Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

uma ode a quem amei 
sei os sitios de ti. foi como o céu vazio 
uma morte onde eu morei 
são lábios de marfim que me tocam junto ao rio 
e o sol põe-se no teu rosto 
enquanto a doença corre e eu me apoio no teu dorso 
fodemos só um pouco. morremos mais um pouco 
mata o meu corpo... 
fechar os olhos até bater. fechar os olhos para bater 
até que o tempo abrande e eu sinta o sangue a ferver 
tudo é violeta excepto os teus cabelos... 
tudo é violência mesmo os teus segredos... 
ficas linda com martini e eu quero que o corpo dance... 
somos tão linda martini e o teu corpo range 
fodemos à luz das velas, fodemos à luz da noite 
morremos ao som da estrelas, morremos ao som do mar 
e vou morrendo ao som do corpo. do teu corpo 
nada tenho se não tempo para nos imaginar 
na cama do hospital. amor consigo ouvir-te 
preencheste o meu silêncio com gemidos... ouviste? 

nada nos separa quando o caos é firme 
lábio sem mordaça é como um gládio em riste 
o amor que se declara num rosnar ambíguo 
cai no meu abraço e vem pôr algo em risco 
(cai dentro de mim...) 

a noite esvaziou-se e esvaziou as nossas camas 
tenho tanto para dizer mas sem forma de o fazer amor 
depois da noite até o danúbio tem montanhas 
usamos a nossa lingua para bem mais do que mentir amor 
o céu parou ao teu gemido 
encho a cama de memórias e de ti 
para ti que foste embora. tal carnaval da dor 
dos corredores onde houve pássaros entre nós 
a tristeza em toda a sua beleza 
sou presa.



joão tamura - um segundo andar em Lisboa que tem perfume da tua pele. 
a voz bonita é do iminente. a voz menos bonita é minha. e o instrumental é do realista. 
escrito e gravado em Palmela, numa casa grande, quase vazia. profundamente mal misturado e masterizado por mim. 

mostrem a quem amam. 

home: oelefantevagabundo.tumblr.com

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.