Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

"Canção de Mim Mesmo"
The Black Mamba


Sou o sol, sou a lua, sou a vida a florir
Sou canção, sou a rua, sou um homem a sorrir
Sou esperança que nasce, nascente de um rio
Sou ave, sou às, sou flor, sou navio
Sou povo que grita, liberdade acesa

Sou a tristeza que te faz sorrir
Deixo o mundo à minha espera
Sou o sol que ainda há-de vir

Sou chama e papel, prisão
Prisioneiro, sou luz e pincel
Terra verdadeira
Sou o mundo que gira

Sou o meu país
Saudade e pão
Conselho, amizade, sou teu irmão
Sou janela e espelho por onde te vês

Sou a tristeza que te faz sorrir
Deixo o mundo à minha espera
Sou o sol que ainda há-de vir
Que sem querer brilha lá fora
Sou a tristeza que te faz sorrir
Deixo ao mundo
Deixo-te esta canção de mim mesmo

Sou janela e espelho por onde te vês
Sou o sol que depois da chuva brilha outra vez

Sou amor, sou livre, sou fruto, poema
Sou bóia, sou vidro, sou história, sou tema
Sou aquele, sou eu mais uma vez

Sou a tristeza que te faz sorrir
Deixo o mundo à minha espera
Sou o sol que ainda há-de vir
Que sem querer brilha lá fora
Sou a tristeza que te faz sorrir
Deixo ao mundo
Deixo-te esta canção de mim mesmo

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.