Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

Letra

 

Eu nunca acreditei em alma gêmea
Mas só agora estou a reparar
Que tudo tem a outra face da moeda
De qual é tão dificil de separar

Por muito que queira
Não dá
Por essa ideia
Não dá
Pois a vida é sempre um livro por escrever
E quando ela vem
Não está
A minha alma chama
Ser capaz

E fica sempre tanto, tanto por dizer
Mas tal como um farol precisa de luz
O mundo precisa de algum como tu

Eu preciso de ti eh
Eu preciso de ti eeeeh
Como a brisa precisa do ar
E como a praia precisa do mar
Eu preciso de ti oooooh
Eu preciso de ti
Oh alma gêmea
Oh alma gêmea
Oh alma gêmea

Eu sempre andei por parte incerta
Sempre a procura de me encontrar
Será que é a vida que me aperta
Ou serei eu que não se quer soltar

Tal como o...
Não da
Por essa ideia
Não da
Pois a vida é sempre um livro por escrever
E quando ela vem
Não está
A minha alma chama
Ser capaz
E fica sempre tanto, sempre tanto por dizer
Mas tal como um farol precisa de luz
E o mundo também precisa
Eu preciso de ti
Eu preciso de ti eh

Como a brisa precisa do ar
E como a praia precisa do mar
Eu preciso de ti oooh
Eu preciso de ti
Oh alma gêmea
Oh alma gêmea
Oh alma gêmea


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.