Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Se os versos sobrevivem aos poetas
E às almas que os gritaram como loucas
Porque é que nas paixões, por mais secretas
Os beijos não sobrevivem às bocas?

 

Os beijos são os versos que os amantes
Recitam, quando as noites são eternas
Palavras sem vogais nem consoantes
Que escorrem no suor das nossas pernas

 

Vou ser poeta, sim! oh minha musa
Poeta do silêncio e do desejo
E se a eternidade nos recusa
Serei eterno em ti, em cada beijo

 

Não quero mais canções! quero os teus lábios
Abertos para os meus, com tal magia
Que os nossos corações ficam mais sábios
E os beijos sobrevivem à poesia

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.