreto do Calvário em Penafiel

 

"Penafidélico, música de cá e do além"

 

 

A cidade de Penafiel recebe a primeira edição de um projecto no âmbito do orçamento participativo da Junta de Freguesia, uma ferramenta inovadora de participação cívica no panorama do concelho e da região.

 

A proposta é a de associar públicos e músicos locais a nomes de referência do jazz nacional.

 

O Penafidélico, é assim o nome deste festival de música, terá lugar no dia 27 de junho, a partir das 16 horas, no jardim do Calvário.

 

O histórico e emblemático coreto junto ao lago do jardim será o palco do programa musical.

 

Zé Miguel Moreira Sexteto, Quintetos de Eduardo Carrinho e de José Vale, Hopps Trio e trio Td3, são as bandas. O som ambiente estará a cargo de José Oliveira e José Vinha. Todos os espectáculos são gratuitos.

 

"Antecâmara do Evento Largo"

 

A primeira edição do Penafidélico marca também o regresso do "Evento Largo" ao centro da urbe penafidelense.

 

Realizado, normalmente, no Largo da Ajuda e em toda a zona circundante promete este ano alargar-se a outras áreas da segunda cidade mais antiga do distrito do Porto, naquela que se espera ser a maior edição de sempre.

 

O Evento Largo é organizado por um grupo informal de cidadãos e entidades penafidelenses, com o intuito de dinamizar o centro histórico da cidade, incutindo dinâmica social, cultural e económica.

 

Cartaz Penafidélico 2015

 

Miguel Moreira Sexteto

Eduardo Cardinho Quinteto

Zé Vale Quinteto

Tde3

Hopps Trio

Música ambiente por José Oliveira e José Vinha

tradiio.jpg

 

Isto Não é o Milhões de Festa com o Tradiio de Norte a Sul do país

 

O festival Milhões de Festa entra em tour na contagem decrescente até Barcelos, passando um pouco por todo o país com actuações de Flamingods, Jibóia, Equations, Plus Ultra, LAmA, Killimanjaro, Memória de Peixe, Tresor&Bosxh e Hysterical One Man Orchestra. 


Os Galgo e Duquesa entram nas contas através da aliança com o Tradiio.
 

Em antecipação do festival, que acontece de 23 a 26 de Julho em Barcelos, o Isto Não é o Milhões de Festa serve de aquecimento, um pouco por todo o país, invadindo sete cidades do país, durante os meses de Junho e Julho. 

 

A programação foca-se no espírito do festival, assegurando bandas que por lá passaram e que boas memórias deixaram, dos quais se destacam os radicados no Reino Unido Flamingods e o senhor-serpente Jibóia, que protagonizou a maior experiência de encerramentos e palco principal a que Barcelos já assistiu.

 

O Isto não é o Milhões de Festa marca, ainda, uma parceria com o Tradiio, plataforma de música à qual se foi buscar Duquesa e Galgo para os alinhamentos dos melhores aquecimentos do ano, que se estenderão até ao dia D, 23 de Julho, data de início do festival. 

 

As celebrações começam já no próximo dia 27 de Junho em Lisboa, no Clara Clara Café do Jardim Botto Machado, com actuações de Jibóia, Galgo, LAmA e pós-festa assegurada pela soundsystem da Lovers & Lollypops. Como boa festa, será de entrada livre. 

 

Isto Não é o Milhões de Festa '15 - programa completo


Sábado, 27 de Junho, 16h - Clara Clara Café no Jardim Botto Machado, Lisboa - Entrada Livre

JIBÓIA
Galgo
Lama


--
Domingo, 28 de Junho 16h - Aqui Base Tango, Coimbra - 3€

Duquesa
Tresor&Bosxh
Hysterical One Man Orchestra
L&L Soundsystem


-- 
Sábado, 04 de Julho, 17h - Vila Real

 

-- 
Sábado, 04 de Julho, 17h - Vila Real

Killimanjaro
Equations
L&L Soundsystem


-- 
Quinta, 09 de Julho, 18h - Maus Hábitos, Porto - 7€

Flamingods
Killimanjaro
Duquesa
L&L Soundsystem


-- 
Sexta, 10 de Julho, 22h - Salão Medieval da UM, Braga - Entrada Livre
Comemorações do 26º Aniversário da RUM

Duquesa
HOMO/ Hysterical One Man Orchestra


-- 
Sábado, 11 de Julho 22h - Porta 11, Monção - Entrada Livre

Plus Ultra
L&L Soundsystem


-- 
Sexta, 17 de Julho 18h - Casazul, Barcelos - 5€

Memória de Peixe
Killimanjaro
Duquesa


Os portadores do bilhete do Milhões de Festa terão desconto de 50% nas festas de apresentação.

 

Letra

 

Nunca tive tanto amor p'ra oferecer
E sem ter a quem o dar vivo tão triste
Já nem percebo se é dor ou se é prazer
O que sinto ao recordar quando partiste
Já nem percebo se é dor ou se é prazer
O que sinto ao recordar quando partiste


Sinto ter chegado ao fim e no entanto
Sei que o fim volta ao início para nós
E que vai nascer em mim e no meu canto
Esta dor que é o meu vício e minha voz
E que vai nascer em mim e no meu canto
Esta dor que é o meu vício e minha voz


Hei-de por os teus lençóis na minha cama
Para quando adormecer longe de ti
Lembrar que uma vida a dois para quem ama
É razão p'ra se viver como eu vivi
Lembrar que uma vida a dois para quem ama
É razão p'ra se viver como eu vivi


E se hei-de entregar ao fado o nosso amor
Este amor que terminou ao começar
Mesmo que eu esteja calado e sem compor
É no fado que eu me dou por te adorar
Mesmo que eu esteja calado e sem compor
É no fado que eu me dou por te adorar

 

DAVID FONSECA

Estreou ontem à noite novo tema "CHAMA-ME QUE EU VOU"



Inesperadamente, David Fonseca divulgou ontem através das suas plataformas sociais uma nova canção de título "Chama-me que eu vou".
 
Através de um post na sua página do facebook, David anunciou pelas 21H a realização de um live broadcast… como suporte, apenas uma sugestiva foto em que, para além da sua imagem (ao telefone), uma hora e um número, constava a frase “chama-me”… tratava-se afinal de um apelo ao contacto telefónico, contacto este que decorreu durante cerca de 1H30 inclusive com direito a bloqueio de linha tantos eram os que tentavam chegar à fala com David.
 
Desde assuntos frugais até questões existenciais passando por convites gastronómicos ou interpretações de Janis Joplin, a transmissão da noite passada encerrou com a estreia absoluta da canção "Chama-me que eu vou" e do vídeo respectivo. 
 
A divulgação de "Chama-me que eu vou" sucede ao, também inesperado, lançamento dos temas "Futuro Eu" e "Sem Aviso" no passado mês de Maio e que foram entretanto compilados num single digital, disponível em todas as plataformas de venda e streaming digital, e, numa edição limitada a 125 exemplares, em vinil, apenas disponível no site do artista.
 

 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email