Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Novo álbum de Sérgio Godinho sai em Setembro
O músico Sérgio Godinho vai editar a 12 de Setembro um novo álbum, 'Mútuo Consentimento', revelou a editora Universal, e o lançamento coincide com os 40 anos de escrita de canções do autor.

Sérgio Godinho tem pela frente uma data redonda, os 40 anos desde a edição de 'Sobreviventes', mas o músico nunca foi muito dado a efemérides e por isso prepara-se para lançar um álbum de originais que inclui vários convidados.

 

«Nada melhor do que onze novas canções para celebrar 40 anos», disse o músico hoje em Sines, onde esteve a participar numa sessão de leitura do livro de poesia 'Sangue por um fio', no âmbito das actividades paralelas do festival Músicas do Mundo de Sines.

 

'Mútuo Consentimento' foi gravado entre Março e Abril e contou com a participação de Bernardo Sassetti, Noiserv, Francisca Cortesão (Minta), o percussionista António Serginho, Roda de Choro de Lisboa e Hélder Gonçalves, dos Clã.

 

Juntam-se aos Assessores, o grupo de músicos que tem acompanhado Sérgio Godinho nos últimos anos, em estúdio e ao vivo.

 

A produção e a direção musical voltou a ser de Nuno Rafael, mas a participação de artistas tão diferentes - da música melancólica de Noiserv ao chorinho dançante da Roda de Choro de Lisboa - faz antever uma nova sonoridade nas canções de Sérgio Godinho.

 

Algumas das canções do novo disco foram antecipadas ao vivo em novembro passado, quando Sérgio Godinho as apresentou, ainda em rascunho, ao vivo em Lisboa e no Porto.

 

Na altura, já se adivinhava que Bernardo Sassetti entraria na equação do novo álbum, porque o pianista fez uma versão de «O primeiro dia' e tocou uma tema inédito, 'Em dias consecutivos'.

 

Nesses concertos, Sérgio Godinho tocou ainda os inéditos 'Vida Sobresselente', 'Intermitentemente', além de 'Bomba-Relógio', que Cristina Branco já tinha gravado, e 'Faz Parte', estreada nos espetáculo 'Três Cantos', mas não se sabe se todos eles entrarão no novo álbum, porque a editora não revelou o alinhamento.

 

Na altura dos concertos de novembro, o músico disse que «valia a pena partilhar com as pessoas, em primeiríssima mão, algumas dessas canções. Cantando-as e tocando-as, e conversando sobre a sua génese, a sua feitura, dos primeiros acordes ao final de rascunho».

 

'Mútuo Consentimento' sairá cinco anos depois de 'Ligação Directa' (2006). Em 2008 saiu o disco ao vivo 'Nove e Meia no Maria Matos'.

Sérgio Godinho cumpre 40 anos de canções desde que gravou, em 1971, o álbum de estreia, 'Os sobreviventes'.

 

Além do álbum, Sérgio Godinho está a preparar, em parceria com João Paulo Cotrim, um livro que reúne 40 letras de canções interpretadas visualmente por outros tantos ilustradores, «a nata» da ilustração.

 

Retirado do Sol

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.