Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Letra: Domingos Gonçalves
Música: Casimiro Ramos* Reneguei tuas promessas

E juras de amor ardente
Até com certo rancor
Disse-te assim, não sou dessas
Que se embalam cegamente
Em juramentos de amor
Meu Deus, como a boca mente
Pois se te amo loucamente
Eu digo seja a quem fôr

Sou tua...Como o luar é da lua 
Como as pedras são da rua,E p'ra ser tua nasci 
Sou tua...Tão tua que me convenço 
Que já nem a mim pertenço,Que sou um pouco de ti 
Sou tua...Deixa-me gritar ao vento 
P'ra que o vento num lamento,Diga ao mar, á terra, ao céu 
Sou tua...E deixa que os olhos meus 
Só vejam p'ra ver os teus,Embora não sejas meu 

Ás vezes sinto desejo 
De ofender-te, embora iluda 
Meu coração a sofrer 
Mas fico, quando te vejo 
Tão pequenina, tão muda 
Com tanto p'ra te dizer 
É então que a minha boca 
Porta voz desta alma louca 
Murmura quase sem querer
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email