Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

20 Dez, 2014

DEAU - Ao pé de ti

 

Letra

 

Ouve
Hoje quero que te sintas ainda mais especial
Por seres a tal, a quem eu talvez comprometa a vida
Adoro-te por seres simples e honesta, frágil e modesta
Desde que me deste a mão que tenho a cabeça erguida
És bela de forma suspeita pequenas imperfeições fazem de ti perfeita
Consegues ser sensual com roupa de saldos e chegar onde outras não chegam sem usar saltos altos
Falamos sem abrir a boca vivemos sem tirar a roupa
Tinha de te ter acredita de uma forma ou de outra
Somos juntos como meninos na troca de mimos e genes
Tenho noção do tempo marcado por sinos
Fizemos
Algo genuíno de modo libertino
Prendemo-nos um ao outro com um rumo sem destino
Quando tou sozinho, destino que entre por um caminho que me leve a estar contigo
Não duvides quando te digo

Refrão (2X)
Faço tudo o que puder para tar ao pé de ti
Tu fazes tudo o que podes para tares ao pé de mim baby
Sabes o que eu sinto my lady
Aroma moribundo amor é leigo
Vagabundo tu sabes que no fundo
Eu faço tudo pra te ver sorrir (tudo pra te ver)
Tudo pra te ver sorrir

Chamo-lhe amor, amor nós temos outra
Palavra para definir a forma louca
De cruzar olhares com água na boca
Sem tirar nem por a voz rouca
Sentir na garganta o nosso só nosso
Não adianta, vai no ar aquele
Posso só posso por a suar
Yes yes e ao entrelaçar air force
Dizer-te ao ouvido que matas sem dar hipótese
Não há truques nem manhas
Eu sei que é sentido
Pela forma como tu arranhas todas as manhãs
Aprecio cada dia ao teu lado
Aprendi que por trás de nuvens cinzentas há sempre um sol que brilha
És simples de forma fantástica, não te ris sarcástica
Se te levar a um estabelecimento de comida plástica
Sabes que vales mais do que pedras preciosas
Não fazes como essas que só amam carros e rosas
Eu não quero saber se envelheces ou engordas
Se a vida nos trocar as voltas
Eu empurro-te numa cadeira de rodas
Tu acordas ao lado de quem vive morto para tar contigo
Abraça-me como se não houve-se amanhã quando eu te digo

Refrão (2X)
Faço tudo o que puder para tar ao pé de ti
Tu fazes tudo o que podes para tares ao pé de mim baby
Sabes o que eu sinto my lady
Aroma moribundo amor é leigo
Vagabundo tu sabes que no fundo
Eu faço tudo pra te ver sorrir (tudo pra te ver)
Tudo pra te ver sorrir

Não quero saber se não há
Maneira de estar ou não dá
Te para darmos-te já
Sabes, tou ao pé de ti
Não me sais da cabeça
Desde que acorde até que adormeça
Aconteça o que aconteça
Eu tou
Ao pé de ti
Aconteça o que aconteça
Eu tou
Ao pé de ti
Aconteça o que aconteça
Eu tou
Ao pé de ti

 

tiagobettencourt.jpg

 

 

TIAGO BETTENCOURT

Especial na SIC Notícias revela surpresas e inesperadas atuações ao vivo

Programa estreia-se no sábado e repete até quinta-feira

A SIC Notícias emite nos próximos dias um programa especial dedicado a Tiago Bettencourt. No programa, que surge agora que é reeditado "Do Princípio", o mais recente disco do músico, Bettencourt interpreta algumas músicas com convidados especiais e também em locais inesperados.
 
O músico apresenta no programa canções como "Sara", onde é acompanhado por João Lencastre, Tiago Maia, Daniel Lima e Kid Gomez. A estes juntam-se HMB, Heber Marques, Fred Martinho, Joel Silva e Joel X para o tema "Maria". Segue-se "Sol de Março" e, por último, uma estreia: uma nova versão de "Morena", com um arranjo que inclui uma série de cavaquinhos e coros. A canção foi registada na Tasquinha Valente, em Paços de Ferreira.
 
O canal noticioso apresenta o programa com o músico na madrugada de sábado, pelas 03h00, repetindo depois nesse mesmo dia cerca das 20h30. No domingo, pelas 09h30, será novamente possível ver o especial com Tiago Bettencourt, estando as últimas repetições programadas para as 02h00 de terça-feira e as 15h30 de quinta-feira.
 
"Do Princípio", editado originalmente em maio, surgiu este mês nas lojas numa nova edição com seis temas gravados ao vivo no Concerto mais Pequeno do Mundo da Rádio Comercial. O concerto deu-se em outubro deste ano e decorreu num hotel lisboeta, tendo Tiago Bettencourt sido acompanhado somente pelo músico Tiago Maia.
20 Dez, 2014

Deau - Teresinha

 

Letra

 

Princesas existem muitas és única
Bailarina da minha caixa de música
Vi-te abrir os olhos dar os primeiros passos
Sinto o mundo aos pés cada vez que te tenho nos braços
Gostava de soprar ventos e tempestades
Preservar o teu olhar com o passar de idades
Fechar-te numa redoma com o céu cor-de-rosa
Fazer-te sonhar de olhos abertos e dormir de outra forma
Dar-te uma estrela para não teres medo do escuro
Um bom presente, assegurar te um bom futuro
Escuta amor aquilo que eu te digo hoje
Amanhã o mano pode ter ido para muito longe
Não estar para te abraçar embalar beijar
Proteger mimar atirar-te ao ar e agarrar
Dar-te o norte para que tu te possas guiar
Fazer de forte para não deixares de acreditar
Os pais não têm grandes quantias no depósito
E fizeram te a ti e a mim sem ser de propósito
A avó partiu muito cedo ainda eu pequeno era
A noite o astro mais brilhante no céu era Ela
Quando nasceste eu dei te o nome dela
Não tenho tudo mas tenho uma estrela na Terra
Não queria que crescesses queria que ficasses por aqui
Vivesses para sempre nesse teu mundo da Hello Kitty
Vais acabar por descobrir pequenos segredos
Porque e que o pai natal só te dá dois brinquedos
Desculpa se eles não são o que querias
E porque é que as sapatilhas dele são iguais as minhas
Não te queria fechar os olhos para Não veres
Mas há coisas que não quero que vejas quando cresceres
Nunca te menti não fiques com essa ideia
Quando comeres muito peixe e não te crescer a cauda de sereia
Sinto-te mais forte cada vez que cais
Sinto-te mais bela cada vez mais
Sinto-te mais escura cada vez que vais dando passos
Descobrindo novos paços e locais
Ganhando confiança fugindo dos meus braços
Atenta a partidas e fracassos
Sempre que estiveres confusa e perdida
Tenho-os abertos nunca te esqueças são tua guarida
És bela, linda, força, vida, calma, nada, alma, tu:
Brilha, inspira, expira, gira, acredita:Tu tens um Mundo
Há coisas que não percebes quando as vês
Porque é que os pais discutem mais a meio do mês
Como é que Deus vê tudo e tu nunca o vês
Dá tempo ao tempo, perceberás quando cresceres
Não há diferenças entre nós todos somos iguais
Uns têm menos daquilo que outros têm a mais
Sempre foste doce sem ser gulosa
Dizias notas azuis para os meninos
E para as meninas cor-de-rosa
Vives-te uma mão cheia de dedos
Com muitas verás que os meninos crescem e trocam de brinquedos
Passam a gostar de bonecas brincam a despi-las
Querem barbies e com nenucos tornam-se reguilas
Meninas passam a gostar dos carros dos meninos
Ganham airbag e quando viajam apertam os cintos
Nunca te esqueças é sempre uma mulher que manda
Muitos desses ursos não têm a graça de um panda
Quando algum deles não te tratar com modos
O mano trata disso Amor não te incomodes
Princesa quando as meninas disserem que não és linda
Porque não segues a moda és mais bela ainda
Quando por não teres marcas ninguém te convida
Preocupa-te em deixar outras marcas na vida
Mulheres a sério não sobem na vida deitadas
Deitam barreiras abaixo de cabeças levantadas
Cairás varias vezes como as folhas do Outono
Depois a Primavera traz-te um sorriso novo
Lembra-te o Mundo é belo nunca o ponhas em sarilhos
Este pequeno pedaço de terra emprestado pelos nossos filhos
Amigos quando são grandes já não te dão gomas e cromos
dão facadas por trás e às vezes um par de cornos
Colam-se por amor e fazem figuras de cromos
Acham-se superinteligentes e queimam os neurónios
Seja qual for o caminho que sigas
Eu faço figas para que não desistas e consigas chegar ao destino,
O mano já viu coisas feias mas ver-te crescer
Torna o bater do coração puro e genuíno
Nunca te esqueças mulher gigante de palmo e meio
A tua pequena pegada muda o meu Mundo inteiro
O teu ar inocente é sincero e verdadeiro
Que a sorte seja o vento que sopra o teu veleiro
A avó disse no parapeito de uma janela
Que se o peito parrasse ia bater sempre na braço dela
Quando o meu desenho animado chegar ao fim
Olha-me nos olhos, nunca te esqueças de mim.
És bela, linda, força, vida, calma, nada, alma, tu:
Brilha, inspira, expira, gira, acredita: Tu tens um Mundo
As cores do teu coração são unidas como Benetton
Beleza natural sem base sombra e batom
Fragilidade tenra,
Tudo para vir a ser a diva que derrete homens com corações de cera
Inocência pura com experiencias por acontecer
Tens a vida pela frente nunca deixes abater
A magia dos teus olhos, a ternura dos teus braços
A postura de princesa a fantasiados teus passos
Se um amigo não te disser aquilo que eu te digo
Numa altura em que a vida tenha sido dura contigo
Faz um sorriso olha te num espelho, escuta o teu irmão mais velho
E de seguida canta comigo:És bela, linda, força, vida, calma, nada, alma, tu:
Brilha, inspira, expira, gira, acredita: Tu tens um Mundo
És bela, linda, força, vida, calma, nada, alma, tu:
Brilha, inspira, expira, gira, acredita: Tu tens um Mundo

Acredita tens um Mundo
Acredita tu tens um Mundo
Acredita tens um Mundo
Acredita tens um Mundo
Acredita tens um Mundo
 

 

 

david fonseca.jpg

 


DAVID FONSECA

Sings "Oh Xmas Tree"

CD exclusivo de clube de fãs com Luísa Sobral, Nirvana e NIN

Os últimos dias de David Fonseca bem que poderão ser resumidos a algo como "Em busca do pinheiro de Natal" tal foi a azáfama para a produção do vídeo de Natal que anualmente divulga nas redes sociais. O tema escolhido para este ano foi "Oh Christmas Tree" e o resultado é absolutamente surpreendente - David Fonseca parte em busca do pinheiro de Natal literalmente vestido de … pinheiro de Natal!
 
Talvez a mais divertida abordagem feita a este período do ano por David, isto depois de no passado ter versionado temas como "Last Christmas", "Little Drummer Boy", "Do They Know It’S Christmas?", "Merry Xmas (War Is Over)", "Amazing Grace" ou "Oh Come All Ye Faithfull".
 
Também a propósito das festividades, David Fonseca produziu para o Amazing Cats Club o CD "Christmas 2014" que inclui registos inéditos ao vivo. Este ano, o destaque conta é dado à colaboração de Luísa Sobral que surge em dois temas - "It Shall Pass" e "Not There Yet", um tema do primeiro álbum da compositora. Momentos captados quando da passagem da "Seasons Tour" pelos Coliseus em Março de 2013.
 
O tema "What Life Is For" surge em formato acústico, numa dimensão bem distinta da original, havendo ainda espaço para duas versões - "Hurt", original de Trent Reznor imortalizado por Johnny Cash; e "Lithium", dos Nirvana que chegou ao palco dos Coliseus por escolha do público numa votação ocorrida à epoca via facebook.
 
Este é o presente anual que David Fonseca distribui aos membros do Amazing Cats Club, a comunidade online criada em 2009 que permite o acesso a conteúdos exclusivos, descontos e concertos especiais. Toda a informação no site oficial.
 

 

diabo na cruz.jpg

 

 

A digressão que irá percorrer o país de norte a sul, arranca a 16 de janeiro, com um concerto no Teatro Avenida, em Castelo Branco, e segue para a Marinha Grande, Setúbal, Vila do Conde, Caldas da Rainha, Coimbra, Lisboa, Évora, Barreiro, Torres Novas, Porto, Ílhavo, Faro e Braga.

 

Os concertos em Lisboa e Porto acontecem a 26 de fevereiro e 26 de março, no Teatro Tivoli e na Casa da Música, respetivamente.

 

Novas datas serão anunciadas brevemente.

 

O disco homónimo dos Diabo na Cruz, sucessor de “Virou!” e “Roque Popular”, chegou às lojas em novembro passado, composto por 11 canções “peneiradas de dois anos de trabalho”.

 

Consulte as datas e os locais da digressão:

16 de Janeiro - Castelo Branco (Teatro Avenida)

18 de Janeiro - Marinha Grande (Casa da Cultura)

31 de Janeiro - Setúbal (Fórum Luísa Todi)

6 de Fevereiro - Vila do Conde (Teatro Municipal)

7 de Fevereiro - Caldas da Rainha (Centro Cultural)

12 de Fevereiro - Coimbra (Oficina Municipal de Teatro)

26 de Fevereiro - Lisboa (Teatro Tivoli)

28 de Fevereiro - Évora (Teatro Garcia de Resende)

14 de Março - Barreiro (Auditório Municipal Augusto Cabrita)

21 de Março - Torres Novas (Teatro Virgínia)

26 de Março - Porto (Casa da Música)

10 de Abril - Ílhavo (Centro Cultural)

18 de Abril - Faro (Teatro Municipal)

25 de Abril – Braga (Theatro Circo)

 

retirado do Sapo Música

 

Letra

 

Deitado num trilho de um trem
Estando amarrado e amordaçado
Sabendo que o maquinista
Não é seu parente
Nem olha pra frente


O que é que você fazia?
Eu nesse caso nem me mexia

O que é que você fazia?
Eu nesse caso nem me mexia

Sentado, olhando um cachorro
Que da sua mão tirou o seu pão
Sabendo que o seu bilhete
Que está premiado
Também foi roubado


O que é que você fazia?
Eu nesse caso nem me mexia

O que é que você fazia?
Eu nesse caso nem me mexia

Se um dia sua sogra bebesse
Um gole pequeno de um grande veneno
E por um capricho da sorte
Ou de algum doutorzinho
Ela ficasse mais forte
O que é que fazia o senhor?
Eu nesse caso matava o doutor
E o que é que a senhora fazia?
Eu nesse caso desaparecia

 

 

 

Deitado num trilho de um trem
Estando amarrado e amordaçado
Sabendo que o maquinista
Não é seu parente
Nem olha pra frente


O que é que você fazia?
Eu nesse caso nem me mexia

O que é que você fazia?
Eu nesse caso nem me mexia

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email