Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Letra
Gato morto lá na estrada 
Foi corrido à pedrada 
Nem à mãe disse adeus. 

Do básico ao xadrez 
Nem homem se fez 
Sete vidas de cão. 

Perde o fio à manada 
Pega o cio à carneirada 
Cria vida indesejada. 

Ó mãe fui eu, 
Ó mãe fui eu quem te fez: 
Fez chorar. 

Agreste com a bicharada 
Um miado, uma piada 
Uma fraude planeada. 

Tenta a sorte noutro sítio 
Simpático no início, 
Conta de fio a pavío. 

A vida foi bem madastra 
Tenta assim a compaixão 
Indo ao fundo do coração. 

Ó mãe fui eu, 
Ó mãe fui eu quem te fez: 
Fez chorar.
Álbum de lançamento dos Alice, "Discórdia", disponível em:
- iTunes: http://www.bit.ly/1iaDFs9
- Spotify: http://www.bit.ly/1d2jGgD

"Gato Morto" é o primeiro single do álbum de lançamento dos Alice, "Discórdia". O videoclip foi filmado, dirigido e editado por Ronnie Fortes no decorrer do mês de Fevereiro de 2014.

Música gravada, misturada e masterizada por Wilson Silva nos estúdios WRecords em Setúbal no verão de 2013. Produzida por Guilherme Baptista e Wilson Silva.

Letra e música por Afonso Alves e Diogo Borges.

Estágio

 

7º ESTÁGIO DE BANDA – LOUREIROS

PALMELA 2014

  

É com muito prazer que a Sociedade Filarmónica Palmelense "Loureiros" vai levar a cabo mais um Estágio de Banda. Será a 7ª Edição este ano e iremos contar com a direcção do Maestro Lorenzo Della Fonte (Itália) e do Maestro Pedro Ferreira (Banda dos Loureiros).

Este ano convidamos também como Professores orientadores o Professor João Pedro Silva (Madeiras) e o Professor Marco Fernandes (Percussão).

Esta edição irá decorrer entre os dias 08 e 12 de Abril de 2014

 

CLICA AQUI PARA FAZERES A TUA INSCRIÇÃO

 

Inscrições limitadas até dia 31 de Março. 

Para mais informações enviar email para o endereço de correio electrónico

estagiobandapalmela@gmail.com

Ou consultar a nossa página

www.facebook.com/loureirospalmelaestagio

 

 

 

Letra

 

Tenho um primo convexo
Fadado para amnistias
Em torno de ele nadam
Plantas carnívoras
Agitando como plumas
As cordas violáceas
O meu primo dormita
Glu glu entre palmeiras
Suspenso numa rede
De suor e preguiça
Corvos bicam-lhe os pés
Trincam-lhe os calos
Enquanto a tarde jaz
E a mao suspende
O gesto de acordá-lo
E a terra treme
Mas de nada o meu primo se apercebe

 

Letra

 

You're never with me
you're never near me
What time is it?
What time?
Whose time is this?
Give yourself a chance to breathe
I'll give you the room you need

You're never here
You're never near here
What day is this?
What day?
Whose day is this?
Put me in your supermarket list
I'm here, I'm real, it's true, I do exist

Today you may feel a little sleepy
Maybe the morning is too soon
I guess I'll have to borrow
One of your sunny afternoons
But afternoons they never come
There's nothing left for me to borrow

I guess I'll try again tomorrow
I guess I'll try again tomorrow
I guess I'll try again tomorrow
I guess I'll try again tomorrow

You're wasting me
You're breaking, you're wasting me
Can this be love?
Is this?
Whose love is this?What is wrong with you?
I don't know
No place in you for me
And me, I need you so

And if you want to be by yourself
No one disturbing, that's alright
I guess I'll have to borrow
A little of yourself tonight
But tonight it never comes
There's nothing left for me to borrow

I guess I'll try again tomorrow
I guess I'll try again tomorrow
I guess I'll try again tomorrow
I guess I'll try again tomorrow

It may seem a little hollow
But I'll try again tomorrow

There's nothing left for me to borrow
I guess I'll try again tomorrow


 

SILENCE 4

“5 PARA A MEIA NOITE” dedica
a próxima semana aos Silence 4

Bandas de Leiria recriam temas do grupo

 

Numa iniciativa inédita, o programa da RTP “5 Para A Meia Noite” vai dedicar a próxima semana à música dos Silence 4 através de recriação de algumas das suas canções emblemáticas por artistas emergentes oriundos de Leiria, cidade que também viu nascer os Silence 4.

 

Este conceito, consagra a importância que o percurso feito pelos Silence 4 teve e ainda tem na criação musical naquela zona do país, designadamente na “cena” actual com invulgar destaque nas edições da Omnichord Records, editora curadora desta programação. 

 

Um autêntico “Leiria Calling” na próxima semana do “5 Para A Meia Noite”:

   24/03 – Nice Weather For Ducks com “Dying Young”

   25/03 – Born A Lion feat. Gil Jerónimo com “My Friends”

   26/03 – First Breath After Coma com “Angel Song”

   27/03 – André Barros com “To Give”

 

A última noite, 28 de Março, está reservada para a presença dos Silence 4 num programa inteiramente dedicado à banda de David, Sofia, Tozé e Rui. O início, os motivos da reunião, os concertos e a edição da caixa retrospectiva serão o pano de fundo da conversa com Nilton.

 

Os Silence 4 actuam dia 22 na Praça do Mar (Funchal), dia 29 no Multiusos de Guimarães e dia 5 de Abril na Meo Arena, em Lisboa.

 

A discografia integral da banda foi editada numa caixa especial com3 CDs + DVD e digitalmente pode ser encontrada em todas as plataformas digitais:

iTunes

Spotify

MEO Music

Vodafone Music

Deezer

Xbox Music

Google Play

Rdio

Nokia MixRadio

Rara

7Digital

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email