Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Estás à espera de quê?
Fiz-te este convite
Estou de braços abertos
Para poderes entrar

 

Não perguntes porquê
Porque é que estive à espera?
Acordei mais cedo
Quis ver o dia chegar

 

Hoje sonhei que via o mundo
Virado do avesso
Tudo ao contrário, nem queria acordar
Houve alguém que o pintou

Com todas as cores
Até parecia, tão natural.

 

Quero o contrário, sigo em frente
Seguir os meus sonhos
Tão cheios de gente
Não fico à espera, de quem já não vem
Há quem me queira, como eu te quero
E tu sabes bem

 

Estás com medo do quê?
Que te faça perguntas
E te peça as respostas
Que tu não me queres dar

 

Fica perto de mim
Estou apenas cansado
Fico bem a teu lado, gosto de ver-te sorrir

 

Hoje sonhei que via o mundo
Virado do avesso
Tudo ao contrário, nem queria acordar
Houve alguém que o pintou
Com todas as cores
Até parecia, tão natural.

 

Quero o contrário, sigo em frente
Seguir os meus sonhos
Tão cheios de gente
Não fico à espera, de quem já não vem
Há quem me queira, como eu te quero
E tu sabes bem

 

Agora sei
Que o tempo já não pede pressa
Que as nuvens ficam entre o céu e o mar
Já só me resta, a minha consciência
Porque este é o meu lugar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email