Quinta-feira, 6 de Março de 2014

Artistas do fado associam-se à Casa dos Rapazes em concerto solidário

 

Vários fadistas e músicos vão associar-se à Casa dos Rapazes num concerto solidário no Auditório da Sra. da Boa Nova no Estoril, dia 8 de março, pelas 21h30.

O evento, cujas verbas irão reverter em 50% para a Casa dos Rapazes e 50% para a Paróquia da Boa Nova, tem como protagonista a primeira e única guitarrista portuguesa profissional de fado, Marta Pereira da Costa. Distinguida em "Fados de Amor”",de Rodrigo Costa Félix, pela Fundação Amália Rodrigues, Marta Pereira da Costa fez história pela sua performance na guitarra portuguesa, pela primeira vez tocada integralmente por uma mulher.

Convidados também para atuar neste concerto solidário estão os fadistas Rodrigo Costa Félix, Ana Laíns e Carlos Leitão, o violinista Ricardo Mendes, Pedro Pinhal na viola de fado e Jorge Carreiro no contrabaixo.

Ricardo Carriço, padrinho da Casa dos Rapazes, marcará também presença no evento,  para dinamizar um leilão solidário que irá ter lugar na zona lounge do bar do Auditório da Sra. da Boa Nova, no final da noite.

Os bilhetes para assistir a este concerto custam entre 10 e 15 euros e podem ser adquiridos no local, em dias úteis das 9h00 às 18h00, ou no dia do evento a partir das 12h00, ou ainda mediante reserva através dos contactos telefónicos 214678610 / 912485464 ou e-mail auditoriosboanova@cpestoril.pt.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:50 | link do post | comentar

 Depois de um ano de trabalho de estúdio, o projeto nacional Kind of Magic apresenta-se ao vivo no Armazém F, em Lisboa, a 28 de março.  Os Kind of Magic são seis músicos e um coro de três vozes adicionais que se dedicam a versões dos Queen.

 

Depois de um ano de trabalho de estúdio, o projeto nacional Kind of Magic apresenta-se ao vivo no Armazém F, em Lisboa, a 28 de março.

Os Kind of Magic são seis músicos e um coro de três vozes adicionais que se dedicam a versões dos Queen. "Pretendemos ser a melhor e mais conhecida banda de tributo aos Queen, não só em Portugal, mas também a nível internacional, pois a internacionalização da banda é uma ideia que perseguimos", sublinha o projeto.

A banda tem a particularidade de deixar ao critério dos fãs dos Queen a escolha do repertório a tocar em cada concerto. As sugestões podem ser feitas a partir da página de Facebook do grupo.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 10:47 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Letra:

Se o amor faz sofrer
Se a paixão faz doer
O que o ódio fará

Não soube o que dizer
Magoei sem querer
Mas não queres perdoar

Discutiste
Insististe
E pior não me ouviste
Nem me viste chorar

Eu cedi
Concordei
Admiti que errei
Mas só queres guerrear

E eu sei
Não tem fim
Não queres a paz que trago em mim
Não Não

Argumentos que ferem
Silêncios torturam
Gestos são letais
E afinal, pra quê mais?
Concordar jamais
Mesmo que eu diga sim

E eu sei
Não tem fim
Não queres a paz que trago em mim
Vi também que a paz em ti não fica bem
Não Não

Oh Não
E eu vou
Vou desandar daqui
Antes que o céu
Decida desabar sobre mim

Eu sei
Não tem fim
Tu não queres a paz que trago em mim
Vi também que a paz em ti não fica bem

Não tem fim
Tu não queres a paz que trago em mim
Sei também que a paz em ti não fica bem
Não Não

 

 

A PAZ NÃO TE CAI BEM
Letra: John Ulhoa/ Música: Hélder Gonçalves. Tema extraído do álbum CORRENTE, dos Clã

www.cla.pt
www.facebook.com/musica.CLA



publicado por olhar para o mundo às 09:43 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Swirling wind 
echoing in the void… 
Ocean Ripples… 
overjoyed 

Twisted iron 
mumbling in the dust 
with a flaming essence 
feeding up from lust 

Transparent skin… 
of fractal matter 
wrapped on routine 
garment leather



publicado por olhar para o mundo às 08:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 5 de Março de 2014

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 23:09 | link do post | comentar



publicado por olhar para o mundo às 21:38 | link do post | comentar

Dead Combo

 

A ESPERA PELO NOVO ÁLBUM DOS DEAD COMBO ESTÁ A CHEGAR AO FIM!

«A Bunch of Meninos» vai ser editado na próxima segunda-feira, dia 10 de Março

Quinto registo da dupla portuguesa já pode ser ouvido, em exclusivo, no Spotify

 

A espera está a terminar: na próxima segunda-feira, dia 10 de Março, «A Bunch of Meninos» vai finalmente chegar às lojas. Mas, até lá, os Dead Combo continuam a levantar o véu do seu novo álbum: depois do sucesso da pré-venda, que decorreu no iTunes e que incluía quatro «instant grats». «A Bunch of Meninos» está disponível em streaming exclusivo no Spotify.

 

O vídeo “ a bunch of Meninos” também já está disponível aqui.

 

Composto por 13 novas canções, assinadas integralmente por Tó Trips e Pedro Gonçalves, «A Bunch of Meninos» é o sucessor do aclamado «Lisboa Mulata», de 2011. Gravado em Setembro de 2013, nos Atlantic Blue Studios, o quinto álbum dos Dead Combo foi produzido pela banda e por Hélder Nelson, contando com as participações especiais de Alexandre Frazão (bateria e percussão) e António Sérginho (percussão).

 

No dia seguinte à edição do disco, a 11 de Março, a partir das 18h30, «A Bunch of Meninos» será o ponto de partida para uma conversa animada e descontraída, que reunirá a dupla com as jornalistas Vanessa Augusto, da Antena 3, e Cláudia Matos Silva, da Oxigénio, na Fnac do Chiado. Mas os convites não se ficam por aqui: no dia 21 de Março, o público dos Dead Combo pode juntar-se novamente à banda, desta feita, para subir ao palco do mítico Coliseu dos Recreios, em Lisboa, num formato intimista e com lotação limitada – exactamente os moldes nos quais as melhores memórias são criadas.

 

«A Bunch of Meninos» vai ser editado, pela Universal Music Portugal, no dia 10 de Março.

 



publicado por olhar para o mundo às 20:44 | link do post | comentar

 

Letra

 

Pleasing smile 
glaring eyesight 
across the skyline 
orphic riddles 
to unravel…

 

Blazing protostar 
dancing in the vastness 
how… we get so far..?

 

Freezing time… 
Counting seconds… 
Releasing ashes 
holding moments 
everlasting…

 

Blazing protostar 
dancing in the vastness 
how… we get so far..?



publicado por olhar para o mundo às 17:47 | link do post | comentar

TIAGO BETTENCOURT ESTÁ DE REGRESSO AOS DISCOS!

 

TIAGO BETTENCOURT ESTÁ
DE REGRESSO AOS DISCOS!

«AQUILO QUE EU NÃO FIZ»
É O SINGLE ZERO DO NOVO ÁLBUM

A primeira amostra do registo, que vai ser editado
no final da Primavera, já está disponível no iTunes

 

«Eu não quero pagar por aquilo que eu não fiz, não me fazem ver que a luta é pelo meu país. Eu não quero pagar depois de tudo o que dei, não me fazem ver que fui eu que errei» – eis o refrão de «Aquilo Que Eu Não Fiz», a primeira amostra para o novo álbum de Tiago Bettencourt. «Aquilo Que Eu Não Fiz», que já está disponível no iTunes, é o single zero do disco que o autor português tem vindo a desenhar e que será editado, pela Universal Portugal, no final da Primavera.

 

Para Tiago Bettencourt, 2014 não podia ter começado da melhor forma. Logo em Janeiro, através do seu Facebook, Tiago partilha as primeiras referências do seu regresso ao estúdio. Desde então, publicou imagens dos mais diversos momentos, revelando, por exemplo, as visitas de Fred Pinto Ferreira (Buraka Som Sistema, Orelha Negra) ou Mário Laginha – o que só tem aumentado a curiosidade à volta do seu novo registo de originais. Sabemos ainda que o disco conta com a colaboração do mundialmente reconhecido Maestro Jaques Morelenbaum (Tom Jobim, Caetano Veloso, Gilberto Gil, entre muitos outros), responsável pelo arranjo de um dos temas, dirigindo a Rio de Janeiro Session Orchestra. 

 

Depois das experiências de «O Jardim» em 2007,  «Em Fuga» de 2010 e da aventura em que se tornou «Tiago na Toca» de 2011, «Aquilo Que Eu Não Fiz» é o single zero do novo álbum de Tiago Bettencourt, o disco que sucede a «Acústico», a sua primeira compilação, gravada ao vivo em estúdio e editada no final de 2012.



publicado por olhar para o mundo às 13:23 | link do post | comentar

 

Letra

 

Fui Um Lobo Malvado 
Eu fui um lobo malvado 
Entrei em casa da avózinha 
E instalei-me na caminha 
Contigo a meu lado
Depois mostrei-te a cozinha 
Fiz-te passar um mau bocado
Com medo de ficar sózinho 
Quis fazer de ti o meu capuchinho 

Ainda não manejei nenhuma arma que não desse ricochete
E a cicatriz sobrevive sempre 
À mais perfeita ligadura
Mas quando quiseres és bem vinda ao meu castelo
Que talvez por ser velho e enrugado 
Não precisa de pintura
És bem vinda, amor 
Se ainda te apetecer 
Tal aventura

Cheguei com falinhas mansas 
Quis mostrar-te quem não era
Armei-me em herói de quimera 
Todo brilhante
Mais tarde soltei a fera
Mostrei-te o meu corno penetrante
Com ele espetei contigo na rua
Mas antes fiz questão de te deixar nua 

Ainda não manejei nenhuma arma que não desse ricochete
E a cicatriz sobrevive sempre 
À mais perfeita ligadura
Mas quando quiseres és bem vinda, amor 
Ao meu castelo
Que talvez por ser velho e enrugado 
Não precisa de pintura
És bem vinda, amor 
Se ainda te apetecer 
Tal aventura 

Eu fui um lobo malvado...




publicado por olhar para o mundo às 08:30 | link do post | comentar

Terça-feira, 4 de Março de 2014

Paus

 

Paus

Estreiam vídeo de ‘Bandeira Branca’, o primeiro single de ‘Clarão’, já disponível em todas as plataformas digitais

 

‘Bandeira Branca’ é o single de apresentação de ‘Clarão’ o segundo disco dos Paus.

 

Escreve a banda:

 

‘Fizemos um disco. Chama-se Clarão.

 

Hoje queremos partilhar convosco uma das músicas que faz parte desse disco. Chama-se Bandeira Branca.

 

Na verdade queríamos que a voltassem a ouvir, porque o nosso amigo Chris Common botou-lhe a mão e remisturou-a. Gostávamos ainda que olhassem para ela porque os nossos amigo Braúlio Amado  (autor da foto da capa do Bandeira Branca 7”, aquela do gajo com o osso, que por incrível que pareça também entra no que vamos falar a seguir) e o Nick Shiarizzi fizeram um vídeo. É preciso lembrar-nos que nos metemos nisto para fazer merdas épicas, ter visões e ir a lugares estranhos. 

 

Agora não se esqueçam de cuidar uns dos outros.

 

Estamos Juntos

 

Paus’

 

Os Paus têm previsto concertos em Março no México (dia 7 em Caradura e dia 9 no Festival NRMAL), partindo depois para os EUA (dia 11 actuam na Vans Day Party, em Austin no Texas, ficando depois para o SXSW, onde actuam dia 12). Em Portugal já foi anunciada a participação da banda no Festival Optimus Alive, dia 12 de Julho. Mais informações aqui.

 

Single disponível em todas as plataformas digitais



publicado por olhar para o mundo às 21:54 | link do post | comentar

Berg Mundo

 

Berg foi o grande vencedor do Programa de revelação de talentos Factor X, através do qual vê agora o seu talento reconhecido.

 

Durante vários anos, Berg partilhou o palco com alguns dos maiores artistas portugueses, como backing vocal e guitarrista. Dono de uma voz singular, intérprete irrepreensível, multi instrumentista e compositor.

Berg grava em 2009 o álbum a solo “Mundo”.

 

A vitória de Berg no Factor X, é um bom motivo para se redescobrir “MUNDO”, um disco entre a pop e a soul que conta com participações especiais de Rui Veloso (guitarra e voz no tema “E TU”) e Pedro Abrunhosa (Piano no tema “Só um minuto”). Um disco surpreendente tanto ou quanto a participação de Berg no programa!



publicado por olhar para o mundo às 18:22 | link do post | comentar

Flirt

 

A origem da banda remonta há 15 anos, com o nascimento da amizade entre os membros fundadores, Ricardo Oliveira e Mário Pereira.

 

Depois de vários projectos comuns e de alguns anos de trabalho num estúdio caseiro sem qualquer pretensão de retomar a actividade musical para além do prazer retirado do processo criativo, resolveram no final de 2006 reunir uma banda.
Foi assim que nasceram os FLIRT. Uma banda verdadeiramente interurbana. Com um dos membros a viver no Porto, outro na Golegã e o terceiro em Lisboa, muitos quilómetros tiveram de ser percorridos para que o trabalho fosse avante.
Para a bateria convidaram o Tiago Ramos e para o baixo o Ricardo Freitas (amigo de longa data do Mário). Ricardo Freitas foi, entretanto, substituído por António Costa, e Gonçalo Aires tomou o lugar de Tiago na bateria. O grupo ficou completo com a entrada de Vasco Finuras, em Novembro de 2010.
Com percursos bastante distintos, os FLIRT assumem uma raiz rock. Foi sempre esta a identidade que o seu som assumiu.
 
O nome "FLIRT" surgiu durante numa das viagens que foram precisas fazer para que este projecto se materializasse. A sonoridade, o facto de ser um termo universal e remeter para a sensualidade foram alguns dos motivos da escolha do nome, mas a banda também gosta de pensar que pode representar muito mais que isso.
 
 
«As paixões são assim, violentas, duras, sofridas. Têm menos a ver com tranquilidade e com o silêncio. As paixões arrebatam-nos como a violência dos decibéis quando saem com emoção. E é possível fazê-lo, sacando-os da garganta, dos pedaços de madeira com cordas ou das peles batidas. Às vezes fazemo-lo, sei disso. Nem sempre, também é verdade. Mas as paixões também são fugazes e por isso tão intensas. E andamos sempre à procura de as sentir, mesmo sabendo do risco de apenas nos iludirem por instantes».

"Sorte Nula" é  o tema de avanço para o 3º trabalho da banda, que será lançado até final deste ano. O tema está disponível para audição e download em https://soundcloud.com/flirt-2/sorte-nula

 

Mais informação sobre os Flirt no site da banda em: http://www.flirt.pt/



publicado por olhar para o mundo às 17:19 | link do post | comentar

 

Letra

 

Estou farto da vida atinada e dos dias normais
Vou saltar a janela subir a ruela
E parar no refugio aonde estão os meus amigos
Há seres imortais

 

E tudo acontece bebe-se um copo e canta-se um fado
Ganha-se a noite em frente seguimos lado a lado
Olhamos as estrelas
E lá está ele

 

Lá vai o cantor cantando com a noite
Traz suas cantigas que fez com seu coração
Com estranhas melodias ele fala sobre nós
Diz que os anjos da noite nunca se sentiram sós

 

O cantor que dança com noite acordou o mundo
Trocam se beijos lavam se almas amor profundo
Todos o conhecem
Todos o adoram

 

E tudo acontece bebe-se um copo e canta-se um fado
Ganha-se a noite em frente seguimos lado a lado
Olhamos as estrelas
E lá está ele

 

Lá vai o cantor cantando com a noite
Traz suas cantigas que fez com seu coração
Com estranhas melodias ele fala sobre nós
Diz que os anjos da noite nunca se sentiram sós

 

E lua olha para ele a cantar
Enquanto a noite chegar sabemos que estará aqui
Cantando alegres e tristes canções
Historias de mil corações que um dia amou sem fim

 

Lá vai o cantor cantando com a noite
Traz suas cantigas que fez com seu coração
Com estranhas melodias ele fala sobre nós
Diz que os anjos da noite nunca se sentiram sós



publicado por olhar para o mundo às 17:15 | link do post | comentar

Felipe Pinto, Planeta Limpo

 

Filipe Pinto tem estado presente nas várias lojas FNAC do País, com uma excelente receptividade e a encantar o público mais novo, com o seu projecto infantil “O Planeta Limpo do Filipe Pinto”. Em Março estão previstas 3 apresentações:

 

 

2 DE MARÇO 2014

11H30 – FNAC COIMBRA

 

22 DE MARÇO 2014

17H – FNAC VASCO DA GAMA

 

29 DE MARÇO 2014

17H – FNAC MADEIRA

 

Depois do lançamento do seu disco de estreia – “Cerne” (2012) –, Filipe Pinto editou no dia 9 de Dezembro o projecto infantil: “O Planeta Limpo do Filipe Pinto”, que engloba um CD e um DVD.

 

Licenciado em Engenharia Florestal, Filipe Pinto sempre demonstrou uma preocupação ambiental, procurando sensibilizar a população para esta causa. Neste projecto, Filipe concilia a sua preocupação ambiental com a sua vertente artística de músico. A um livro, de sua autoria em parceria com a empresa Betweien, em que se relata uma viagem ao seu planeta imaginário, está associado um CD, composto por 9 temas originais, um DVD, com 4 videoclips, e um jogo (com acesso através do livro), todos dedicados ao público infantil e à sensibilização do mesmo para as questões ambientais.

 

Filipe Pinto conquistou o público português com a sua música e a atribuição do prémio Best Portuguese Act dos MTV EMA 2013 foi a consagração do seu sucesso, reconhecimento do seu talento e demonstração da receptividade e carinho dos seus apoiantes.

Enquanto apaixonado pela música e pelo meio ambiente, Filipe Pinto lança agora um novo projecto na sua carreira, com um carácter lúdico-pedagógico, que pretende chegar até aos mais novos porque a educação ambiental deve começar desde cedo!

 

Mundo a Reciclar” é o tema de apresentação que sensibiliza os mais pequenos  para a importância da reciclagem.

 



publicado por olhar para o mundo às 12:25 | link do post | comentar

 

Letra

 

Eu calo as palavras, poupo o vocabulário, é que
Pró meu silêncio ainda não há um dicionário
E eu não falo sem pensar e não quero pensar demais
Não espero interpretações ou traduções emocionais.
Como todas as mulheres quero sentir que sou diferente
Sou todo o cliché da vida toda pela frente.
Sou carente q.b. como um domingo persistente em que
Não sei porquê a gente tem olhar ausente.
Amiga como tu tenho medo da rejeição
Chorei deitada no chão, achei que era em vão e não
Havia solução a ferida ficaria aberta,
É certo que te marca mas não mata só desperta.
Também sou insegura ponho a lupa nos defeitos,
Tenho a fúria do espelho, muitas dúvidas no peito
Ás vezes não me valorizo, não grito quando é preciso
Não tenho juízo e vivo em função doutro indivíduo
Como tu não sou perfeita mas esse é o nosso carisma
E quem cisma e não respeita não consegue ver um cisne.
A beleza não se finge é aquilo que tu emanas, mana
Como uma esfinge fica sólida a uma deusa humana.
Somos assim cheias de contradições como as tradições sem fim que nos atiram pra depois.
Vestem-nos de cor de rosa pra enfeitar um mundo que é cinzento,
Querem-te vistosa mas cagam em como estás por dentro
E não tens tempo pra te amares a ti
Tens de ser loira, boa, magra, sensual e com Q.I.
Claro que assim manter uma auto-estima dá muito trabalho.
Não sou a super-mulher e mando o mundo po caralho!
Carta fora do baralho mas serei dama de copas,
Serei rainha como tu um dia, topas?
E quando fraquejares vais repetir num sussurro
Aquilo que eu canto pra sorrir um dia escuro.


Eu cheiro a alfazema, eu sou poema
Eu sou aquela que tu querias ao teu lado no cinema



publicado por olhar para o mundo às 08:45 | link do post | comentar

Segunda-feira, 3 de Março de 2014

Bungavília

 

sexta 8 Março | 21h30

Cine-Teatro São Pedro, Águeda

5€ pré-venda | 8€ no dia

 

Organizado pela Comissão de Festas de S. Sebastião. Concerto reverte a favor da Festa em honra de S. Sebastião.

 

Um encontro entre dois Amigos - João Afonso e Rogério Pires -, que cruzam universos musicais partilhados numa empatia única.

A marca autoral de ambos e a comum valorização da palavra cantada tornam-se mais nítidas no formato intimista deste concerto: apenas vozes e guitarras.


A Buganvília é canção que traduz o estado de espírito para uma viagem musical e cultural de dois músicos de excepção. Um Carril de Arte que Rogério Pires com a sua forma delicada e sensível aborda a obra de João Afonso, cantando a língua

 

portuguesa, transportando-nos por um ”coral de missangas” vividos e imaginados por ambos.


São viagens partilhadas de canções de “Missangas” a “Outra Vida” e sensações que só uma verdadeira sintonia, como a deste recital musical, nos consegue aportar. 

 

Buganvília - João Afonso e Rogério Pires

https://www.facebook.com/abuganvilia

 

Vídeo Promo:

 



publicado por olhar para o mundo às 21:14 | link do post | comentar

Adufe

 

Dia 1 de Março (sábado) -- 22h - Dj Naiker bee| Gaia Sound System

 

Gaia Sound System celebra a paisagem acústica onde todos os povos se encontram, para falar o mesmo idioma, a música.

Dj Naicker Bee cria uma viagem pelo mundo da World Music, visitando os ambientes sonoros da Ásia, África, Américas e Europa.

E traz-nos nomes como, Kiran Ahluwalia, Tinariwen, Tony Allen, Femi Kuti, Firewater, Rupa & April Fishes, LaBrassBanda, Omiri, Galandum Galundaina, Roncos do Diabo, e muitos outros que têm sido presença no FMM (Festival Músicas do Mundo) e no Festival Med.

 
Dia 7 (6ª feira) Dj Set -- 22 horas - Troc´o´Passos "Mulheres na música e no mundo" 

 

Entrando nas comemorações do Dia Internacional da mulher a DJ Troc´o´Passos regressa ao Adufe-sons do mundo para um Set dedicado às mulheres na música e no mundo.

 

Tendo vivido muitos anos na Colômbia e em Barcelona as suas sonoridades são muito influenciadas pela América Latina e por Espanha, para além de uma ligação muito forte que tem com África, influenciada por esta nossa Lisboa mestiça.


Além disso, gosta profundamente de música portuguesa, tradicional e contemporânea. Ou seja, os meus sets são uma verdadeira viagem pelo mundo.

 

Dia 8 (sábado ) -- 22.30h - Aldo Milá - Angola

 

Aldo Milá sobe ao palco do Adufe-sons do mundo em trio para uma noite de sonoridades angolanas.

 

É um compositor e intérprete angolano residente em Lisboa. De regresso a Luanda, tocou com tribos e formações musicais como artista amador. Em 1994 profissionalizou-se como músico, depois de inúmeros espectáculos, dentro e fora de Portugal. Produziu três CD’s acústicos de músicas originais e tem já preparado o seu quarto CD intitulado “MUXIMA JAZZ”.

 

Dia 14 (sexta-feira) -- 22h - João Mau tempo - A canção americana

 

João mau tempo tem residido nos EUA onde tem tido um contacto e uma investigação sobre a folk dos EUA. Baseando muita da sua recolha nas músicas do trabalho e da canção de intervenção norte americana.

 

Dia 15 (sábado) -- 22.30h - Stonebones & Bad Spaghetti - Bluegrass

 

Os Stonebones & Bad Spaghetti nasceram da paixão pela música improvisada, vibrante e contagiante do Bluegrass. São a primeira banda de Bluegrass Portuguesa.

 

Os Stonebones & Bad Spaghetti são a banda de Bluegrass portuguesa que se distingue pela energia da sua música e desempenho em palco. Ao vivo interpretam uma recolha abrangente de temas tradicionais e também inéditos, compostos neste estilo e cantados em português, parte dos quais presentes no seu EP de apresentação, "Ai Portugal".

 

Passaram já por alguns palcos importantes, nomeadamente o Festival de Blues de Guarda e Bejar - Transblues e já este ano voltaram a actuar uma vez mais na Festa do Avante. As suas músicas passaram também num programa específico de bluegrass de uma rádio americana."

 

Dia 19 (quarta) - inauguração da exposição fotográfica de Luis Conde "Ser Tangível"

 

Um só gesto de uma bailarina pode transportar-nos para um qualquer lugar.


Um lugar solúvel no tempo e no espaço como o imaginário tangível desperto pelo girar de uma boneca numa caixa de música.


As imagens sucedem-se a desfiarem-se no ritmo de mais e mais gestos, movimentos em corpo de música.

 

Um salto no desconhecido, como metáfora da minha abordagem à fotografia de retrato. Quero de ti o inerente, o intrínseco, corpo em forma de história, desfiado em emoções, como que contado em estrofes compostas pelo olhar.

 

Dia 21 (6ª feira) - Selecção Adufe "Blues"

 

As selecções Adufe-sons do mundo continuam a ser apresentadas aos amigos que nos visitam. Para esta noite o colectivo Adufe selecciona uma playlist dedicada ao Blues.

 

Dia 22 (Sábado) - 21:30 - Selecta Grinvarg - Uma viagem à volta da World Music

 

Selecta Grinvarg regressa ao Adufe para mais uma noite de muito boa música. Grinvarg promete uma noite de sons eclécticos vindos dos quatro cantos do mundo.

 

Dia 28 (6ª feira) -- 22.30h - Óai d' Ir - world folk 

 

Óai D' ir tem um repertório inédito de canções acústicas com base nas percussões portuguesas e do mundo, e na melodia, recorrendo a instrumentos étnicos, entre os quais instrumentos de raiz tradicional.

 

Óai D' ir ,Influências de Norte a Sul, com base nos ritmos e estilos da cultura Portuguesa, vão propondo uma sonoridade folk world, que também se inspira no Norte de África, no Médio Oriente ou no Norte da Europa.
Andreia João (Voz e letras)
Miguel Simões (Bandolim, Cavaquinho, Viola Braguesa)
Ricardo Brito (Guitarra)
Tiago Matos (Percussões)
Daniel Morgado (Percussões)

 

Dia 29 (sábado) -- 22h - Capitão Bala "O mundo em luta"

Na véspera de Abril, as vozes e os ritmos de quem faz da canção uma arma. Os sons que fizeram e fazem os tremer poderosos. Do Curdistão ao Sara Ocidental, da Colômbia à Palestina, da África do Sul à Irlanda, da Índia à Nicarágua.

 

 

Adufe Bar - Sons do Mundo
Beco do Arco Escuro,1 - Lisboa
Aberto de 4ª a Sábado, das 21:00 às 02:00
http://www.adufebar.com   / http://www.facebook.com/adufebar


publicado por olhar para o mundo às 18:00 | link do post | comentar

 

 

letra

 

"Provo da tristeza como um vinho velho
E mesmo assim eu espero, não partir o espelho, e digo
Que confio no teu bom conselho
Mas se for preciso ainda consigo esmurrar um joelho e sigo
Sinal vermelho é verde tinto, se o meu instinto
Me diz que sim, sigo o que sinto
E nem por isso serei impulsiva
E posso ser tão otimista que até Deus duvida
Eu só desisto quando há fumo branco, até à solução, pondero até à cisma
Eu ultrapasso a lebre num instante, na competição, sou tartaruga ninja
Como uma esfinge, eu finjo que sou de pedra, que sou dura na queda, mas a perda eu evito
E como a vida é como a tal caverna, nesta alegoria eu queria ter uma lanterna e um livro
Pa' ser livre é preciso ter coragem
E muitas vezes sou cobarde e suavizo na dosagem
Com eufemismo na boca, como um felino na toca
Evitando uma troca de olhar e não se nota
Que me esquivo do conflito e que finto a ruptura
Eu não domino o desapego e cedo ao peso da culpa
É que para mim é tortura ter de partir um coração
Para ser mulher madura ainda falta aventura e saber dizer que não
Não! Eu não sei dizer que não

O vinho velho, o tabaco cubano, o meu pai e o mano, a teresa e a mãe
A tua barba, a cama e a carta, as palavras da marta e toda a gente que vem
Pra ver no palco o que digo bem alto
Enquanto vejo se espanto este medo que tenho
E o papel perfumado com que tenho forrado
A gaveta do quarto onde guardo além
De uma foto do bicho, um vestido e um livro, um relógio e aquilo que tenho escrito também

Era suposto ser eu no pós-doc, ele no pós-rock
E ainda mais uns trocos nisto
Mas o destino trocou essas voltas e a "sereia louca"
Ficou com a lavoura e o com um disco de hip hop
E chegada à encruzilhada ficou claro que fui eu que chamei por tudo isto
E que não há nada de nada, nem uma chapada na cara que não derive daquilo que pedimos
No rap tenho trabalhado muito e tenho tido sorte
E tenho sido forte para continuar
Tendo como suporte, aquele velho mote
"Cuidado com o desejo, pode-se concretizar"
E se há coisa que me tira do sério
É se me tiram o êxito e duvidam do mérito
É que as minhas conquistas, são de rimas em pistas
De batalhas sofridas e o suor de um exército
E é por isso que as gavetas de cima são das mães
São sempre de quem, tomou primeiro a iniciativa
O trabalho é recompensado pela comodidade de não teres de ajoelhar perante vida
E a verdade da cômoda é incomoda
Mas já tenho esta gaveta cá em cima
E por norma eu trabalho para a vitória
Chego a casa, abro a mala e guardo e medalha que é minha

O vinho velho, o tabaco cubano, o meu pai e o mano, a teresa e a mãe
A tua barba, a cama e a carta, as palavras da marta e toda a gente que vem
Pra ver no palco o que digo bem alto
Enquanto vejo se espanto este medo que tenho
E o papel perfumado com que tenho forrado
A gaveta do quarto onde guardo além
De uma foto do bicho, um vestido e um livro, um relógio e aquilo que tenho escrito também



publicado por olhar para o mundo às 17:37 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 08:50 | link do post | comentar

Domingo, 2 de Março de 2014

Sol de Inverno

 

A banda sonora original da novela líder de audiências – à venda a 3 de março

Sol de Inverno é uma telenovela portuguesa da SIC, protagonizada por Rita Blanco e Maria João Luís e escrita por Pedro Lopes, autor de «Perfeito Coração», «Laços de Sangue» (que ganhou um International Emmy Award em 2011) e «Dancin' Days».

 

Com personagens secundárias fortes e uma história de vingança, Sol de Inverno é uma narrativa contemporânea que se pretende próxima da realidade dos espetadores. Um fresco moderno sobre os problemas do país real, onde a mensagem de esperança está sempre presente, acabando por triunfar.

 

Desde a sua estreia, em setembro de 2013, Sol de Inverno é vista diariamente, em média, por 1 milhão e 450 mil telespetadores. É até ao momento a telenovela portuguesa com mais audiência na SIC.

 

A banda sonora original será editada no próximo dia 3 de março pela Universal Music em colaboração com a SIC e inclui, para além do tema do genérico interpretado por Luciana Abreu, mais 19 temas de Artistas nacionais e internacionais tais como: Ana Moura,António ZambujoDeolindaJoão Pedro PaisRichie Campbell,Frankie ChavezLara LiJoão Só e AbandonadosSilva, entre outros.



publicado por olhar para o mundo às 21:36 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

Amigo maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem 
Por essa estrada amigo vem 
Não percas tempo que o vento 
É meu amigo também 
Não percas tempo que o vento 
É meu amigo também 

Em terras
Em todas as fronteiras
Seja benvindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também 

Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo também



publicado por olhar para o mundo às 17:34 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

ACALANTO
(Chico Buarque)
É tão cedo, meu irmão. 
Abre os olhos, dorme não. 
Espalha os meus soldados 
Estraga os meus brinquedos 
Pode me odiar 
Nunca mais olhar pra mim 
Mas não faz 
Não faz mais 
Assim 
Tão cedo, meu irmão. 
Põe a mão na minha mão 
Pode fechar meus olhos 
Alisa os meus cabelos 
E a quem perguntar 
Deus, que foi que aconteceu. 
Vou jurar que o teu sangue 
É meu eu vou rasgar
Meu coração 
Pra costurar o teu 
Vou te soprar 
Esta canção: 
O meu irmão morreu

Maria de Medeiros, voz - Jeff Cohen, pianista; Joel Grare, percussionista; Ernek Evci, contrabaixista.
Informações colhidas na Internet e na página de Maria de Medeiros: www.mariademedeiros.net
(Vídeo de Antônio Augusto dos Santos, Antônio Bocaiuva, antaugsan, Bocaiuva, Divinópolis, Minas Gerais. Fotos e imagens da Internet. Em 2/11/2013)



publicado por olhar para o mundo às 08:22 | link do post | comentar

Sábado, 1 de Março de 2014

The Legendary Tigerman divulga datas e locais da nova digressão

Já são conhecidas as datas e os locais que vão receber os concertos de apresentação do novo álbum de Legendary Tigerman, “True”.

 

A digressão arranca fora de portas, a 13 de março, com um concerto em Marselha, mantendo-se pelos palcos europeus até dia 21, data em que Paulo Furtado sobe ao palco do Boston Arms, em Londres.

 

Por cá, “True” será apresentado no Lux, em Lisboa, a 27 de março, e no Hard Club, no Porto, a 3 de abril.

 

Cartaxo (Centro Cultural, 28 de março), Guimarães (CAE São Mamede, 29 de março), Estarreja (Cine-Teatro, 4 de abril), Tondela (Acert, 5 de abril), Coimbra (TAGV, 9 de abril), Portalegre (CAR, 10 de abril), Setúbal (Fórum Municipal, 11 de abril) e Alcobaça (Cine-Teatro, 12 de abril) também vão receber os espetáculos do artista, cuja entrada, limitada à lotação de cada sala, far-se-á através da compra de um CD-Bilhete, à venda a partir de 17 de março e com pré-venda exclusiva em Fnac.pt.

 

“True” tem lançamento agendado para 10 de março, em França, Itália e Bélgica; e para dia 17 em Portugal e restantes países europeus. O CD, composto por 13 faixas, é acompanhado por um DVD de 45 minutos, que contém uma curta-metragem e um documentário.

 

Confira as datas de apresentação de “True” em território nacional:

 

27 de março – Lisboa- Lux Frágil
28 de março – Cartaxo – Centro Cultural Cartaxo
29 de março – Guimarães – CAE São Mamede
3 de abril – Porto- Hard Club
4 de abril – Estarreja – Cine-teatro Estarreja
5 de abril – Tondela – ACERT
9 de abril – Coimbra – TAGV
10 de abril – Portalegre – CAE Portalegre
11 de abril – Setúbal – Fórum Municipal Luisa Todi
12 de abril – Alcobaça – Cine- Teatro Alcobaça

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:11 | link do post | comentar

 

Eu faço samba e amor até mais tarde
E tenho muito sono de manhã
Escuto a correria da cidade que arde
E apressa o dia de amanhã
De madrugada a gente 'inda se ama
E a fábrica começa a buzinar
O trânsito contorna a nossa cama, reclama.
Do nosso eterno espreguiçar
No colo da bem vinda companheira
No corpo do bendito violão
Eu faço samba e amor a noite inteira
Não tenho a quem prestar satisfação
Eu faço samba e amor até mais tarde
E tenho muito mais o que fazer
Escuto a correria da cidade. Que alarde!
Será que é tão difícil amanhecer?
Não sei se preguiçoso ou se covarde
Debaixo do meu cobertor de lã

Eu faço samba e amor até mais tarde
E tenho muito sono de manhã



publicado por olhar para o mundo às 17:18 | link do post | comentar

Festival MED alargado para três dias com mesmo orçamento de 2013

A edição deste ano do Festival MED, que decorre entre 26 e 28 de junho, em Loulé, vai ter mais um dia do que em 2013, mas com o mesmo orçamento, informou a autarquia.

 

Em comunicado, a autarquia explica que o fecho das contratações de 40 bandas até ao mês de janeiro permitiu poupar dinheiro e alargar o evento por mais um dia com o mesmo orçamento de 2013, ou seja, 200 mil euros.

 

A 11.ª edição do festival, integrado no roteiro dos festivais europeus de Música do Mundo, tem já confirmadas a banda colombiana Bomba Estéreo, que encerra os espetáculos do primeiro dia, a artista espanhola Mercedes Péon, no dia 27, e a fadista Gisela João, que atua no último dia.

 

Considerando que o festival MED “é um dos cartazes de referência da música em Portugal" e é "uma marca de Loulé", responsável "por projetar no país e no estrangeiro o nome desta cidade”, Vitor Aleixo (PS), garantiu que o evento é “para continuar e valorizar”.

 

O festival, que já recebeu 324 bandas de 30 países nas suas dez edições, realiza-se nas ruas do centro histórico da cidade, onde os visitantes podem encontrar artesanato tradicional da zona do Mediterrâneo, exposições de arte, teatro e vários espaços dedicados à gastronomia mediterrânica.

 

O Festival MED arrancou em 2004, noutra zona da cidade de Loulé, onde a população e os turistas puderam usufruir gratuitamente, durante dez dias, de espetáculos e das transmissões de jogos do Euro 2004.

 

No ano seguinte, o evento teve a duração de seis dias e passou para a zona história da cidade. Desde então, a autarquia, entidade organizadora, tem vindo a reduzir os dias do festival que em 2013 durou dois dias.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:07 | link do post | comentar

Letra

"Quer tu queiras ou não queiras
Já arranjei solução
Para os teus jogos sem fronteiras
Sempre fora de mão

 

Não é vida para ninguém
Estar a descodificar
Sei que és teimosa
Mas que vais alinhar

 

Se é p'ra ficar
É p'ra perder, é p'ra ganhar
Baralhar e voltar a dar

 

Se é p'ra ficar
É p'ra doer
Sé é p'ra ficar, se é p'ra ficar
É o que tiver que ser

 

Eu estou sempre a dar ideias
Que nem consegues refutar
Insistes de qualquer maneira
Só para eu me calar

 

Não preciso que me proves
Que é seguro estar contigo
Eu sei bem o que faço
Mas ouve bem..

 

Se é p'ra ficar
É p'ra perder, é p'ra ganhar
Baralhar e voltar a dar

Se é p'ra ficar
É p'ra doer
Sé é p'ra ficar, se é p'ra ficar
É o que tiver que ser

Se é p'ra ficar
É p'ra perder, é p'ra ganhar
É p'ra doer
Se é p'ra ficar
É o que tiver de ser



publicado por olhar para o mundo às 08:05 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds