Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Letra

 

Sou soldado da armada, marinheiro estou de sentinela, esta noite vai ser longa silêncio tão fundo fechado à janela não sei do dia de amanhã, inquietação da madrugada, vou defender-te com a vida sou soldado da armada. 

Já lá vem a nova aurora mimo leve muita incerteza, oh tão frágil barricata fica entre mim e a força de um canhão, não fora a esperança tão certeira de morar no coração da que é a porta bandeira, verde e rubra da revolução. 

Combatente potente, de faca afiada 
por ela dou tudo ou fico sem nada 
na vida ou na morte, é o sim ou o não 
minha alma fica enamorada de revoluçao 
minha amada deseja-me sorte 
eterna paisagem do meu coração 
deixo-te a medalha fechada na mão 
que eu vou pr'a batalha 
nela verás a historia de um amor perdido 
lá na barricada, vai mais um bandido 
no meio da rotunda 
numa cova funda 
pesso o que é devido 
enganei o medo e temo não ser temido 
é um segredo meu que a minha espingarda guarda 
aguardo a ordem do homem que me fez gostar da farda 
minha alma danada está surda desfeita 
de o receio de um tiro distante 
de um canhão desconhecido que me tire a vida num instante 
e eu nunca mais te vejo o meu deseijo constante 
ver o meu bolo calvário 
no meu diário está saudade da armada 
solitário na caminhada sou soldado da armada 
e se eu me ficar chora baixinho 
tira uma certa noitada 
vai junto ao caminho da pedra deitada 
vais lá ver um ribeirinho 
e levaram-te as flores 
a vida foi curta 
sei que ela te escuta que eu não esqueço os meus amores 

Pois eu morri na luta. 

Não fora a esperança tão certeira de morar no coração da que é a porta bandeira, verde e rubra da revolução 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email