Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Ó minha amada 
Que olhos os teus 
São cais noturnos 
Cheios de adeus 


São docas mansas 
Trilhando luzes 
Que brilham longe 
Longe nos breus... 

Ó minha amada 
Que olhos os teus 
Quanto mistério 
Nos olhos teus 


Quantos saveiros 
Quantos navios 
Quantos naufrágios 
Nos olhos teus... 

Ó minha amada 
Que olhos os teus 
Se Deus houvera 
Fizera-os Deus 


Pois não os fizera 
Quem não soubera 
Que há muitas eras 
Nos olhos teus. 

Ah, minha amada 
De olhos ateus 
Cria a esperança 
Nos olhos meus 


De verem um dia 
O olhar mendigo 
Da poesia 
Nos olhos teus.

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.