Quarta-feira, 24 de Setembro de 2014

Rita Redshoes: leva “Life Is A Second Of Love” ao palco da Casa da Música,

 

RITA REDSHOES

Life is A Second Of Love

A caminho do Porto

No próximo dia 27 de Setembro, Rita Redshoes leva o seu último disco "Life Is A Second Of Love" ao palco da Casa da Música.

A viagem até ao Porto ocorre depois da inolvidável apresentação realizada no sábado passado no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa. Um concerto que rendeu todos os presentes às canções de Rita Redshoes, das mais recentes até às que marcaram a sua discografia de três álbuns.

No site Made In Portugal, concluía-se a resenha ao concerto: "Numa noite fantástica na capital, dentro e fora de portas, degustaram-se sonoridades de uma cantora que vem vingando no panorama musical português, e de quem se quer ouvir mais, muito mais. "Life Is A Second Of Love" é um álbum que materializa o regresso de Rita Redshoes às canções e que vem reafirmar o seu talento como compositora e intérprete, como singer-songwriter de excelência."

No espectáculo, Rita Redshoes presenteia o público com uma dinâmica musical invulgar, o blog Phonograph Me resume da seguinte forma: "A maturidade em palco, com a sua guitarra e o resto da banda contrasta com o ar delicado ao piano nos momentos a solo. Hoje, Rita já não é a mesma menina que conquistou o seu lugar na música portuguesa com o disco de estreia, "Golden Era". Mas não deixou de sonhar. Antes, está mais serena, mais segura.
Foi o que pensei quando ouvi "Blood Deal". A voz de Rita prende-nos e embala-nos, provando que é hoje uma cantautora sublime, a fazer lembrar os grandes nomes de outrora."

Como é hábito nas apresentações de Rita Redshoes as componentes cénica e luminotécnica não foram descuradas, sendo complementares da emotividade e rigor que Rita Redshoes e banda imprimem às suas interpretações.

A apresentação de dia 27 decorre a partir das 21H podendo os ingressos ser adquiridos nos locais habituais


publicado por olhar para o mundo às 12:57 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

ADRENALINA

Sempre que arriscaste foi por prazer

Deste ao teu vício mais adrenalina

De tanto quereres ganhar deitaste tudo a perder

Decidiste apostar o que tinha numa só partida

Ignoraste as cartas que estavam na mesa

Lançaste os dados sem vacilar

 

Vidas que se movem num tabuleiro em desventuras

Estórias de amor e ódio muita ilusão brincam à roleta russa

 

Acreditaste a sério que o azar podia ficar longe de ti não te conseguia tocar

Confiaste simplesmente que o melhor ainda estava para vir iria chegar

Ignoraste as cartas que estavam na mesa

Lançaste os dados sem vacilar

 

Vidas que se movem num tabuleiro em desventuras

Estórias de amor e ódio, muita ilusão brincam à roleta russa

 

www.facebook.com/Mopho.portugal
www.reverbnation.com/mopho



publicado por olhar para o mundo às 08:19 | link do post | comentar

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Portugueses NINJA KORE atingem 1º lugar em Top de Vendas Internacional

A menos de duas semanas do seu lançamento, “Beautiful Disaster” dos Ninja Kore atinge agora o primeiro lugar no top de vendas Pop/Rock do Beatport.

Lançado em formato digital no passado dia 9 de Setembro, “Beautiful Disaster” representa o primeiro álbum dos Ninja Kore, após uma longa serie de Ep’s, compilações, remixes e colaborações com nomes como Pacman, Blaya, Bezegol, Hills Have Eyes e B Fatz.

Seguindo o trajeto da cena eletrónica internacional, os Ninja Kore iniciavam a sua carreira em 2010, lançando os seus primeiros remixes. Mas foi em 2011 que deram o seu primeiro salto ao vencerem o Festival Termómetro. Um ano depois tornavam-se os grandes vencedores do Optimus Live Act, conseguindo entrada direta para o Optimus Alive. Seguiram-se atuações em grandes palcos como o Meo Sudoeste, Vilar de Mouros, Resurrection Fest (Espanha) e passagens por França, Polónia, Tailândia, Suíça e Los Angeles.

Com milhares de fãs em todo o mundo, os Ninja Kore continuam a crescer com a sua arte explicita num conceito que se reinventa, visível nas suas atuações ao vivo.

"Beautiful Disaster" encontra-se disponível para venda no Spotify, Beatport, iTunes, Amazon e Last Fm.

Links Úteis

Sites Oficiais:
www.ninjakore.com
www.soundsgood.com

Facebook:
www.facebook.com/ninjakore
www.facebook.com/soundsgoodpt

Youtube:
www.youtube.com/ninjakoretv
www.youtube.com/soundsgoodtv

 



publicado por olhar para o mundo às 23:54 | link do post | comentar

MARIA ANA BOBONE | 10 DE OUTUBRO | CENTRO CULTURAL DE BELÉM | 21:00H

 

MARIA ANA BOBONE | 10 DE OUTUBRO | CENTRO CULTURAL DE BELÉM

 

 

Compositora, pianista e intérprete de voz distinta, Maria Ana Bobone regressa ao Grande Auditório  do CCB  no dia 10 de Outubro. Desta feita, a artista MTV (linked pelo talento) comemora, para além dos seus vinte anos de carreira, a oportunidade de apresentar numa grande sala em Lisboa, a sua forma única e distinta de abordar o Fado.

 

Com uma carreira reconhecida internacionalmente (Fado & Piano foi distinguido pela World Music Central como um dos cinco melhores álbuns do ano 2013), a artista que conta também com uma nomeação para os Globos de Ouro no seu currículo, oferece um concerto em que destacará  as  fases mais marcantes da sua carreira e desvendará o caminho do seu próximo disco.

 

Deste concerto farão parte temas tão emblemáticos como Nome de Mar (poema que lhe foi dedicado por Manuel Alegre), ou ainda o recente dueto com Mikkel SolnadoIf the Stars Were to Waltz, com quem encerrará o espectáculo.

 

Ao longo do concerto, cantará acompanhando-se ao piano outros ícones do seu percurso: Que Deus me Perdoe, Auto-retrato, Fado Xuxu, Senhora do Monte, entre os quais, Ó meu Amor não te atrases numa agradecida homenagem a Vasco Graça Moura, (autor do poema).

 

Num Centro Cultural de Belém que sempre a acolheu de braços abertos, Maria Ana Bobonefar-se-á acompanhar pelos mais reconhecidos nomes da música nacional com a direcção musical a cargo do produtor Rodrigo Serrão:

 

Eurico Machado| Guitarra Portuguesa; Carlos Manuel Proença | Viola de Fado; Rodrigo Serrão |  Contrabaixo

 

Convidados Especiais:

Mikkel Solnado

António Palma| Piano; Andrés Perez | Percussão

 

Café Quarteto - extraído da orquestra Gulbenkian, liderado pela virtuosa Maria Balbi (violino) com Maria José Laginha (violino); Pedro Meireles (Viola); Guenrikh Elesin (Violoncelo)

 

Grande Auditório | 21:00h
M/6

 Preços :1ª Plateia 12,5 € |2ª Plateia 10 € |Laterais  7,5 € |Laterais deficientes 7,5 € |
Camarote Central 12,5 € |Camarote Lateral 10 € |Balcão Lateral 7,5 € |1º Balcão 5 € |2º Balcão3 €

 

 www.mariaanabobone.com | http://www.facebook.com/maria.a.bobone  |  www.kbranca.com



publicado por olhar para o mundo às 20:50 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:18 | link do post | comentar

Carlos Mendes no Teatro Lethes

 

Aniversário da ACTA no Teatro Lethes

 

Cumpre-se a 5 de Outubro mais um ano sob a data de instalação da ACTA no Teatro Lethes, oficializada através de um protocolo de comodato celebrado a 5 de Outubro de 2012 entre o Município de Faro e a ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve.


Este ano a data é simbolicamente assinalada com um "Concerto de Ano Novo" com o autor, compositor e interprete Carlos Mendes. Um nome consensual da música portuguesa.


Uma voz. Um piano. Autor, compositor e cantor de temas intemporais como Festa da Vida, Amélia dos Olhos Doces, Ruas de Lisboa, Alcácer que vier, Meu Menino Povo, Carlos Mendes apresenta um espectáculo intimista para comemoração dos seus 50 anos de carreira. Num espectáculo a solo, ao piano, Carlos Mendes convida-nos à partilha sincera de uma vida cheia de histórias, de risos e celebrações que marcaram, inevitavelmente, a história da música portuguesa.

 

A Festa da Vida é um espectáculo diferente do habitual, mais intimista, onde se canta e se conta, onde se ouvem risos e libertam emoções.

 

Local - Faro | Teatro Lethes

Data - Dia 05 de Outubro de 2014

Hora - 21:30 horas

Bilhetes à venda no Teatro e bilheteira online



publicado por olhar para o mundo às 12:50 | link do post | comentar

 

 

 

Letra

 

 

O céu é o azul do mundo
E tu és o meu ser prefeito

 

O mundo nunca te compreendeu
E outros muitos mais que pensão como tu e eu
Eu posso rever me nesses teus olhos cheios de sonhos
Enquanto caminhamos na esperança de mudar mos este dia

 

Eu sei que não é fácil quando caminhas só
E as portas que se fecham deixam te dor de alma ferida
Eu posso rever me nesses teus desejos infinitos
Mas enquanto avançamos vamos crescendo e aprendemos amar a vida

 

O céu é o azul do mundo
E tu és o meu ser prefeito
Amor vamos viver a vida
Como se não ouve dia amanha

 

São tantos os caminhos que queres abraçar
Mas por mais que te esforces sentes te longe não consegues lá chegar
Eu consigo entender esse teu rosto um rosto vazio
Mas enquanto acreditares em quem tu és amanha será o teu dia

 

O céu é o azul do mundo
E tu és o meu ser prefeito
Amor vamos viver a vida
Como se não ouve dia amanha

 

O céu é o azul do mundo
E tu és o meu ser profundo
Amor vamos viver a vida
Como se não ouve dia amanha

 

O céu é o azul do mundo
E tu és o meu ser prefeito

 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:45 | link do post | comentar

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

 Fia

 

Este é um showcase inédito, em formato acústico, onde Fia dá a conhecer alguns dos temas que serão incluídos no seu álbum de estreia, bem como as histórias que deram origem às suas canções. Com o produtor Vasco Lima, explora sonoridades e influências estéticas, resultantes da sua visão criativa e emocional.

 

O showcase será dia 28 na Fnac do Chiado, pelas 17h. 

 

www.facebook.com/fiamusic

 



publicado por olhar para o mundo às 23:05 | link do post | comentar

Feira da Música de Beja

 

 

 

A Zarcos - Associação de Músicos de Beja é uma associação sem fins lucrativos sedeada na Casa da Cultura de Beja que surgiu em meados de 2011, tendo como  principais objetivos desenvolver meios e condições que incentivem à criação artística e  à proximidade com a música, bem como proporcionar iniciativas de âmbito artístico e  cultural à comunidade em geral.

 

É atribuído à associação o nome de Zarcos em homenagem a Emídio Zarcos, um grande  músico bejense destacado pela sua aptidão a tocar bateria e percussão.

 

A Feira da Música de Beja tem a sua 1ª edição nos dias 26, 27 e 28 de Setembro de 2014 na Casa da Cultura de Beja. Os principais objetivos deste evento são a  divulgação, dinamização e aprendizagem de várias áreas artísticas e culturais ligadas ao sector musical, contando para isso com uma variada programação que incluí workshops, palestras, exposições, sessões de cinema e muitos concertos. A Feira da Música contará ainda com a presença de várias entidades ligadas ao sector musical, bem  como uma feira do disco e intrumentos usados.

 

Inseridos na programação de espetáculos, iremos contar com a presença de alguns  nomes promissores e outros já bem estabelecidos no meio artístico português como o de  Anamar, cantora e atriz portuguesa ligada ao pop e à música tradicional, Vítor Rua, membro fundador de Telectu e do Grupo Novo Rock (GNR), Rafael Toral, músico  com formação em jazz ligado ao eletrónico experimental, que na década de 80 tocou nos Pop Dell’Arte e que conta com várias colaborações de nomes internacionalmente conhecidos, como Jim O’ Rourke, Sonic Youth John Zorn, Lee Ranaldo, entre outros.

 

Durante a tarde iremos também contar com showcases com músicos locais e não só.

 

www.facebook.com/zarcos.amb



publicado por olhar para o mundo às 20:44 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:42 | link do post | comentar

Single de estreia dos Lucky Lupe

 

No inicio de 2012, em Portugal (Lisboa) o projeto forma-se com dois membros para desenvolver musica instrumental como construção de paisagens e ambientes sonoros. O desafio era converger a originalidade, a diferença e a concetualidade da música, começando pelos próprios instrumentos usados para compor.


São então usados para o efeito um Double Neck de guitarra e baixo elétricos, um sintetizador, bateria acústica, um Roland SPDX, Loopstations e diversos pedais de efeitos, sendo a música produzida em tempo real, sem pré-gravações de loops ou sonoridades, tanto em estúdio como ao vivo.

 

Durante o ano de 2012, até ao inicio de 2013 realizaram alguns shows em Lisboa, em espaços como a Fábrica da Pólvora, LX Factory e a Praça Camões, este no âmbito do Festival Faz Música, no intuito de desenvolver experiência em palco como banda e divulgar o projeto.


Em meados de 2013 começaram a preparar as gravações de um LP de estreia, tendo no inicio de 2014 entrado em estúdio e concluído gravações do disco de estreia dos Lucky Lupe - 6 temas estão agora em fase de edição.

 

No início de 2014 David F. membro fundador dos Lucky Lupe – muda-se definitivamente para a cidade de São Paulo e traz com ele o projeto para dar continuidade no Brasil.

 

Os Lucky Lupe acabam  de lançar o 1º Single, pode ser escutado aqui: https://soundcloud.com/luckylupe/delay-song
Podem escutar uns temas e ver uns videos da banda aqui:
www.facebook.com/luckylupe


publicado por olhar para o mundo às 12:01 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 08:40 | link do post | comentar

Domingo, 21 de Setembro de 2014

Luisa Sobral edita “Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa” em Novembro


LUÍSA SOBRAL

"Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa" é o novo disco e chega em Novembro

Luisa Sobral tem preparada a edição de um novo disco no final do mês de Outubro. Um disco diferente, pelas narrativas, pelos contextos, por ser, todo ele, escrito em português. Mas com o mesmo brilhantismo na composição e o mesmo bom gosto nos arranjos e harmonias.

"Este álbum fala sobre episódios da minha infância, alguns vividos por mim, outros por amigos ou crianças da minha escola. Todas as canções têm uma imagem associada: O recreio, a hora de almoço, a porta da escola, o campo de futebol onde jogávamos ao "mata", e várias outras que me ficaram na memória", explica Luisa a propósito de "Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa".

"Queria escrever canções para os pais ouvirem com os filhos. Para ser o disco que toca no carro a caminho da escola, enquanto as crianças ainda estão rabugentas e os pais meio ensonados. Para ser o cd das viagens de férias e cantarem todos juntos quando já estão entediados por parecer que a viagem não chega ao fim", continua. "Os discos que ouvi nestas situações marcaram-me bastante. Não tenho essa prepotência. Só gostava que  fosse um disco para as famílias ouvirem juntas."

"Lu-Pu-I-Pi-Sa-Pa" foi gravado no Atlântico Blue Studios e contou com a participação de Luís Figueiredo (co-produtor do disco e pianista), João Hasselberg (contrabaixo) e Carlos Miguel Antunes (bateria). Tem edição prevista para 3 de Novembro.


publicado por olhar para o mundo às 21:57 | link do post | comentar

HMB

 

SENTE” é o  segundo álbum de originais dos HMB editado a 20 de Outubro. 

 

O envolvimento dos HMB com a criação de música nova é incessante. O novo álbum é o resultado dessa interminável busca pela perfeição. Com um som mais maduro, há um novo despertar de consciência para as tendências mais dançavéis, associadas ao soul, hip hop e RnB.

 

Outra novidade, é o maior espírito de comunhão musical, que se traduz na participação de artistas que trazem o seu ofício e talento a este segundo disco. “Sente” conta com  participações de nomes como Da Chick, Samuel Úria, DJ Ride e Sir Scratch.

 

Talvez” foi o primeiro single de apresentação deste álbum,  seguramente um dos discos do ano.

 

O mais recente single fez subir as temperaturas das pistas de dança este Verão! Chama-se “Feeling” e tem a participação de Da Chick. Um boogie à moda dos Earth Wind & Fire e Michael Jackson que celebra a dança como direito universal, "quem dança seus males espanta"...Todos têm direito a dançar e ninguém vai conseguir parar com o novo som dos HMB.

 

HMB – “Feeling” com Da Chick

 

 

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:11 | link do post | comentar

 

 

letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 08:45 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

The scent of Spring
By Winter's end
Has promised a glance of green
Another step
Away from
Cries I used to hear
And trials that came so near
But as the Sun
Involves itself
Around the World.
I see that I've been
In many ways
So wrong that I've fooled myself
With no array to doubt the
Cries I used to hear
And trials that came so near
But as the Sun
Involves itself
Around the World
I can see my soul.
The sun
and its wisdom
lies between us far away
The sun
and it's wisdom
comes to stay.
The scent of Spring
By Winter's end
Has promised a glance of green
Another step
Away from
Cries I'm used to hear
And trials that came so near
But as the Sun
Involves itself
Around the World
I can see my soul.



publicado por olhar para o mundo às 08:11 | link do post | comentar

Sábado, 20 de Setembro de 2014

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:39 | link do post | comentar

Boemia

"Os Peregrinos do Mar" encerram as Jornadas Europeias do Património 2014

Os Boémia, correspondendo ao convite da Assembleia da República, associam-se às Jornadas Europeias do Património de 2014 e atuam no encerramento das Comemorações, no dia 28 de setembro, pelas 17h, na Sala do Senado.

Pelo impacto e relevância do trabalho da banda, nomeadamente o seu último trabalho “Os Peregrinos do Mar”, os Boémia foram assim convidados para encerrar as Jornadas Europeias do Património 2014, este ano subordinadas ao tema ‘Património, sempre uma descoberta’.

“Os Peregrinos do Mar” narra as aventuras e desventuras do povo Português na época quinhentista. Os textos têm como base as crónicas da época, partindo depois para um imaginário próprio. A composição é repartida por Rogério Oliveira e Marco Ferreira tendo ficado os arranjos e a direção musical também a cargo de Marco Ferreira. As músicas têm como base o tradicional e a rítmica Portuguesa, viajando depois para outras paragens harmónicas e melódicas.

A necessidade sentida de largar país e família e partir à aventura para melhores condições de vida, encontra natural paralelismo nos dias de hoje, quando tantos Portugueses deixam o país para tentar melhor sorte. Esta é a verdadeira matriz subjacente às líricas deste trabalho que prestam uma homenagem intemporal à força de vontade de um povo e à sonoridade incorporada na Moderna Música Popular Portuguesa.
 


Os Boémia


Com largos anos de existência sobre a sua formação inicial, os Boémia lançam o álbum Semente, em 2003, com a participação especial de Luis Represas, Luís Pastor e Fausto Bordalo Dias.

O estilo dos Boémia surge como evolução natural da música popular portuguesa e como reflexo de um conjunto de influências tais como Fausto Bordalo Dias, Zeca Afonso, Amélia Muge, José Mário Branco, Trovante, Jorge Palma, Sérgio Godinho, Tom Jobim, Chico Buarque, entre outros.

Como o próprio Fausto teve a oportunidade de dizer, “(...) os Boémia pertencem já a uma nova geração, que parte na senda da música popular portuguesa e que nesta altura já se pode chamar Moderna Música Popular Portuguesa.”

“Os Peregrinos do Mar” conta com a participação especial de Amélia Muge, Fausto Bordalo Dias e o ator Joaquim de Almeida, que se juntam ao grupo nesta aventura e de onde resultam temas como “Num Sonho Imaginável “, dueto com Amélia Muge, ou “Taprobana”, Dueto com Fausto. A voz do ator Joaquim de Almeida aparece ao longo do disco assumindo o papel de narrador desta aventura.
 
As Jornadas Europeias do Património (JEP)


As JEP são fruto de uma ação conjunta do Conselho da Europa e da União Europeia e desde o seu  lançamento, a Assembleia da República sempre se associou a tal efeméride. Assim, no fim de semana de 27 e 28 de Setembro, e a exemplo de anteriores edições, o Parlamento terá as suas portas abertas ao público, levando a efeito um conjunto variado de atividades culturais.



publicado por olhar para o mundo às 12:11 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

vem ser minha mulher
seja o que Deus quiser
vem comigo ao cartório
tratar do acessório

e se o essencial
não cabe no papel
damos dar valor real
ao ouro do anel

vamos pensar a quente
vamos que é para sempre
eu meto o nosso espólio
num carro a gasóleo

e enquanto o sol deixar
há muito para andar
vamos daqui embora
até perder a hora

fugimos à sucapa
até não vir no mapa
baixamos o assento
dormimos ao relento

esse sorriso teu
é a razão do meu
vem ser minha mulher
seja o que Deus quiser



publicado por olhar para o mundo às 08:20 | link do post | comentar

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Danger Hot Stuff

 

 

 

Neste sábado os Hot Stuff vão estar de volta após 20 anos no palco do Salão Preto e Prata do Casino do Estoril, onde também vão atuar os Danger Danger.



publicado por olhar para o mundo às 23:27 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Rita Guerra regressa aos palcos de Lisboa, para um concerto intimista que vai também dar a conhecer em primeira mão algumas canções do novo disco  - “Volta”.

 

“Volta” vai estar nas lojas dia 6 de outubro e é o primeiro disco de originais de Rita Guerra em 4 anos.

Rita Guerra VOLTA aos palcos de Lisboa - Teatro Tivoli 11 de Outubro

 

“Volta”, de que já conhecemos o tema titulo, foi produzido por Mikkel Solnado, que conferiu ao disco um toque muito atual, próximo de sonoridades mais eletrónicas e R’n B.

 

“ Chamei-lhe Volta, porque o encaro como um regresso e uma renovação. Tenho uma carreira de 30 anos, é importante para mim sentir que estou a fazer coisas novas e actuais. “Volta” é seguramente o disco onde mais arrisquei, tem canções construídas em bases eletrónicas e sintetizadores, mas também baladas clássicas, daquelas que eu gosto muito de cantar”.

 

 

Dia 11 de outubro no Tivoli, algumas destas canções podem ser ouvidas em primeira mão.

 

Afinal, “Quem nunca ouviu esta mulher ao vivo, não sabe o que perde” - JN

 

 

Bilhetes à venda nos locais habituais.

“Volta” à venda dia 6 de outubro.

 



publicado por olhar para o mundo às 19:09 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:17 | link do post | comentar

40 concertos de 24 grupos em 18 espaços de música ao vivo fazem esta 18ª edição
OuTonalidades para todos os gostos!


http://www.dorfeu.pt/outonalidades
http://facebook.com/outonalidades


OuTonalidades 2014 arranca no próximo sábado!

De 20 de Setembro a 27 de Dezembro, o OuTonalidades - circuito português de música ao vivo cumpre a sua 18ª edição, com um total de 40 concertos de 24 grupos numa rede de 18 espaços de música ao vivo de norte a sul do país. Um formato de programação ímpar em Portugal, afirmando-se como a única rede nacional dedicada à música ao vivo de pequeno formato.

Durante 12 fins-de-semana, o OuTonalidades volta a apostar numa oferta musical diversificada e transversal a vários géneros musicais, incluindo fado, rock, folk, jazz, música tradicional, pop e indie. Prosseguindo a sua missão de incentivo à circulação da música ao vivo em espaços de café-concerto, bares associativos ou pequenos auditórios, o OuTonalidades afirma-se, a cada edição, como uma importante ferramenta de divulgação e oportunidade única de circulação artística durante o Outono em Portugal. Este reconhecimento entre promotores e artistas já se posicionou além-fronteiras, incluindo este 18º OuTonalidades vários projectos musicais de Espanha, Hungria, Palestina e Áustria que, em resultado de parcerias internacionais, também actuarão no circuito português.

O circuito é coordenado pela d’Orfeu Associação Cultural, em colaboração directa com inúmeros parceiros (Municípios, Teatros, Associações), na consolidação de uma grande rede de programação que junta projectos emergentes e reconhecidos, todos de inegável qualidade, resultantes de um processo que iniciou com mais de 200 grupos candidatos a esta 18ª edição. Todas as novidades do OuTonalidades podem ser acompanhadas nas ligações http://www.dorfeu.pt/outonalidades e em

 

http://www.facebook.com/outonalidades.dorfeu/.

OS 24 GRUPOS DESTA 18ª EDIÇÃO


Couple Coffee -
 Emmy Curl - Edu Miranda Trio - Celina da Piedade - TV Rural - Sopa de Pedra - Birds Are Indie – Fura Fura - Ricardo Fino - 20 Dizer - Circo Mediático - Cláudia Madur - Os Quatro e Meia - 2² - Little Friend – Tape Junk - Reportório Osório - Helena Caspurro - SECÇÃO INTERNACIONAL: Söndörgő (Hungria) - Najla Shami (Galiza/Palestina) - Donauwellenreiter (Áustria) - Los Niños de los Ojos Rojos (Extremadura, Espanha) - Xarnege (País Basco, Espanha) - Txarango (Catalunha, Espanha)

PROGRAMA DETALHADO DOS 40 CONCERTOS
http://www.dorfeu.pt/outonalidades



publicado por olhar para o mundo às 12:41 | link do post | comentar

Nuno and the end

 

Este é um Projeto da Madeira com 3 álbuns editados pela sua própria editora. O estilo é um tanto eclético, oscilando entre o eletrónico e o Pós-Rock.

 

O resultado é uma mistura fina e atmosférica de pianos, guitarras, orquestra e eletrónica, complementado por vozes etéreas e intimistas. 

 

“We Came in Peace” é o single de avance de “Light Ahead”

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:32 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

I come in peace my friends 
I’m designed for President 
Your hope’s about to change 
For what I preach is the best for you 

I’ve been right here but pretending 
Our tribe will never “bop” an ending 
My role is to maintain you locked into our liberal system 

I have just taken my functions and 
I’m so proud of you, my people, 
Who made me able to command this universe. 
Each child will be born to serve the law of dependency, 
Aristocracy, idiocracies and slavery. 

I’m calling out your granted minds 
I stand my finger up on you 

We came in peace, my friends 
We conclude what we'll end 
We promise you a crisis of confidence and consciousness 

The death of a world is our rule 
Feels so emotionally cool 
We’d like to tell you about the height of your expectations



publicado por olhar para o mundo às 08:14 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014
Uma Questão de Princípio” é o nome do álbum de estreia dos D.A.M.A.
D.A.M.A

“Uma Questão de Princípio” é o nome do álbum de estreia dos D.A.M.A. que chega às lojas a 29 de Setembro.

O primeiro longa duração do colectivo lisboeta conta com a participação especial da cantora e compositora brasileira Gaby Luthai, de Mia Rose e de Salvador Seixas, e inclui os sucessos "Balada do Desajeitado" (mais de 1 milhão de views no Youtube), "Luísa", que já se encontram disponíveis digitalmente, e “Popless”, bem como muitos outros temas contagiantes.

Francisco M. Pereira (Kasha), Miguel Coimbra e Miguel Cristovinho são o núcleo central dos D.A.M.A., banda oriunda de Lisboa que se destaca pelas suas canções contagiantes, empatia com o público e energia das actuações ao vivo.

Os D.A.M.A. têm vindo a conquistar os palcos nacionais por onde passam, como são exemplo máximo as actuações ao vivo nas Semanas Académicas da FSCH/Nova em Lisboa, Santarém, Egas Moniz (Costa da Caparica) e Algarve/Faro, onde a banda levou o público ao rubro e a cantar em uníssono vários temas do seu repertório.

No dia 13 de Julho 2014, o colectivo assegurou a primeira parte do concerto de One Direction no Estádio do Dragão (Porto) e conseguiu cativar uma verdadeira multidão de fãs da banda britânica, colocando todo o estádio a cantar em uníssono.

"Balada do Desajeitado" foi o tema que colocou os D.A.M.A. na história da música portuguesa, ainda em alta rotação nas rádios nacionais, com o vídeo a atingir mais de 1 milhão de visualizações no YouTube. “Luísa” foi a canção que sucedeu este grande êxito e também já está a ter impacto um pouco por todo o país.
 
video "Luísa"


publicado por olhar para o mundo às 20:25 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:49 | link do post | comentar

DEAD COMBO  DEAD COMBO apresentam videoclip de


DEAD COMBO

DEAD COMBO apresentam videoclip de "Povo Que Cais Descalço"

Em Dezembro, actuam no Coliseu de Lisboa

Concertos no final do ano no Coliseu de Lisboa, no Coliseu Micaelense - S. Miguel - Açores e no Teatro Rivoli - Porto

Os DEAD COMBO apresentam "Povo Que Cais Descalço", o segundo registo vídeo do novo disco "A Bunch of Meninos", cuja Tour de Apresentação arrancou no passado mês de Março com a realização de mais de 40 concertos e com Salas repletas um pouco por todo o País e passagem por alguns dos principais Festivais de Verão. 

Com realização de Daniel Neves "Povo Que Cais Descalço" foi gravado na Afurada e na Praia de Miramar em Vila Nova de Gaia, e em Braga, na antiga Fábrica de Sabonetes "Confiança" e mostra, nas palavras da banda, "Um país abandonado, deixado à mercê de um destino que não se vislumbra no horizonte. Um povo descalço, que cai a cada passo que dá, empurrado por uma gigantesca mão feita de aço. Paisagens inóspitas arrancadas, à força, do coração de que é feito esta gente. Um coração que bate, forte, indestrutível. O povo que cai, mas que se ergue sempre após cada queda e continua a caminhar. O povo que é o país, o povo que somos nós. Todos."

No final do ano, para encerrar um ano extraordinário para a afirmação da banda, osDEAD COMBO realizarão concertos especiais no Coliseu de Lisboa (4 de Dezembro), Coliseu Micaelense – S. Miguel – Açores (7 de Dezembro) e Teatro Rivoli – Porto (12 de Dezembro). Está igualmente prevista uma reedição do "A Bunch of Meninos" em meados de Novembro.         


publicado por olhar para o mundo às 12:26 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 08:40 | link do post | comentar

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

A Ilha

 

Os Gambozinos apresentam A Ilha, uma megaprodução em cena no dia 28 de setembro.

 

O que fazer quando uma catástrofe natural destrói a terra natal de um povo e o atira para uma ilha selvagem? Como lidar com os desconhecidos que são a sua única hipótese de reconstruir a vida neste novo lugar? E como ultrapassar os obstáculos e desafios que surgem pelo caminho?

 

É com estas questões que se deparam Sofia, Pedro e Paulinho, três amigos muito diferentes que protagonizam A Ilha e que nos conduzem numa aventura de recomeços e descobertas, em que as coisas nem sempre são tão óbvias como parecem, e onde descobrem que afinal importa menos o que nos acontece do que as atitudes que temos perante aquilo que nos acontece.

 

A Ilha é um teatro musical inteiramente produzido pelos Gambozinos, que alia à magia de uma fantástica aventura uma proposta para os dias de hoje, baseada nos ideais dos Gambozinos.

 

Os Gambozinos são uma associação juvenil católica sem fins lucrativos com o objectivo de ajudar crianças, jovens e famílias dos bairros de Peniche, Pragal e Braga, provenientes de meios sociais, económicos e afetivos completamente distintos. Para que essa ajuda se torne possível, são realizadas ao longo do ano actividades de formação e acompanhamento em grupos e campos de férias com os fundos que se vão angariando, procurando construir pontes entre crianças de meios sociais muito diferentes e construir, desde a infância, um mundo diferente e melhor. Este espectáculo será a principal acção de angariação de fundos deste ano e os bilhetes já estão à venda para duas sessões (às 16h30 e às 21h30).

 

Marca já na tua agenda! 28 de Setembro de 2014, na Fundação do Oriente, em Lisboa.Sessões: 16h30 e 21h30.

 

Mais Informação aqui: www.gambozinos.org



publicado por olhar para o mundo às 22:58 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds