Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Guimarães Jazz celebra 20 anos com

 

O festival Guimarães Jazz celebra 20 anos de existência com "sinais de vitalidade" e com um cartaz "multifacetado" que inclui a Roy Haynes Fountain of Youth Band, o quinteto de Steve Swallow e Henry Threadgill, entre outros, com concertos que vão de 10 a 19 de novembro.

 

A organização do certame, em comunicado enviado à Agência Lusa, descreve a programação de 2011 como inserida "numa linha de continuidade em relação a uma ideia de programação" desenvolvida nas últimas edições, mas que "revela sinais de vitalidade, resultantes de um crescimento sustentado".

 

No ano em que celebra duas décadas de existência, o Guimarães Jazz marca o arranque da edição de 2011 com uma "figura fundamental da história do jazz", o baterista e regente Roy Haynes, que se apresenta com a sua orquestra, a Roy Haynes Fountain of Youth Band.

 

"Este espetáculo constitui um momento de cruzamento geracional entre um representante do passado vivo do jazz e jovens instrumentistas, força atual desta música", afirma a organização.

 

A fechar o festival com "chave de ouro", no dia 19 de novembro, surge "um dos grandes pianistas vivos da história do jazz" com a sua Martial Solal New Decaband, um projeto inédito em Portugal no qual o artista está integrado num "grande 'ensemble' cuja sonoridade orquestral constitui um contexto diferente" e irá "potenciar a capacidade expressiva do artista como solista".

 

Pelo Guimarães Jazz, na edição de 2011, vão passar ainda o quinteto do contrabaixista Steve Swallow e o pianista Cedar Walton, que se apresenta em trio, acompanhado por David Williams, no contrabaixo, e Willie Jones II, na bateria, finalizando a primeira semana da iniciativa.

 

á na segunda semana, o cartaz inclui o grupo Ralph Alessi and This Against that with Tony Malaby, o pianista nova-iorquino Andy Milne, o contrabaixista Drew Gress e o baterista Mark Ferber, o trio do histórico McCoy Tyner, com Chris Potter e Henry Threadgill e a voz de José James.

 

Além do cartaz referido, o Guimarães Jazz inclui ainda o Projeto TOAP/Guimarães Jazz, que em 2011 realiza a sexta edição e é uma das "propostas fundamentais" do evento. Assim, a 13 de novembro sobem ao palco músicos portugueses e estrangeiros com "experiências e percursos diferentes": Akiko Pavolka, Nate Radley, Óscar Graça, Bernardo Moreira e Jochen Rueckert.

 

O Guimarães Jazz tem também "atividades paralelas" como "jam sessions" e "workshops", iniciativas "baseadas na necessidade de gerar processos de interação entre músicos consagrados, público e músicos em formação", explicita a organização.

 

Os espetáculos do Guimarães Jazz acontecem no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, e os bilhetes já estão à venda.

 

Via DN

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.