Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Ora muito boa noite também para mim e para si,
Ah também ao primeiro ministro, desculpem lá que nem o vi.
Toca a vazar as garrafas, acender o chiripiti
É o dillaz fucking m quê?
É o dillaz fucking mc
Tropa o meu nome é dillaz e sou rapper não sou estrela,
Não ligo a pornografia mas se quiseres posso metê-la
Minha rima é muita esgrima, difícil é vencê-la
Mesmo quem tem boca grande vê -se grego para comê-la
Tua dama mostra quem manda, uma santa ela não é
Refinada rebaixada, mais palmadas que um jambé
Fica enrolada contigo e mesmo assim chama-te andré
Sei que és tu quem veste as calças, mas ela mija de pé
E o menino que era amélia, hoje quer ser um pulha
Todo inchado mas rebenta se lhe encostas uma agulha
Fica a mirar as damas, mas fica agarrado à cunha
A única coisa que ejacula é o pus de uma borbulha
Comé'que tu és ingrato,
Cospes no teu próprio prato
Já vi que tu és recruta, não pronto para o combate
Uma pedra no meu sapato
Saga-te óh cara de um sapo
Se tu fosses jamaicano, gritavas bumbumplac
Dillaz fucking mc, até dá trocos c'um pirete
Voltas a tocar na bola e és corrido a picarete
Tropa sagrada familia, bota o sinto e capacete
" Ah charrinhos, nem lhe toco dá uma moca do cacete "
Meu puto olha a tua pestana tá uma beca torta
Vê se metes o vizinho, olha a tua cota
Tenta olhar mais para os teus, não só para a nota
" Meu puto a dama quer... " pssht volta p'rá casota.
Wanna be seventy five dou-te o seguinte,
Se me apareces com 50 ainda te faltam 25
Não vim p'ra ser cruel apenas deixar apelo
Vens armado em rapunzel, a ti rapo-te o cabelo
Eu fui parido em marrocos, não é mas faço parecê-lo
Não vês lá montanhas e bolotas, mas encontras camelos
Tenta vê-los
Aqui mocas viram retas tardias,
Não duram 24h duram 24 dias
E ouve eu passo o dia no fritanço, o que é que eu quero, onde é que eu vou?
Mal-criado, dá p'ra parvo, parte um braço, taekwondo
Mother fucker tem cara de mau e ninguém se assustou
Levantas-lhe a mão e ouves *peido* menino cagou
Compra uma bisnaga, pensa que tá no tibete
Tira o acessório, rambo não usa bandolete, men
Dois dedos no proid para ver se a merda é a mesma
Não avanças nem recuas só fumas nites c'a lesma
Tás I'móvel..

Não digas que não te avisei,
Se a ti próprio te enganas não digas que me enganei
Não sejas pato bravo nem fales daquilo que eu sei
Por essas e por outras é que p'ra muitos caguei, larguei (x4)

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email