Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Eu amei-te, mais que tudo na vida desejei-te 
Passado o choque foste incondicionalmente aceite 
Dei pulos de alegria, deu graças a Deus 
Senti-me abençoado, partilhei a benção com os meus 
Fiz planos para o futuro, agora vou ser pai 
Sonhei sonhos acordados como se tivesse ai 
Vi-te a sorrir 
A tua cara era a minha 
Sei que pareco frio mas vou ser um pai galinha 
Sonhei em dar-te tudo aquilo que eu nunca tive 
Ainda nem chegas-te, o meu amor por ti já vive 
De mãos dados, a suar os gritos de felicidades 
O choro confirma o milagre da maternidade 
Imaginei as bochechas na tua carinha de bébé 
Não acredito em nada mas desta vez tive fé 
Tão real, quase senti o teu cheiro 
Quis ser teu melhor amigo, pai e companheiro 

Refrão 
Eu amei, (eu amei), eu amei (tou aqui á tua espera) 
Eu chorei, (eu chorei), eu chorei (a vida continua) 

Dei-te nomes de menino, dei-te nomes de menina 
Imaginei-me a adormeçer-te na tua cama pequenina 
Dei fascina, viciei-me em ti tipo nicotina 
Vi a mãe, vi a relva, vi a vivenda com a piscina 
A maquina de filmas para captar os primeiros passos 
Cobrir a tua vida de beijinhos e abraços 
Ultrapassar fracassos, por ti tudo faz sentido 
Des-te-me forças que não tinha é como se tivesse renascido 
Vi o teu primeiro, tanta a fralda cheia de cócó 
Imagino verde-castanho cor dos olhos da tua avó 

Vi o sol a brilhar na tua pele de chocolate 
Vi a palmadinha no rabo por teres feito algum disparate 
Vi a vela, vi o bolo, a festa com as crianças 
Vi estranhos comentar as nossas semelhanças 
Vi a pança das panças na barriga descansas 
Á noite, na cama, a tua mãe pergunta por alianças 

Refrão 
Eu amei, (eu amei), eu amei (tou aqui á tua espera) 
Eu chorei, (eu chorei), eu chorei (a vida continua) 

Deixa-me dizer-te que a vida é imperfeita 
Erramos por sermos humanos mas 3 esquerdas dão uma direita
Vi o primeiro dia de aulas, a mochila nas costas 
Depois dos TPC's os bonecos que tanto gostas 
O Noddy, o Pokemon, o Mickey e o Pateta 
Triciclo para começar depois vem a bicicleta 
Do sarampolo e a varicela, o charope pá tosse 
Contar-te que nem gosto que me chamem Boss 
Imagino as perguntas que tu vais fazer 
O que vou responder 
Vou ensinar e aprender 
Vivemos tempos dificeis, o mundo nao é cor de rosa 
Ás vezes esquecemos o como a vida é valiosa 
Chorei por ouvir o que não queria 
O que mais temia 
A vida continua e a tua virá um dia 
Palavras nada valem espero que aprecies o gesto 
Espero por ti sem pressas depois conto-te o resto 

Refrão 
Eu amei, (eu amei), eu amei (tou aqui á tua espera) 
Eu chorei, (eu chorei), eu chorei (a vida continua)

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.