Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Mário Laginha inaugura ciclo «Histórias de Jazz em Portugal» em Guimarães

O pianista Mário Laginha é o primeiro convidado do ciclo de concertos e conversas "Histórias de Jazz em Portugal", que começa na quarta-feira em Guimarães e se prolongará até 2015, repartido com Lisboa.

 

O ciclo foi criado pelo crítico e programador António Curvelo e pelo músico Manuel Jorge Veloso com o objetivo de divulgar "o momento único" que o jazz português está a viver, com várias gerações de músicos no ativo, como disseram os autores à agência Lusa.

 

O primeiro encontro deste ciclo acontece na quarta e quinta-feira no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, com Mário Laginha como convidado central. Na quarta-feira, o pianista estará à conversa com os dois programadores, seguindo-se um concerto com alunos da Escola Superior de Música, Artes e Espetáculos do Porto, que irão tocar apenas repertório de Laginha. No dia seguinte, o debate será com José Nogueira, Luís Cunha e Luís Figueiredo, seguindo-se uma atuação de Mário Laginha.

 

"Histórias de Jazz em Portugal" acontecerá todos os meses intercalado entre Guimarães e Lisboa (no Hot Clube de Portugal) em torno de músicos de diferentes gerações e correntes do jazz. O ponto de partida foi a constatação de se estar "a viver um momento único no jazz em Portugal, porque nunca houve tantos músicos novos com tanta qualidade" e isto "está ligado à descentralização ao nível das escolas de jazz", sublinhou António Curvelo. E depois, "há o contexto geral do país: está tudo a morrer, há muita vontade que morra ainda mais. Há a tentativa de que as pessoas parem", referiu Cuvelo, acrescentado por Manuel Jorge Veloso: "Há um aspeto que nunca foi tao mau de há vinte anos para cá: divulgação nos meios de comunicação social".

 

"Histórias de Jazz em Portugal" irá estender-se até maio de 2015, com interrupções em julho e agosto, contando com um total de uma centena de músicos escolhidos com os mesmos critérios: "Músicos no ativo e profissionais, cruzando gerações, estéticas, funções musicais, malta que tem experiência de produção, maestros".

 

Em fevereiro, o ciclo prossegue em Lisboa com o contrabaixista Zé Eduardo como convidado central, estando previstas ainda as presenças de Bernardo Moreira (antigo contrabaixista e presidente do Hot Clube, Claus Nymark e Mário Delgado.

 

Retirado do Sapo Música

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email