Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Ana Bacalhau, vocalista dos Deolinda estreia-se a solo

Ana Bacalhau deixa momentaneamente os Deolinda e vai actuar em nome próprio, pela primeira vez, para recriar canções de nomes como Pearl Jam, Janis Joplin, Elis Regina, Zeca Afonso e Amália Rodrigues. Concertos acontecem em Dezembro no Porto e em Lisboa.

 

Aos 15 anos, Ana Bacalhau começou a cantar e a tocar guitarra, mas só aos 30 conseguiu fazer da música profissão, com o projecto de música popular portuguesa Deolinda. Nesses 15 anos que se passaram, a cantora foi encontrando canções e músicos que influenciaram o seu crescimento. 

 

Agora, em três concertos quase natalícios, Ana Bacalhau revisita esses músicos,de sonoridades tão diferentes entre si. Amália Rodrigues, José Afonso, Fausto, Elis Regina ou Edith Piaf, a par com nomes mais inesperados, como Janis Joplin, Maria João e Mário Laginha, Odetta, Lotte Lenya, Pearl Jam, Harry Belafonte e Miriam Makeba. 

 

O primeiro espectáculo, baptizado de "15", acontece na Casa da Música, no Porto, a 12 de Dezembro. Seguem-se dois concertos no Teatro São Luiz, em Lisboa, a 19 e 20 de Dezembro. Os bilhetes custam €15.

 
Em palco, Ana estará acompanhada pelo guitarrista Mário Delgado, pelo pianista Luís Figueiredo, pelo baixista Zé Pedro Leitão e pelo baterista Marcos Cavaleiro.

 

Retirado de Vou Sair

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.