Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Festa do Avante

Os 35 anos da Festa do Avante! serão associados aos aniversários de carreira dos Trovante e deSérgio Godinho, num cartaz diversificado que inclui Ópera, revisitada como forma de "afirmação das nacionalidades", anunciou hoje o PCP.

 

 "Trata-se da 35ª Festa, o que coincidiu com dois outros aniversários, os 35 anos de carreira dos Trovante -- o que aliás era inevitável, uma vez que a primeira vez que os Trovante subiram ao palco foi na primeira festa do Avante! -- e os 40 anos de carreira do Sérgio Godinho, igualmente assinalados na festa", afirmou Ruben de Carvalho.

 

 O programa da festa do Avante!, que se realiza a 2, 3 e 4 de setembro, na quinta da Atalaia, no Seixal, foi hoje apresentado em conferência de imprensa na sede do PCP, em Lisboa, pelo seu histórico organizador, Ruben de Carvalho, membro do comité central comunista, e por Alexandre Araújo, do secretariado.

 

 "Não há praticamente nada que fique de fora, desde a música popular portuguesa até ao Fado, desde o jazz até ao rock, incluindo a segunda gala de Ópera", sublinhou Ruben de Carvalho, referindo que a gala deste ano terá "uma componente sinfónica" e um "fio condutor", ligado ao papel da Ópera na "afirmação das nacionalidades no século XIX", em Itália, por exemplo.

 

 "Julgámos que seria inteiramente oportuno, num momento em que Portugal atravessa do ponto de vista patriótico e da sua própria identidade nacional um período de particular complexidade, que seria de toda a lógica sublinhar esse papel que a música e a ópera em particular tiveram na afirmação do patriotismo e a necessidade de termos a consciência da existência de Portugal enquanto país independente", defendeu.

 

 Além da presença de bandas estrangeiras, a festa do Avante! assume-se essencialmente, no campo musical, como "o maior festival de música portuguesa", frisou Ruben de Carvalho.

 

 O cartaz inclui Xutos e Pontapés, ClãCamané, Expensive Soul, X-Wife, Dead Combo, Amor Electro, Terrakota, Lume, Danças Ocultas, Virgem Suta, Mayra Andrade, La Chiva Gantiva ou Gattamolesta.

 

 Além da música, a festa do Avante! torna a incluir outras artes de palco, como o Teatro e a Dança, com a presença no Avanteatro de produções das companhias de teatro de Almada, a Barraca, Teatro Ferro ou da Companhia de Dança de Almada.

 

 No âmbito das artes plásticas, realiza-se a XVII Bienal, com obras de cerca de 100 artistas, e uma exposição da obra de Cipriano Dourado.

 

 Pelo CineAvante passarão as longa-metragens de Sérgio Trefaut "Viagem a Portugal" e "Cidade dos Mortos", além de "José e Pilar", de Miguel Gonçalves Mendes, e "Quem vai à guerra", de Marta Pessoa.

 

 De acordo com Alexandre Araújo, a festa do Avante! "assumirá este ano um significado excecional", porque "decorrerá quando está em curso a mais violenta ofensiva desde os tempos do fascismo contra os direitos dos trabalhadores e do povo e num país que é hoje alvo de um programa ilegítimo de submissão e agressão que PS, PSD e CDS assumiram com a União Europeia e o FMI".

 

 O PCP escusou-se a divulgar o orçamento do evento, tendo Alexandre Araújo invocado que o partido não tem "por prática divulgar" essas informações, que "integram depois as contas partidárias".

 

Via Ionline

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.