Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Letra
Dás-me mil razões
Para não gostar de ti
Dizes-te desinteressante
E que eu não estou em mim

Mas quando eu te vejo
Consigo ver alguém
Que se calhar nunca viste
Mas que eu conheço bem

Deixa-te descobrir por mim
Deixa-me contar-te o que eu vi
Levo-te pela mão e no fim
Vais ver que tens fogo em ti

Sentas-te ao meu lado
À espera que me cale contigo
Nem deixas que a conversa
Chegue perto do teu umbigo

Mas quando eu te oiço
Consigo ouvir alguém
Que se calhar nunca ouviste
Mas que eu percebo bem

Deixa-te descobrir por mim
Deixa-me contar-te o que eu vi
Levo-te pela mão e no fim
Vais ver que tens fogo em ti

Deixa-te descobrir por mim
Deixa-me contar-te o que eu vi
Levo-te pela mão e no fim
Vais ver que tens fogo em ti

Tens medo de acender
O fósforo de arriscar
É tarde, já está a arder
É o que me está a queimar

Deixa-te descobrir por mim
Deixa-me contar-te o que eu vi
Levo-te pela mão e no fim
Vais ver que tens fogo em ti

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

2 comentários

Comentar post