Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2015

duarte.jpg

 
DUARTE

AUDITÓRIO MUNICIPAL FERNANDO LOPES-GRAÇA | ALMADA
DIA 06 MARÇO | 21:30H


O fadista Duarte, vencedor do prémio "Fadista Revelação Masculina" da Fundação Amália Rodrigues em 2006, sobe ao palco do Auditório Municipal Fernando Lopes-Graça, dia 06 de Março, pelas 21h30.

Duarte editou o primeiro álbum, “Fados Meus”, em 2004, o segundo “Aquelas Coisas da Gente”, em 2009. Neste momento prepara o seu novo disco “Sem dor nem Piedade” a sair brevemente.

Neste espectáculo o fadista vai apresentar alguns dos temas novos, no palco vai estar acompanhado na viola por André Ramos e na guitarra portuguesa por Pedro Castro.

facebook


Produção: Alain Vachier Management | www.alainvachier.com
Espetáculo para maiores de 6 anos.
Organização :Câmara Municipal de Almada
7 € - 50% desconto para jovens e reformados
auditorio@cma.m-almada.pt

 



publicado por olhar para o mundo às 20:55 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

tiago silvestre.jpg

 

 

Tiago Silvestre é  informático de profissão e compositor nos tempos livres. And no mundo da música a "alguns anos", mas só há pouco tempo decidiu arriscar um projecto a solo.

 

Está a trabalhar no seu EP de estreia e hoje apresenta-nos o single "Cavaleiros da Távola Redonda"

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:03 | link do post | comentar

 

Letra

 

Tu já não comes pela fome
Já nem bebes pela sede
Tu só fazes o que achas ser certo
E eu posso ser
Podendo ser que o sabor não morre
 
Estás sempre a tempo de arriscar
 
Lentamente, sob o abismo da indiferença
Onde vês muralhas e o teu corpo no chão
E é só mais uma razão
Só mais um motivo em ti
 
Estás sempre a tempo de arriscar
No teu modo de ser
 
É só mais um motivo em ti

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2015

cidadescriativas.jpg

 

 

Idanha-a-Nova

Município promove Encontro Internacional “As Cidades Criativas e a Música”

 

De 26 a 28 de Fevereiro decorre no Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova, o Encontro Internacional “As Cidades Criativas e a Música”, promovido pela Câmara Municipal.

 

Organizado no contexto da candidatura de Idanha-a-Nova à Rede de Cidades Criativas da UNESCO, este Encontro, para além de tratar da importância das Indústrias Criativas para o desenvolvimento dos territórios, abordará também a riqueza do património musical de Idanha-a-Nova e o potencial do seu contributo para o desenvolvimento sustentável deste concelho, no plano social, económico e cultural.

 

Serão vários os especialistas, nacionais e internacionais, que irão participar neste evento, com destaque para representantes de Cidades Criativas da Música reconhecidas pela UNESCO, vindos de diversas partes do mundo. No programa estão previstas diversas manifestações culturais, ligadas à música. O encerramento dos trabalhos será feito por Sua Excelência, o Secretário de Estado da Cultura.

 

A apresentação oficial da candidatura de Idanha-a-Nova à Rede de Cidades Criativas, no âmbito da Música, terá lugar às 9h30 do dia 27 (sexta-feira), no Centro Cultural Raiano.

 

O Encontro Internacional “As Cidades Criativas e a Música” insere-se na estratégia do Projeto Taejo Internacional, dinamizado com o apoio da União Europeia e co-financiado pelo FEDER e POCTEP 2007-2013.



publicado por olhar para o mundo às 21:29 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

mopho.jpg

 

 

MOPHO DE VOLTA

 

MOPHO é rock à séria, à antiga... mas não esperem repetições, preparem-se para a surpresa.

É rock, novo, fresco, português, verdadeiro.

MOPHO são uns miúdos crescidos, que se recusam a envelhecer, a deixar os instrumentos encostados a um canto, a negar a sua essência irreverente. A música esteve sempre nas suas vidas, cresceram a ouvir rock, experimentaram várias bandas de garagem, na adolescência, e nunca perderam a pica de se juntarem com os amigos e fazerem música - honesta, pura, do coração, com riffs e grooves nascidos no puro prazer de tocar rock.

 

Os Mopho nascem em Faro, no ano de 2008, com uma formação que integra elementos com uma grande experiência musical, apresentam uma sonoridade coesa e madura, que se integra nos domínios do Rock/Post-Rock, envolvido com fortes elementos orquestrais e electrónicos.

 

No próximo dia 28 de Fevereiro, os MOPHO irão fazer a apresentação oficial do seu EP de estreia, na Associação Recreativa e Cultural de Músicos em Faro.
Este será o primeiro de uma série de concertos de promoção do mais recente registo, que foi acompanhada pela edição do videoclip oficial do single "Quadro".

Em palco irão contar coma presença de Ruben Azevedo (Killing.Electronica) na bateria e a presença de músicos convidados que ajudarão a tornar esta noite bem especial.
Serão também apresentados alguns temas novos que farão parte do album a editar em 2015.

A abertura do espectáculo estará a cargo dos Trauma e as portas abrem às 21h30 e o preço dos bilhetes é de 4€.



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Viver Assim (António Côrte-Real/Sérgio Lucas) 3.21m

Pela estrada da vida

Estou a caminhar

Com vontade desmedida

Sem pressa de chegar

 

À origem de ser ou não ser

Assim

À origem de querer ou não querer

Viver assim

 

Já me basta não consigo

Mas quero acreditar

Invento um ombro amigo

Só para te alcançar

 

Na origem de ser ou não ser

Assim

Na origem de querer ou não querer

Viver assim

 

Procuro no tempo companhia

Força pra mudar

Enfrento o medo e a apatia

E volto a tentar

 

Na origem de ser ou não ser

Assim

Na origem de querer ou não querer

Viver assim

 

Dou por mim a viajar

Em contra mão

A verdade vai-me guiar

Até à razão

 

Na origem de ser ou não ser

Assim

Na origem de querer ou não querer

Viver assim

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 22 de Fevereiro de 2015

buraka.jpg

 


BURAKA SOM SISTEMA

Buraka Som Sistema no SXSW a convite do Spotify

Os Buraka Som Sistema marcam presença na edição de 2015 do conceito South by Southwest (SXSW) a convite do Spotify. O grupo atua no The Spotify House no próximo dia 16 de Março. O evento está também integrados no início das acções do selo Aftercluv, uma label da Universal Music, focada em projetos de música electrónica com foco no universo latino.
 
É uma espécie de arranque oficial internacional de 2015 para Buraka Som Sistema. O ano conta já com vários concertos agendados, destacando-se o regresso aoParklife (Manchester, UK), Paaspop (Holanda), Garorock (França), entre outros. Em Portugal estão já também anunciadas presenças no Marés Vivas e Sumol Summer Fest, entre outros eventos.
 
Foi precisamente em Portugal que foi dado o arranque de 2015, com a curadoria na edição de 2015 do Boiler Room, no Lux (Lisboa). Os Buraka Som Sistemaconvidaram Cachupa Psicadélica, Batida, Bison & Squareffekt, Djeff Afrozila, Nigga Fox e Rastronaut para uma noite que juntou vários nomes ligados a Portugal que estão a dar cartas internacionalmente.


publicado por olhar para o mundo às 20:57 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

marta.jpg

 

 

MARTA PEREIRA DA COSTA

volta a apresentar o seu concerto

"UMA MULHER, UMA GUITARRA

FARO
TEATRO LETHES

28 de Fevereiro


Bilhetes no locale na bilheteiraonline



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 21 de Fevereiro de 2015
SAVANNA.png

 

TORRES VEDRAS

 

A TRANSFORMA - Associação Cultural - apresenta o concerto dos SAVANNA e dos CAVE STORY.

 

Este concerto está inserido na tour nacional de promoção dos mais recentes trabalhos de ambas as bandas.

 

SAVANNA (PT)

 

Os Savanna são Miguel Vilhena, Tiago Vilhena, Pedro Castilho e Diogo Sousa. Têm um passado de aventuras exóticas e hedonismo progressivo.

 

O álbum de estreia nasceu nos labirintos de uma Lisboa surreal, é música do domínio dos sonhos. É Dream-Rock, tão elétrico como onírico, aquele se ouve logo a seguir a uma canção de embalar.

 

Une as décadas de 60 e 70 na contemporaneidade, é um exercício de acústica suja, analógico-espiritual em melodias memoráveis e estranheza psicadélica. Simultaneamente contemplativo e frenético, como um desencadear deliberado de uma alteração ao estado consciente. Depois é acordar e ter insónia.

 

CAVE STORY (PT)

 

Os Cave Story são uma banda nascida nas Caldas da Rainha, terra mitológica onde acontece tudo e nada ao mesmo tempo. Formados em 2013, lançaram um conjunto de demos que chamou a atenção de vários promotores e festivais nacionais e internacionais como a FatCat Records e o Reverence Valada.

 

Em 2014, editaram o single Richman, um tributo apaixonado a Jonathan Richman e uma versão do tema Helicopter Spies dos Swell Maps, que o próprio Jowe Head (Swell Maps, Television Personalities) questionou se não seria um bootleg esquecido no qual ele estaria a tocar.

 

E, ainda no final de 2014, lançaram o seu primeiro EP online. Spider Tracks é um conjunto de faixas gravadas em momentos diferentes ao longo de um ano que, em comum, têm apenas o facto de terem reunido na mesma sala as mesmas pessoas.

 

facebook.com/musicSavanna

facebook.com/cavestoryband

__________

 

Local: Transforma.CAIXA, Praça Município, 8 – Torres Vedras

Horário: 22h00

Abertura portas: 21h30

Bilhetes: 4€ - disponíveis no local, no próprio dia

 

Mais Informações: www.transforma.org.pt | info@transforma.org.pt


publicado por olhar para o mundo às 22:41 | link do post | comentar

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

 

Disponível nas lojas digitais dia 23 de Fevereiro de 2015

Embaixador nasceu em estúdio em 2012, através do seu membro fundador - Filipe Moura - que se assume como frontman do projecto, tomando as rédeas das guitarras e vozes.

 

Depois do 1º EP “A Outra Face”, editado em 2012, a “embaixada” do rock volta a dar sinal de vida com o lançamento de um novo EP – Os Dedos e os Anéis – marcando assim o início de um novo capítulo para o Embaixador.

 

A banda foi remodelada e apresenta-se agora em formato trio, com António Costa no baixo e Gonçalo Aires na bateria. Como convidado, Diogo Santos nas teclas (Kika, Lúcia Moniz, Miguel Araújo…), participou também na gravação do novo disco.

 

Este trabalho foi gravado nos Blacksheep Studios, um dos baluartes do rock nacional, e contou com a produção de Paulo Miranda (The Legendary Tiger Man, The Poppers, Old Jerusalem), que também já tinha sido o autor das misturas do 1º EP.

 

Embaixador é o rock no seu estado mais despido e cru e, neste trabalho, em vez de uma tentativa de camuflar as diferenças, a produção aponta agulhas no sentido oposto, amplificando o que distingue o som da banda, deixando as “arestas” por limar.

Diplomática, a sua música negoceia com a Pop, mas mantendo acordos com os ambientes psicadélicos dos anos 70.

Rock bonito e limpinho? Não... Embaixador não cede e não procura integrar-se no panorama, para ser apenas mais um projecto de “rock”.

 

Preparados?

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Breathe in, breathe out
You reached the top of the chain
Inhale, exhale
You made it til the end of days

Every man is a sinner
Every man is a liar
Life's a slow procession into the fire
Carry the weight or crush under it
Carry the weight or crush

Every man is a sinner
In the name of the father
History's repeating into the fire
Carry the weight or crush under it
Carry the weight or crush

We started wanting to be ourselves
Until we are no more

Breathe in, breathe out
You reached the top of the chain
Inhale, exhale
You made it til the end of days

Every man is leader
Every man is a martyr
Every man is in trouble
Caught in your fire
Carry the weight or crush under it
Carry the weight or crush

We started wanting to be ourselves
To live our lives
We went too far perhaps
Beyond control
Until we are no more

Breathe in, breathe out
You reached the top of the chain
Inhale, exhale
You made it til the end of days

Breathe in, breathe out
You reached the top of the chain
Inhale, exhale
You made it til the end of days

Breathe in, breathe out
You reached the top of the chain
Inhale, exhale
You made it til the end of days

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

CARTAZ A5.jpg

 

 

IGREJA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO, 7 DE MARÇO

 

CONCERTO DE ÓRGÃO E QUARTETO DE CORDAS

 

A Igreja Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro, recebe, no dia 7 de março, pelas 21h30, o Concerto de Órgão com António Duarte e o Quarteto de Cordas Annielka Quartett. A entrada é livre.

 

António Duarte

Natural de Lisboa realizou os seus estudos musicais no Centro de Estudos Gregorianos onde, sob a orientação do Professor Antoine Sibertin-Blanc, concluiu o Curso Superior de Órgão.

Como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian foi aluno da Professora Montserrat Torrent na Classe de Órgão do Conservatório Superior Municipal de Música de Barcelona, dedicando-se sobretudo ao estudo da Música Antiga Ibérica.

Gravou para a radiodifusão portuguesa e francesa e efetuou gravações discográficas em órgãos históricos portugueses e espanhóis. Como concertista tem realizado concertos em diversos países europeus, no México, Japão e Estados Unidos da América.

É professor de Órgão na Escola de Música do Conservatório Nacional e Organista Titular da Sé Patriarcal de Lisboa.

 

Concerto de Órgão

Música Ibérica dos sécs. XVI, XVII e XVIII

Programa:

António Carreira (c.1530-1566) - Terceira Fantasia a quatro de 8º tom

Antonio de Cabezón (1510-1566) - Diferencias sobre la Gallarda Milanesa

Manuel Rodrigues Coelho (c. 1555-c. 1635) - Quarta Susana

Pablo Bruna (1611-1679) - Tiento de 1er tono de mano derecha

Carlos Seixas (1704-1742) - Sonata em fá maior

Soror da Piedade (séc. XVIII) - Discurso de 1º Tom

Duração aprox. 30 min

 

Annielka Quartett

O nome Annielka Quartett resulta da junção das primeiras letras dos nomes dos seus quatro elementos: Annika Bernklau, Violino; Nils Friedl, Violino; Elisabeth Buchner, Viola; Katharina Schäffner, Violoncelo. Todos eles residem na região de Munique e têm entre 16 e 18 anos. O Quarteto foi constituído no Outono de 2013, a partir da Orquestra Juvenil de Puchheimer, com o objetivo de participar no concurso "A Juventude Faz Música". Trata-se de um concurso para músicos jovens realizado anualmente na Alemanha, com etapas a nível local, regional e nacional, tendo o Annielka Quartett ganho todas elas em 2014.

Foi com uma enorme alegria que na Primavera de 2014 receberam o convite, com atribuição de uma bolsa, para um curso Master no Armida Quartett. Seguidamente participaram numa outra formação Master com o Diogenes Quartett, ambos muito reconhecidos na Alemanha e internacionalmente.

O Nils e a Katherina são há vários anos membros da Orquestra Juvenil da Baviera, que está integrada na principal Orquestra Sinfónica da região. Annika e Elisabeth são membros da Orquestra Festival da Associação da Indústria da Baviera, à qual já estiveram no passado associados nomes muito importantes da música clássica alemã como, por exemplo, Mischa Maisky, David Garrett e Julia Fischer. A Katherina pretende continuar os estudos de violoncelo a partir do próximo Outono, estando para isso a preparar-se para os examos de admissão às Escolas Superiores de Música. Os outros 3 elementos do Quarteto ainda não tomaram decisões sobre o seu futuro próximo.

 

Quarteto de Cordas Annielka Quartett

Vorläufiges Programm:

  1. A. Mozart, Divertimento B-Dur, KV 137
  2. A. Mozart, Quartett Nr.3 G-Dur KV 156: 2. Adagio
  3. S. Bach, Suite Nr.3 C-Dur für Violoncello solo BWV 1009: Präludium, Sarabande und

Gigue

  1. Dvorak, Trio für zwei Violinen und Viola (genaue Angaben habe ich leider noch nicht bekommen)
  2. Dvorak, Quartett Nr. 12 F-Dur op.96: 1. Allegro ma non troppo, 2. Lento
  3. Schostakowitsch, Polka op.22

Woidhansl (typisches bayerisches Stück)

Duração aprox. 60 min

 

CMB 2015-02-20



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2015

vatsun.jpg

 

Vatsun e Guilty & Framed no Oeiras Lounge

Actuam no Sábado, 21 de Fevereiro no Oeiras Lounge
Entrada livre, 22h30



Vatsun escreve canções com arranjos electrónicos, compondo numa vertente alternativa e experimental.

Guilty & Framed é um DJ/Produtor, com uma sonoridade mais House e Garage.



Links:

Vatsun
Guilty & Framed
Oeiras Lounge
Evento


publicado por olhar para o mundo às 21:20 | link do post | comentar

 

Letra

 

Hipnótico
Melódico nunca despótico
Se tu tiveres doente eu sou tipo antibiótico
Para te provocar pus este beat folclórico
Boy é mesmo assim não fiques atónito
Se o meu rap tem cor, o teu está dautónico
Se o meu rap fosse birra, tu eras alcoolico
Se o teu rap é agressivo já o meu é filosófico
 
Porque tem mensagem, e o teu é todo yo
Tens o hardcore na bagagem, e eu tenho heart no flow
Vocês não me curtem, mas eu sou como sou
 
Escreve a tua mensagem de tudo o que eu queria
Boy sente, sente a minha magia
Fala do que sentes não do que sentias
Eu sou o que escrevo, não o que tu querias
 
Por um mundo melhor eu faço figas
Tu tás mais preocupado em fazer battles (?)
Tu queres me derrotar, talvez consigas
O teu rap é demente, o meu é soldado a vigas
 
De aço maciço eu não improviso
Eu não papo disso, eu gosto de hip hop conciso
Enquanto tu, enquanto tu...
Enquanto tu
(?) Atinge a tua meta
Com todos és parecido, enquanto eu sou um poeta
Boy escreve com sentido é tudo aquilo que te peço
Faz do hip hop uma mensagem e não uma sms
 
Escreve a tua mensagem de tudo o que eu queria
Boy sente, sente a minha magia
Fala do que sentes não do que sentias
Eu sou o que escrevo, não o que tu querias
 
Trágico, desculpa se sou pelágio
Aqui está D.A.M.A. mais um momento mágico
Hip hop é o estilo que eu sempre acreditei
D.A.M.A. ensinou tudo aquilo que eu sei
 
Só dizes mal, e nem aconselhas
Enquanto comes mel eu como abelhas
Critica-me, critica construtivamente
Eu tenho direito como tu a ser hip hop dependente
Tipo sei que não sou pobre, e que a vida não é brincadeira
Mas eu não faço menos hip hop por ter mais notas na carteira
Hip hop não tá na paca,'tá no sangue das veias
Quando mais me deitas abaixo, mais talento me incendeias
 
Não me curtes e pensas que isso me chateia
Eu adoro quem me adora e admiro quem me odeia
Confiança e mensagem e as dicas eu apresento
eu não sou um MC por fora, eu sou um poeta por dentro
 
Escreve a tua mensagem de tudo o que eu queria
Boy sente, sente a minha magia
Fala do que sentes não do que sentias
Eu sou o que escrevo, não o que tu querias
 
Não tenho magia, mas é o meu skill
De ti para mim, é luis de matos para coperfield
o meu rap dá-te pica, o meu rap sente-se
O meu rap não se explica, o meu rap entende-se
Não somos hardcore, nem o (?) da cidade
Não fingimos o que somos, temos a nossa dignidade
Julgas-te melhor rapper de alta cilindragem
Sou tuas (?) hardcore o hip hop está na mensagem
Não me curtes
Já te disse tass fine
Vai lá meu puto, sentir a tua punchline
Não dizes nada, no teu cd só faço eject
Eu preocupo-me com o que eu digo
Não é (?)
 
Sente...

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

outonalidades.png

 

 

Conselheiros entram em acção e Espaços de música ao vivo já se podem inscrever!
OuTonalidades com 266 grupos candidatos a tocar por todo o país!

Terminado o prazo de inscrição de grupos, foram 266 as candidaturas recebidas para a 19º edição do OuTonalidades - circuito português de música ao vivo, que percorrerá Portugal no próximo Outono. Segue-se agora a fase de pré-selecção, com o apoio de inúmeros Conselheiros. Simultaneamente, abre o período de adesão de Espaços de música ao vivo interessados em acolher os concertos do OuTonalidades 2015!

Oficialmente encerrado o período de candidaturas, os grupos candidatos passarão agora por uma pré-selecção, por forma a constituir-se a bolsa restrita de grupos que será disponibilizada aos Espaços de música ao vivo que, por todo o país, acolherão os concertos do 19ª OuTonalidades, circuito coordenado pela d’Orfeu. Em 2015, será ainda reforçada a estratégia de colaboração com outros circuitos e festivais, tanto no estrangeiro como em Portugal, pelo que as oportunidades do circuito, este ano, vão bem além do Outono!

Os 266 grupos inscritos nesta fase prévia, cujo processo decorreu no portal web do OuTonalidades, são maioritariamente portugueses (169) mas também há 97 grupos estrangeiros (que se propõem realizar intercâmbios com o circuito português nos seus países) de Espanha, França, Itália, Bélgica, Holanda, Reino Unido, Suécia, Dinamarca, Alemanha, Roménia, Israel, Marrocos, Canadá, México, Brasil e Argentina.

Reforçando uma prática das edições anteriores, para o processo de pré-selecção de grupos a d’Orfeu está a convidar vários músicos, jornalistas, produtores e programadores do meio cultural, que serão os Conselheiros do OuTonalidades 2015.

Paralelamente, decorre já o período de inscrição dos espaços de música ao vivo (cafés-concerto, bares de teatros, espaços culturais associativos e pequenos auditórios) interessados em acolher concertos da 19ª edição do circuito português de música ao vivo. O processo de adesão e, brevemente, de agendamento e programação dos grupos desenrola-se na plataforma web http://www.dorfeu.pt/outonalidades.


http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

O Deserto (Samuel Úria)

Quando o deserto não for mais
Do que um grão, do que um grão, do que um grão de areia
Não o sacudas com a mão:
Tens o mar, tens o mar, tens o mar inteiro.

Águas diversas e aquários iguais;
Escolhem-se os medos de sermos nós.

Quando os remédios forem mais
Do que os males, do que os males, do que os males do mundo
Não entorpeças essa dor
Que o que arde, o que arde, o que arde cura.

Escolhas pequenas e arbítrios totais:
Optam-se os medos de estarmos sós.

Auto-ajudas e todo por uns;
Querem-se as raias de termos fins.

Jorge Rivotti: voz
Samuel Úria: voz, banjo, guitarra acústica, coros
Miguel Sousa: piano, metalofone, melódica, coros
Filipe Sousa: baixo, piano, coros
Tiago Ramos: bombo, tarola, coros
Miriam Macaia: viola de arco
David Pires: pratos
Coros: Pedro Ferreira, Rebeca Reinaldo, Miriam Rosa, Lucas Silva, Tiago Silva, Joana Wagner

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2015

rogeriocharraz.jpg

 

 
ROGÉRIO CHARRAZ | 04 DE MARÇO | B.LEZA | 22:00H


Rogério Charraz prepara um espectáculo especial, em que assinalará o facto de ter pisado o palco pela primeira vez há 20 anos.

Foi em Março de 1995, então como membro da banda que se haveria de chamar Boémia, e com quem esteve 12 anos e gravou dois discos, antes de assumir o projeto em nome próprio que o tirou do anonimato.

O espectáculo, com o titulo 20 anos em palco, vai decorrer no B.Leza no dia 04 de Março pelas 22:00h e conta com a presença de dois convidados muitos especiais: Luanda Cozetti eSensi que participa no seu mais recente single “Submarino Irrevogável”.

Voz e guitarra Rogério Charraz | Baixo e voz Luís Pinto | Guitarra e voz Miguel Veras
Teclas e voz Paulo Loureiro | Bateria Jaume Pradas | Convidados Luanda Cozetti e Sensi

04 Março | B. Leza | 22:00h
Bilhetes:10€


Próximas datas:

01 Março | Fnac Colombo | 17:00h
04 Março | B.Leza | 22:00h
19 Março | Espaço os Infantes | Beja | 23:00h
20 Março | Soir | Évora | 23:00h
21 Março | Taberna do Arrufa | Cuba | 22:00h
28 Março | Fnac Setúbal | 17:00h
29 Março | Fnac Almada | 17:00h
12 Abril | Fnac Cascais | 17:00h

Beja e Évora - espectáculos incluidos no Festival Internacional Teatro do Alentejo - FITA


www.rogeriocharraz.com


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

secret lies.jpg

 

 
​SECRET LIE
Presenteiam fãs com " Love me until the end of time" ao vivo
 
LOVE UNTIL THE END OF TIME
( download aqui)


Enquanto não levantam o véu sobre o seu novo disco de originais, World full of lies, que será editado em abril próximo, os Secret Lie presenteiam os fãs com a versão ao vivo do êxito “Love me until the end time”, gravado no espetáculo de encerramento da tour “Behind the truth”, realizado no Armazém F, em Novembro de 2014.

 



publicado por olhar para o mundo às 21:22 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Triunvirato (Samuel Úria)

Dá-me um refrão,
Torre da canção
Onde mora o monge mudo.
Acorde secreto,
Diz-me tudo,
Serei discreto.

Dá-me um chapéu
Que não tape o Céu
Onde a nossa voz caminha.

Homem de preto,
Mostra a linha.
Serei discreto.

Dá-me esse tempo
Para lá da mente
Onde o bom comboio é lento.

Voz do panfleto,
Não lamento,
Serei discreto.

António Zambujo: voz
Miguel Araújo: voz
Samuel Úria: voz, guitarra acústica, banjo, baixo, metalofone
Miriam Macaia: viola de arco
Tiago Esteves Martins: melódica

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

diogopiçarra.jpg

 

 

DIOGO PIÇARRA

"Espelho" é editado a 23 de março

"Tu e Eu" soma 300 mil visualizações em duas semanas

O álbum de estreia de Diogo Piçarra chama-se "Espelho" e tem data de edição prevista para 23 de março. Produzido por Fred Ferreira (Banda do Mar, Orelha Negra, Buraka Som Sistema), "Espelho" mostra Diogo Piçarra enquanto compositor, autor e multi-instrumentista.

"Espelho" é constituído por 11 canções. A edição digital inclui um tema acústico como faixa extra e na versão CD, para além deste tema acústico, será incluída uma nova versão de "Volta", o único original que Diogo Piçarra tinha lançado até à data, e que estava disponível apenas digitalmente. "Volta" reúne consenso entre os fãs de Diogo Piçarra, contando já com mais de 600.000 visualizações no YouTube.

O vídeoclip de "Tu e Eu",  o primeiro single de "Espelho", realizado e editado pelo próprio Diogo Piçarra em parceria com o irmão, André Piçarra, atingiu as 300 mil visualizações no espaço de duas semanas no VEVO. 


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Minha fúria, minha paz, meu bem
Se não fiz o que devia foi talvez porque temia
Não te saber serenar
A luta que por dentro fazia alimento
Do mundo a gritar

Não me ouviste chamar
Do alto deste monte
Tão longe da mentira
Mas perto está o dia
A água desta fonte
Só nos pode lavar

A sombra não devia
Mas alto é o nosso monte
Bem onde o tempo brilha
Não me ouviste chamar
Mas quando à noite vens eu sei
Que és minha, minha, minha

Minha ausência, minha luz, eu sei
Que nem sempre te fiz bem
Bem longe do que querias
Não te soube encontrar
No fundo da maldade
Puxar-te a verdade
Pra poderes confiar

Não me ouviste chamar
Do alto deste monte
Tão longe da mentira
Mas perto está o dia
A água desta fonte
Só nos pode lavar
Mas quando à noite vens eu sei
Que és minha, minha, minha

Não me ouviste chamar
Do alto deste monte
Tão longe da mentira
Mas perto está o dia
A água desta fonte
Só nos pode lavar
E quando à noite vens
Eu sei que és minha
Minha, minha

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2015

abominável.png

O Abominável apresenta álbum no Porto

Último concerto conta com convidados e acontece no Passos Manuel

Dia 13 de Março, O Abominável vai ao Passos Manuel apresentar o álbum «Enteléquia», e irá proporcionar uma despedida especial em jeito de agradecimento por estes quatro anos.

Convidados do concerto: 
Elísio Donas (Ornatos Violeta) 
Igor Ribeiro (Ghetthoven) 
Nelson Graf Reis (We Bless This Mess) 

Concerto às: 22H00
Preço: 5euros

Evento: https://www.facebook.com/events/1577895235788344/



publicado por olhar para o mundo às 23:03 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds