Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Há tanto tempo que nada acontece
E o mar não cresce para me enrolar, na sua afronta


Há tanto tempo que nada apetece
Já não aquece, é sempre devagar


Tudo se desmonta

Eu vou na volta em ti, traz-me de volta a mim


Pão de centeio, boca morta e língua tonta
Pão de centeio, boca


Vou na volta em ti, traz-me de volta a mim
O fado agora quer ser samba, soltar a corpo, perna bamba

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email